História Diabolik Pop Lovers - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Diabolik Lovers
Personagens Ayato Sakamaki, Azusa Mukami, Kanato Sakamaki, Kou Mukami, Laito Sakamaki, Reiji Sakamaki, Shu Sakamaki, Subaru Sakamaki, Yui Komori, Yuma Mukami
Tags Todos Comem A Yui
Visualizações 37
Palavras 1.198
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Escolar, Fantasia, Ficção, Hentai, Magia, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Buguei a mente de vc com o nome do cap não foi?kkk

Capítulo 13 - O ardente congelado...


Fanfic / Fanfiction Diabolik Pop Lovers - Capítulo 13 - O ardente congelado...

Lo ardiente congielado 




O ardente congelado 


Subaru ia se aproximando calmamente, a cada passo que ele dava,uma falha no coracao de yui, ela sabia as intenções que ele mesmo não queria esconder, mais ela tentaria ao todo custo inverter a situação, estaria agindo como uma vadia? Sim estaria, mais ela não poderia simplesmente não deixar de deseja-lo, ela com certeza, não era mais aquela menina ingênua de antes, tinha uma pose de mulher, e sabia disso, amanhã seria seu aniversário, e esse seria o seu presente antecipado? Não ela não queria isso, de forma alguma isso estava em seus planos, Yui se remexeu tentando sair do aperto das cordas, que pareciam que tinha super bonde ali, pois não desgrudava de forma alguma, então ela parou de se remexer quando sentiu uma chicotada em sua bela e fina cintura. 

-Shhh,eu quero você bem caladinha.

Subaru disse com a voz mais rouca que o normal,ele foi descendo delicadamente até o clitóris de Yui, massageou o mesmo com movimentos circulares, logo a ardência da chicotada foi substituída pelo toque gélido do rapaz, se permitiria dizer que era um prazer frio?

Logo ele parou de fazer oque fazia, para encarar as orbes rosadas de Yui, que arfou em descontentamento, não sabia se achava isso ruim ou bom, isso estava muito confuso, sentia dor, mais tanbem não a sentia, Yui chegou a conclusão que era isso que ele queria, deixá-la confusa, Subaru saiu do quarto, por plenos segundos, Achou que ele faria isso com ela, deixá-la ali amarrada a noite inteira, com suas roupas rasgadas por todo o local, nua com frio e fome, já estava anoitecendo, se perguntava se tudo isso era um sonho ou um erro do destino...

Yui ouve passo vindo apressadamente, como se estivesse ansiosos, ela estremeceu ao ver o Subaru com um pote, que dentro havia gelo, ele tinha uma toalha em seus ombros, e um gel em sua mão direita, ele se aproximou de Yui, o chicote estava pendurado na barra de sua calça jeans preta, ele sorriu de um jeito inocente que deixou Yui com medo, certamente coisa boa não era, Yui se encolheu um pouco,como se aquilo fosse evitar alguma coisa, no fundo ela sabia que não.

-Você deveria ver sua cara agora, parece uma gatinha assustada, é melhor você gritar bastante, se não essa não será a única vez que você se encolherá!

