História Deviant Tales - Capítulo 31


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Conflito Familiar, Gay, Homoerótico, Romance, Slice Of Life, Vida Cotidiana
Exibições 25
Palavras 694
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Olá!

Heis o capítulo para vocês.

Boa leitura!

Capítulo 31 - Colisão entre Rivais Parte 2


Fanfic / Fanfiction Deviant Tales - Capítulo 31 - Colisão entre Rivais Parte 2

Colisão entre Rivais Parte 2

 

Desviou seu olhar da paisagem que se renovava pela janela do ônibus.

Trocou olhares por um momento com Misato e nem mesmo o rosto dele era estranho... Mas, como? Se era a primeira vez que o via em sua vida...

__Eu me pergunto o que um garoto como você tem com Masahiko.

Enquanto ouvia o comentário de Misato Keisuke, lembrou-se das fotos guardadas num bauzinho de madeira cobertas por papel de arroz... Então, era dali que conhecia aquele rosto, aquele olhar centrado e maduro que travava um conhecimento desleal diante de seu nervosismo e insegurança.

__Não tenho que falar da minha vida com alguém que mal conheço...__Hiroshi respondeu, se culpando mais uma vez por não assumir abertamente seu namoro com Raiden.

__Concordo que não deve ter muito mesmo a dizer...__ Assentiu Misato, sempre a observá-lo.__ Quanto a mim... Vivi por quase cinco anos com Masahiko, tive que ficar separado dele por algum tempo, mas ele já sabe que voltei para recuperar o tempo que perdemos.

O ônibus deu um pequeno solavanco e Hiroshi engoliu a seco.

__Você já esteve com Raiden?...

__Nos encontramos ontem no Jornal Wakeshima... Ele não contou?

Não conseguiu responder, se sentia mal... Ficou cabisbaixo e calado. No mesmo instante Misato soube que Raiden tinha escondido esse fato.

__Você percebe? Masahiko está brincando com você.__ Misato sorriu discreto.__ Você não passa de uma distração, ele não sabe lidar com solidão... Um garoto bonitinho como você é perfeito para umas noites de diversão, mas até mesmo você há de concordar que não tem mais nada a oferecer.

__Você...__ Hiroshi apertava a barra de cereal aberta entre os dedos, na medida da sua agitação.__ Some da vida do Raiden e acha que sabe de tudo sobre nós?...

__Eu estive com Masahiko... E nós nos beijamos.__ Misato disse tranquilamente.__Se você tivesse uma importância real na vida dele, acha mesmo que ele beijaria outro?

Queria acreditar que era mentira... Mas, não conseguia. Também não suportava mais ouvir Misato.

O ônibus parou dois pontos antes do que ia descer, mas decidiu saltar neste mesmo se isso significasse se livrar dessa pessoa que tanto o atordoava, que torturava seu íntimo. Passou apressado quase por cima de Misato e saiu do ônibus... Olhando bem para ver se não continuva sendo seguido por ele.

Andava depressa pela calçada, sentindo o coração pulsar descontrolado. Agora tinha quase absoluta certeza que no dia anterior Raiden pensou em terminar a relação que tinham por causa de Misato... Achou que quando chegasse no Conservatório talvez estivesse um pouco mais calmo, mas por andar muito depressa chegou antes do que pensara.

Estava tão sinceramente atordoado que pensou em ir embora... Não tinha vontade de conversar com ninguém. Mas, para onde iria? Se dava conta que era tão dependente de Raiden e o lugar que mais gostava de ficar era ao lado dele, ou esperando por ele na casa que Hiroshi estava acostumado a também chamar de sua.

O que ele tinha com Raiden era uma mentira?... A ideia de ser um substituto para Misato era insuportável. Caminhava olhando para o chão e quando se deu conta estava no pátio do Conservatório, quando avistou Jin encostado em uma das pilastras, não tinha como voltar atras.

__Seiji-kun... E aí, cara?

Não queria encarar Jin, porque sabia que tinha uma expressão péssima no rosto, por isso encostou-se na pilastra de costas para ele.

__Oi, Jin... Não sabia que vinha para cá...

__Eu não vinha mesmo... Mas, o Ichiro me pediu para ajudar, estão reorganizando algumas salas e vou ajudar a carregar umas tralhas.__ Jin disse, com as mãos nos bolsos, percebendo Hiroshi mais cabisbaixo que de costume.__Cara... Parece que passou um trem em cima de você.

__Melhor se tivesse passado...__ Hiroshi suspirou.

__Que foi, Seiji-kun?__Jin perguntou se encostando nas costas de Hiroshi, ainda estavam um de costas para o outro.

__A gente pode conversar depois, Jin?...

__'Tá... Quando quiser...

Sentiu a mão de Hiroshi segurar na manga de seu casaco, era um toque angustiado... Por isso, não se apressou, deixou seu amigo recostado em suas costas. Sua mão se entrelaçou com a dele e ficaram um tempo em silêncio no pátio vazio.


Notas Finais


Valeu por lerem!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...