História Deusas na Mansão - Interativa - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Diabolik Lovers
Personagens Ayato Sakamaki, Azusa Mukami, Kanato Sakamaki, Kou Mukami, Laito Sakamaki, Personagens Originais, Reiji Sakamaki, Ruki Mukami, Shu Sakamaki, Subaru Sakamaki, Tougo Sakamaki "Karlheinz", Yui Komori, Yuma Mukami
Tags Ayato, Azusa, Deuses, Interativa, Kanato, Kou, Laito, Reiji, Ruki, Shuu, Subaru, Treta, Yuma
Visualizações 45
Palavras 1.719
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Festa, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


OLÁ PEXUAL DESSE MEU (sqñ) BRASIL!!!! Eu sei que demorei e tals, portanto, podem me xingar a vontade, pois eu não tenho nenhuma desculpa plausível para me justificar essa demora, então opitarei para a mais pura verdade de minha demora, digamos que eu adquiri nessas férias o vício de querer assistir animes quase o dia inteiro e o botei em prática, resultado, fiquei igual a uma zumbi enfiada no quarto, Yeahhh, eu sei que isso é meio que uma porcaria, mas é a verdade, tirando o fato de que eu estou ficando viciada em assistir Fairy Tail, e também estou adquirindo uma pré-depressão de quando acabar de assistir, situação triste. Mesmo esquema do capitulo passado, irei anunciar o par do Ayato no fim do capítulo. Enfim, boa leitura.

Capítulo 3 - Kaori Amaya


Fanfic / Fanfiction Deusas na Mansão - Interativa - Capítulo 3 - Kaori Amaya

Olá a vocês humanos, me chamo Kaori Amaya, ou como sou conhecida pelos Deuses, Kaori, a Deusa do Amanhecer ou também se preferirem, Ori ou Aya para diminuir meu nome, já meus colegas próximos costumam me chamar de Fada Dourada, por conta de neus longos cabelos loiros. Aparento ter 14 anos, mas minha idade verdadeira é de 411 anos, só um pouco velhinha que vocês. Nasci no dia onze de dezembro no ano de 1606 sendo do signo de Sagitário. Sobre minha forma humana, possuo a pele macia e fina, totalmente limpa como a de um bebê recém nascido, onde qualquer machucado ou agressão que sofro, ficará bem amostra por ter a pele bem clara. Já meus olhos, são grandes e brilhantes tendo uma coloração extremamente esverdeada, que por sua vez, se destacam em qualquer local que eu estiver, meus cílios são negros e grandes destacando ainda mais meus olhos. Possuo cabelos sedosos e com um certo brilho que se espalha por todos os fios, eles são lisos e tem um cumprimento longo chegando a encostar no chão quando soltos, sua colocação é loira, se aproximando facilmente do dourado e em seu final ficam ondulados, minha franja é reta e cobre toda a testa com as mechas curtas próximas ao rosto. Meu rosto é arredondado e já as minhas bochechas são "fofas", para não dizer "gordinhas", que ficam facilmente coradas, meu corpo não é muito desenvolvido, então sou considerada uma tábua, maldição eterna para quem ousar me chamar assim, minha altura é exatos 1,50 e peso 35kg, viu?! Nem sou tão baixinha como dizem! Já em minha "forma de Deusa", continuo com minha pele "perfeita", cof cof eu em si SOU perfeita cof cof, porém, é mais pálida, já meus olhos ficam menores e ficam com uma coloração azulada, assim como o mar, meus cabelos continuam longos chegando ao chão, eles tem uma parte trançada em cada lado de minha cabeça em forma ondulada, a franja fica repicada e cobre apenas um pouco de da testa, meu corpo ganha pequenas curvas, felizmente minha altura aumenta, ficando 1,55 e pesando 40 kg, e nessa "forma" tenho uma pequena pinta ao lado esquerdo de seu rosto um pouco abaixo dos olhos e próximo a bochecha que são coradinhas. Geralmente uso um vestido branco longo que cobre todo meu corpo, com um sinto longo rosado e trançado fazendo uma fita no final, e possuo pequenas uveiras na cabeça.

