História Diário de uma suicida - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens Jackson, Mark, Personagens Originais
Tags Escolar
Exibições 25
Palavras 3.067
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Escolar, Festa, Luta, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oie gente fofa hoje eu vou posta o novo capitulo o que vai acontecer com a (S/N)
Bom vamos parar de conversa e bora para o capitulo
Beijos Kawaii

Capítulo 3 - Primeiro dia de aula parte 3 o amor começa


Daniel POV'S

Eu fiquei muito revoltado com isso que eu não pensava em mais nada, mas eu sabia que não ia deixar assim eu fui em direção do Novato que estava paquerando a minha garota, mas eu dei um tapa muito forte na (S/N) que ela saio voando para o outro lado da quadra o novato olhou para mim com uma cara de raiva e me deu um soco na cara.

- Você ficou louco para bater na (S/N) ?.- Ele apontou para a (S/N) caída no chão.- É em mim que você quer matar não ela.

Quando ele disse isso é como se minha raiva fosse embora, ele correu até mim me deu um soco em seguida de um tapa, dai ele voltou para perto da (S/N) mas a minha raiva voltou dai eu peguei aquele baixinho ( Autora: O Daniel tem 1, 90 de altura e a sem nome tem 1,56 de altura, então tem uma noção de força e tamanho vamos voltar para a historia) dei um soco mas ele desviou e eu ia dar outro soco nele e desta vez eu acertei ele em cheio eu vi a (S/N) se levantar do chão mas eu não dei bola pra isso eu continuei a bater no novato, então a (S/N) correndo para separar a briga 

- Parem de brigar, por favor.- Eu vi a marca roxa no rosto dela.

- Eu não quero s que você fique namorando ele, eu não quero que você fique perto dele.- Ela me olhou tipo ''E o que você tem a ver com a minha vida?''

- Olha aqui Daniel você pode ser o meu Oppa, você pode ser o mais popular do universo, o mais gato da galáxia, você pode até ser o pica da galáxia, mas você não é ninguém para me dizer com que eu devo e não devo ficar, e se eu tiver namorando ele? o que você vai fazer vai me matar?... Agora eu quero que você pesa desculpa para o Suga...-E a interrompo

- Mais...- Ela me interrompe

- Mais nada pesa desculpa para ele.

- Desculpa, por te bater eu prometo nunca mais te bater ou qualquer coisa do tipo com você.- E eu olho para a (S/N) e ela parecia esta furiosa.

- Suga por favor.

- Desculpa Daniel, e eu também prometo não te bater mais ou qualquer coisa do tipo com você.- E eu olhei novamente para a (S/N) e ela estava feliz

- Agora eu nunca mais quero ver vocês brigando por minha causa ou por mim, vocês entenderam?.- ela olhou para nós dois com um olhar tipo''Não me faça, repetir de novo''

- Sim, nós entendemos muito bem o que você falou.- E o novato falamos ao mesmo tempo.

- Okeay.

Ela pegou na mão do novato e saiu arrastando ele  para fora da quadra e eu senti que eu perdi ela para sempre eu não aguentei e sai dali mais furioso do que eu já estou, mas eu respirei fundo e fui pra casa até que eu tenho uma ligação de uns de meu amigos era o Simon

- Alô Simon é ai cara como você esta ?

- Bem, mano e ai pegou a (S/N) ? E ai fala como foi!

- Ixiii esquece você pode pegar pois ela gostou mesmo do novato que entrou hoje.

- Nossa cara o não fica assim não pois ela, vai comer na minha mão... Ou melhor na nossa mão.

- A não, não me diga que é uns de seu s planos de conquistar garota?

- É sim.

- Tá faço de tudo para conseguir o amor dela.

- Então tá vamos fazer assim...

(S/N) POV'S

Eu sai da quadra furiosa, e sai arrastando o Suga comigo até o ''meu'' esconderijo, mas antes a gente passou na sala para pegar as mochilas

- Obrigado.- Ele corou na hora

- Pelo que?

- Por ter me defendido do seu seguidor.- Eu vi ele sorrindo de canto.

- Tem nada não se precisar, pode me chamar.- Eu sentir a minha bochechar arder pela primeira vez na vida.

Depois que eu terminei de arrumar a minha mochila o meu pulsos começou a arder e muito eu olhei e lembrei que eu tinha me cortado hoje de manhã, eu não aguentei e sai correndo para a enfermaria e vi que o Suga também estava correndo atrás de mim e me viu que eu estava com a mão no pulso e viu as gotas de sangue no chão da escola, quando eu cheguei na enfermaria a porta ainda estava aberta, então eu entrei.

