História Diário de sonhos - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags bizarro, Estranho, Fantasia, Ficção, Mistério, Non Sense, Novela, Sem Sentido, Sonho
Visualizações 2
Palavras 829
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Escolar, Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Magia, Mistério, Poesias, Romance e Novela, Sobrenatural, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Drogas, Heterossexualidade, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Esse sonho foi muito longo :' - 0
aproveitem..

Capítulo 5 - 23-07-2017



Hoje, sonhei que minha mãe e seus amigos iriam pra uma festa, e tinha que buscar algo meio perigoso. mas já estava de noite e onde eles iam não permitiam crianças. Então me colocaram em um muro muito alto, não sei como, mas colocaram, e tinha arbustos de rosas com muitos espinhos dos dois lados. Esperei um bom tempo... Até deitei, mas o muro era bem desconfortável, tinha até um pequeno degrau que me servia de travesseiro. Algumas partes onde eu deitava, era coberto de muco, e o muro era bem áspero, feito de pedra. Tentei me acalmar um pouco, enquanto olhava para o céu, com muitas estrelas, nuvens quase desaparecendo, e uma lua minguante. Eu cochilei em um sono leve, quando acordei, vi alguém me chamar:

-- Ô Gio!!! O que esta fazendo ai?? E muito perigoso!!!!! Venha para a festa :D

-- Vou esperar minha mãe chegar. -- Eu o respondi. E ele:

-- Esta bem, depois eu te chamo então... --

 Eu cochilei mais um pouco até a minha mãe chegar, e ela não chegou a um tempão... E o menino que tinha me chamado, tinha voltado:

-- Ei!! Parece que ela não vem... Então, quer ir para a festa? -- E eu pensei, está bem, pois parece que minha mãe não volta é nunca, e afinal, esse menino vai pra mesma festa que eu vou. Então eu Respondi, perguntando:

-- Está bem, pode ser, ninguém merece esperar. Mas como e que eu desço daqui? --

-- Eu te busco dai de cima! -- Ele me respondeu.

-- Ok. -- E eu respondi a resposta dele.

Eu estava vendo ele ir pra outro lado, e eu observando em cima do muro. Foi quando levei um susto porque ele apareceu atrás de mim. E ele riu por eu ter me assustado, e depois de rir, ele me disse:

-- Aqui tem uma das melhores passagens secretas. Perfeito pra brincar de esconde-esconde. -- E eu respondi:

-- Uau! Passagens secretas! --  Então eu fui la em baixo pela passagem secreta. O menino enquanto eu passava pela passagem, que era um caminho meio longo, me disse:

-- Muitos vão pra passagem secreta apenas pra olhar o céu, e outros vão pra fumar ou beber -- E eu fui para a festa com ele. Eu vi que a festa estava quase pronta, ainda estavam tirando os móveis da casa e enchendo balões. E o menino disse:

-- Os adultos nos deixaram brincar enquanto a festa se arrumava. que eu saiba também terá uma festa amanhã, por isso estão tirando quase todos os moveis, menos a do quarto, a cama deixaram pra poder dormir, ou deixar um bebê dormindo quando madrugarem --

Eu simplesmente ri, porque não tinha muitas coisas pra contar. Então chegou uma menininha com uma bola rosa quase de seu tamanho, e uma estrela estampada.

-- Vamos brincar de bola?? -- Ela perguntou. E eu disse:

-- Não tem muito espaço pra jogar bola. -- Essa parte do sonho eu não lembro muito... Mas acho que brincamos de várias coisas bem legais.

O menino me disse depois de várias brincadeiras:

-- Giovanna!! Você é tao legal e calminha!! Nunca vi uma menina igual a você. As outras meninas que eu conheci só querem saber de maquiagem e namorado, já você só quer ser uma criança e se divertir. -- Eu fiquei meio sem jeito.

-- Ninguém me disse isso além de você! Nunca vi um menino tão brincalhão e simpático como você, foi muito bom ter te conhecido. -- Eu o respondi. Com certeza, essa foi uma parte estranha do meu sonho que acho que eu gostei, não sei porquê. Então, a menina da bola, foi sentar em um espaço la fora, quando ela foi acertada por um móvel. Então eu voltei no tempo e puxei ela, e ela me disse:

-- Oxi menina deixa eu ficar aqui -- e depois foi acertada pelo móvel. Eu voltei no tempo de novo e sentei no lugar dela antes dela chegar. E ela disse:

-- Ah, ótimo, agora estou sem lugar, sai dai!!! -- E eu respondi:

-- Não!! você vai s-- -- E eu fui interrompida pelo móvel que me acertou. Eu ouvi um som agudo em meus ouvidos, e tinha uma tela preta em meus olhos, e minha cabeça estava girando e doendo muito. Depois de um tempo, eu acordei em um lugar estranho, numa cama. Levantei, e eu vi o menino ali meio triste do lado da porta. Antes que eu falasse alguma coisa, ele me abraçou, e eu abracei ele. O abraço que dei nele, durou muito tempo, e ele já estava estranhando o porque eu estar abracando por muito empo, então eu o soltei, e fui pra sala. O pessoal gritava todo feliz

-- Gente!! A Giovanna esta viva!!!! EBAAAAAA A Giovanna Esta viva!!!. -- E eu fiquei feliz, sabendo que salvei uma vida em troca da minha, e eu ainda fiquei viva.
E acordei.


Notas Finais


Pelo menos esse sonho teve um pouco de sentido.
Espero que tenham gostado


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...