Costumo ser quieta e reservada, possuindo uma seriedade misturada com inocência no rosto, os inferiore... quero dizer, os humanos, costumam me chamar de "anti-social", queridos, "anti-social" vírgula, eu sou "anti" algumas pessoas. Por mais séria que eu seja, continuo sendo gentil com algumas pessoas, mas só quando tenho a certeza de que posso confiar nelas, tá, admito, é meio difícil disso ocorrer. Sou um tanto calculista em meus atos nunca por impulso, estudo meu inimigo antes de fazer qualquer ataque e na maioria das vezes chego a vitória, também admito que as vezes chego a ficar um pouco competitiva. Ainda tenho um coração e sentimentos, por mais que não goste de demonstra-los, pois não gosto de me sentir fraca em relação a eles, tenho o meu lado meigo e gentil também, e isso me torna fofa, talvez uma das únicas dentre as deusas bastardas, assim digamos, embora minha aparência mostre de cara isso. Tenho uma inteligência grande, resumindo isso, meu QI é muito acima dos seres humanos, conseguindo descobrir mistérios facilmente e até mesmo dar deduções de alto nível, nunca me gabei por isso, mesmo que os outros pensem assim, mas danem-se eles também, ninguém nunca lhes pediu essa opinião.

Tenho um estilo bem peculiar, diferente das demais pessoas, gostando de vestidos longos na forma loli, adoro usar roupas com esse estilo e uso apenas elas, tá bom, isso chega meio a ser uma obsessão. Gosto de doces, como qualquer tipo de doce menos os sem açúcar, me digam, qual é a graça de comer um doce sem açúcar? ah é, NENHUMA. Cereja, é com certeza minha fruta favorita, por conta de sua doçura. Livros, deixam as pessoas mais sábias e fazem você se interessar mais em diversos assuntos, olha, sinceramente, meu quarto mais parece uma biblioteca, sério, para qualquer canto que você olhe, sempre vai ter algum livro. Dormir em dias frios, dormir é uma ótima sensação, ainda mais se estiver em um dia frio, ninguém pode negar isso. Observar as estrelas, são misteriosas e belas, gostaria de ver a todas ao mesmo tempo, mas infelizmente não dá. Pinguins, é um animal gracioso e independente, ajudam uns aos outros e sabem se virar sozinhos, e isso ganha minha admiração e meu respeito. Bichos de pelúcia, são fofos e macios, bons de apertar e dormir abraçada. Desenhar, dempre desenho seres místicos que imagini, não tenho um motivo para isso, apenas gosto. Escrever, escrever me faz sonhar e melhorar minha escrita de pouco a pouco, sem falar que testo a minha criatividade. Café, é uma bebida quentinha que esquenta qualquer um por dentro, adoro essa sensação. Não gosto de nadar, pois não sei e nunca me interessei em tal coisa. Comidas apimentadas, fazem a boca e língua arder, e essa sensação é horrível, por isso odeio comida assim. Injeções, doem e tenho fobia de agulhas, e faço o maior escândalo quando sou obrigada a "toma-las". Ser acordada, custo para dormir, então fico furiosa quando ousam me acordar. Invasão de privacidade, respeito a privacidade das demais pessoas e espero que façam o mesmo comigo, caso contrário, a pessoa se arrependerá muito. Desmatamento, acho as plantas algo "divino" e não admito que acabem com elas. Insultos, nunca insultei ninguém e nunca irei, é bom que façam o mesmo, e com isso, as vezes rola uma pequena desavença entre eu e a Helena, por ela ser meio... ah, sabem... "boca suja", assim digamos, mas logo nos resolvemos e volta tudo ao normal.

Minhas qualidades são a leitura avançada, isso me faz ficar mais inteligente e saber de assuntos contínuos, ainda mais que adiciono palavras a mais em meu vocabulário linguístico. Visão aguçada, tenho uma ótima visão conseguindo enxergar as coisas de longe. Facilidade em resolver mistérios, consigo resolver facilmente mistérios ou casos não codescobertos, sendo uma Sherlock Holmes da vida. Meus defeitos são a ignorância, as vezes costumo ser ignorante com as pessoas, independente de quem seja que eu estiver. Emburrada, me emburro facilmente, muitas vezes me chamam de criança por isso, daí sim meu "bico" cresce ainda mais. Altura, sou pequena demais e isso a dificulta em fazer algumas coisas, o que é bem triste. Imunidade Baixa, tenho imunidade baixa por não pegar muito Sol e isso da facilidade em pegar doenças, o que me resulta a tomar injeções e também em várias fugas minhas.

Ao receber meus poderes, fui nomeada a Deusa do Amanhecer, com isso, sou capaz de controlar o Sol ao meu favor como sendo a Deusa do Amanhecer, consigo usar escudos para proteger meus amigos e posso atacar com raios de Sol, podendo até mesmo cegar o inimigo por alguns segundos, o que ajuda em fugas no caso de ataques ou batalhas. Sou a filha de Zeus, já minha mãe, não faço a mínima idéia de quem seja.

