História A História Quase Verídica de Lúcia - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Bar, Bissexualidade, Conversa, Cultura, Dialogo, Drogas, Lgbt, Zodíaco
Visualizações 7
Palavras 558
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Spoilers, Transsexualidade
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Teste

Capítulo 1 - Como não iniciar um capítulo


Primeira Fora Temer. Quero começar essa história com o pé direito, que se fosse um bom modo de se começar o dia se chamaria "pé esquerdo" não é? Entendedores entenderão minha analogia simples. Agora se eu pudesse pular para a parte que dá tudo certo, pularia essa enrolação. O título deste capitulo é tão irônico quanto filho da elite querendo julgar oportunidade, não dá. De pensar que estou fazendo todos esses anos de faculdade, lendo aquelas pilhas infernais de livros todos os semestres, sabe aquela parada construtivista que todo mundo idealiza? Eu vivo disso. Só de pensar nisso e comparar com um  youtuber que ganha rios de dinheiro sem nem saber a diferença de coerência e coesão, não que todo mundo deva saber isso, mas para uma pessoa "influencer" seria fundamental, enfim, eu tenho vontade de parar e entrar numa banheira cheia de amoeba com nutella, aposto que nunca fizeram isso, seria sucesso de visualizações. 

Dias atrás me perguntaram se eu estava brava porque tudo estava dando errado, inclusive aquela paquera bem louca empolgante que você estava achando que iria dar certo, mas deu errado. Não estou brava não, eu to bem de boa, na verdade eu tô putassa, mas sem estar brava. Continuando, porque vivemos numa balança metafórica onde o fútil vai ser sempre mais fácil de entender do que o útil. Eu tenho percebido que quanto menor for conteúdo, mais atenção se tem. Se Platão fosse um homem contemporâneo, seria ele um louco escritor de blog de aventura com uma Go Pro na mão e 1 bilhão de likes em cada fotografia no Instagram ou um louco acadêmico escrevendo páginas de pesquisas pra quem sabe um dia conseguir ser chamado em algum mestrado numa universidadezinha meia boca por ai? Nesse momento o meu falso ego me coloca numa posição desagradável.

É sério, a coisa tá ficando complicada. Esses dias fui na livraria e encontrei uma estante só para livro de pessoas que falam coisas aleatórias que não agregam nada na internet. Eu realmente não estou apontando para um determinado grupo que valoriza mais esse tipo de cultura do que os demais, acredito que cada um deva ver aquilo que me agrada, eu por exemplo gosto de ver o movimento dos átomos no ar. Eu não os enxergo, mas estão lá. Eu só to achando uma loucura essa nossa nova categoria de "cultura" onde qualquer pessoa pode influenciar milhões falando tanta merda.

Esse é o famoso choque de geração, quem nasceu no fim do século XX sabe o que estou falando. Esse encontro de XX  com XXI pode gerar esse conflito, aliás até nós noventistas já nos pegamos em atrito com nossos avós e pais, não? Sempre a mesma zorra, mais zorra que isso só o Brasil como país democrático. Olha essa patifaria no Senado, parece até um filme trash de humor, daqueles onde o presidente é na verdade um enviado do satanás para explodir as pessoas, nesse caso explodir o chamado proletário. Ai vão me chamar de comunista depois disso aqui, mas se notar que o burguês tá botando uma dessas roliças no rabo do pobre é ser comunista, então eu sou o próprio Che Guevara. Não precisa nem ser alfabetizado pra saber que não está sendo fácil fazer parte da camada menos favorecida desse lugar, só uma ida no mercado e o negocio fica esclarecido. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...