História Diário [Real] - Capítulo 40


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Depressão, Depressivo, Diário, Drama, Kuzu No Honkai
Visualizações 9
Palavras 825
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


AEOOOOOOHH!!!!! >:P
Volteeei
Sentiram saudades? ...ninguém? ;-;
Claro que não, nem repararam que eu sumi.
Vamo pro cap logo :D

Capítulo 40 - Cap 40


Fanfic / Fanfiction Diário [Real] - Capítulo 40 - Cap 40

Quarta-feira                                                            12/07/2017

07:14- Deixa eu resumir minhas férias: muita, muita, muita felicidade, muita briga, muita conversa com a Z-chan, muita leitura, saí muito, melhorei meus desenhos e eu me mudei. Ah, meu tio morreu também, tinha esquecido dessa parte. Mas agora, por onde eu começo?

...Eu não sei se eu falei isso no capítulo anterior, ou se já tinha acontecido quando eu escrevi, já faz um tempo desde o último capítulo...voltando ao assunto, eu, junto com meu pai e meu irmão, comprei um livro chamado "Fortaleza Digital". Eu não sei bem como explicar a sinopse dele, só digo que gostei do livro, aprendi muito, tipo, eu nem sabia que encriptar era um trabalho. Também aprendi um pouco de pontuação, gramática e acentuação.

Nessas férias minha mãe brigou muito comigo por qualquer motivo. Teve um dia que depois da igreja, meu pai teve a idéia de irmos pra casa da minha irmã, até aí tudo bem, mas a mulher do meu pai também foi com a gente e minha irmã não gosta muito quando ela vai pra lá. Um dia depois, à noite, minha mçae me chamou...

"Mainha_Querem ir pra casa da sua irmã?

Eu_Mas a gente já foi ontem.

Mainha_Quem tava lá?

Eu_Eu, o Augustinho, painho, a mulher dele, Manay, o marido dela e a tia D(pra não falar o nome dela)

*Ela liga pra minha irmã*

Mainha_ Que história é essa que o Artur e o Augusto foram pra aí ontem?

Manay_ Não, eles não vieram não. - Era óbvio que ela tava mentindo. - Deixa eu falar com eles. - Ela passa o telefone pra mim. - Que história é essa que vocês vieram pra cá ontem? Eu não sei disso não. - Ela tava tentando me fazer mentir também.

Eu_ Manay, mentir só vai fazer a mainha ficar mais irritada."

Eu não lembro direito o que aconteceu depois disso, só lembro que minha mãe começou a xingar todo mundo, falando coisas tipo como se não quizesse ter filhos, como se tivesse se arrependido de ter filhos... E eu... Eu só aguentei tudo, calado, fingindo que tava tudo bem, fingindo que não me importo

Reverse_ Eu sei a resposta, mas...você tem raiva dela?

Eu_ Ela não me aceita, mente pra mim, me xinga, prefere pessoas falsas do que eu, prefere conversar com pessoas que vão pedir coisas em troca do que eu, mas eu não tenho raiva dela, não consigo. Até tentei não conversar com ela, mas não consegui, eu me sentia muito... me sentia como um lixo por não falar com minha própria mãe, mesmo que ela faça tudo isso comigo.

Sobre a minha irmã...é muita inocência da minha irmã mentir, ela acha que minha mãe não vai ficar com raiva se ela não souber a verdade. Mesmo que eu diga a verdade, minha mãe não acredita. Minha mãe sabe que minha irmã tá grávida, mas mesmo assim insiste em envolver ela nas brigas, ela insiste em colocar TODO mundo na briga. Mas...a culpa é sempre minha.  Ela pede: "Artur, carrega esse peso aqui pra mim." 8 caixas com cerâmica, 8 KG cada uma, depois ela me chama de preguiçoso, inútil e coisas do mesmo calibre. 

Ontem mesmo (12/07/2017) eu carreguei: uma mesa (7 KG), um vidro (9 KG), e 4 cadeiras. Como as cadeiras são leves nem conta. E o que aconteceu? Ela me repete a mesma coisa, "Nunca faz nada pra mim", "As pessoas da rua me valorizam mais que vocês", "Preguiçoso", e coisas do tipo. 'Vamo' mudar de assunto, né? Ainda tenho muita coisa pra falar.

Quinta-feira                                                   13/07/2017

07:24- <You make me feel invencible> Eu saí muito com meu pai nessas férias. Nesse final de semana eu fui pra casa da minha irmã, lá não tinha como eu escutar músicas porque meu celular não pega fone direito (eu acho que eu quebrei a entrada do fone). Quando eu cheguei em casa eu botei o fone (que tava no meu casaco o tempo todo), e liguei minha playlist pelo computador. Escutar as músicas me deixaram muito relaxado.

11:10- Ah, esse desenho na capa do capítulo, fui eu que fiz >:P. Eu peguei um desenho no Pinterest, baixei, coloquei no Paint Tool Sai, criei várias camadas por cima dele e fui decalcando (é assim mesmo que fala?)

Uns 15 minutos atrás eu tava falando com o C sobre inglês, eu tava ajudando ele a entender uma música, só que...

"Eu e C_ Blá blá blá... (eu nem lembro mais o que a gente tava falando) *V me interrompe*

Eu_ Cala a boca! - Me arrependi na hora. - ...desculpa, não devia ter gritado, nem falado isso... - Ela me olha como se tivesse imaginando mil e uma maneiras de me torturar. Escondo meu rosto com o capuz"

Agora ela quer me matar ;-; Eu até já pedi desculpa de novo.

Acho que é só isso por hoje. Ah, e desculpa por ter demorado. Tava com preguiça de escrever :P

Até mais.


Notas Finais


Até mais!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...