História Devil of Madness: Obscurity - Capítulo 1


Postado
Categorias Originais
Exibições 37
Palavras 460
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Ficção, Magia, Misticismo, Seinen, Shonen-Ai, Sobrenatural
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Mutilação, Suicídio, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


uma fanfic inspirada em um RPG de chat que eu tenho

Capítulo 1 - Prólogo 01-Início


Fanfic / Fanfiction Devil of Madness: Obscurity - Capítulo 1 - Prólogo 01-Início

*Mais um dia como qualquer outro, na cidade de Armony, onde os cidadãos trabalham, e os jovens estud-

*Desliga o despertador*
Diego: mhm...Que horas são.....Oh fuck, 12:20, tenho que julgar algumas almas

*Sebastian aparece*
Sebastian: bom dia, lorde, como está
Diego: to bem até, tenho que dar umas julgadinhas de alma sabe
Sebastian: quer algo para o café
Diego: hum....Capuccino e torrada com nutella
Sebastian: sim, meu lorde

*Sebastian some*
Diego: dormi mal hoje, mas tá!

*Teleporta pra cozinha*
Neko: ONII-CHAN, TENHO QUE IR PRA ESCOLA
Diego: ae caraio é mesmo
Sebastian: eu a levo lorde, come ae
Diego: beleuza

*Bota capuccino num copo de milk shake e sai correndo com a torrada na boca*

*Enquanto isso*
Professora: então, se pegarmos qualquer coisa e jogarmos aos céus, essa coisa vai cair no chão por causa da pressão atmosférica que bloqueia qualquer coisa de sair pra fora do nosso planeta *blá blá blá*

*Isabelle fica olhando a janela da escola*
Isabelle: será que existe espíritos, hum.... Queria descobrir os segredos desse mundo

*Sino toca e todo mundo sai correndo*
Isabelle: isso é interessante demais, meu sonho é apenas descobrir as coisas
Cecílio: é bem perigoso, os segredos que nosso mundo guarda talvez nem existam, um exemplo de possível mito é que a morte é um garoto ._.
Isabelle: e se for verdade
Cecílio: impossível, a morte é um fato natural, não uma entidade
Isabelle: foda-se, vou tentar descobrir do mesmo jeito, soube que a morte fica rondando essa cidade as 01:30, sem ficar invisível, totalmente visível pra qualquer pessoa
Cecílio: qual é o louco de ficar na rua as 01:30, nessa hora nem criminoso tem, a rua fica totalmente vazia
Isabelle: por isso mesmo, Cecílio, as 01:30, iremos vir até aqui fotografar A MORTE EM PESSOA
Cecílio: só vou contigo pois sou seu irmão, mais isso é muito idiota....

*Enquanto isso, um caminhão atropela uma pessoa numa estrada*
Diego: vamos ver, essa pessoa deveria morrer ou viver, i can't decide, if you should live or die......Droga, essa música não sai da minha cabeça ;-;

*Mete a foice nele*
Diego: vamos ver

*Analisa alma dele*
Diego: eita
Cara: AH MEU DEUS, ONDE EU TO, PORQUE MEU CORPO TÁ NO CHÃO SE EU TO AQUI
Diego: tu morreu
Cara: QUE NADA RAPAZ, EU VOU FICAR NESSE MUNDO

*Cara corre*
Diego: odeio esses fdp que dificulta meu trabalho....

*Teleporta o cara até mim*
Cara: puta que pariu eu não consigo me mexer
Diego: isso mesmo, agora vem comigo

*Prende ele em correntes infernais e leva ele pro inferno*
Diego: estuprou a própria irmã, matou a mãe e cheirou cola, sua vida realmente foi uma merda, e sua morte também
Cara: mais que droga

*Prende o cara no limbo do inferno*
Diego: hard .-.

Continua.....
 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...