História Diabolik Lovers: A Vida Complicada dos "Anjos" - Capítulo 25


Escrita por: ~

Postado
Categorias Diabolik Lovers
Personagens Ayato Sakamaki, Azusa Mukami, Beatrix, Christa, Cordelia, Kanato Sakamaki, Kou Mukami, Laito Sakamaki, Personagens Originais, Reiji Sakamaki, Richter, Ruki Mukami, Seiji Komori, Shu Sakamaki, Subaru Sakamaki, Tougo Sakamaki "Karlheinz", Yui Komori, Yuma Mukami
Exibições 65
Palavras 1.741
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ecchi, Harem, Hentai, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que gostem do cap. E que não chorem, pq a Autora bocó aqui meio que chorou enquanto escrevia

Capítulo 25 - Também Te Amo


Fanfic / Fanfiction Diabolik Lovers: A Vida Complicada dos "Anjos" - Capítulo 25 - Também Te Amo

???: te achei Ayame Mochitsuki...- dou um pulo pra trás derrubando as coisas, e a ceringa eu escondi atrás de mim
Eu(Ay): quem é você??- ela é muito bonita, cabelos castanhos clarinhos, olhos da cor dos meus mas mais escuros, lábios um pouco grandes com um batom rosa claro
???: calma, eu me chamo Hanako, Lloyd Hanako, eu sou a enfermeira de vocês dois
Eu(Ay): hm, então pode me dizer se ele está bem, está fora de risco?
Hanako: sim, sim, ele está bem, e os sinais vitais aumentaram desde que você chegou, parece que ele gosta muito de você
Eu(Ay): por..?
Hanako: porque enquanto eu cuidava dos ferimentos dele, ele chamava pelo seu nome, e ele meio que começou a delirar, tivemos que fazê-lo dormir com alguns remédios- ela olha pro balcão onde estão os remédios e puta que pariu, quantos remédios, tinha vários
Eu(Ay): vocês querem é matá-lo isso sim! Essa quantia excessiva de remédios pode levar alguém a morte sabia? Bem, que eu notei que o sangue dele tava estranho... E vocês pelo menos tiraram o veneno do sangue?
Hanako: veneno? Que veneno?
Eu(Ay): *olha pro relógio da parede* se são 05:30 da manhã, e o veneno foi aplicado as 16:30, faz exatamente onze horas que o veneno está agindo, quando der quatro e meia da tarde, eu vou perdê-lo pra sempre
Hanako: calma querida *abraça a Ay* eu estou aqui, nada de ruim vai acontecer!
Eu(Ay): Hanako, eu me lembrei de uma coisa que eu fiz uma vez no Brasil pra salvar um amigo que foi mexer nas minhas coisas pra procurar um remédio, na verdade um tipo de emplasto pra colocar numa ferida e acabou pegando o veneno de uma cobra no lugar, e quando ele passou o veneno, o veneno se espalhou rápido, daí eu tirei o sangue dele, vi que não tinha como extrair o veneno e o antídoto iria demorar muito pra fazer e bem eu tive que extrair o veneno da pior forma possível- fala saindo do abraço
Hanako: e você teve que beijá-lo?- fala rindo
Eu(Ay): eca! Não... Eu peguei um bisturi e cortei o braço dele, e tive que igerir aquele sangue nojento, de gosto ruim....
Hanako: rsrsrsrs e como você o salvou?
Eu(Ay): eu sou imuni a venenos, porque eu ingeri o máximo possível deles quando criança, então meu anticorpos meio que destroem os microorganismos que tentam atacar meu corpo....o jeito seria fazer uma transfusão de sangue...mas o sangue dele é O negativo, e o meu é AB...
Hanako: tem outro jeito!
Eu(Ay): qual?
Hanako: me dá a ceringa que está com você, a outra que está vazia também- eu entrego as ceringas pra ela- muito bem, agora eu só preciso tirar o seu sangue, misturar os dois e ver o que dá pra fazer e salvar o seu namorado
Eu(Ay): e-ele não é meu namorado! Por que todos dizem isso?
Hanako: vocês combinam, em tudo sabe?- ela mistura os dois sangues e fica observando por aquele negócinho que eu falei, lembram? Pois é, é esse mesmo!- wow, isso é meio estranho, mas fascinante
Eu(Ay): o que é fascinante, exatamente?
