História Diamond Heart - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction, Selena Gomez, Vanessa Hudgens, Zayn Malik
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Personagens Originais, Selena Gomez, Vanessa Hudgens, Zayn Malik
Tags Drama, Harrystyles, One Direction, Romance, Vanessahudgens
Exibições 3
Palavras 1.890
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Segundo capítulo, espero que gostem, boa leitura <3

Capítulo 2 - Long Night



- Não me chama pelo nome, idiota. Não estraga o lance - disse rindo e dando um tapinha leve em seu ombro. 
- Você arrasou, como sempre. Já tem ideia de quanto faturou? - disse apontando para o montinho de dinheiro em cima de minha mesinha. 
- Ainda não. - olhei com preguiça para todo aquele dinheiro que eu teria que contar. 
- O que foi? Parece chateada. - disse se sentando em meu sofá enquanto me via retocar a maquiagem preta.
- Fui dispensada. - bufei revirando os olhos.
- Espera ai, deixa eu ver se eu entendi - disse se levantando rápido do sofá e se pondo atrás de mim me observando pelo espelho - Está dizendo que Diamond Wayne pepeca de mel levou um fora? - riu incrédulo. 
- Pepeca de mel? Louis! Qual seu problema idiota? - disse atirando um sutiã em seu rosto 
- Okay, okay, foi mal. Mas serio, me explica isso direito.
- Não foi um fora, ele apenas disse "não estou afim de companhia hoje a noite" - imitei a voz grossa de forma debochada. 
- Ele é gay? 
- Não, acho que não. Não parecia ser gay - me lembrei da forma que ele me olhava antes de eu descer do palco - Na verdade ele estava até gostou da dança. Eu não sei porque ele agiu daquela forma. 
- As vezes ele achou que você fosse cobrar por algo e estava sem dinheiro, sei lá. 
- Não, ele estava bem arrumado, relógio caro e sapatos de couro que pareciam ser legítimos, o problema não era dinheiro. 
- Você é perfeita, não tem porque ele te dispensar - disse me abraçando e me dando um beijo na bochecha. 
- Para de graça, você sabe que meu ego é enorme. - disse sorrindo e logo pensei - Talvez o negocio dele era com você. 
- Ih ta louca? Não curto essas paradas não. - disse me soltando e voltando a se jogar no sofá. 
- Não Lou, as vezes ele esta te procurando pra comprar as porcarias que você vende. 
- Epaaa, minha filha, porcaria o cacete, tudo o que eu vendo é de qualidade, inclusive aprovada pelo Snoop Dog - disse se gabando.
Uma vez o Snoop Dog esteve aqui pra assistir algumas garotas dançarem. Alem de ter ficado encantado comigo ele também adorou a maconha que comprou do Lou, desde esse dia ele se gaba por isso. 
- Mas não deixa de ser uma porcaria - disse revirando os olhos. - Enfim, eu tenho que contar esse dinheiro aqui e trocar de roupa. 
- Okay. Eu vou tentar descobrir o que tem de errado com o tal cara misterioso. - disse se levantando e indo em direção a porta.
- Vai ser fácil de acha-lo, ele ta de camisa branca, tem cabelos cacheados e olhos verdes. É bem bonito por sinal. 
- Cabelo cacheado é? Acho que eu sei quem é. Já volto Nessa. - disse saindo do meu camarim. 
Okay, não era bem um camarim. Era uma sala não muito grande com dois sofás pretos encostados na parede e um quadro com a imagem de Afrodite, deusa do amor na mesma que eram pintadas em um tom de vermelho escuro, minha cor favorita, claro. Uma penteadeira preta enorme com varias paletas de maquiagem, batons, algumas jóias e perfumes caros. Um grande espelho com luzes envolta e umas araras com roupas e lingeries penduradas. A sala não possuía janelas então enchi o saco pro Marcos colocar ar condicionado, levei dois meses falando e falando até que ele colocou. 
Comecei a contar o dinheiro enquanto ouvi a música tocar alta lá da pista de dança, tenho quase certeza que era a G.U.Y da Lady GaGa. Eu adorava aquela música. Eu tinha conseguido 3.600 em uma única dança. Já tinha garantido mais de 500 dólares, dava pra pagar o aluguel desse mês e mais algumas coisinhas. Mas e claro que eu consigo mais.
Ouvi minha barriga roncar e bufei. 
- Eu devia ter comido antes de sair de casa - pensei alto. 
O babaca do Marcos não me deixaria sair pra comer, ate porque eu cheguei não tem nem uma hora. Olha para o relógio e marcava 23:35. 
Vai ser uma noite longa...