Das demais Deusas, sou considerada a mais calma até hoje, não dando trabalho aos Deuses como as outras, mas antigamente vivia calmamente no Olimpo e sinceramente era a coisa mais entediante que poderia ter em minha vida, desde mais nova era apaixonada por livros, devorando todos que encontrava na biblioteca na Terra, só quando conseguia uma brecha para ir lá, os Deuses são bem rígidos na parte de nós, as bastardas, irmos ao mundo dos humanos, mas como eu era comportada na concepção de meu pai, ele até que reconsiderava na minha interação com os seres terrestres e me deixava descer. Sempre fiquei ali isolada em meu cantinho lendo ou observando os humanos, até que comecei a descobrir um novo método de diversão, matando os humanos e me divertindo com o sofrimento deles, era raro esses momentos, pois tinha que tomar o maior cuidado para que meu pai não descobrisse o que eu fazia, caso contrário, bye bye diversão e minhas visitas a sociedade humana, mas mesmo assim via-os como seus bichinhos de estimação em que podia fazer o que bem entendesse e desprezava completamente o conhecimento que eles tinham, o que considerava pouco. Fui aprendendo a fazer torturas e passei a fazer com os humanos, usando-os como teste de minhas "experiências" e acabei criando um amigo, o nomeie de Akira que significa devidamente bondoso e amigável, vivia criando histórias juntamente com ele e nós nos divertíamos, até o dia em que o mesmo se voltou contra mim, naquela época eu estava começando a me apaixonar por ele, mas acabei sendo traída e fechando meus sentimentos para mim mesma desde então, o matei assim que ele tentou-me esfaquear enquanto lia, ele foi ingênuo... E eu mais ainda por acreditar em um desprezível humano, por acaso eu tinha bosta na cabeça ao invés de um cérebro por acreditar em uma criatura daquelas? Me tranquei em meu mundo, criando um ódio eterno pelos humanos, me controlando para não destruir a terra e trazer o caos assim as filhas de Ares fariam caso estivessem em meu lugar.

Tenho medo de altura, aparentemente toda baixinha possui medo de altura, e isso também se aplica a mim. Cometer o mesmo erro que cometi no passado, não quero me apaixonar como aconteceu antigamente, adquiri um trauma pelo que parece. Aranhas, me dão agonia só de olha-las. Ler todos os livros do mundo, eles são praticamente minha única companhia, são as únicas coisas que eu posso confiar, caso aconteça de eu ler todos, ficarei solitária. Tenho Aicmofobia, que é a fobia / medo de agulhas ou coisas relacionadas a isso. Minhas manias são inflar as bochechas quando estou brava, cobrir o rosto quando estou envergonhada e desviar o olhar quando estou mentindo. Meus vícios são comer doces, fumo, vestidos lolitas e ler. Relacionado a hobbies, os meus são ler, tocar piano, treinar minhas habilidades e observar o céu. Habilidades, sou boa em culinária, em leitura rápida, a velocidade no olhar e em me camuflar. Por final, meu objeto especial é meu pequeno charuto. Bom, acho que já deu para vocês descobrirem um pouco de mim, até a próxima!


Notas Finais


E o par do Ayato é a... Taiki Shi of Kokoa, parabéns pela personagem maravilhosa @Ayukotsu, provavelmente eu poste o capítulo dela ainda essa semana, ou hoje, mas não tenham muito expectativa de ser hoje, pois como já lhes disse, eu adquiri o vício de assistir animes o dia todo, além de eu ter que me preparar psicologicamente para enfrentar o inferno amanhã... bom, exatamente é a escola, mas sinceramente eu não vejo muita diferença entre esses dois.
E pessoinhas maravilhosas que acompanham essa tartaruga... quero dizer, essa fic, o nosso querido Kanato ficou alone ;-; coitado, então, alguém se candidata para ser o par dele? Caso não apareça ninguém eu farei um oc para ele, obs: se por algum milagre apareça mais que uma pessoa querendo ser o par deles, eu já deixarei bem claro, EU NÃO RESERVO PORRA NENHUMA! (A não ser a aparência, aí é outra história) E deixarei mais de uma semana para fazerem ficha para o Kanato, e caso você já tenha feito uma ficha para o Reiji ou Ayato e infelizmente não foi escolhida e quiser tentar ser o par do Kanato, por favor me fale que eu reconsidarei (foda-se se essa palavra não existir) a sua ficha.
Até a próxima pexual. (Sinceramente, acho que estou começando a imitar o Happy - Ps: entendedores entenderão).


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...