História Diário da Harley Quinn ♡ - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Esquadrão Suicida
Personagens Harleen Frances Quinzel / Harley Quinn (Arlequina), Personagens Originais
Exibições 53
Palavras 758
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Hentai, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que estejam gostando ♡

Capítulo 3 - Ida para Vegas


Acordei primeiro e acordei Coringa com um beijo.

- Bom dia, Pudinzinho.

- Bom dia, gata.

- Gostou da nossa noite? - falei correndo os dedos por seu abdômen definido.

- Você tem uma foda boa! - disse apertando a minha bunda.

- Acordou animadinho, hein? - disse com um sorriso safado - mas levanta que temos que viajar para Vegas! Hahaha.

- É mesmo, o voo sai daqui... - ele olhou no relógio - Daqui a 40 minutos! Vamos tomar um banho e eu providencio alguma coisa pra nós.

Tomamos um banho rapidamente. Íamos sem maquiagem, para parecer pessoas mais "normais", éramos conhecidos pela maquiagem.

 Fomos logo para o seu avião (sim, ele tinha um avião só dele). O avião era como todos os outros, só que Coringa colocou o jeitinho dele ali.

Tinha uma cama no meio do avião e nós caímos em cima dela (como se faz em todas as camas hehe). 

Pudinzinho providenciou um café da manhã bem variado, como sempre fazia haha.

Depois, caímos no sono, porque a gente não dormiu direito e poucas horas depois, chegamos a Las Vegas.

- Caralho! Que lugar lindo! - eu disse observando tudo.

- Você ainda não viu nada do que vou fazer pra você hahahaha.

Como ainda era de tarde, Pudinzinho me levou para o nosso hotel temporário. Quando entrei, eu vi que também era maravilhoso, era um hotel 5 estrelas, aliás.

Tinha uma cama de casal enorme, frigobar, banheiro com chuveiro e banheira, hidromassagem, TV a cabo e mais um monte de coisas.

Fiquei no quarto assistindo TV, enquanto ele disse que ia sair pra resolver umas coisas.

Ele voltou umas 19:30, e comemos uma coisinha. E finalmente, fui fazer a entrevista com ele para o Cirque du Soleil. Esse sempre foi o meu grande sonho.

 ~ P.O.V Coringa~

Eu ia pagar todos os que estavam lá para contratar a Harley. Só que eu pensei: "Vou deixar ela fazer a entrevista e se não der certo, pago todo mundo". Ela conseguiu passar só pela entrevista. 

É claro que estávamos andando meio disfarçados, sendo discretos e com identidades falsas, eles só conhecem a gente por causa da maquiagem.


        ~ P.O.V. Arlequina ~

Eu estava muito, muito feliz.

- Gatão, vai logo indo pro hotel. Vou só resolver uma coisinha aqui.

- O que que cê tá aprontando? - disse ele com um sorriso safado no rosto.

- Você vai ver... - disse lhe dando um selinho demorado.

Entrei numa loja que vendia fantasias para a noite de 👉👌. Comprei uma fantasia de policial maravilhosa, com algemas, cacetetes e tudo.

Cheguei no hotel e encontrei Coringa deitado na cama, dormindo. Me tranquei no banheiro e troquei de roupa rapidamente. 

Acordei ele com um beijo. 

- Já che... Que que é isso, hein? - disse ele já com uma ereção na calça.

- É só uma surpresinha para você... - disse com a voz sexy. Dei uma volta. 

- O que acha?

- Gostosa pra caralho. Vem cá.

Ele tentou me agarrar mas eu não deixei. 

- Nananinanão. Essa noite, eu fico no comando haha.

- Como quiser, policial.

Peguei as algemas e prendi seus pulsos na cabeceira da cama. Ele estava só com uma calça moletom.

- Você está sendo um menino muito mal! - dei um tapa na bunda dele.

 Fui tirando sua calça e percebi que a ereção dele já era bem visível.

- Já?! E eu nem comecei!

Dei um selinho por cima da cueca. A tirei. Comecei um movimento de subida e descida com a boca, lubrificava tudo. Senti o gosto do seu pré-gozo. 

- Vai goza na minha boca... - falei dando uma mordida de leve.

- Aaahhh...

Ele gozou e eu engoli, como se fosse a coisa mais gostosa do mundo.

- Ainn, me solta já chega de tortura...

- Não... Nada disso...

Sentei em cima do seu pau, e comecei a rebolar.

- Acho que você já pagou pela pena... - disse dando um beijo demorado nele, enquanto soltava as algemas. 

Ele me pegou pela cintura e ficou por cima de mim, se livrou da parte de cima da minha mini-camisa e tirou junto o sutiã. Ele chupou meu seio com muita intensidade e deu uma mordida de leve.

Lambeu-me toda, quando finalmente chegou na calcinha. A tirou com toda a vontade e comecei a torturar-me com a língua. Ele enfiou dois dedos e continuou lambendo meu clitoris.

- Vai goza...

O obedeci e ele pegou seus dedos e colocou-os na minha boca, chupei com vontade, como ele havia ordenado.

Parei de chupar e ele colocou de uma vez seu membro em mim, fez movimento rápidos e intensos.

- Isso, queriddoo... Vai enfia tudo...

Ele colocou tudo e dei praticamente um grito.

Terminamos cansados um ao lado do outro e rapidamente dormimos.





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...