História Diabolical Love - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Justin Bieber
Tags Família, Justin, Tragedia, Violencia
Exibições 24
Palavras 647
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa Leitura...

Capítulo 3 - Party Started


Fanfic / Fanfiction Diabolical Love - Capítulo 3 - Party Started

Estava que nem uma condenada andando por todos os lados daquela mansão esbarrando em vários homens que me olhava com desejo, até que sinto um impacto contra meu corpo, me fazendo cambalear para trás.

-Porra não sabe olhar por onde anda não – fuzilei o ser com o olhar

-Oh meu deus me desculpa, eu não te vi – falou

Nossa senhora, que homem é esse, como eu não fui reparar nele antes.

-Não tem que se desculpar, eu que não estava atenta – disse olhando em seu olhos que por sinal são lindos.

-Sou Ian, Ian Somerhalder – disse e estendeu sua mão pra mim.

-Eu sou Angel ,Angel Smith –disse apertando sua mão, e caramba que mão é essa,  imagina como deve ser sua pegada...foco ,Angel ,foco.

-Angel...Angel –ele disse estralando  o dedo em frente ao meu rosto, me tirando do transe.

-Hum, você é muito bonito – droga não acredito que disse isso.

-Muito obrigada Angel ,você também é muito bonita, uma das mais belas que já vi- ele disse

-Obrigada – nunca fiquei sem reação em toda minha vida, tá é mentira , fiquei assim a alguns minutos atrás ao ver o Justin me encarando daquela forma.

                                                  Justin P.V.O

Estava procurando por Angel por todos os cantos daquela mansão ,e nada , até que vi ela no meios da pista de dança, conversando com um homem, não consegui identificar quem era pois estava de costa para mim, fui andando em direção a eles.

-Curtindo a festa Ian ?- falei o fuzilando com o olhar ,Angel olhou para trás e se assustou ao me ver parado atrás dela.

-Sempre Bieber – riu debochado

-Espero que esteja mesmo se divertindo, é sempre bom aproveitar, seus últimos momentos de vida.

-Bieber ,Bieber, você não sabe com quem esta lidando, bom eu vou indo nessa , ótima festa alias –falou me olhando  por alguns minutos logo depois desviou seu olhar para Angel.

-Foi muito bom te conhecer Angel, espero poder te ver novamente – sorrio de lado

- Digo o mesmo- ela disse e ele saiu

Fiquei um tempo fitando Angel, até que ela percebeu.

-É..eu vou indo –ela falou se borrando de medo , costumo causar isso nas pessoas ,mais antes que ela pudesse sair a puxei pelo braço a prendendo contra meu corpo.

-Estou de olho em você- sussurrei em seu ouvido, fazendo ela estremecer e arregalar aqueles lindos olhos azuis.

A soltei , e ela saiu me deixando  sozinho no meio da pista de dança, um sorriso apareceu em meu rosto ao imaginar ela gemendo meu nome na cama. Angel é minha e o pior ela nem imagina isso.

                                                    ANGEL P.V.O

Que merda que aconteceu agora ? , como assim ele esta de olho em mim? , será que ele sabe aonde eu moro?, porra Angel claro que ele sabe, você mora em frente a casa dele. Estava procurando Haillei, e não a achava em lugar nenhum , vi os meninos em um canto conversando e fui até eles.

-Ei meninos vocês viram a Haillei? – perguntei

-Hey , fala ai sumida – disse o Ryan

-Ela acabou de subir para uns dos quartos com um cara- Chaz

Aff essa não perde tempo mesmo – pensei

-Se ela aparecer diz que já fui pra casa – disse e eles assentiram

-Mais já , a  festa só esta começando – estremeci ao ouvir aquela rouca atrás de mim , porque comigo senhor. Me virei para ele e fiquei olhando seus olhos.

-Pois é, eu não estou me sentindo muito bem  -menti

 -Eu te levo – puta que me pariu

-NÃO – gritei –Quer dizer não precisa já chamei um taxi – menti novamente.

Sai dali sem que ele pudesse responder nada, o lado bom dessa história é que ele não sabe onde eu moro, e prefiro  que continue assim. Devem estar se perguntando como vou conseguir me esconder ele, sendo sua vizinha , a verdade é que....EU NÃO FAÇO IDEIA.

 

Continua....



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...