História Diario De sobreviventes 2.0 - Capítulo 4


Escrita por: ~ e ~gaabylennon

Postado
Categorias Originais
Tags Originais, Resident Evil, The Walking Dead, Walkers, Z Nation, Znation, Zombies, Zumbi, Zumbis
Exibições 3
Palavras 1.330
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Científica, Luta, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 4 - Dear diary, I see zombies


flavia pov 

- mas... Não gosto muito da Bea nem da Isa... Não sei ao certo, elas estão mMuito proxima dos nossos garotos- eu estava conversando com a Geovana. Realmente eu não gostava delas, desde que elas chegaram os meninos praticamente esqueceram da nossa existência. Guilherme eu entendo, a Gabi não está mais ficando com ele, não porque ela esteja com raiva ou algo do tipo. Ou é? Mas todo ser humano precisa de atenção, Guilherme começou a ficar com a Beatriz por necessidade... Mas a Gabi ainda não sabe disso. Apenas eu. Agora o Felipe eu realmente não entendo, ele sempre ficou frequentemente grudado em mim, agora ele não está tão junto assim, e olha que eu beijo ele todo dia.

Eu estava sentada na cama, Geovana já tinha ido embora, estava cantando uma música qualquer de olhos fechados

- Hey princesa... Ta acordada?- Felipe perguntou, abri os olhos e assenti- fá, podemos conversar?

- claro! Senta aqui- eu disse me sentando na cama e  ele se sentou ao meu lado

- to com saudades de ficar só com você

- mas a gente tá só agora

- não ficar deste jeito. Digo ficar de... Ah você entendeu

- sério?- ela riu

- umhum

- e...- ela se aproximou de mim e sentou no meu colo- você ligasse mais pra mim... A gente poderia fazer algo

- eu ligo pra você- eu disse enterrando meu rosto no pescoço dela e inalando o perfume

- liga mais pra isa- ela disse começando a se mover sobre meu colo

- claro que não, ela não é ninguém perto de você- eu disse puxando-a mais pra perto- aliás, eu nem g-gosto d-dela- os movimentos estavam começando a fazer efeito

-não?- perguntou sorrindo maliciososa

-n-não... Fá tranca a porta- eu disse e ela imediatamente levantou e trancou

- então melhor verificarmos se eu sou realmente melhor não? - ela disse enquanto se aproximava. Depois disso me lembro apenas de roupas espalhadas por todo o quarto. Fazia mais de 5 meses desde que nós ficamos tão juntos assim e devo confessar estava com saudades. Ao final apenas deitamos, conversamos um pouco

- Fá, o Guilherme tá com a Bea não está?- eu perguntei

- sim..

- ele está trando a Gabi de novo?

- na verdade ele não voltou com a Gabi... E quale... Ele tamben precisa de alguém. Mas se ele não precisasse, se a  namorada dele já desse o que ele necessitasse ele não conversaria com outras...

- indireta?- eu perguntei

- talvez...

- legal... Com licença- eu disse me  levantando e juntando as minhas roupas vestindo as mesmas

- você É um puta de um interesseiro- ela disse- sai mesmo daqui e não me procura mais

- mas eu não falei nada

-  mas eu não posso jogar apenas uma indireta contra sua vida e você se sentir ofendido queridinho querendo defender a amiguinha, você é um filho da puta. Veio aqui, fez o que queria e agora vai embora...quero que você morra! 

Gabi's POV 

Depois da minha "reconciliação" com o Guilherme, eu decidi que não ficaria mais com ele por um tempo, eu queria recomeçar na amizade, acho que foi um deslize meu ter dado aquele beijo nele. Faz algumas semanas que estamos "morando" em uma ... Cabana, meio que uma pequena fazenda, é bem fechada, nesse tempo entraram mais duas meninas para a equipe de sobrevivência, Isa e Beatriz. Guilherme estava bem próximo da Beatriz, mas eu não poderia falar nada nós dois não namoravamos nem nada. Tínhamos que arranjar um jeito de pedir ajuda. Mas não tem sinal de nada nesse mundo, tudo acabou. Nosso objetivo era ir para a Rússia, lá tinha uma cidade cercada por um muro alto... Mas não tinha como cruzarmos o atlântico sem um avião.

