História Diabolik Lovers (Interativa) - Capítulo 31


Escrita por: ~

Postado
Categorias Diabolik Lovers
Personagens Ayato Sakamaki, Kanato Sakamaki, Laito Sakamaki, Personagens Originais, Reiji Sakamaki, Shu Sakamaki, Subaru Sakamaki, Yuma Mukami
Visualizações 48
Palavras 307
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Yaoi

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 31 - Capítulo meloso


*Kanato*

-Solta o Ayato, Misaki, ele é  assim desde sempre.

-Se ele quiser me comer vai ter que melhorar muito isso. Mas vou soltar mesmo assim.

*Freya*

Eu achei tão bonitinho Kanato querendo salvar o irmão... Certamente Misaki jogaria sal grosso nos olhos dele.

-Retardado... Eta, Kanato! Ás 19:00 me encontre no telhado.

-Por que?

-Porque eu quero te falar uma coisa ué.

Ele apenas se afastou, provavelmente foi para seu quarto.

*Yumi*

Shu parece que é o mais "tanto faz" daqui, ele é muito sem personalidade!

-Shu!

-Oi?

-Shu!

-...

-O CARAMBA TÁ VENDO QUE EU TÔ TE CHAMANDO NÃO?

-Que?

-Eu vou te matar!

-Que?

-TIRA ESSES FONE PESSOA!

-Oi, Yumi, o que você quer?

-Vem pro meu quarto. Sem personalidade.

*Luna*

O Laito continua me chamando de princesa, como ele sabe que eu odeio isso! Por que ele me chama assim? Que droga!

-Princesa, já que todos estão indo para os quartos, por que a gente não vaí também?

-Porque eu simplesmente não quero, para de me chamar de princesa, por favor!

-Me obrigue.

Dei um tapa na cara dele e sai correndo pro meu quarto. Infelizmente, antes de eu conseguir trancar a porta do meu quarto ele conseguiu entrar.

-Por que a princesa me bateu? -Em seguida, ele me beijou. Sério isso?

-Me larga, sério, ou eu vou dar outro tapa na sua cara.

Ele me abraçou por trás; naquele momento eu senti todos os sentimentos dele, me deu vontade de chorar.

-Vamos deitar? -Ele me pergunta.

-Tanto faz -ele percebeu que eu estava triste, mas continuava abraçado em mim.

-Oh, desculpa, não queria que vc tivesse sentido isso, quer que eu te largue? 

-Não, não, por favor...

Nos deitamos juntos e dormimos juntos. Foi uma das melhores noites da minha vida.

*Misaki*

-Ei, acorda.

-O que você quer agora?

-Não quero nada, Ayato, me deixa em paz, só.

-Isso é meramente impossíveL, minha querida.

-Não me chama assim.

-Eu só queria demonstrar que eu gosto de você, e do *cof* Seu corpo.

-Você tá querendo dormir na minha cama, do meu lado, não é?

-Exato.






Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...