- Enfermeira, faixa para o meu braço por favor.- Os meus pulmões estavam ficando sem ar, eu comecei a ficar fraca e não aguentei ficar em pé e cai ajoelhada.

Eu não tinha forças para respirar a minha visão estava começando a ficar embaçadas e a unica coisa que eu vejo é o Suga entrando na enfermaria e se ajoelhando perto de mim 

- (S/N) você esta bem... (S/N)...(S/N).- Ele me balança tentando me acorda.

SUGA POV'S

Eu começo a balançar a (S/N) w gritando desesperadamente o nome dela quando a enfermeira chega, ela começa a se desesperar 

- O que aconteceu aqui?.

- Eu não sei quando eu cheguei ela já estava no chão!.- A enfermeira começa a olhar tudo em volta a procura de algo.

- A coloca ela aqui.- A enfermeira aponta para uma marca de hospital.

Eu peguei a (S/N) no colo, e coloco ela na marca e quando eu vejo uns cortes no braço dela e aquilo me deixou curioso quando a enfermeira chegou me empurrou para o lado, e começou a enfaixar o braço da (S/N), depois que ela termina ela enfia uma agulha com uma mangueira que leva a um saquinho de soro no outro braço da (S/N) mas eu também vejo que ele tem umas marcas que furos e é sem para.

- Jovem eu acho melhor você ir, para sua casa ou melhor você espera lá fora.- Eu não podia deixar a (S/N) aqui.

- Tá eu espero lá fora.

Eu vou até os bancos que tem no corredor e sento lá espero 2 minutos e acabo e dormindo e nos meu sonho eu sou uma criança 

SONHO POV'S

- Omma olha o que eu encontrei no chão.- apareço com um colar de Yin Yang preta com uma bolinha branca só que metade.

- Que bonito filho agora entre e guarde este colar e vá lavar as mãos para comer.

- A omma eu posso, ficar mais um pouquinho ? Por favor.- Eu estava insistindo para ficar do lado de fora.

- Ta bom só mais um pouquinho.- Ela enta dentro de casa.

Eu estava procurando um lugar para colocar o colar que eu encontrei, mas eu não achei e quando eu entro dentro de casa eu começo a escutar a voz da (S/N), e do nada a cena muda como se eu vise a (S/N) na janela do quarto dela com uma corda no pescoço e eu salto a cerca de casa e abro a porta da casa dela e subo as escadas e vou direta mente para o quarto da (S/N) pego ela por trás e ela começa-se a se debater mas eu viro ela de frente para mim e ela estava chorando e eu vou me aproximando para perto dela e...

REALIDADE POV'S

Eu acordei muito assustado e quando eu acordo a enfermeira abre a porta para me avisar de que a (S/N) já esta acordada, quando eu entrei na enfermaria eu vejo a (S/N) sentada de cabeça baixa, eu começo a me aproximar dela e vejo que ela esta chorando

- O que foi pequena ?.- Espera eu nunca chamei uma garota de ''Pequena" tá mas deixa isso para lá eu começo a acariciar o seu rosto.

- Já esta na hora de contar... Eu não aguento mais sofrer, eu sei que você viu as marcas em meu braço e isso tudo é o que eu desconto em mim.- Ela começa a chorar mais ainda.

- Calma pequena eu vou te ajudar, tá?.- Eu a abracei forte e dei um beijo em sua cabeça, mas o que esta acontecendo comigo? Bom isso não importa o que importa é que eu vou ajudar ela.- Vamos pra casa.

- Tá.- Ela seca as lagrimas e eu a ajudo a se levantar.

Nós dois fomos até a sala pegamos as nossas mochilas, fomos até a saída da escola, eu a companho ela té a sua casa já que a casa dela é bem ao lado da minha, nós nos despedimos mas eu deixo o meu numero dentro da bolsa dela, cada um vai para sua casa, quando eu entro dentro de casa eu vejo os meninos sentados no sofá como se nada estive-se acontecendo e ai eu já desconfiei 

- Tá conta, o que esta acontecendo ?. Todos olham para mim com cara de maliciosos 

- É sério Suga você mó conhece a garota e já vai dando o seu numero para ela ?.- Sério isso Jimin ?

- É quando você vai convidar ela para dormi com a gente aqui ?.- A não Jin você também ?

- Não sei... Espera o que você quer dizer com isso ??.- Espera eu corei ??