Hanako: o sangue de vocês dois combinam perfeitamente
Eu(Ay): como? O sangue dele é O negativo e esse tipo de sangue é raro eeeee um sangue AB e um sangue O negativo, é cientificamente impossível, isso quebra todas as leis da física, quimica, ciencia, e sei lá mais o que....
Hanako: bom, isso nunca aconteceu de fato e é impossível como você mesma disse, mas enfim....acho que eles estão sendo compativeis por causa do veneno, ou é porque
Eu(Ay): por que o que mulher?? fala logo!!
Hanako: porque vocês se amam intesamente, por acaso vocês já....- a interrompo
Eu(Ay): nãonãonãonão, não pense nisso, eu não fiz isso!!!
Hanako: kkkkkk calma menina, não está mais aqui quem falou, nem pensou! Mas, agora falando sério, aconteceu algo entre vocês?- estou saindo de fininho- parada aí
Eu(Ay): eu vou fazer uma ligação
Hanako: seu celular está aqui - aponta para a mesinha que tinha ali e eu pego o mesmo
Eu(Ay): obrigado- saio do quarto de Kakeru,fico no corredor e procuro o número da Manu, o acho e ligo pra ela
      -ligação on-
Manu: mochi mochi
Eu(Ay): acorda preguiçosa
Manu: Ayame de Deus, onde tu tá? Como tá? Com quem? Você me deixou preocupada
Eu(Ay): caaaaalllllmmmmaaa Manuelly, eu tô bem, tô nos hospital, e eu tô com o Kakeru
Manu: HOSPITAL COMO ASSIM? O QUE ACONTECEU??
???: silêncio, eu quero dormir
Manu: ai Laito acorda, a Ayame tá no hospital junto com o Kakeru, desculpa Ay...qual é o hospital?
Eu(Ay): aquele que fica na frente da escola
Manu: não saiam daí, eu e o Laito estamos indo- e desligou na minha cara
     -ligação off-
Eu(Ay): eu não sairia daqui nem se eu quisesse- voltei pro quarto e a Hanako estava injetando o sangue nele- masoque?
Hanako: calma, era apenas o seu sangue- suspiro aliviada, mas logo entro em desespero
Eu(Ay): o que??? Tá me tirando pra louca?
Hanako: ei,ei,ei, paro....lembra quando eu coloquei os dois sangues juntos? Pois é, eu descobri que como você tem anticorpos, e que você tem um pouco do DNA dele no seu sangue, mas como isso, hein?
Eu(Ay): maldita seja Manuelly lopes, viu? Aquela filha da mãe, fez a gente se beijar, e quando ela empurrou nossas cabeças, cortamos o lábio inferior e beeeemmmm acho que foi assim...
???: mentirosa!
Eu(Ay): falando no capeta...ele apareceu
Manu: bom, de fato vocês cortaram o lábio inferior, maass, quem disse que foi apenas pelo sangue que você tem o DNA dele, esqueceu que vocês trocaram salíva? Heeeeiiiinnnn dona Ayame?- queria ser um avestruz, pra enfia minha cabeça num buraco
Hanako: huuuummmmm aizá Ayame
Eu(Ay): licença eu preciso procurar um buraco pra enfiar minha cabeça
Manu: ei,ei,ei paradinha aí, você me deve explicações
Eu(Ay): não, não devo!!
Hanako: gente...
Manu: deve porque sou tua melhor amiga
Eu(Ay): não devo
Hanako: meninas...MENINAS
As duas: O QUE??
Hanako: ele está acordando, impressionante....é como se apenas estivesse dormindo,vou ver a ferida
Eu(Ay): mas nem pensar dona Lloyd
Hanako: hai hai, eu fico longe dele, depois diz que não são namorados *murmura*
Manu: Lloyd, eu te aconselho a sair da cadeira e deixar a Ay se sentar pertinho dele
Hanako: uiiii sim, senhora.- se lavanta e me dá o lugar, eu me sento ali, levanto a camisa dele e retiro o curativo, cheguei até ficar vesga procurando alguma cicatriz, e de fato fiquei admirada em ver que a ferida fechou (Anny-Chan: só com isso/Ay: shhhh ninguém precisa saber que eu fiquei admirada, foi com o corpo dele, aiiii Deus cheguei a babar mesmo/Anny-Chan: se entregou!!)
Eu(Ay): *morde o lábio inferior* por Deus!! a ferida fechou e se a ferida fechou...
Hanako: não tem mais veneno! E veja ele está acordando
Eu(Ay): saiam por favor..- elas sairam e me deixaram sozinha com ele
