História Diário de um amor intenso - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Barbara Palvin, Chaz Somers, Christian Beadles, Justin Bieber, Ryan Butler
Personagens Chaz Somers, Christian Beadles, Justin Bieber, Personagens Originais, Ryan Butler
Tags Possessivo, Psicopata, Rivalidades, Romance, Suicida, Vinganças
Visualizações 201
Palavras 2.020
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Policial, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi, angels!!!😚😚😚
BOA LEITURA!!💙💙💙

Capítulo 13 - Eu estou machucando à mim mesmo ficando longe dela.


Fanfic / Fanfiction Diário de um amor intenso - Capítulo 13 - Eu estou machucando à mim mesmo ficando longe dela.

P.O.V'S Luke

Eu preciso fazer algo, eu preciso ajudar a Megan. Eu não posso deixar que o Justin à mate. Ela é a única que pode me ajudar à ficar com a Violet.

Rodava de um lado para o outro da sala, tentando pensar em uma forma de salvar a vida de Megan.

Peguei meu celular e procurei pelo número de Tyler, o suposto infiltrado da Megan que está na equipe do Bieber.

P.O.V'S Justin

Peguei meu canivete mais afiado me aproximei de Megan.

-Vai ser ótimo voltar à pratica com você.- falei e fiz dois cortes da sua bochecha, um de cada lado.

-Justin...- disse tremula e com os olhos cheios de lágrimas.

-CALA A BOCA.- finquei o canivete em sua perna.

-AAAAAAAAAH!- gritou e começou a chorar.- Não me machuca, eu não mereço isso. Porque me torturar por causa daquela vagabunda que te traiu?

-Ela é mãe dos meus filhos.

-Eu poderia muito bem substitui-la. Eu seria uma ótima mãe pro Logan e pro Jason.- disse entre lágrimas.

Gargalhei.

-Eu preferiria que eles fossem órfãos o resto da vida.- falei.

-Por que você me trata assim? Eu te amo. Eu jamais te trairia.- disse entre lágrimas.- Eu te amo Justin Bieber.

-Vá você e o seu amor pro quinto dos inferno.- cortei seus braços.

-Você vai perdoar a vadia da VioletVai ser otário à esse ponto.

-Eu prefiro ser otário ao lado do amor da minha vida.- falei.- Aliás eu nunca deveria ter brigado com ela. Eu estou machucando a mim mesmo ficando longe dela.

-IDIOTA!!- gritou.- SERÁ QUE VOCÊ NÃO VÊ QUE ELA AMA O LUKE. VOCÊ VAI SER CORNO O RESTO DA SUA VIDA SE VOLTAR COM ELA.

-CALA A BOCA!!!- peguei minha arma e apertei o gatilho... porém alguém virou minha mão, fazendo o tiro acertar a parede.

Me virei e vi Tyler.

-O que você está fazendo aqui?- perguntei, foi quando ele me deu uma pancada na cabeça e eu desmaiei.

P.O.V'S Narrador


Na parte de cima do galpão, RyanChazChris e mais alguns seguranças ouviram o barulho de tiro.

-Eu vou lá.- disse Ryan.

-Você sabe que o Justin odeia que interrompa as torturas dele.- disse Chris.

-Eu também acho que devíamos descer. O Tyler sumiu do nada e eu não confio naquele cara.

-Eu também não.- disse Ryan.

-Parem de implicância com o cara.- disse Chris.

Ouviram barulho de passos rápidos vindo do porão do galpão.

-Vocês cerquem tudo lá fora.- ordenou Ryan para alguns seguranças e eles obedeceram.- Vocês venham comigo.- disse indo em direção a entrar do porão sendo seguido por ChrisChaz e alguns seguranças, todos armados.

Ao chegarem no corredor do enorme porão, virão uma sombra de uma mulher e um homem correndo.

-Peguem eles!- ordenou Ryan e todos o obedeceram.

Ryan foi procurar por Justin. Entrou na sala de tortura e senti seu corpo estremecer ao ver aquela cena. Justin completamente ensanguentado caído no chão.

-Ryan, você encontrou o Jus...- Charles olhou para Justin ali caído e sua boca se formou em um "o".

