História Deviant Tales - Capítulo 36


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Conflito Familiar, Gay, Homoerótico, Romance, Slice Of Life, Vida Cotidiana
Exibições 15
Palavras 734
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Oi!

Está aí o capítulo de hoje, também atualizei O segundo Anjo e Linden Twins, ok?

Boa leitura e até breve!

Capítulo 36 - O sentimento no limite


Fanfic / Fanfiction Deviant Tales - Capítulo 36 - O sentimento no limite

O sentimento no limite

 

Já tinha fumado quase meio maço sentado na soleira da porta.

Sorriu apertando a guimba em brasa no chão, enquanto via Raiden chegar desacompanhado.

Não olhou para Misato, enfiou a chave na porta, perguntando indiferente:

__Por que ainda está aqui?

__Eu disse que ia te esperar, Raiden-san.

__Eu estou cansado, Misato... Vai embora.

Na voz de Raiden não vazava apenas indiferença, mas também certa amargura.

__Raiden... Estou num quarto de pensão do outro lado da cidade.

__Por que está num quarto de pensão?__ Perguntou Raiden, segurando a chave encaixada na fechadura, cabisbaixo.

__Eu só vim para cá para poder te encontrar, Raiden... Por isso estou aqui no frio, te esperando há horas. Esperava ao menos que me desse guarida por uma noite.__ Justificou Misato, sorrindo encostado no portal.

__Misato... Seja sincero, você quer mais do que guarida.

__Claro... Se tiver algo para comer também aceito.__ Misato sorriu ainda mais efusivo.

__Se você entrar por essa porta, não quer dizer de forma alguma que nós voltamos... Você entendeu, Misato?

__E se eu te agarrar e você não resistir?... Posso interpretar como um sim?

Raiden não estava achando a menor graça, embora fitou Misato rindo de um modo safado e adorável... Estava mesmo caindo na lábia dele, mesmo que não quisesse.

Censurava-se em pensamento, perguntando a si mesmo se não estava deixando Misato entrar por que ia passar a noite toda pensando em Hiroshi e não queria se sentir mais sozinho e triste do que já estava.

Deixou Misato sozinho na cozinha comendo algo requentado, estava tão cansado... Tirou os sapatos e sentou-se no meio da cama, ergueu o flip do celular pensando em ligar novamente para a casa de Jin, mesmo que soubesse que fosse uma hora imprópria.

Quem sabe Hiroshi e Jin não tinham ido longe, talvez já tivessem voltado.

Afinal... Onde iriam aqueles dois?

E se tentasse encontrá-los?... Estava louco em sair sem saber ao certo onde começar, mas isso ainda era melhor do que ficar sentado na cama se lamentando, pensando se Hiroshi realmente tinha algo com Jin.

Justo a pessoa de quem Raiden nunca teve ciúme, o melhor amigo dele, que ele julgava inofensivo a sua relação preciosa com Seiji Hiroshi.

Fechou de repente o fip, jogando o celular na cama. Levou a mão ao rosto sentindo uma raiva vaga de Hiroshi por ele ter fugido, por não ter escutado seu ponto de vista, por ter fugido e ignorado seus sentimentos tão profundos.

Misato entrou no quarto sem pedir, tirando o colete que vestia por cima da blusa social branca.

__Valeu pela refeição, Raiden-san... Você trocou seu tempero? Estava muito bom...

__Não...__ Raiden encarava o celular jogado na cama.__ Hiroshi tem feito a comida... Ele cozinha melhor do que eu.

Apenas em mencionar o nome de Hiroshi ficava mais triste, por isso manteve a mão sobre seu rosto...

Não lembrava de ver Raiden tão para baixo desde a morte de seu avó, nem quando Misato brigava com ele via-o tão sem ânimo. Desabotoou os punhos da blusa branca, percebendo que talvez esse garoto que Misato tanto menosprezava tivesse feito Raiden esquecer-se dos quase seis anos de namoro que tiveram.

__Eu disse que o amava...__ Raiden disse de repente, como que para si mesmo.__...Seiji disse que me considerava dele, mas... Ele nem se quer me ligou, nem tentou saber como eu me sentia... Em vez disso...

Estava surpreso que Raiden estivesse se segurando para não chorar, em todo o tempo que ficaram juntos, apenas o viu chorar uma vez, mas dessa vez não estava apenas inconsolável, estava magoado com seu namorado que simplesmente tinha fugido.

__Em vez disso...__ Raiden engoliu a seco.__ Ele saiu com outro rapaz, sem hora para chegar...

Não repeliu os braços de Misato abraçando-o carinhosamente por trás, porque não havia nada de sexual no abraço, era unicamente para consolá-lo...

__Masahiko...__ Misato disse com a voz baixa.__ Eu nunca vi você ficar assim por minha causa... Mesmo assim, eu vim para ficar com você... Se me aceitar.
Era a primeira vez que Raiden ouvia Misato falar verdadeiramente com o coração desde que haviam se reencontrado, eles se olharam e Raiden tinha lágrimas nos olhos.

__Misato... Eu amo o Seiji.

__Eu sei...

Mesmo que preferisse mil vezes que Raiden dissesse o quanto o amava, Misato tocou afetuoso o rosto de Raiden, tomou os lábios dele para si enquanto seu corpo deitava sobre o dele naquela cama...


Notas Finais


Meu agradecimento por lerem.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...