História Deviant Tales - Capítulo 35


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Conflito Familiar, Gay, Homoerótico, Romance, Slice Of Life, Vida Cotidiana
Exibições 17
Palavras 745
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


A pedido, estou postando mais um!

(Não se pode desprezar um pedido desses, né? Bom saber que querem ler o que eu escrevo.)

Boa leitura.

Capítulo 35 - Desencontros


Fanfic / Fanfiction Deviant Tales - Capítulo 35 - Desencontros

Desencontros

Não sentia segurança em retomar sua relação com Misato, mesmo que guardasse um sentimento demasiado forte por ele. Não negava a si mesmo que seu coração disparava ao sentir seu corpo junto dele, nem que sentisse certa nostalgia ao beijá-lo, tão pouco que ainda alimentasse um desejo ardente por ele... Afinal estavam apaixonados desde a juventude e haviam ficado juntos por pelo menos cinco anos.

Todavia, enquanto beijava Misato... Pensava em encontrar Hiroshi.

Algo tinha mudado em Masahiko Raiden.

Os lábios de Raiden fugiram dos seus.

Seus braços afastavam o corpo de Misato do seu e evitava olhar nos olhos dele.

__Masahiko...__ Misato segurou no pulso de Raiden, que teimava em se afastar.

__Não diga que Hiroshi não me conhece como você, Misato!__ Raiden disse elevando um pouco a voz.__ Você não sabe nada da minha relação com ele... Na verdade, eu estava muito bem com ele até você invadir minha vida!

Raiden soltou seu pulso do toque brusco de Misato, foi pegando o casaco jogado sobre o sofá e vestindo apressado.

__Isso é um equívoco, Raiden...__ Misato retrucou puxando um cigarro do seu maço.__ Por acaso você se cansou de ser o amante passivo da relação? Esse Hiroshi não passa de um garoto!...__Riu Misato com certo desdém.

__É por isso, Misato...__ Raiden disse mais baixo, sentindo seus olhos umedecerem.__ Continua reduzindo tudo a sexo, ao menos, na minha relação com o Hiroshi eu tenho um companheiro... Mesmo antes de você sumir, eu sentia que tinha apenas um amante em você.

Olhava a noite lá fora através da porta que tinha ficado aberta, Raiden estava com o celular na mão, a carteira no bolso do casaco, tentando imaginar onde estaria Seiji Hiroshi...

__Vai embora da minha casa, Misato... Estou de saída.

__Eu vou ficar do lado de fora te esperando, Raiden.__ Misato disse decidido.

__Faça como quiser...__ Ele retrucou, saindo pela porta.__Não me importo onde vá passar a noite, na minha casa você não entra mais.

Misato saiu da casa junto com Raiden, mas tinha um jeito irritantemente tranquilo, acendeu o cigarro encostado na porta que Raiden tratava de trancar.

__Sua voz não tem convicção, Masahiko-san... Eu vou ficar esperando você, porque eu tenho certeza que vai voltar sozinho.

Ainda deu um beijo atrevido de leve nos lábios de Raiden, que tinha uma expressão magoada no rosto, apenas deu-lhe as costas e saiu caminhando, enquanto abria o flip do celular e procurava o número do Conservatório da agenda armazenada na memória do telefone.

Olhou no relógio em seu pulso, eram quase oito horas da noite... O celular apenas chamava, mas ninguém atendia, estava quase desistindo quando enfim atenderam.

__Sim... Aqui é do Conservatório.__ Ichiro atendeu, na verdade também estava de saída.

__Eu poderia falar com Seiji Hiroshi? Por favor...

__Ele saiu daqui faz tempo... Você é aquele amigo que mora com ele? Sua voz não me é estranha.

__Eu sou o namorado dele...__ Raiden retrucou com uma ponta de ciúme na voz.__ Sabe para onde ele foi?

__Namorado?...__ Ichiro perguntou simulando certa surpresa.__Hum... Se eu fosse você ficava preocupado...

__Por que?...

__Porque eu jurava que estava rolando algo mais entre o Seiji e o Jin, sabe? Aliás, se eu entendi bem... Os dois foram para a casa do Jin.

__Você pode me dar o endereço do Jin?

__Vai querer pegar os dois no flagra?__ Ichiro perguntou malicioso.

__Isso não é da sua conta... Vai me dar o endereço, ou não?

__Pode ser o telefone da casa dele? Acho que tenho aqui no meu celular...

Raiden suspirou ficando sem paciência.

__Que seja...

 

Depois de pegar o número de telefone de Jin Yamada, Raiden caminhou até o ponto de ônibus , pensando em pegar o endereço e ir direto fara com Hiroshi... Sentou-se no banco de concreto sob a marquise e ligou para o número fornecido por Ichiro Iwasaki.

Caminhava para as nove horas.

__Moshi moshi...

__Boa noite. Eu poderia falar com Jin?

__Ah... Aqui é a mãe dele. Desculpe, mas ele saiu com o amigo dele.

__Sabe onde eles foram, Senhora Yamada?

__Não sei bem... Jin apenas falou que não era para esperar por eles acordada. Quer deixar recado?

__Não... Tudo bem.__ Raiden disse com certo desânimo.__ Desculpe por ligar a essa hora, Senhora Yamada.

Ouviu a mãe de Jin se despedir gentilmente e fechou o flip do celular.

Um ônibus parou naquela parada e várias pessoas embarcaram, Raiden se viu sozinho sob aquela marquise, tocou o próprio rosto triste sem saber o que fazer...


Notas Finais


Ah, antes que eu me esqueça, comecei a postar meu conto novo chamado Linden Twins (sim, é yaoi!)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...