História Diário de uma garota homicida 2° temporada - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 26
Palavras 782
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Escolar, Fantasia, Festa, Hentai, Magia, Romance e Novela, Sobrenatural, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


1-Genteeee eu acabei de ver que cometi um erro GRAVE PRUM CARAIO
Tipo,o Death Note é da Verônica e o Gustavo tem as flechas envenenadas 😒 e eu troquei a porra toda,me digam se querem que eu deixe assim ou eu troque de novo?Me digam nos comentários por favor jsksk
2-Desculpa pela sumida aqui,eu fiquei sem criatividade e também fiquei meio ruim esses dias (psicologicamente) e não conseguia escrever direito,vou tentar postar mais eu juro,foi isso beijos e boa leitura ❤️

Capítulo 4 - Família imPERFEITA


Fanfic / Fanfiction Diário de uma garota homicida 2° temporada - Capítulo 4 - Família imPERFEITA

Pelamor de Ally leia as notas do autor jsjsksj

(Leia ouvindo Faded-Alan Walker) 

Mandy volta pra floresta e eu vou ver como Mei e Verô estão indo.Chegando lá vejo as duas cansadas e suadas de tanto treinar.

ANNYYYYYY-Gritaram juntas vindo correndo em minha direção.

Dei um sorriso meio forçado,não estou nem bem,nem mal.

Anny-Vamos avisar todo mundo pra ir pra casa,chega de treinar por hoje.

Pararam na minha frente. 

Mei-Anny...ta tudo bem? 

Anny-Sim-disse eu com o sorriso mais forçado possível. 

Mei-Então ta...

Recebi uma ligação,dificilmente atendo alguma ligação mas senti que deveria.Era o maninho me pedindo pra ir pra casa,tipo,na casa dos nossos pais,avisei as meninas e fui ao lugar onde ele me pediu,no caminho senti novamente aquela dor e insegurança de sempre.Eu me lembro...de um dia em que Johnny prometeu que sempre estaria do meu lado,me ajudando em tudo,e eu pergunto...Onde você está agora?Acho que era tudo realmente coisa da minha cabeça...você e seu amor idiota eram apenas minha imaginação me enganando de novo...merda!Por um momento não me sinto mais aqui...me sinto desaparecendo...estou desaparecendo do meu próprio mundo,estragando a merda da minha vida com coisas que não deveria!Como consegue me convencer sempre?Sempre caio na mesma armadilha de merda!Droga!Quebro algumas coisas no caminho...olho pros meus pulsos...tem cicatrizes de cortes por toda parte,socorro...mas isso tudo é quebrado pelo maninho segurando minha mão e perguntando se estava tudo bem

Anny-Sim maninho,eu to bem e você? 

N-Sim...ta mesmo bem? 

Anny-Claro-menti tentando parecer o melhor possível,falhando como sempre. 

Ele me levou até em casa,ele falava coisas mas eu estava completamente viajando,do nada ele fica quieto,apenas...o silêncio perturbador...algo que me deixava inquieta de mais...Do nada ele pergunta

N-Maninha? 

Anny-Oii? 

N-Você não me respondeu... 

Anny-D-desculpa...eu não prestei atenção...desculpa mesmo... 

N-Tudo bem maninha...mas...eu perguntei...qual é a sua com o Johnny? 

Anny-Longa história...é tudo uma merda...odeio lembrar de tudo,entende?Ele consegue ser bem fofo e um otário ao mesmo tempo.Sei lá... 

N-Ah...entendi...

Chegamos,era uma casa até que bem bonita,meus pais,ali estavam os filhos das putas que me abandonaram...e ali estava a retardada que nem sequer tentou procurar a família...talvez todos estamos um pouco errados...mas pela cara deles eles se lembram muito bem de quem sou e me odeiam ainda mais.Mas a culpa não é minha,eu acho...eu queria ser perfeita...mas não posso. 

(Leia ouvindo Dollhouse-Melanie Martinez) 

Eu estava vestindo meu vestido preto,o que eu amava,e logo eles reclamaram disso,mandaram eu e o maninho pro quarto. 

N-Maninha...tenho que te contar uma coisa sobre isso...a nossa família é completamente estragada...tipo...o pai trai a mãe com uma mulher estranha,a mãe sabe mas tipo,ela nunca fala nada,apenas pega bebidas e bebe até ficar bêbada e desmaiar,achando que irá resolver...eu fico no meu quarto...chorando...

Anny-Não duvido nada...desde a primeira vez que vi ela no hospital já senti algo ruim. 

A Mãe bate na porta e nos chama para o jantar

N-Já vamoosss

Logo descemos para a sala de jantar e nos sentamos,meus pais me olhavam como se pudessem me matar a qualquer momento.Logo veio o que eu esperava ouvir. 

Merry-Anny...Você deveria agir mais como menina,usar mais rosa...menos preto...andar como uma dama...ou pelo menos na frente das pessoas...você deve ser perfeita...a sociedade quer uma coisa e nós temos que obedecer...

Interrompi ela me levantando e falando 

Anny-Não!

1-Eu AMO preto

2-Quem ta andando sou eu o problema é meu

3-Eu não ligo pro que essa sociedade merda pensa...eu não quero agradar pessoas que nem gostam de mim

Merry-ANNY!ESSE COMPORTAMENTO É INAPROPRIADO! 

Anny-Foda-se

Merry-Oh!Mas que insulto! 

N-kwjsksk melhor maninha de todas kdkdkkd

Rem-Anny!Comporte-se! 

Anny-Me obrigue porra! 

Eles se sentiram "insultados" e calaram a boca,depois eu saí de lá e fui pra minha verdadeira casa,já cansada de tanto "ponha uma máscara de felicidade e bondade e finja ser quem não é só pra agradar a sociedade de merda!Eu cheguei em casa putassa e já fui pra cozinha,peguei um pacote de cookies e fui pro quarto.O pior é o maninho...vê as coisas que ninguém mais vê...sendo obrigado a ser perfeito para agradar a sociedade...comi todos os cookies e entrei no meu modo lokura,que acontece sempre que como algo com chocolate,fico completamente doida,mais do que o normal e perdi o controle. 

Anny-Aaaaa caralhooooo uhuuuuuuu

Liguei pra Mandy mandando ela vir aqui em casa AGORA e em pouco tempo ela estava aqui.Todas ficamos chapadas de chocolate e completamente retardadas. 

Anny-MANDYYYYY OUVE ESSA MÚSICAAAAA

Mandy-Qual Aninha? 

Anny-Essa! 

Botei o gemidão e ela ficou putassa correndo atrás de mim pela casa,dava medo porque ela usava seus tentáculos para andar e me lembrava muito o Slendy,dificilmente eu lembro o que acontece quando estou assim,então tentei fazer o máximo de merdas possíveis.Saímos correndo gritando pela rua e cantando

Anny-CHEGUEEEEIIII TO PREPARADA PRA ATACAR

Mei-QUANDO O GRAVE BATER EU VOU KIKAAAARRR

Verô-NA SUA CARA VOU JOGAR

Mandy-E REBOLAR 

Anny-Mano se minha mãe tivesse aqui ela ia ter um ataque do coração kdkdkdkkdkf 

Demos risadas altas e escandalosas,depois voltamos pra casa e dormimos muito

Continua... 




Notas Finais


Genteeeeee desculpa mesmo a demora eu prometo de dedinho tentar postar mais. Where are you now? AMO ESSA MÚSICA SOCORROOOOOOOOOO
E por favor me respondam sobre ali em cima g suis fjjdjdjjf beijos e até o próximo capítulo ❤️❤️😘😘😘😍😍😍


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...