- Nada... Nada não eu só pensei quero dizer nós seis pensamos quando é que você vai namorar?.- Eles me olharam com cara de maliciosos.

- Aff.- Bufei e fui para o meu quarto 

(S/N) POV'S

Quando eu cheguei em casa eu fiz o máximo para que os meus pais não desconfia-se de nada, então eu tentei fazer o máximo para não fazer nada anormal

- Filha você conhece os novos vizinhos ??.- Ela estava olhando umas contas.

- E não quem são ?.- Tive que ir para a cozinha.

- Lembra o caminhão de mudanças ontem que você viu pela janela do seu quarto ?.- Ela olhou diretamente para mim.

- Sim?.- Puxando a cadeira para sentar.

- Então eu vi que eles são 7 garotos e um deles tinha a sua idade.- Ela me olhou com um olhar que dizia ''Quando você vai namorar?''.

- Tá eu vou para o meu quarto tá?... Se precisar de mim eu vou esta escutando musica.- Eu meio que desconfiei da minha Omma.

- Ok... Filha eu tenho que falar, uma coisa.- Ela me chama de novo bem na hora em que eu ia levantar.

- Sim.

- Eu e seu Appa vamos viajar e vamos deixar esta casa na sua responsabilidade e amanhã eu prometo ligar para você, tá?.- Eu fui surpreendida com tamanha surpresa.

- Tá pode ir sem problemas e amanhã eu não vou pra escola.- Eu estou muito feliz.- Posso ir para o meu quarto ?

- Sim.

Eu estava loucamente, ansiosa para ficar sozinha em casa, pena que eu não tenho o numero do Suga ou de algum amigo dele, mas fazer o que né, eu estou louca para faltar amanhã na escola, quando eu cheguei no meu quarto  fui jogar a minha caixa de laminas no lixo e acabei derrubando a minha bolsa no chão em cima do meu pé.

- Ai cassete meu pé... espera o que é isso ?.- Eu peguei um pequeno papel que tinha um nome e o numero.- Ah Suga tá vou te adicionar.

Eu peguei o meu celular eu adicionei no meu what app e iniciei a conversa

- Oi 

- Oi como vc esta minha pequena? = )

- Bem e vc ? = )

- Bem e como é que esta o seu rosto lindo?

- Bem só com a minha boca dolorida.

- Tendi vc vao pra escola amanhã ?

- Não e vc ?

- Também não.

- Amanhã eu vou ficar sozinha em casa.

~QUEBRA DE TEMPO~

Passamos a noite toda conversando até que ele me fez um convite de dormi na casa dele, eu fiquei meio sem graça mas eu aceitei, ele ficou muito feliz, até que eu fui perceber que já eram 3:33 da manhã, nós fomos dormi quando eu acordei a minha Omma estava do meu lado acariciando os meu cabelos 

- Bom dia.- Eu dei um sorriso 

- Bom dia Omma.- Eu levante ficando sentada na cama.

- Filha o que foi isso no seu rosto ?

- Ah, isso não é nada eu só bati o rosto na parede de novo.- Eu fiquei sem graça e a minha omma levantou e foi em direção da minha mini geladeira  e pegou um soco de gelo.

- Toma filha ta muito feio isso tem certeza que esta tudo bem ?.- Eu comecei a abaixar a cabeça como se eu tivesse chorando isso sempre funciona.

- Sim omma.

- Filha eu vou ligar pra você as 10:30 ta.- Ela me deu um beijo na bochecha em que estava doendo.

- Tá.

- Vou estabelecer as regras...- Eu a interrompi

- 1 Não é para eu fazer uma festa. 2 Não é para eu convidar nenhum garoto para vim aqui em casa a não ser o Ken e os novos vizinhos. 3 Não é para eu ter relação sexual com ninguém. 4 Não é pra mim trazer animais aqui pois eu tenho alergia a pelo. 5 Não coma nada pela casa pois pode trazer ratos, baratas e formigas. 6 Não atendo o telefone depois das 7 da noite.

- Isso mesmo, agora eu já vou indo ta bom meu amor ?.- Ela me deu um beijo de despedida.

- Tchau Omma.

- Se cuida tá ?.- Meu padrasto gritando em quanto o carro esta longe.

Quando os meus pais saem, eu fecho a porta da entrada e pego o telefone,e ligo a televisão coloco no programa favorito, até que eu começo a receber mensagem do whatsapp, mas eu ignorei, deu 10:30 0 telefone toca

- Aló ?

