História Diabolik Lovers - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Diabolik Lovers
Personagens Ayato Sakamaki, Azusa Mukami, Carla Tsukinami, Kanato Sakamaki, Kou Mukami, Laito Sakamaki, Reiji Sakamaki, Ruki Mukami, Seiji Komori, Shin Tsukinami, Shu Sakamaki, Subaru Sakamaki, Yui Komori, Yuma Mukami
Tags Diabolik Lovers
Exibições 85
Palavras 1.086
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Harem, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 6 - Shu Sakamaki


Fanfic / Fanfiction Diabolik Lovers - Capítulo 6 - Shu Sakamaki

Estava no meio do  banho,  estava relaxando  um pouco, coloquei alguns sais de banho com sabão que fez várias bolha, quando fechei os olhos um pouco

- a água está ótima - abri os olhos assustada me encolhendo toda vendo o Shu  dentro da banheira junto comigo,  ele estava  com roupa de olhos fechados

- Shu-san !!! O que você está fazendo aqui ?  - perguntei  me cobrindo com as mãos mesmo com as bolhas sem mostra nada, eu estava com vergonha

- barulhenta - fala com sua voz sempre tão cansada - estou  tomando banho

Eu o fiquei o olhando com muito vergonha, quando ele abriu os olhos me olhando  com tédio

- lave - ele fala, na primeira eu não entendi , então ele deu um suspiro - lave meu  cabelo

Com muito vergonha peguei o frasco de shampoo,  e fiquei o olhando

- Shu-san por favor vire de costa  - falei vendo ele dar um sorriso pequeno pegando meu pulso me fazendo fica entre suas pernas

- rápido, estou ficando com sono - fala ele fechando os olhos de novo,  eu  suspirei, peguei um pouco do shampoo passado nos cabelos ruivos claros dele, os cabelos do Shu eram tão macios

Então  eu sinto ele pegar na minha cintura me fazendo encosta nele então ele tira os cabelos do meu pescoço  e dando uma mordida, eu agarrei sua blusa tentando reprimi um gemido de dor  

-  você está bastante  excitada , você é bem safada - fala ele com uma voz baixa -  seu sangue mudou e mudou  para melhor

Ele fala indo para minha clavícula e dando uma mordida tomando com calma meu sangue, então ele me pegar me levantando, que me fez me encolhe toda, ele me olhar com tédio,  então do nada aparecemos no meu quarto

- ser arrume logo - fala ele me  deixando na minha cama e indo embora rapidamente

Eu suspirei morrendo de vergonha, peguei minha toalha me enxugando e colocando minha roupa normal, eu me virei me assustando vendo o Shu com uma nova roupa seca e só os cabelos estavam  molhados ainda

-  enxugue meus cabelos, já fiz muito esforço por hoje - fala ele colocando seus fones,  ser  sentando na cama me esperando, eu achei graça, as vezes ele parecia uma criança mimada, eu peguei outra toalha indo em sua direção e começando a enxuga-lo com calma

Até  fica mais seco possível, ele apenas deitou na minha cama pegando o meu pulso me fazendo deita ao lado dele

- estou realmente  cansado - fala ele  enquanto  tirava seus  fones colocando no criado mudo, eu sorri me levantando um pouco para pegar o lençol e nos embrua 

- boa noite Shu-san - falei me virando em sua direção, ele fez um simples resmunga, é tedioso demais  ele fala

Então dormimos,  quando ele dormi no meu quarto sempre acabo dormindo muito bem

Eu acordei olhando pro lado vendo o Shu que ainda dormia, eu o balancei levemente o fazendo abri os olhos

- Shu-san, acorde  temos que ir para a escola  -  falei  vendo ele dar um suspiro ser levantando e indo embora   como sempre sem eu percebe

Me levantei colocando  meu uniforme da escola, então formos para a escola normal e como sempre o Shu estava dormindo na limousine, mesmo com o olhar  mortal do Reiji

Quando chegamos na escola logo todos ser separaram, fui para minha sala chegando lá, vi o Ayato e o Kanato sentados em seus lugares perdidos em seus pensamentos, as aulas foram normas 

No intervalo, eu fui busca um pouco de café pois estava com um pouco de sono , quando eu subi para o segundo andar encontrei o Shu dormindo no meio o corredor

Me abaixei olhando ele então me sentei ao seu lado

- o que foi ? - pergunta sem nem ao menos abri os olhos

- posso ouvi música com você ? - perguntei vendo ele dar uma risada baixa

-  você é uma humana que ser acha demais, Yui -  fala ele mas mesmo assim ele pegou um dos seus fones e colocou no meu ouvindo, ele estava ouvindo música clássica, que me fez fica com mais sono


Ficamos ouvindo música até o sono me vence  e adormeci encostado no seu ombro, eu acordei  na minha cama

- você finalmente acordou -  era o Shu  estava sentado  na beira da cama lendo um livro de capa vermelha

- Shu-san por que estamos em casa ? - pergunte me levantando esfregando meus olhos 

- por que eu te levei para cá simples, estava  muito chato  lá na escola - fala ele concentrado  no livro

-  o Reiji não vai fica com raiva ? - perguntei  já lembrando   das várias punições do Reiji

-  quem ligar ? Você deveria  está mais procurada comigo - fala ele fechando o livro e jogando num canto qualquer  do quarto vindo em minha  direção  ficando em cima de  mim 

- Shu-san o que você está fazendo ?- perguntei vendo aquele sorriso que ele tem

-  Silêncio e apenas aproveite o que vou  fazer - fala  ele colocando  a mão na minha perna direita  subindo aos  poucos enquanto a outra mão  estava na minha cintura  subindo um pouco minha blusa

Eu suspirei olhando os olhos azuis do Shu que estava sério apenas olhando cada  expressão minha me fazendo fica mais  vermelha de como eu já estava

-  diga o que quer  garota ? - pergunta ele, eu coloquei  meus braços em seu pescoço fazendo ele abaixa um pouco na minha direção

- me beija - falei de uma vez sem vergonha  apenas embriagada  pelos toques ousados  no meu corpo

- que garota má - fala ele selando nossos lábios num Beijo calmo  que durou pouco tempo, já que o beijo ser tornou um beijo urgente e ousado então  ele parou  me olhando

- nunca fuja de mim e nunca ouse brinca comigo, no  final eu sempre ganho - fala ele  ser deitando me pegando  me fazendo fica em cima de mim  - já foi muito hoje por você, me surpreenda agora

Eu sorri, essa  era sua forma única que dizer que gosta de mim ate mesmo nessas horas ele não gosta de fazer  tanto esforço , eu então primeiro dei um simples Beijo em seu rosto depois um selinho para dar um beijo em seu pescoço

- sabia que você era uma  safada  -  fala ele com um sorriso malicioso pegando meus cabelos, nos beijando


Seu único jeito preguiçoso de me conquista

Continua



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...