História Dia a dia amargamente doce :v - Capítulo 45


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Ambre, Castiel, Iris, Lysandre, Nathaniel, Personagens Originais, Rosalya
Tags Amor Doce, Castiel, Nathaniel, Romance
Exibições 53
Palavras 1.526
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Famí­lia, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oiii amores!

Capítulo 45 - De volta ao lar



Nathaniel*ON

Na escola todos ainda pareciam preocupados com Emily, avisei a nossos amigos que ela estava bem e já estava em casa. Era bom ver que se preocupavam com ela. Rosalya insistiu em ir até em casa pra cuidar de Emily e eu disse que ela estava bem mas podia visitá_la, então após a aula nos fomos pra casa e Alexy foi junto. Assim que  entramos a casa estava calma.

-Emily?

-Onde está Dona Marina?

-Ela viajou hoje cedo...

Rosalya procurou pela cozinha e ela não estava. Subi as escadas.

-Emily está aí?

Ela não estava em nenhum quarto. Desci e disse:

-Não a encontro em lugar nenhum...

Alexy parou e disse:

-Estão ouvindo isso?

Paramos um pouco pra ouvir o ambiente. Comecei a escutar sons de água e risos.

-No quintal!

Rosalya correu até o quintal.

-Emily! O que está fazendo?!

Os passei na porta e Emily estava com uma mangueira jogando água pra cima, sua roupa estava molhada e colada ao corpo. Ia pegá_la quando um cachorro enorme pulou em mim e se sacudiu jogando água em todos.

-Por que diabos tem um cachorro aqui Emily?!

Rosalya e Alexy começaram a rir e Emily veio até mim com a mangueira na mão e disse calmamente:

-Eu comprei... um cachorro!

-O quê? Tudo isso só no tempo em que te deixei sozinha?

Ela sorriu e começou a jogar água em mim. 

-Ah vamos Nathaniel! Não seja um chato, só estou dando banho nele.

O cão correu até Alexy pulando sem parar. Me levantei e agarrei Emily tirando a mangueira de sua mão, ela estava encharcada e fria. 

-Vai pra dentro se esquentar, eu termino o banho dele.

-Não, eu já estou terminando.

Ela continuou molhando o cachorro, que tinha uma pelagem marrom clara, quando acabou ele se sacudiu e ela caiu pra trás balançando a cabeça. Rosalya resolveu terminar de secá_lo junto a Alexy e eu levei Emily pra dentro.

-O que tinha na cabeça? Você só saiu e resolveu comprar um  cachorro daquele tamanho?

Ela subiu as escadas e eu a segui.

-Ai Nathaniel, ele nem é tão grande. O do Castiel é maior.

-Castiel?! Ele tem um cachorro?... Nāo, nem quero saber como você sabe disso.

Emily entrou no banheiro e eu parei na porta enquanto ela secava o rosto.

-Você não sabe tudo sobre minha vida, mas eu te conto é só perguntar. Eu sei por que eu já vi ele, e seu nome é Dragon. O que acha de chamarmos o nosso de Bethoven? 

-Nosso? Você realmente vai começar a cuidar dele?

Ela me encarou levantando as sobrancelhas e disse:

-Claro que vou!

Emily começou a tirar a blusa e eu a parei.

-Ou, ou peraí. Não acabamos. Sabe que sua mãe vai matar a gente quando chegar e vir ele correndo pela casa né? 

-Ela não queria netos? Vai dar na mesma.

-Netos. É diferente de um cachorro enorme que vai fazer a maior bagunça. E você sabe como se cuida de um cão?

-Acho que eu sei, é só dar comida, carinho, atenção...Não é muito diferente de você, eu só não te dou banho...

Suspirei e a soltei.

-Vou fingir que você não acabou de me comparar a um cão. E eu não vou assumir a culpa quando ele começar a comer suas roupas e seus sapatos.

-Tá , tá! Agora sai! - Ela resmungou me empurrando pra fora do banheiro. 

Depois que ela saiu eu entrei pra tomar banho. Quando acabei e desci Emily tinha preparado o almoço e todos nos sentamos à mesa. Rosalya me fez engasgar no meio de um garfada quando perguntou:

-Então Nathaniel, quando vai dar um jeito na vida e colocar um anel no dedo de Emily?

Emily rebateu antes que eu pudesse dizer qualquer coisa:

-Pra quê vou correr pra casar como se estivesse grávida e tivesse que esconder?

-Hmm. E você não está?! Seja sincera amiga, a quanto tempo sua menstruação não desce?

Emily arregalou os olhos e parou o garfo.

-Meu Deus Rosa! Podemos por favor não falar sobre isso durante o almoço?

-Ai fala sério, eu sei que vocês já fizeram coisa pior.
Emily corou e só continuou a comer encarando Rosa então disse:

-Quando 'você' vai dar um jeito na vida?

Rosa sorriu e disse:

-Na verdade...Leigh me pediu em noivado!!

Ela levantou a mão mostrando o anel. Emily reagiu diferente do que imaginei:

-Não brinca! Ai meu Deus!! Quando foi isso?!