Louis pov's:
Fiquei realmente curioso com esse lance do garoto de cabelos cacheados. Os únicos garotos de cabelo cacheados  que frequentavam o clube eram o John e o Harry, mas não podia ser o John já que o mesmo morreu de overdose a um mês atrás, então eu estava torcendo pra que seja o Harry e não uma assombração querendo puxar meu pé ou me perseguir. 
Mas aquilo realmente tinha me deixado intrigado. Eu quase nunca ouvi a Nessa reclamar por ter sido ignorada ou dispensada, o publico dela era sempre fiel e maluco por ela. Ate porque a Vanessa é incrível. Seus longos cabelos castanho escuro batendo ate a bunda e seu corpo cheio de curvas, suas unhas sempre feitas pintadas em um tom escuro puxado pro vinho, era sempre em um tom escuro, ou preto ou vinho, nunca a vi pintar de outra cor. Sempre de saltos por se achar baixinha, até porque seus 1,57 não ajudavam. Olhar marcante, pele bronzeada, completamente perfeita. 

A dois anos atrás quando ela pos os pés aqui eu me apaixonei completamente. Ela era mais menininha, tinha o olhar inocente e bem magrinha, já que foi ganhando músculos na dança conforme o tempo ia passando. Estava perdida na grande Las Vegas e acabou se encontrando no pior lugar para uma garota. Em uma conversa que tivemos ela comentou o como gostava desse lado dela, o lado selvagem, e de todas as outras Vanessas que ela vivia ali dentro. 
- Ei dude, lembra de mim? - disse o cacheado assim que me viu e abriu um sorriso fraco
- Como eu ia me esquecer cara? - disse o abraçando forte 
Eu e harry estudávamos juntos, eramos vizinhos e melhores amigos na época da escola. Eu acabei me envolvendo com pessoas erradas no último ano da escola e comecei a vender drogas, Harry infelizmente começou a usar. Costumávamos fumar maconha atrás da escola, mas nunca passou disso. Eu precisava de dinheiro e ele queria coisas mais "pesadas" já que a maconha não fazia mais efeito como antigamente. Ele começou a usar LSD, antes era nas festas, até que começou a usar todo dia. Eu me recusei a vender a ele pois ele já estava partindo pra outras drogas e ele ficou bravo, falou um monte de merda comigo e saímos na porrada. Bons tempos. 
- Por onde tem andado? Já faz um ano que eu não te vejo, ou ate mais! - disse me sentando de frente a ele e chamando o barmen - Um whisky por favor. - pedi e o barman assentiu. 
- Eu estava ocupado, com o trabalho e com o casamento. - disse levantando a mao e mostrando a aliança de ouro em seu dedo.
- Casamento? O grande Harold Styles casando? - o cara mais pegador da escola casou e eu aqui na merda, pensei.
- É, pois é. E sinceramente já estou me arrependendo. Minha mulher é um saco. Taylor é um pesadelo. 
- Então porque casou? - disse dando um gole na bebida que desceu rasgando.
- Ela ta grávida, 4 meses, eu achei que não tinha como ela ficar mais chata, ate ela começar a encher o saco com esse lance de desejos.
- Cara, se ela te faz mal se separa. Você tem que pensar em você, vai ficar levando isso por quanto tempo? 
- Ate eu arrumar outro emprego. O pai dela é meu chefe. Eu sou um imbecil. - disse com uma cara chateada e logo em seguida rindo de sí mesmo. 
- Então esse é o grande motivo de você ter dado um fora na Diamond? - eu disse rindo e dando outro gole - Eu sabia que tinha algo por trás disso. 
- Diamond? É a morena que dançou mais cedo? 
- A própria.
- Ela é incrível. Mas mesmo achando a Taylor um saco eu me casei com ela e tenho que ser fiel. 
- Ah Harry, fala sério, Taylor não esta aqui. O que custa um pouco de diversão? 
- Dinheiro Lou, custa dinheiro. A Taylor um super manipuladora, conta cada centavo da minha carteira escondido pra saber com o que eu gastei. 
- Meu Deus, você se casou com o Diabo foi? - eu disse fazendo o cacheado rir
- Quase isso
- Ela pelo menos é bonita? 
- É, bem bonita. É o que recompensa. 
- Então me diga, se não veio atrás de uma boa noite de sexo, e esta com esse mesmo copo de bebida desde que sentou aqui, o que veio fazer então? 
- Você sabe. 
- E você sabe o que eu penso sobre isso. Sabe que eu não gosto de te vender isso. Ainda somos amigos e eu quero seu bem. 
- Então porque vende isso pras pessoas? 
- Porque preciso do dinheiro. Dinheiro move o mundo. 
- Cara, eu não vou extrapolar, relaxa. 
Encarei o garoto por alguns segundos, ele parecia exausto e tinha um ar deprimido.
Revirei os olhos bufando e dei um gole na minha bebida.
- Do que você precisa? - respondi e vi o garoto sorrir fraco olhando para o nada. Não acredito que vou vender pra ele, sou um babaca mesmo. 
Vanessa pov's:

Estava trocando de roupa para minha próxima "apresentação" eu ia fazer um showzinho particular pra uns garotos, um deles estava fazendo aniversário hoje e não há nada melhor do que comemorar seus tão esperados 21 no The Purple Sin. Marcos disse que eles são um pessoa barra pesada, então eu só estou rezando para que não seja uns brutamontes. 
Como eu não os conhecia eu resolvi ir de Diamond mesmo. Cabelos naturais, sem peruca hoje, até porque eu odiava colocar aquilo na cabeça. Minhas botas pretas de cano alto e lingerie também preta de seda por baixo de uma fantasia de policial.
Fui caminhando ate as salas reservadas e a Alisson saiu de lá com uma bandeja na mao, provavelmente estava servindo eles.
- Meninnaaaaa, você deu sorte. São todos uns gatos, e o aniversariante então.... - disse dando pulinhos e se abanando com uma mão.
- Eu só espero ser bem paga hoje, preciso comprar uma geladeira nova e to juntando dinheiro faz tempo, mas sempre aparece um imprevisto. Preciso dessa grana de hoje. - disse sorrindo e piscando para a morena em minha frente. 
Respirei fundo e entrei na sala. Logo dei de cara com cinco caras, todos muito bonitos e arrumados. Pareciam ter bebido bastante e tinham marcas de beijo no pescoço, principalmente o que eu deduzi ser o aniversariante. Eles abrigaram um grande sorriso ao me ver, menos um deles que manteve o olhar fixo no meu, ele tinha tatuagens por todo braço, usava uma regata preta com o simbolo do Guns N Roses e calça jeans preta, tinha um cigarro entre os dentes e estava prestes a acender. 
- Fiquei sabendo que vocês se comportaram muito mal. Eu vou ter que prender e castigar um por um. - eu disse com as algemas em maos e eles gritaram comemorando e brindando suas cervejas. 
Vai ser uma noite trabalhosa.
 


Notas Finais


Bom, como eu disse, a história vai se desenvolver com o tempo, ate o terceiro ou quarto capitulo vai falar sobre como a Vanessa conheceu o Harry e um outro personagem que não irei revelar por enquanto kkkkk. A partir do quarto ela vai explicar o como foi parar no clube e vai falar mais sobre o passado dela e quem ela realmente é.
Espero que tenham gostado, bjocas <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...