Yui mais uma vez estremeceu com as palavras do mais velhos, pequenas gotículas de água se formaram em seu rosto, ela estava assustada, assustada o bastante para entregar o seu orgulho e chorar na frente de Subaru, que não conseguiu não se sentir culpado, ele achou que estava dando mais prazer a ela do que seu irmão, mais só a estava machucando, ele não queria isso, ele queria mostrar a ela que se importava, se importava com ela, e com tudo que estava acontecendo, sentia que estava fazendo uma merda, mais o orgulho de vai piro era maior que sua compaixão, então em um movimento rápido, ele chicote-ou Yui, que teve seu grito abafado pela mordaça, Subaru passou gelo pelo local da chicotada, fazendo uma ardência prazerosa tomar conta do corpo de Yui, a fazendo se arrepiar por inteiro, mais é mais lágrimas se faziam presente na pele pálida e alva da menina, que no fundo estava estranhamente excitada, outra chicotada, e dessa vez ela conteve o grito, iria usar um pouco do orgulho que restava, ele por sua vez, massageou o seio de Yui, fazendo ela reprimir outro gemido, estava dói,  louca, queria ser tocada, já não lhe restava mais nem um pouco do orgulho que tinha, se é que há algum momento ela teve tal orgulho, Subaru pegou o gel, e passou em suas mãos as espalhando, então passeou por cada curva e centímetro do corpo de Yui, que tinha gemidos e arfada reprimida pela mordaça, Subaru sem prévio aviso, lhe tocou outra chicotada,  que passou deslizando por conta do gel, nem a mordaça foi capaz de abafar o grito e os soluços dessa vez, foi muito em alto e bom sol, Yui não tinha mais forças nas pernas e caiu quase que.... de joelhos só sustentada pela corda, Subaru reparou na merda que estava fazendo, e resolveu que era melhor parar por aqui, estava fazendo a pessoa que ama sofrer, e por causa de um ciúme bobo, não. Faz nem 24 horas que se conhecem e ele Já queria a dar como sua, então ele soltou Yui da corda, e impediu que ela caísse de encontro ao chão, escutando o choramingo da Garota se arrependeu profundamente, estaria satisfeito se ele não a tivesse machucado, reparou nas varia marcas de suas chicotadas, e roxos pelo corpo, sua pele brilhava em contraste com a luz do luar, as marcas a deixavam mais sexy ainda, ele a sentou em um banco que tinha, e a colocou em seu colo em seguida, ele ficou ficou a mordaça de sua boca, a fazendo apertar os olhos com forças estava com medo, muito medo, isso foi como um crussificio em seu peito, vela chorar por sua causa era a última coisa que queria que acontecesse, então ele prontamente encheu seu pescoço de beijos, fazendo Cafu né em sua pele antes alva, agora cheia de marcas, ele a olhou, e viu a expressão de espanto.

-Me desculpe minha princesa, eu não queria eu nem devia ter te machucado, gomene, gomene, gomene!

Ela nada disse, mais o perdo-ou mentalmente, ela não sabia o motivo,mais havia o perdoado, então ela a beijou com um beijo caloroso, e sim ela estava entregue!

Ele foi a deitando lentamente no chão coberto de rosas,não queria saber se iria se arrepender ou não, queria estar ali com ele, se aplicando a noite toda, se sentir amada era tudo oque estava lá queria, mais séria ela uma amante? Uma vadia? Ou apenas alguém que tem sexo sem compromisso?

-Ahhh S-Sbaru-Sama...

Ela Gemeu quando ele pincelou sua entrada, enquanto lambia lentamente os seios de Yui, ele realmente era um pouco bruto, mais sabia ser carinhoso quando queria, com uma mão livre, ele apertava o pescoço da menina deixando no momento certo ela respirar, então ele finalmente a penetrou de uma vez, dessa vez não houve dor, mágoa, nem arrependimentos, só houve.... amor, ele esboçava lentamente, sabia que se fosse de primeira iria assustar a sua tão as amada e indefesa Yui, mais até que..

-Você não é virgem, não pegarei leve com você!

Ele a colocou sede quatro, e começou a estocar veloz mente o interior de Yui, ela sentia o menbro dele bater em seu útero e voltar, estava mais do que extasiada, estava amando até que las sensacoes extraordinária, ele dava leves mordidas extasiada seu ombro, de vez em quando puxava o cabelo dourado claro da menina, e é ela gemia seu nome incasavelmente como uma cadeia no cio, até que ela inverteu as posições ficando em cima dele.

-Oque você pen... Ah!

Ele foi surpreendido quando ela começou a calvagar que nem louca, aquilo ela grande dentro dela, ela sentia ele perto do Orgasmo, e continuou mais rápido o possível, até que sentiu ele se derramar dentro dela, ela caiu suada em cima de Subaru que deixou escapar um....

-Eu te amo...




Notas Finais


Oi gente desculpe os erros eu não revisei! Desculpe a demora ontem foi meu niver! O prox hentai vai ser com quem?

Kanato
Shu
Reiji
Shu
Laito
? Vc escolhem e eu fasso!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...