-Bem, você estava meio... mal. Então esperei pra te contar, mas não vamos nos casar agora, eu ainda vou terminar o colégio e nós vamos nos arranjar.

Ela me olhou agitada e disse segurando a mão de Rosalya:

-Droga Nathaniel podia ter me deixado em coma alguns dias depois!

Quando ela disse aquilo Alexy e Rosa pararam e se encararam. Emily percebeu e disse:

-Ah não, gente, isso é só brincadeira tá.

Me lembrei que ninguém sabia como ela tinha passado mal naquele dia, só Dona Marina. Eles passaram a olhar pra mim e pra Emily, acabei de comer e disse:

-Vão em frente, perguntem o que quiserem.

Troquei um olhar com Emily e ela concordou sorrindo. Alexy perguntou:

-Se você diz isso, tudo bem. Como descobriu que ela estava doente?

-Lembrando que eu passava horas do meu dia com ela, eu... Bem, forcei ela a demonstrar...

Os dois se olharam e ele disse:

-Então é como dizem?...

-'Como dizem'?

Ele tossiu e Rosa disse:

-Tá, não queremos esconder nada de você então vou falar logo, disseram na escola que você deixou Emily em coma, que você tinha sido o culpado. Claro que eu sei que não é verdade mas...

Emily cruzou os braços e disse:

-Mas se estão dizendo vai acabar virando verdade...

Ela suspirou e disse olhando nos olhos de Rosa:

-Vou deixar claro, ele não me machucou ou coisa assim, só me fez prender a respiração por uns minutos e isso fez desencadear tudo aquilo. Nathaniel nunca levantaria a mão pra mim.

-Isso é o que todas as mulheres que sofrem abuso dizem Emily.

Interrompi as duas:

-Podem parar de falar como se eu não estivesse aqui? Olha Rosa não sei como você me vê mas eu não faço nada que possa machucar Emily, não teria nada pior do que a garota que amo sentir medo de mim.

Rosa segurou a mão de Emily e disse:

-Ai. Meu. Deus. Vocês são tão perfeitos que dá inveja!

Depois de todos terminarem Rosa e Alexy se despediram e foram embora.

Aquilo ficou martelando em minha cabeça, por que alguém diria que eu tinha feito aquilo com Emily? Não fazia sentido. Me sentei no sofá e fiquei pensando. Será que era assim que me viam? Um metido a valentão que força uma garota a ficar comigo? Fora a visão de Rosalya que sempre achava que Emily estava possivelmente grávida, ela acha que nós ficamos fazendo aquilo dia e noite ou o quê? Fui tirado de meus pensamentos:

-O que foi? Estou te chamando a um tempão lá atrás, coloquei uma coberta pra Bethoven dormir no quintal, acha que está bom?

-Hm?... Bethoven vai ficar bem...

-E você?

Ela se sentou ao meu lado e deitou a cabeça em minhas pernas. Passei a māo por seus cabelos e disse:

-Eu vou ficar melhor ainda.

-Aham sei. Pode falar o que tem na sua cabeça, vou te ouvir.

Sorri maliciosamente e falei tocando sua barriga.

-Então, a quanto tempo não desce?

Ela se sentou rindo e disse olhando em meus olhos:

-Sem chance, você usou camisinha né.

Quando ouvi aquilo estremeci me levantando. FUDEU!

-Camisinha?! Droga! Eu não usei! Não usei Emily! Cacete o que eu faço?! Não, tudo bem, deixa eu pensar, eu vou... vou... Ai Meu Deus eu não vou nada porque eu não faço ideia do que fazer! Eu tô ferrado mas nāo surta tá Emily, não vamos surtar e...

Quando olhei na sua cara ela estava vermelha e tampava a boca, parei de falar e me ajoelhei a sua frente tocando seus ombros. Ela tirou a mão da boca e começou a rir descontroladamente.

-Kkkkkkkkk AI MEU DEUS kkkkkkkk Natha kkkkkk niel kkkkkk 

Arregalei os olhos e esperei ela se acalmar. Emily secou os olhos e respirou fundo, então disse:

-Relaxa, foi brincadeira. Não tem a menor chance de eu estar grávida, eu tomo remédio e além disso está totalmente fora do meu período. Não achou que eu fosse deixar você fazer o que queria assim e pronto, achou? 

Afundei a cabeça em seus braços e recuperei o ar que tinha prendido. Ela acariciou meus cabelos e disse:

-Imagina só, não ia dar certo, papai Nathaniel...

Levantei rápido a cabeça e a beijei segurando sua cintura com força.

-Ainda vai acontecer. Você vai ver.

Segurei seu pescoço e a beijei empurrando seu corpo contra o sofá, Emily passou as mãos em volta do meu pescoço, desci uma mão até sua cintura fazendo ela suspirar. Quando ia descer a mão até sua coxa a campanhia tocou. Começamos a rir e ela se levantou dizendo:

-Será que Rosa esqueceu algo?

Ela abriu a porta e percebi um leve tensão subir ao ar.

-Emily! Amiga!

-Lety?!

...


 


Notas Finais


Ughhhhhhhh😰😱
Vai dar treta? Ou vai ser de boa?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...