História Dia de Pagamento - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Fugaku Uchiha, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Hyuuga Hiashi, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Jiraiya, Kakashi Hatake, Kiba Inuzuka, Mikoto Uchiha, Naruto Uzumaki, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Temari, Tsunade Senju
Tags Naruino, Narusaku, Naruto, Sasuhina
Visualizações 67
Palavras 1.121
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Harem, Hentai, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura *-

Capítulo 1 - Prólogo.


Ali estava ele, Sasuke Uchiha, o mais novo empresário da cidade de Konoha. Após um mês da morte de seus pais, vítimas de um acidente de carro, um dos caras mais cobiçados daquela cidade havia agora tomado a frente dos negócios da família, seu irmão Itachi estava na Europa ampliando os negócios no exterior.

_Veja só o que temos aqui - bufou lendo os papéis - Sujeira.

Os nobres Uchiha's possuíam uma fábrica de cerâmicas onde produziam louças para Konoha e o restante das cidades do País, e faziam parte de um grupo das 4 maiores empresas locais(GE4) , as empresas de exportação de tercidos Sabaku, a produtora de cosméticos Yamanaka e a vendedora de móveis Hyuuga.Contudo os Uchiha's nem os outros sobrenomes de grande relevância citados nem sempre foram tão nobres assim, e que o diga Sasuke que enquanto analisava os documentos em suas mãos teve uma leve lembrança de como passou de um simples suburbano para um playboy filho de um dos mais importantes homens da cidade.

Suspirou, sentado naquela cadeira de couro preta analisado uma pilha de papéis, aquele escritório tinha um ar solitário.A foto em sua mesa de seus amigos de infância lhe chamou a atenção...pegou o porta-retrato visualizando cada detalhe dos 4 pirralhos na foto.

_Éramos quatro...quatro idiotas aventureiros - Suspirou mais uma vez e largou os papéis sobre a mesa, porém continuou a segurar o porta-retrato.

Naruto, Sakura, Shikamaru e ele...viviam num bairro pobre de Konoha, sua mãe vendia as louças que ela mesma criava e seu pai era ajudante de mecânico, viviam relativamente bem. Naruto havia sido abandonado em um orfanato aos 2 anos e teve a sorte de um velho chamado Jiraya lhe adotar e era seu vizinho, os pais de Sakura eram donos de um mercadinho na esquina e por fim Shikamaru era um preguiçoso filho de uma professora adoentada.Desde que se conheceram se tornaram amigos, diria inseparáveis, cada um com sua personalidade.

_Naruto Dobi, Sakura irritante e Shikamaru preguiçoso... E eu um puto qualquer - Falou as palavras para si mesmo, estas ecoavam pela sala vazia e sem muita luz.

Eles costumavam brincar desde esconde - esconde a correr atrás de pipa e se lascar cortando o pé em qualquer caco de vidro, a vida ainda sim lhe parecia melhor naquela época.No ensino médio tudo mudaria, começaria com a declaração frustada de Sakura e iria até o dia em que seu pai diria que estavam ricos e que iriam sair daquele maldito bairro,Sasuke mudaria alguns dias depois indo para um lugar mais luxuoso enquanto os outros três permaneceriam lá no subúrbio, crescendo na linha cinza da sociedade. Mas Sasuke jamais deixaria de ter contato com eles e sorriu de canto com a idéia que acabara de ter.

_Alô? Dobi? - Sasuke esperou a voz alegre demais falar algo como "Ora, se não é o mais novo empresário de Konoha..." - Idiota, você ainda tá naqueles esquemas de pequenos furtos ?

_Aha sempre né, tenho que sobreviver, nem todo mundo nasce virado para lua que nem você. - Naruto respondeu sarcástico.

_E Sakura? - Perguntou num tom ainda sério.

