História Diario de um garoto gay - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Drama
Exibições 7
Palavras 556
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS

Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Mutilação, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 7 - Acredite! Sua vida é uma merda!


A crença é uma coisa bem estranha, mas nós convivemos com ela desde que só existia um ser humano no mundo.

E eu acredito que minha vida tá acabando, tudo de ruim está acontecendo comigo, já pensei até em me matar! (se eu já soubesse do que ia acontecer, eu teria me matado).

Sinto alguém me chamando aos gritos, e senti alguém me puxando. Acordei e vi meu irmão sorrindo para mim.

- O que você está fazendo aqui Scott?? – perguntei

- eu vim para o enterro do pai – respondeu com uma lágrima escorrendo pela bochecha – volte a dormir, depois a nós conversamos.

- mas eu não estou com sono! – reclamei

- VOLTE A DORMIR! – ele gritou

Eu acordei ofegante, assustado, com dor de cabeça. Tudo aquilo não passava de um pesadelo.

Meu irmão estava na Rússia, como ele ia vir tão rápido para cá?? (eu to ficando louco)

Desci as escadas quase caindo em cada degrau. Eu não lembrava do dia anterior. Sentei no sofá, liguei a televisão e vi uma noticia preocupante.

“ACIDENTE GRAVE ACONTECE NA VIA MAIS IMPORTANTE DA CIDADE”. “ UM AVIÃO DESPENCOU DO CÉU MATANDO MAIS DE 100 PESSOAS!”

- Ah não! Onde tá minha mãe?! Vou ligar para ela!

Peguei o celular e liguei..

Ela demora para atender.

- ah puta que pariu! Atende logo a poha do telefone!

Ela atende

- graças a deus! Mãe você ta bem??

- estou sim meu filho. Mas o que houve?

- é que aconteceu um acidente numa via.... E eu fiquei preocupado!

- não querido, eu estou bem. Mas eu vou ter que ficar aqui na casa da sua tia, por causa desse acidente

- okay mãe. Quando você volta??

- talvez amanhã. Não sei. Mas tenta ficar bem. O sua amiga deve estar chegando aí, eu falei que você não estava bem. E que era pra ela ficar tomando conta de vc

- poha mãe! Eu não sou mais criança! E aliás, eu to brigado com a nick!

- nick? Que nick? Ah, a nicole. Mas eu não chamei ela! Eu chamei a Catherine!

- O QUE? Eu não to acreditando!ah mãe, tchau.

Desliguei e sai resmungando pela casa.

Quando ouvi alguém batendo na porta.

Eu não acreditava que eu tinha que aturar a Catherine!! Ela é mt chata!

Sai correndo para atender a porta

- ooie nicholas! Quanto tempo não é mesmo?

- é neh, eu pensei que nunca mais ia te ver.... Bem que podia ter acontecido.....

- o que você falou?

- eu? Eu não falei nada...

- que bom! Bem... A sua mãe falou que você não estava bem, então eu trouxe umas coisinhas que vão te acalmar...

Ah cara, e por acaso ela sabe do que eu gosto?! Faz quase um século que eu não vejo ela!

Eu ignorei e fui sentar no sofá

Mas logo ela foi pra sala colocar um dvd de uma série que eu nunca ouvi falar

- então lindinho! Eu queria aproveitar que a gente ta sozinho aq... Eu queria falar isso pra você desde do dia que a gente se conheceu...- falou descendo a mão pelo meu corpo

-hm..... O que você quer falar?

- eu acho que você ja sabe - falou colocando a mão no meu membro e apertando.

Eu tirei a mão dela dali e falei

- cara, eu sou gay!

A expressão dela de decepção foi eminente

Eu juro, eu fiquei com muita vontade de rir, mas eu também fiquei com muita pena

- gay? Sério?? Que desperdício!! Depois dessa eu vou até embora...

Ela levantou e saiu..



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...