História Diário de uma Adolescente - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amor Proibido, Aventura, Mistério, Romance
Exibições 31
Palavras 448
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Hentai, Lírica, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Mutilação, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Ola Meu Leitores queridos! como vocês estão?

Ai está como prometido, mais um cap.

Bom dia, Boa tarde, Boa noite!

Então let's Go!

Capítulo 15 - It Can Not Be!


Fanfic / Fanfiction Diário de uma Adolescente - Capítulo 15 - It Can Not Be!

Na manhã seguinte levantei-me ligeiro, eram mais ou menos 8h, bem isso não é cedo, mas tudo bem. Desci as escadas devagar não queria acordar Marcos. Chegando na cozinha sentei-me na mesa e comecei a comer! A empregada estava lavando os pratos, mas como assim pratos? Alguém já tomou café?

 

-É licença, o Marcos já comeu? – Perguntei confusa!

-Sim senhora, ele acordou logo cedo, comeu e saiu, não disse onde ia! – Ela respondeu!

-Okay! Obrigada. – Falei saindo da mesa e indo para o quarto.

 

 Cheguei no corredor, em frente a porta de Marcos e à abri, esperando que ele estivesse ali, mas não! Ele não estava lá, ele havia saído, suas roupas estavam jogadas como quem saiu com muita presa, se celular ficou em cima da cama. Isso é muito estranho!

  Peguei o seu celular e olhei na sua lista de registros:

 

 Ultimas ligações!

 

Petter --------------------------------- 07h30

Petter --------------------------------- 07h45

 

 

  Quem deve ser esse tal de Petter? O que ele queria essa hora da manhã? Por que Marcos saiu logo após suas ligações? O que eles devem estar fazendo?

 

Minha cabeça se encheu de dúvidas. Dúvidas cruéis, cuja a resposta eu mesma dava. Eram respostas sofredoras, respostas horríveis.

 

  Sentei-me em sua cama e liguei para Petter.

 

-Olá meu amor, já está chegando? Não vejo a hora de te beijar! – Petteer falou!

 

  Fiquei boquiaberta, não sabia o que dizer, não sabia o que falar, não estava pensando direito, várias coisas vinheram a minha cabeça como:

 

Me matar

Me enforcar

Pular de um precipício

Morre afogada

Cortar meus pulsos

Matar Marcos

Ficar calada

 

 Nenhuma dessa eu fiz, eu decidi fazer outra coisa, uma coisa que nunca havia feito, “me vingar de quem me fez mal”.

 

 Corri para o meu quarto chorando, peguei toadas as roupas e coloquei-las na mala peguei um marcador permanente e fui até o quarto de Marcos!

 

Lá havia uma parede branca, com várias fotos. Arranquei todas, joguei-las no chão, pisei em cima, depois com o marcador escrevi na parede a seguinte frase:

 

“Oi meu amor, serio? Não acredito que você fez isso! Mas eu tenho uma coisa para lhe dizer: Você vacilou comigo e agora eu irei te mostrar como satanás faz fogo no inferno! Beijos meu amor e cuidado”.

 

 Eu sei que ficou parecendo coisa de psicopata, mas não ligo, Marcos agora vai sofrer pelo que fez comigo.

 

 Sai da casa sem que ninguém me visse, fui para um apartamento, um pouco longe da casa de Marcos, mas isso não me impedira de colocar meu plano em pratica, aliás eu não irei usar o Marcos, mas sim outra pessoa!

 

 Acho que nem preciso mais ir falar com o primo dele, agora tudo está mais esclarecido.


Notas Finais


Espero que vocês gostem...Tchau e até amanhã!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...