História Diario a Dois - Capítulo 25


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Visualizações 2
Palavras 540
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Escolar, Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Luta, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


OIIEE
Como estão? Saudades?
Então, a partir de agora a história a cada 2 capitulos de Deni e Rafa terá um capitulo de Tom e Carol (só para prolongar mais a história hauhsuahus)
Espero que gostem, boa leitura!

Capítulo 25 - Novos vizinhos (Tom)


Fanfic / Fanfiction Diario a Dois - Capítulo 25 - Novos vizinhos (Tom)

Eu realmente gostava muito da minha joia, Carol era uma das garotas mais incriveis que já tinha conhecido em toda minha vida. 
          Enquanto Carol se banhava no rio, eu lavava as roupas no nosso tanquinho improvisado feito de argila. 
- Por que você me chama de Joia? 
-Porque você é uma joia preciosa. Minha joia preciosa.
Seus cabelos respingados formavam uma teia, sorri com a comparação. Fui pego de surpresa ao ser abraçado pelas costas, acariciei seus bracinhos. 
-Fiz sopa. - Ela beijou o topo de minha cabeça. 
Ao almoçarmos, sentamos no cantinho de jogos e começamos jogar Uno até que ouvimos o barulho de carros. Carol olhou para mim com os olhos azuis arregalados e pensei que mais um pouco eles iriam cair das órbitas.
-É aqui mesmo. - Uma voz masculina disse. 
- Fique aqui. - Sussurei e abri um fechinho da porta, infelizmente fui percebido. 
Para minha surpresa os homens os homens ergueram as mãos para cima e se ajoelharam. 
- Desculpe-nos. Fala nossa lingua? - O homem era barbudo e trajava roupas toda preta, com um chapeu em couro, não tinha mais que 27 anos. 
Abri mais a porta e respondi-os
-Sim eu falo, o que fazem aqui?
-Você deve saber, a guerra... - Interrompi-o
-Sei, o que tem?
-Muitos foram recrutados, tiveram que ir para acampamentos e lá o sistema é de Feudo, fugimos e queremos arranjar nossa moradia, você mora sozinho?
-Não, tem eu. - Carol apareceu e foi para minha frente, saindo da casa. 
- O boa tarde, senhorita... - O homem cumprimentou-a tirando o chapéu. 
-Carol, meu nome é Carol. Este é o meu marido Tomas. -Marido, era tão bom ouvir isso da minha pequena, ainda mais sabendo que eu sou o marido.
-Muito prazer, estamos em 5 carros. Poderiam nos ajudar e fazer casas como essas?
-Só um minuto. - Entrei com Carol e fechei a porta. - Não gostei dele, muito assanhado. 
-Poxa Tom, deixa o cara! Ele só quer moradia, vamos exigir algumas coisas...
-Tipo o que? - Retruquei. 
-Tipo... Segurança, pedimos para que eles não robem nada nosso e que não deixem roubar. E união, que não haja briga por comida, nem territorio. Muito menos governo e religião. 
Fiquei pensando, eu precisava mesmo de novos companheiros, não que Carol fosse ruim, mas percebia que ela ficava entristecida por não tem uma amiga para conversar. Abri a porta e me dirigii ao homem.
-Como o senhor chama? - Perguntei a silhueta de chapéu.
-Meu nome é Tyler. - Ele disse simples. 
- Trouxe mulheres com vocês? - Nesse momento vi que Carol ficou espantada com minha pergunta, no caso não entendi a reação. 
- Sim trouxemos, algumas são solteiras... - Interrompi-o
-Não quero mulheres, quero companhias para minha esposa. - Fiz uma pausa. - Queremos segurança e nada de brigas por religião, governo, território, comida e não irão mexer com minha Carol. - Finalizei.
- Com todo respeito Tom, iremos cumprir. 
Os carros eram camionetes, com cerca de 6 pessoas em cada, havida de tudo. Homens, mulheres, crianças e idosos e todos magros e com os olhos no fundo. 
- Acho que iremos ter uma nova vida aqui, meu amor - Carol me abraçou e eu fiz o mesmo.


Notas Finais


E AI?? O que acharam do Tyler?
Muito obrigada por lerem, beijos e boa leitura!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...