História Diabolik Lovers: E os seres místicos - Capítulo 38


Escrita por: ~ e ~Navigator

Postado
Categorias Diabolik Lovers
Personagens Ayato Sakamaki, Azusa Mukami, Cordelia, Kanato Sakamaki, Kou Mukami, Laito Sakamaki, Personagens Originais, Reiji Sakamaki, Ruki Mukami, Shu Sakamaki, Subaru Sakamaki, Yuma Mukami
Tags Diabolik Lovers
Exibições 24
Palavras 466
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Hentai, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Terror e Horror, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Eu realmente não sei o que houve, quis voltar com a fanfic mas bem...alone não da não...Sorry ^^

Capítulo 38 - De volta ao mundo real


Fanfic / Fanfiction Diabolik Lovers: E os seres místicos - Capítulo 38 - De volta ao mundo real

Gabriel Pov's On

 

-Bem, eu fui "querer brincar com fogo".-Ela diz olhando para o lado.

-Diz tudo realmente, sem rodeios ou charadas, agradeço!-Bufo.

Ela solta uma leve risada.

-Eu resolvi ver meu pai!-Ela apoia as mãos na fonte e se inclina para trás olhando o céu.

Posso considerar aquilo um pai?

-Tá, e aí?-Pergunto sentando com as pernas cruzadas ao lado dela olhando-a.

-E daí que quase morri, acho que...ele não gosta muito de mim!-Ela ri.

-E QUEM GOSTA DELE?!-Grito.

Começamos á gargalhar.

-É, isso é um fato. Mas é que eu pensei, que até mesmo ele sendo um pai...ele..-Interrompo ela.

-Pensou o que? que ele simplesmente lhe presentearia em seu aniversário, daria beijinhos, e brincaria com você? Não amiga! Ele é o "coisa ruim" em pessoa!-Digo calmamente quase debochando.

-Eu sei, eu sei! Mas seria legal sabe...-Ela ri.-Tirando as partes infantis..que foram todas!

-Bem, vamos fazer você ficar diva de novo!-Me levanto e pego minha varinha.

-Yeeee.-Ela comemora e levanta devagar.

-Vamos lá!-Aponto a varinha para ela lançando um raio prateado sobressaltado em rosa com rosas brancas.

Ao atingir ela com o feitiço uma cortina redonda fica em volta dela, "escondendo-a", algumas roupas começam á voar para fora da cortina e a cortina cai expondo o novo look.

-WOOOW!-Exclamo ao vê-la.

(Traje dela nas notas finais)

-Meu Deus, que perfeição!-Ela gira fazendo a saia do vestido girar junto.

(particulamente, eu ADORO esse efeito)

-O.K, tá linda, sem nenhum arranhão..agora podemos ir comer? Eu estou vivendo de fome!

Rimos.

-Vamos!-Ela sai me puxando pela escola.

??? Pov's On

A Lua de sangue esta chegando, e bem no dia do eclipse lunar...onde nossos seres misticos perderam forças, principalmente o demônio, e, finalmente poderei absorver o poder dele, e destruir todos por fim!
Por hora...continuarei observando-os de longe.

Helena Pov's On

-Helena coma mais devagar! Irá acabar passando mal!-Biel me contesta.

-Eu sei! Mas a fome fala mais alto!-Continuo comendo rápido.

Ele ri e prossegue com sua sala.

-Olá prisioneira...-Alguém sussurra em meu ouvido.

Ah não...eu reconheceria essa voz até na casa do meu pai!

-Laito!-Exclamo e pego a bandeja vazia discretamente.

Gabriel está olhando para trás quieto, ele com certeza viu algo.

-Calma "bitch-chan"...-Laito ri de forma calma e irritante.

-Helena...lhe aconselho á correr...-Biel sussurra em minha mente.

Realmente dá medo quando ele faz isso...Mas sem contesta bato com o objeto prateado em minhas mãos no rosto de Laito que causa um dano baixo, mas o suficiente para me dar tempo para correr.
Saí correndo o máximo que pude desviando dos alunos até chegar à saída, mas...Gabriel não está comigo, vejo que há um papel em meu bolso, abro-o e começo á ler.

"Encontre-me na clareira do lado...Rápido!"

A letra é um "garrancho", e não é a do Gabriel, mas..vamos lá. Começo á correr pela floresta.

Continua...


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...