_Desde que herdou o negócio do Jiraya ela vive roubando peças de carro para não perder os clientes - ouviu-se uma risada no fim da frase - Se quiser saber do Shikamaru ele está do mesmo jeito que você o viu a dois meses atrás, só cigarro e ouvir reclamações da mãe.

Sasuke riu junto com Naruto, era mesmo o cúmulo da mediocridade, a mãe dele que agradeça a Sasuke pelo que ele iria fazer a partir de agora.

_Diga a ele que tem um novo emprego, na Polícia Federal, livrem-se de todos os planos que tem agora. - Disse autoritário como se fosse lider de uma quadrilha.

_Qual a novidade agora? - Naruto disse curioso para saber o que passava na mente de Sasuke.

Sasuke leu mais alguns artigos do documento e relaxou o semblante sério.

_Vamos destruir a GE4.- Disse ríspido e rápido.

Sasuke sabia que o loiro estava rindo do outro lado da linha.

_Poxa! - Naruto riu - Fala sério teme! Seria até legal, se você não fizesse parte desse grupo multimilionário - Ele está mais confuso que você nessa história.

_Vamos nos encontrar, explicarei tudo - Disse Sasuke,seu tom era mais leve que antes

_Certo - Naruto disse sem questionamentos, sabia quem não adiantava tentar com Sasuke.

_Só mais uma coisa...- o moreno ouviu o som de indagação de Naruto - Seremos tipo...Fora-da-lei


                           ♥



Hinata estava perplexa, seu cartão de crédito foi cancelado.Que vexame no meio do Shopping em plena Londres, o seu dia não podia ficar pior...Pediu licença ao atendente e foi para um canto discando no celular o número do pai.Assim que ela atentedeu ela pode ouvir seu tom ríspido.

_Hiashi, não me faça crer que está descontando o seu desgosto em mim só porque não quero seguir seus planos! - Falou irritada com o Pai, haviam discutido sobre a faculdade de administração que ela não queria fazer para poder herdar a empresa do pai.

_E eu já te fiz crer Hinata, ficará sem dinheiro até você aceitar o que eu quero - Pausou apenas para respirar - E até você aprender a me chamar de Pai!

_O...olha aqui...vo...você não pode me deixar sem dinheiro, sozinha na Europa - Hinata disse claramente desesperada, as pessoas presente na loja a olhavam curiosa.

_Haha...acho que posso sim, minha filha - Seu tom foi de desdém.

_Se o fizer vai ...- ainda tentou falar antes da ligação se cortada mas já era tarde, o som que fazia no celular agora era irritante -se arrepender

Disse as últimas palavras no automático. Seu pai era um louco, Hinata se viu obrigada a deixar as coisas que iria comprar lá mesmo, saiu desviando seu pequeno corpo das demais pessoas.Estava chorando, não queria nada daquilo, administração, negócios, cálculos, empresa...nada nada,tudo que queria era viver uma grande aventura, como as que sonhava quando era pequena.Pensou em talvez viajar pelo mundo, mas os planos de seu pai eram outros.

Mas dessa vez Hiashi foi longe demais, olhou na bolsa para vez o pouco de dinheiro que lhe restava, pegou o primeiro táxi que apreceu na rua.

_Para onde moça? - O motorista perguntou assim que Hinata sentou no banco de trás ofegante.

_Para o Aeroporto o mais rápido possível. - Disse sem encarar motorista e conferido se todos os documentos que ela precisava estava lá.O Homem gargalhou serenamente.

_Por que a pressa dona? -Perguntou Virando-se para o banco traseiro.

Hinata o encarou e meio tímida lhe deu uma resposta que ela não sabe se convenceu ou nao

_Quero destruir o meu pai! - Falou o mais determinada possível.Aquilo seu coração estava gritando, mas ela não esperava levar a idéia tão a sério, mas se pegou imaginando como seria uma vida de vilã em Konoha, riu para si mesmo, ser uma fora-da-lei também já foi um sonho de infância.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...