História Diario de intercâmbio - Capítulo 39


Escrita por: ~

Postado
Categorias Chandler Riggs, The Walking Dead
Tags Chandler Riggs, Romance, The Walking Dead
Exibições 91
Palavras 1.493
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


GALEERA❤ TD BOM COM VCS? Gente, a fic acabou, mas Eu tive uma ideia, sabe quando a Hana estava no jardim e o Chan chega? Ent, acho que seria legal se Eu explicasse para vocês sua mini aventura até ela, ent chega de enrolaçao e vamos lá! P.o.v de Chandler

Capítulo 39 - Extras


estou confuso, por que Hana mentiu para mim? Ela nao precisava me proteger, eu posso escolher oque Eu quero, e claro que seria Hana, eu posso entrar em qualquer faculdade depois, mas ela...é diferente, ela é aquela garota que eu nao troco por nada, ela é minha. bem, se Eu tenho esse pensamento por que eu a deixei ir? Agora que ela se foi eu sinto um vazio 24 horas, nada tem mais graça ou cor, estou realmente triste, vazio.

- Chandler?

olho para trás e vejo Grayson entrar no meu quarto, ele está com uma cara cansada, como se nao tivesse dormido o dia inteiro.

- oi Gray- levanto da minha cama

- eu soube que Hana foi embora ontem.- ele diz triste

- é..- tento mostrar indiferença mas fica claro que nao é verdade

Grayson suspira e senta ao meu lado, ele Fica me encarando enquanto eu olho para os meus dedos, "por que ele está me olhando assim?" Penso, eu nao estou o vendo mas sei que ele nao para de me encarar.

- algum problema?- olho finalmente para ele

- sim, você deveria ir atrás dela

olho incrédulo, Grayson é bem direto, ele me olha como se estivesse falado a coisa mais obvia do mundo.

- oque te faz pensar que eu queira ir atrás dela?- pegunto com raiva.

- por favor Chandler..- grayson fala soltando uma risada irônica- até parece que você a esqueceu, todo mundo sabe que você a ama.

- tal vez esteja errado!

- eu sei que nao estou- Grayson fala calmo- também sei que você nao vai ser idiota o bastante de deixar a garota da sua vida fugir de suas maos.

eu podía dar um fora nele, podía expulsá-lo do meu quarto e voltar a dormir, mas nao, faço a coisa mais rídicula do mundo, começo a chorar, Grayson me olha confuso, acho que ele nunca me viu chorar, diferente ele, que sempre foi chorao, quando eramos pequenos nós tinhamos viajado para uma fazenda e falei que ele nao podia subir no cavalo, porque era grande demais para ele, só sei que chorou a viagem inteira, sempre achei ele meio mimado, oque é estranho, porque Ryan, meu irmao que morreu, ele que era o caçula.

- nao precisa Chorar chandler- ele diz me dando apoio- só vá atrás dela.

ele tira alguma coisa do bolso, é dinheiro, mas nao é pouco dinheiro, é muito, tipo 1.000 dollars.

- nao, eu nao quero- digo negando com a cabeça

- para de ser idiota- ele fala- eu quero que você encontre ela, além do mais, ela é a melhor cunhada que eu já pedi.

rimos e entao pego o dinheiro, observo Grayson, ele é um ótimo irmao, antes da morte do Ryan, meu irmao, eu nunca fui muito perto de Grayson, mas hojelguns dia em dia, somos mais que irmãos.

- eu sou um horrível irmão comparado com você sabia?- pergunto

- é, eu sei- ele diz e depois ri.

acabo comprando as passagens para o outro dia, oque eu nao esperava é que o dia ia começar todo errado, eu acordei tarde porque nao conseguia dormir, nao achei o endereço da casa dela no Brasil, só sei que ela mora em Santa Catarina, perdi o voo, e o próximo aviao para Santa Catarina é daqui a 2 meses, por que tanto tempo? Estamos com uma das piores nevascas aqui na Geórgia, eu nao sei se aguento, eu preciso ver a Hana.

***----******------*******----********-----********-----****

depois de alguns dias eu acabo entrando na Faculdade, que é praticamente do outro lado do País. Acabo me despedíndo dos meus país, de Grayson e Brooke, que acabou indo com agente para o aeroporto, acho que realmente Gary e Brooke estao tendo alguma coisa, eles vivem de maos dadas e cochichando no ouvido do outro. E Eu sei que nao é do jeito amigo, porque fiz o mesmo com Hana, ficava cochichando e sempre tentava pegar na mao dela...Hana, quando penso nela meu coraçao se estralhaça, eu sinto saudades dela, acho que, nem saudades mas Muitas saudades. Sinto saudade de quando ficávamos rindo ou dando uns amassos no banco de trás, eu nao quero a esquecer e quando sair o primeiro voo eu vou estar lá. Já perguntei para Brooke onde ela mora, que parece que é um estado no sul do Brazil, "Santa Catarina", Brooke me disse que também por conta da morte da mae de Hana, oque acabou comigo, ela acabou se mudando para outra casa, onde Brooke irá me dar todas as informaçoes que puder de Hana.