Os dois não sabiam o que fazer. Eles estavam em choque com aquela cena.

-Dá pros dois babacas pararem de ficar me admirando e me ajudar a levantar caralho.- disse Justin.

-Filho da puta, eu achei que você estava ferido. Viado do caralho.- disse Ryan irritado, ajudando Justin a se levantar.

-Esse sangue não é meu, porra.- disse Justin.- Eu só levei uma pancada na cabeça.

-Chega, depois dessa, eu nunca mais vou acreditar que você morreu. Nem se te velarem.- disse Chaz.

Justin revirou os olhos.

-Pegaram os filhos da puta?- perguntou Justin.

Ryan olhou para Chaz e Justin fez o mesmo. Ele os olhou sem expressão e depois sorriu.

-O que a nossa equipe não consegue.- disse Chaz.- Eles já estão à sua espera, senhor Bieber.

-Ótimo.- sorriu Justin.

P.O.V'S Megan

Por pouco Tyler não mata Justin. A sorte é que eu me joguei em cima de Bieber e impedi que Tyler o mata-se. E por ironia do destino, agora eu seria morta pelas mãos do próprio Bieber.

P.O.V'S Justin


Cheguei no lado de fora do galpão e a vagabunda da Megan e o filho do puta do Tyler, estavam a minha espera.

-TylerTyler, o que eu deveria fazer com você?- perguntei.- Você mexeu com a pessoa errada, Tyler.- suspirei.- O que ela te deu em troca? Dinheiro, poder, sexo?

-Se eu quisesse sexo,eu teria procurado a sua mulher? Afinal de contas, ela é tão vadia quanto a Megan e é muito mais gostosa.- disse Tyler, me deixando com muita raiva.

Eu parti para cima dele e dei um soco em seu rosto o jogando no chão. Comecei a esmurra-lo e dar diversos chutes em seu estômago.

Eu socava com ódio.

-Nunca mais ouse a falar da Violet.- peguei minha arma e a enfiei na boca dele, dando dois tiros.

Peguei um galão de gasolina e e joguei na Megan.

-Vocês dois merecem a morte.- peguei uma caixa de fosforo.

-Justin, por favor, eu te imploro.- se ajoelhou na minha frente.- Não me mata. Eu prometo que vou sumir você nunca mais vai ouvir falar sobre mim.

-Eu não confio em você.

-Então me mata com um tiro. Não me faça sofrer desse jeito.- disse entre lágrimas.- Tudo o que eu fiz foi por amor. Você não faria coisas piores pela Violet?

Me aproximei dela e apertei suas bochechas com força.

-Nunca mais se aproxime da Violet, dos meus filhos ou de qualquer um da minha família.- falei.- Essa é a última chance que eu vou te dar.- falei.

-S-sério?- gaguejou.

Sorri de canto.

-Mas é claro que não.- acedi o fosforo e joguei nela.

-AAAAAAAAAAAH!- deu um grito histérico. Eu dei dois tiros em cada uma de suas pernas, para que ela não corresse.

-Bota fogo no corpo do Tyler também.- ordenei para um dos seguranças.

Megan ainda gritava muito, chegando a me dar dor de ouvido.

Entrei no galpão e fui até o meu escritório pegar a chave do meu carro.

[...]

Cheguei em casa e entrei em silêncio para que ninguém me visse naquele estado e fui tomar um banho no banheiro do quarto de hospedes onde eu estava dormindo nesses últimos dias.

[...]

P.O.V'S Violet


Eu estava lendo pela milésima vez aquele papel de divorcio que a advogada insistiu em deixar aqui.

-Eu não posso assinar isso.- deixei uma lágrima escorrer no meu rosto.

-Não mesmo.- ouvi a voz do Justin e me virei para ele que secou minha lágrima.- Eu não quero que você assine esse papel.- pegou o papel da minha mão e o rasgou.

Comecei a chorar.

-Me perdoa!?- pedi.

Justin se aproximou de mim e me olhou nos olhos, logo depois iniciando um beijo calmo e carinhoso. Um beijo repleto de saudade.


Notas Finais


😍😍😍
Até o próximo capitulo.
Bjs💋💋💋


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...