Kakeru: hn? Onde eu estou?- vocês sabem, quando estão muito felizes e querem pular em cima da pessoa que amam só por estar revendo essa pessoa bem? Pois é eu quero muito fazer isso, e digamos que eu pulei em cima dele e o enchi de beijos- calma Ayame-Chan, eu tô aqui...
Eu(Ay): fiquei com medo de te perder pra sempre
Kakeru: você nunca vai me perder, porque eu sempre vou ficar ao seu lado....
Eu(Ay): pra sempre?
Kakeru: sim
Eu(Ay): por quê?
Kakeru: pensei que já soubesse
Eu(Ay): sério? É isso mesmo que eu tô pensando?
Kakeru: hai
Eu(Ay): também te amo, sempre vou amar
Kakeru: eu também- e assim ele me beija, e ficamos assim por um bom tempo
       -Manu pov's on-
Eu e a Lloyd ficamos olhando os dois pela janela, e tipo aaaaaiiiiiiinnnnnn meu Deus como  são fofos
Hanako: ain quanto amor
Eu(Manu): concordo, eu quero fazê-los ficar juntos, mas alguém sempre atrapalha ou tem algo contra
Hanako: mas eles são perfeitos um pro outro
Eu(Manu): verdade, ei, acho melhor interrompermos os dois, porque daqui a pouco é capaz de vermos mais do que alguns beijinhos e tals, se é que me entende?
Hanako: entendo, vamos entrar?
Eu(Manu): haaaiii
         -Manu pov's off-
A medida que os segundos passavam nossos beijos ficavam mais intensos, até que...
Hanako: licen....wow, desculpa atrapalhar- eu saio imediatamente de cima do Kakeru, agora imaginem eu tô é quase igual um pimentão
Eu(Ay): n-não a-atrapalhou em n-nada
Manu: não atrapalhou, é?
Eu(Ay): *olha feio pra Manu* é
Hanako: vejo que se recuperou rápido Naruse
Kakeru: é, de fato me recuperei mesmo- fala olhando pra mim
Hanako: então já pode ir pra casa, mas alguém vai ter que ficar junto com você, apenas para ter certeza que ficará bem
Manu: eu não posso porque eu tenho que ajudar o Reiji a arrumar a biblioteca
Hanako: também posso aconselhar, que...
Eu(Ay): tá, eu vou! Quanto tempo eu tenho que ficar na casa do Naruse-san?
Hanako: uma semana- fala sorrindo. Ooookkkkk vo fingi que não tive um mini-infarto aqui
Kakeru: Ayame, Ayame, AYAME- fala me cutucando
Eu(Ay): aiiii o que?
Kakeru: você vai mesmo ficar na minha casa por uma semana?
Eu(Ay): haaaaiiiii
Hanako: começando hoje, tudo bem?
Eu(Ay): sim, claro! Manu você pode me levar umas peças de roupas na casa do Kakeru-kun?
Manu: eu peço pro Laito levar, como já disse tenho que ajudar o Reiji na biblioteca- FUDEU
Eu(Ay): tá tudo bem, vamos Naruse-san?
Kakeru: vamos- ele já se encontrava em pé ao meu lado
Eu(Ay): Hanako obrigado por cuidar do Naruse-san
Hanako: de nada, só fiz meu trabalho- saimos do hospital de mãos dadas e fomos pra casa do Kakeru
     -minutos depois-
Chegamos na casa dele e fomos assistir um filme, que filme? A Colina Escarlate
Kakeru: sabe, eu escutei tudo o que você falou enquanto eu estava dormindo
Eu(Ay): *cora* escutou é?
Kakeru: escutei
Eu(Ay): você deve estar me achando uma idiota né?
Kakeru: na verdade, não
Eu(Ay): por..?
Kakeru: porque eu gostei do sonho, e eu queria que fosse real
Eu(Ay):*cora* huuummm, o-olha eu tô com sono *força um bocejo* onde eu posso dormir?
Kakeru: no meu quarto- MEU KAMI-SAMA, PUTA QUE PARIU
Eu(Ay):....t-tá bom, onde fica?
Kakeru: final do corredor
Eu(Ay): obrigado- me levanto e vou até o quarto de Kakeru, fecho a porta, me deito na cama e abraço um travesseiro, que ai meu Kami tinha o perfume dele, ó Deus obrigado por essa vida, fiquei lembrando do que o Kakeru falou sobre ter escutado tudo o que eu falei- peraí....


Notas Finais


Espero que tenham gostado e que não tenham chorado. Pq tipo assim nesses dois últimos caps. Que eu postei, eu chorei... Bota idiota que eu sou né?
Bye bye bjss, até o prox. Cap.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...