História Devoção (HIATUS) - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ian Somerhalder, Vanessa Hudgens
Personagens Ian Somerhalder, Vanessa Hudgens
Tags Ian Somerhalder, Jennifer Lopez, Mistério, Nova York, Paixão, Paris, Perrie Edwards, Romance, Sexo, Tom Holland, Vanessa Hudgens
Exibições 65
Palavras 1.028
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oii amores, novo capitulo.

Boa Leitura.

Capítulo 12 - Um Grande Passo


Fanfic / Fanfiction Devoção (HIATUS) - Capítulo 12 - Um Grande Passo

Vanessa P.O.V

Estava deitada na minha cama pensando se eu e o Ian seriamos um casal que duraria para vida toda¿ Eu realmente tenho minhas duvidas, somos muito diferentes. Perrie começou a bater na porta do meu quarto, ela ficava dizendo que tinha alguém querendo conversa comigo. Eu me levantei e abri a porta.

Vanessa – Que foi? -

Perrie – Ele quer conversa com você? -

Então eu vejo Ian se levantando do sofá e vindo até a minha direção.

Vanessa – Por que você veio aqui? -

Perrie – Foi eu que chamei ele. Você deixou seu celular em cima da mesa. –

Ian – Precisamos conversa. –

Eu fiquei tão brava com a Perrie, mais depois eu me resolvia com ela. Eu entrei no quarto de novo e Ian entrou logo atrás de mim fechando a porta.

Vanessa – Por que não me contou que sua mãe estava internada? -

Ian – Por que eu não queria que você conhece-se ela. Ela quase acabou com a minha vida, e qual ela fez com a do meu pai. Aquela mulher não é minha mãe.

Eu fiquei sem saber o que dizer. Eu mal conheço ela, me aproximei dele e beijei sua boca.

Vanessa – Desculpa. –

Ian – Tudo bem. Mais eu vim aqui para te levar pra conhecer alguém. –

Vanessa – Quem? -

Ian – Meu irmão. –

.............

O carro parou na frente de uma mansão enorme, aquela casa era muito grande. Tinha um jardim verde e cheio de vida na frente assim que você entra. Varios seguranças, Ian abriu a porta para mim descer. Logo um garoto saiu de dentro da mansão e veio até agente. Ele deveria ter uns 18 anos, tinha cabelos castanhos, os olhos eram da mesma cor que os cabelos. Ele não parecia com o Ian, olhando bem ele parecia mais com a Jennifer.

Ian – Vanessa, esse é meu irmão Tom. –

Tom – Finalmente estou te conhecendo. –

Vanessa – É um prazer. –

Tom – Vamos entrar, eu pedi para fazerem um lanchinho pra nos. –

Entramos dentro da mansão, por dentro ela era mais grande do que por fora. Tinha quadros de grandes pintores pendurados nas paredes. Tinha uma ótima decoração de super bom gosto. Fomos até a área externa da mansão, tinha uma piscina enorme. Ian puxou uma cadeira para mim me sentar a mesa.

Vanessa – Sua mansão é linda. –

Tom – Obrigado. Essa foi a primeira casa que comprei, tenho um apego especial por ela. –

Ian – Ele preferiu pegar a parte dele da herança em dinheiro e eu fiquei tomando conta das empresas da família. –

Tom – Foi a melhor decisão que tomei. –

Os dois pareciam se da super bem mesmo pela pequena diferença de idade. Eu perguntei onde era o banheiro, me levantei da cadeira e deixei os dois ali conversando e foi pro banheiro. Ficava no segundo andar subindo as escadas.

Tom – Mamãe veio falar comigo. –

Ian – Oque ela queria? -

Tom – Pedir dinheiro, disse que você estava namorando uma nova vadia. –

Ian – Quem deixou ela sair da clinica? -

Tom – Eu não sei, mais meus advogados já estão cuidando disso. –

Quando eu voltei percebi que eles tinham mudado de assunto com a minha chegada, eu prefiro não me importa. Teve ser assunto de irmãos e eles que se resolvam eu não preciso saber.

Tom – Vocês vão vim para minha festa? -

Vanessa – Que festa? -

Tom – Sempre que eu venho para Nova York eu dou uma festa de baile de mascaras. Espero que você venha. –

Vanessa – Eu vou adorar. –

Tom – Ótimo, espero vocês dois. –

Um baile de mascaras eu nunca tinha ido em um, só tinha visto por filmes mesmo. Ficamos ali por mais alguns minutos e logo depois Ian se despediu de Tom e fomos embora.

Ian me levou até o meu apartamento, ficamos ali dentro do carro por alguns minutos conversando. Eu tinha a impressão que ele estava me escondendo alguma coisa, e tudo isso começou com a chegada da mãe dele. Se eu pergunta-se ele iria falar que estava tudo bem. Mais ele estava escondendo alguma coisa.

Ian – Você não pensa em mudar de apartamento? -

Vanessa – Não. Eu gosto de morar aqui. –

Ian – É mais, esse apartamento é muito pequeno e fica longe da empresa. –

Vanessa – Mais é o único que eu e a Perrie conseguimos pagar. –

Ian – Eu estava pensando em comprar uma casa, você podia morar comigo. –

Ai meu deus, ele esta me chamando para morar com ele. Meu coração quase pulou pela boca, eu não sabia o que dizer. Ele estava tão rápido no nosso relacionamento, esse é um grande passo.

Ian – Oque acha?-

Vanessa – Mais e a Perrie? -

Ian – Vamos fazer assim, conversa com ela. Não precisamos ir tão rápido. –

Eu sorri pra ele, deu um beijo nele e saiu do carro. Fiquei vendo ele ir embora.

Eu ainda estava pasma com a oferta dele, eu não sabia oque dizer na hora. Eu abri a porta e vi Perrie sentada no sofá pintando as unhas da mão. Me sentei ao lado dela sem dizer nada.

Perrie – O que aconteceu? -

Vanessa – Ele me chamou para morar com ele. –

Perrie – Serio? Nossa é um grande passo. –

Vanessa – Eu sei. –

Perrie – O que você disse? -

Vanessa – Que precisava pensar. –

Perrie – Não seja burra. Você encontrou um homem lindo, rico e que te ama, se ele esta de chamando para morar com ele, provavelmente ele quer te pedir em casamento. –

Casamento? Sera que eu estava pronta para isso? Eu nunca na minha vida pensei em casamento. Essa palavra sempre me deu medo.

Perrie – Você vai ligar pra ele e dizer que aceita morar com ele. –

Vanessa – Mais e você? Sempre estivemos juntas. –

Perrie – Não se preocupa comigo, eu só quero que seja feliz. –

Eu amava a Perrie, não era só um amor de melhores amigas. Ela é a irmã que eu nunca tive. Se isso tudo fosse ao contrario, eu também daria forças para ela ir morar com o rapaz e ser feliz com ele. Me aproximei dele e dei um abraço bem forte nela.

Perrie – Vai borrar minhas unhas. Agora liga pra ele. –

Eu peguei meu celular e liguei pro Ian, assim que ele atendeu eu aceitei a proposta de ir morar com ele.

To Be Continued


Notas Finais


Comentem o que acharam :)

Trailer da fanfic: https://www.youtube.com/watch?v=s00QP_qgjPk&feature=youtu.be


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...