- Chamada para o voo 20342

era o meu voo, para um lugar bem longe daqui, olho uma ultima vez para trás e entao me despeço de Atlanta, pronto para enfrentar novas histórias.

------******-------******-----********-------********-----

- entao seu nome é Chandler?

estou desarrumando minha mala, Quando cheguei em Seattle acabei indo direto para a Faculdade, onde aluguei um quarto na mesma.

- aham- respondo para o meu colega de quarto- e seu nome é qual mesmo?

- Ryan Murphy - ele diz piscando e se jogando na sua cama- olha, já vou avisando que sou festeiro, que passo o dia inteiro vagabundeando e perdendo aula.

- entao por que está aqui?- retruco

- sei lá- ele dá uma risadinha- acho que é porque meus país me obrigam, eles querem que seja alguma coisa na minha vida.

sorrio e volto a desfazer minha mala. Meus país nunca me obrigaram a estudar, mesmo eu nao sendo o estudioso, bem, sou melhor que Grayson nessa questao, sempre o ajudei em Álgebra.

- olha, qual é seu nome mesmo?- digo meio constrangido por ter esquecido.

- Ryan

assim que ele fala meu coraçao se aperta, meu irmao se Chamava Ryan, Ryan Riggs. Acho que estou meio atordoado com isso, acabo sentando na cama, por que o nome dele tem que ser igual a do meu irmao? Estava achando um Horror mas agora estou vendo por outro lado, esse Ryan é bem parecido com o meu irmao, cabelos loiros, festeiro....talvez Deus tenha me dado uma segunda chance. Onde posso fazer tudo diferente.

 

- prazer Ryan.- estendo minha mao e ele aperta- acho que vamos ser bons amigos.

- é, também acho- ele diz sorrindo de lado.

nesses anos todos eu me sentí muito culpado pelo oque aconteceu com meu irmao Ryan, eu estava dirigindo o carro bebado, eu acabei com a vida dele. Sei que nao posso voltar no passado mas estou sentindo que alguém lá em cima está me dando uma segunda chance, de agir diferente.

2 MESES DEPOIS......

estou correndo as pressas para chegar ao carro lá embaixo, vou acabar perdendo algumas aulas..mas quem se importa? Eu finalmente vou vê-la, isso sim que importa.

- Chandler! Você vai perder seu voo!- Ryan grita buzinando

- já estou aquí, já estou aqui- digo entrando carro as pressas- que horas sao?

- 11:02

- 11:02?- surto- o voo é de 11:30!!

- entao acho melhor eu acelerar- ele diz acelerando o carro.

já corri com o carro, Mas Ryan nao está fazendo isso, nao, ele está voando, com certeza se tivesse uma Blitz agente seria presos. Quando chegamos no aeroporto sao 11:19, saio correndo para fazer o check-in, mas quando chego lá a mulher da companhia começa a falar:

 

- desculpe senhor, mas infelizmente o voo já vai decolar.

nao, nao pode ser, eu nao aguento ficar nem mais um minuto longe da Hana, é agora ou nunca

- moça, você tem que deixar ele passar- Ryan fala

- mas infelizmente...- ela começa

- você nao tá entendendo- digo cortando-a - esse é o único voo disponivel para o Brazil em meses, eu preciso entrar, tem uma menina que eu nao posso a deixar na mao ok? Eu já deixei ela sozinha por muito tempo.

a mulher me olha me examinando, e entao ela acaba pedindo minhas passagens, sorrio e o entrego, acabo me despedindo do Ryan e entro no Aviao. Quando já estamos nas nuvens, começam a vir várias imagens de Hana, de cada risada,olhar,beijo.. Acabo escrevendo em um papel e quando vejo ele virou uma carta de declaraçao, acabo guardando no meu bolso, quem sabe seja útil uma hora.

Quando chego no Brazil, me sinto um pouco deslocado, nunca vim para o Brazil, muito menos sei falar portugués, vai ficar meio difícil tentar me comunicar com alguém.

- HELLO, ARE YOU AMERICAN?

um cara do meu lado me pergunta, eu respondo que sim e ele acaba falando ingles comigo, dizendo que é taxista e pode me levar ao meu destino. O agradeço e entao entramos no carro, a viagem inteira eu sinto que estou ficando louco, minha boca está seca e minhas maos ficam suando todo tempo, eu nem se oque fazer quando a ver, mas entao, a vejo, eu acabo entrando dentro do quintal e a vejo sentada na grama olhando para um dente de leao.

​é agora

​respiro fundo e toco seu ombro.

 

 

 

 


Notas Finais


Gente!! Espero que tenham gostado e nao deixem de comentar e favoritar, PS AQUI: estou fazendo uma nova fic, que se chama "o segredo do amanha" se vcs pudessem dar uma lidinha eu ficaria grata❤ link da fic: https://spiritfanfics.com/historia/o-segredo-do-amanha-6619091


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...