História Diamond Eyes - Imagine Jinhong 24K - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias 24K
Personagens Jinhong
Tags 24k, Diamond Eyes, Imagine, Imaginejinhong, Jinhong, Vampiro
Visualizações 24
Palavras 1.019
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Fantasia, Hentai, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


LEIAM AS NOTAS FINAIS CASO QUEIRAM SABER QUANDO TERÁ CAPÍTULO NOVO

explicando rapidinho, essa fic aqui demorou mais pra atualizar pq antes fui postar todas que não tinham o capítulo 3 ainda, mas agr q atualizou isso n importa mais.

enfim...
EU CHEGUEEEIII
sentiram falta?
eu sim.

sem enrolar mais, vão ler o capítulo

Boa leitura!

Capítulo 6 - Capítulo 4


O dia começou maravilhoso, acordei com uma das minhas colegas de quarto aos gritos depois de ver um mosquito voando pelo quarto. Levantei mas mal conseguia me manter em pé de tanto sono, depois de arrumar tudo para a aula que teríamos foi que consegui parar de esbarrar em tudo e ir pro refeitório onde estou agora junta de Jinhong e mais uns amigos de turma.

- Isso vai ser muito chatooo!! – Daehyun diz.

- Tá repetindo isso desde que pisamos aqui, para, pelo amor de Kyunha! – Jinhong fala. – Isso é irritante... Vamos. – Pega minha mão me puxando para outro lugar.

- Por que não ficamos lá? A aula vai demorar para começar ainda! – Falo enquanto sou arrastada por ele e esbarro no mesmo ao parar de repente. – Ei! Não faz isso! – Faço bico e ele larga minha mão. – Jinhong? – Repito seu nome por alguns segundos sem sair do lugar mas não tenho nenhuma resposta.

- Aqui atrás. – Ouço ele dizer baixinho com sua voz calma em meu ouvido, logo depois sentindo me abraçar pelas costas e acabo ficando corada.

- Jinhong oppa! Você me deixou preocupada, não faça isso de novo! – Dou tapas de leve em sua mão e ele ri.

- Desculpe. – Fala. – Queria te entregar umas coisas... – Tira o bastão dá minha mão e me entrega algo como uma pequena caixa – São chocolates, você gosta, certo?

- Aham. – Sorrio abraçando a caixinha e Jinhong segura uma das minhas mãos me entregando algo.

- E isso é uma rosa... – Continuou segurando minha mão por alguns segundos e levei a flor até próximo ao rosto para sentir seu aroma.

- Por que está fazendo isso de repente?

- Ué, não posso?

- P-pode.

- Então não reclame ou vou pegar tudo de volta.

- Não estava reclamando, só é um pouco estranho.

- Gosto de você, as vezes sinto que deveria te presentear. E isso não é estranho, sempre sou legal com você.

- Não desse jeito.

- Tá, agora cala essa boquinha e vamos pra sala. – Coloca um dos chocolates na minha boca e segura meu braço voltando a me arrastar pelo campus.

Chegando na sala o professor fez coisas que normalmente faz, como ver se todos os alunos estão na sala e coisa do tipo. Aguardamos alguns minutos e logo fomos para o ônibus que esperava frente o prédio onde temos aula.

Hoje vamos a um museu de magia ver como a magia era usada nas gerações passadas, vai ser uma nova experiencia para mim já que estaria num lugar totalmente diferente de onde passei toda minha vida, para ser mais especifica, para ser mais especifica, o museu fica na cidade onde a maioria da população usa magia, consigo sentir a energia do lugar ao passarmos pela fronteira entre as duas cidades mesmo não podendo enxergar o caminho, é algo inexplicável.

Assim que chegamos frente o museu o professor nos avisou e saímos do ônibus, estando Jin sempre do meu lado para ajudar descrevendo com seriam as imagens ou objetos que tem ali – ele já acostumou com isso, posso dizer que Jinhong é o meu olhar – entramos no lugar, todos tiveram reações ótimas e depois de ouvir Jin também me surpreendi.

- Há alguns magos aqui, praticando usando essas coisas que tem pelo museu. Acha que também podemos fazer isso? – Pergunta e dou de ombros.

- Talvez, acho que se pudermos irão nos avisar na hora. – Falo e continuamos, acredito eu, seguindo o guia que nos acompanha desde a saída do ônibus.

- Hm... Aqui tem um livro velho, acabado, mal dá pra ler o que tem nele que na verdade é impossível ler porque tá numa lingua totalmente diferente... – Fala e tento imaginar a imagem. - Existe algo para traduzir?

- Trabalham com especialistas durante anos mas não conseguiram o traduzir por completo, boa parte das folhas já haviam sido “arrancadas”, justamente as que tinham escrito a tradução. – O guia responde.

- Que inútil... – Jinhong diz já me levando para outra parte.

Não me preocupo muito em usar o bastão quando estou com ele já que é bem cuidadoso, claro que as vezes sai correndo segurando meu braço mas nunca cheguei a tropeçar o bater em algo quando estava com ele.

- UMA VARINHA!! – Jinhong grita animado e corre, me levando junto como sempre. – Wow, posso usar uma dessas como eles?

- Não uma igual mas sim. – responde.

- Professor, vamos aprender a usar isso? – Jinhong pergunta.

- Hoje em dia não é mais necessário coisas do tipo para controlar magia mas se quiser posso te mostrar... – O professor responde.

- KyunHa... – Jin fala soltando minha mão.

- Jinhong!

- Ah, foi mal, esqueci de você. – Fala e faço careta. – Desculpaa!

- KyunHa? O que tem aqui?

- Ah... São algumas coisas que ela usava, e uma estátua gigantesca... Preciso mesmo descrever? É tanta coisa num canto só que deu preguiça.

- Você me prometeu que ia fazer isso.

- Então vamos combinar uma coisa, vou te prometer algo.

- O que?

- Eu vou fazer você voltar a enxergar. – Fala e eu começo a rir.

- Fala sério Jinhong, eu nasci com isso. E mesmo se conseguisse é proibido usar magia em humanos, você quer que eu corra perigo de morte?

- Heim? Aff, pelo menos acredite nas minhas palavras.

- Eu acredito em qualquer coisa que você falar mas isso é impossível.

- Então enquanto isso vou descrever uma coisa para você. Kim Jinhong está vermelho de raiva, fazendo cara de porta, soltando fumaça pelos ouvidos. Jinhong não quer mais falar com você. – Fala com uma voz mais infantil.

- Deixa de ser infantil, Jin. – Dou um tapa de leve em sua cabeça e ele volta a falar normal.

- Tá... Mas para de me bater você tá ficando violenta.

- Mas nem dói.

- Não, mesmo assim é uma agressão.

- Se você diz...

- ... Quer sair mais tarde pra tomar sorvete? ouvi falar que vamos ter um tempinho a mais por aqui depois de sairmos do museu.

- Aham. – Sorrio e ele segura minhas duas mãos ao sairmos de lá.


Notas Finais


Datas que irei postar capítulos novos nessa fanfic: (demora um bocado ainda pq enfim, vcs sabem q são onze pra atualizar né)

21 de agosto (segunda)
31 de agosto (quinta)
12 de setembro (terça)
22 de setembro (sexta)

[depois faço dos outros meses, é que eu fiz na aula, sem calendário e tals, então dps vou terminar, aviso pra vcs]


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...