 

Estava sentada conversando com a Geovana e der repente esculto uns gritos vindo do quarto na mesma hora fui correndo ver o que tinha acontecido. Apenas vi Felipe saindo do quarto com raiva, passou por mim e esbarrou no meu ombro. Olhei para a porta e abri. Flávia estava sentada na cama tentando segurar o choro. Ficamos um tempo conversado com ela, ela então nos explicou sobre a Isa e o Felipe. Geovana ficou com ela enquanto eu ia preparar algo para comermos ( não tínhamos muita coisa). Assim que sai do quarto, senti uma mão no meu braço, olhei para trás e Guilherme estava lá, ele saiu me arrastando até a despensa da fazenda.Eu claro tentei relutar, mas, obviamente, ele era beeem mais forte. Assim que chegamos ele me colocou lá dentro e trancou a porta, logo após acendeu a luz

- Gabriela... Fala logo qual é seu joguinho- ele perguntou escorando na parede cruzando os braços

- que jogo- franzi o cenho

- você até outro dia estava dando birra porque eu estava conversando com a Beatriz. Agora você passa por nos dois, finge que não está vendo e ainda anda me ignorando

- não te ignoro

- você fala apenas o básico comigo

- o que quer que eu fale? " oi tudo bem? Como foi hoje comer a Bea? "

- eu não como ela- ele disse 

- ainda... Mas se pensa que está a me fazer ciúmes Guilherme, lamentando te informar agora, mas, eu realmente não me preocupo com sua vida. Não somos namorados, nem parentes ou coisa do tipo- eu disse já me preparando para ie embora- agora se me der licença, tenho mais o que fazer- eu disse tentando passar, mas ele bloqueou minha passagem

- não somos namorados mas já fomos. Você com certeza está com algum ciúmes. Sinceramente você me confunde... Até dois meses atrás estava me beijando falando que sente saudades, agora finge que somos completos estranhos que se falam por obrigação... Resolva sua vida moça

- você não tem que entender- empurrei ele para o lado, destranquei a porta e sai. Ele tinha batido a cabeça na parede, mas, nem me importei e fui embora.

Guilherme's POV 

Meninas são todas confusas. Principalmente a Gabi. De eu estava tentando provoca-la? Claro que sim... Aliás, a Bea já sabe da minha história e ficamos apenas para tentar fazer a Gabi sentir ciúmes. Não está dando certo. Faz mais ou menos meia hora que eu e Geovana combinamos algo...

Flavia´s POV 

fiquei mais alguns segundos deitada na cama, lembrando o quanto eu estava brava! em seguida levantei, peguei uma mochila que estava na fazenda ( provavelmente pertencia ao antigo morador que por sinal tinha feito algo grave pra alguem pois estava enforcado e pendurado no celeiro com a palavra mentiroso escrita no seu corpo, mais eu ja estava desviando meus pensamentos... Puis uma cantil de água, uma roupa extra uma barra de chocolate, um enlatado, uma caixa de fosforo e mais algumas coisas dentro da mochila. peguei minha bowgun e algumas flechas e desci as escadas, dei um abraço na gabi, e ela sem entendei retribuiu, me despedi do gulherme e das meninas, mais não tinha visto Felipe a algum tempo então sai, passei pelo portão da fazenda e segui sozinha pela noite por uma estradada  de terra caminhei uma noite e um dia. e assim que o sol do segundo dia saiu entrei em um carro abandonado e me deitei um pouco no banco de traz e percebi que eles nao tinham sentido minha falta até agora.

Acordei com uma horda passando, sim eles fazem muito barulho! eles eram muitos e se me vissem eu estava definitivamente F-O-D-I-D-A! tentei fazer o menos barulho possivel até o radio que  Gabi tinha me dado para nos comunicarmos começou a fazer barulho de televisão sem sinal, um barulho tao alto e insuportavel que até um zombie voltaria da vida só pra poder dar tiros nas proprias orelhas, ficar surdo para nao ter que escutar aquilo. meus pensamentos estavam focados no quanto o barulho era alto que nao percebi que os zombies tinham notado minha presença, ai sim soube que estava ferrada !


Notas Finais


recomendo escutar Nuclear - Mike Oldfield enquanto le a fic <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...