- Oi (S/N) como você esta o seu café esta na geladeira e se você tiver com mais fome tem uma lasanha no microondas, tá bom ?.- Ela estava gritando por causa dos barulhos dos carros.- QUERIDO VAI DEVAGAR, OLHA O CAMINHÃO AMO CALMA AHHHHHHHH.- Eu só escutei um barulho de batida e comecei a ficar desesperada.

- OMMA, OMM?.- Desliguei.

Eu fiquei com medo de que o carro em que estava a minha Omma e o meu padrasto tivesse se chocado com um caminhão, até que eu esperei por 30 minutos até que o telefone toca de novo.

- Aló ?.- Peguntei desesperada

Aló aqui é da policia da rodovia você conhece uma moça chamada Jin-Kyong e um homem chamado Jung-Su ?

- Sim são os meus pais o aconteceu com eles?.- Olhos começaram a se encherem de lagrimas.

Sinto muito dizer mais eles morreram.- Comecei a chorar e não sabia o que fazer.

- Não mas isso não é possível em que carro eles estão?.- Eu não sabia o que fazer diante da quele problema.

Até que o policial fala a cor certinha do carro da minha Omma eu comecei a chorar sem parar e eu não aguentei a dor e me joguei em cima da minha mesa de vidro quando eu me joguei um monte de caco de vidro voou pra cima e caiu sobre o meu rosto fazendo um corte na bochecha e um na testa, e me levantei e peguei um caco bem afiado e comecei a cortar os braços todo e comecei a gritar também, e corri até o meu quarto e peguei uma corda e pensei que era isso que eu tinha que fazer.

SUGA POV'S

Eu estava no meu quarto vendo uns videos do you tube, até que o J-Hope invade o meu quarto que nem louco

- SUGA, SUGA A (S/N), ESTA NA JANELA COM UMA CORDA NO PESCOÇO E TEM UM MONTE DE POLICIAL NA RUA TENTANDO ACALMAR ELA.- Na hora eu lembrei do meu sonho, e fui correndo pro quintal.

- Mas o que esta acontecendo aqui?.- Cutuquei o Rap Monster.

- Parece que a (S/N) vai se suicidar.

Eu sai de lá correndo, passei pelos policiais correndo.

- Ei, garoto não entre ai.- Eu nem ligue para o que ele estava falando.

Quando eu entrei a sala estava com um monte de cacos de vidro pelo chão bem no centro da sala estava com sangue, eu subi as escada correndo e entrei em todos os quartos e no último eu vi a (S/N) em pé na janela e se preparando para pular. Eu corro em direção dela e agarro ela pela cintura e ela começa a se debater.

- DEIXA EM PAZ ME DEIXE PULAR AGORA É QUE EU DESISTO DE TUDO.- Ela estava gritando e chorando.

- Mas enquanto as pessoas que gosta de você?.- Virando ela de frente a frente

- Eu não tenho ninguém que gosta de mim.- Ela abaixou a cabeça.

Eu fui aos poucos tirando a corda do pescoço dela, ela foi levantando a cabeça quando eu tirei por completo a corda do pescoço dela, eu segurei o rosto dela entre minhas mãos e ela olhou para mim com os olhos vermelhos

- Agora me responda por que você queria fazer tamanha loucura?.- Ela segurou os meus pulsos 

- Meus pais se foram e agora eu não tenho ninguém.- ela começou a chorar .

- Não você não esta sozinha.- Eu não sei o que foi que aconteceu que eu beijei ela.

Em quanto eu a beijava eu comecei a deslizar a mão no copo dela até chegar a cintura, a quilo estava tão bom que nós dois fomos andando até a cama dela deitamos sem perceber estávamos nos beijamos até que eu parei.

- Você não esta sozinha.- Eu dei um selinho nela e levantamos da cama.

- Espera eu não estou me sentindo bem... Ai.- Ela não aguentou e desmaiou.

Ela caiu mo chão desmaiada, eu não aguentei de desespero e peguei ela no colo eu sai correndo de dentro da casa dela e levei ela para fora, quando o policiais viram eles chamaram uma ambulância eu não podia deixar a (S/N) nas quelas condições, então eu levei ela correndo para a minha casa quando eu entrei e subi correndo e fui correndo para o meu quarto, quando eu cheguei lá eu coloquei a (S/N) e foi checar os batimento do coração e a respiração.

- Suga a ambulância chegou.

~Continua~


Notas Finais


Gente comente o que achou da fic e coloca nos comentários quem vcs querem na fanfic tipo
4 minutes
Got7
Exo
Ou se preferirem mencionem um nome de algum amigo ou amiga de vcs.
Beijos Kawaii


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...