História Diário de uma viciada - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Álcool, Deus, Drama Drogas, Impossível, Romance, Sonhos, Superação
Exibições 2
Palavras 1.531
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Luta, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Bom gente mais um capitulo da minha FIC . Espero que gostem *-*

Capítulo 5 - Mudança de vida


Fanfic / Fanfiction Diário de uma viciada - Capítulo 5 - Mudança de vida



Quando você tem o apoio de sua família para lhe ajudar a superar todos os obstáculos. Você, se torna uma pessoa diferente, com outra perspectiva. A sua família lhe ensina quando criança o que é bom, e o que e ruim, mas, cabe a você a levar esses ensinamentos para o resto de sua vida. Quando criança os pais de Helena lhe informaram sobre os problemas das drogas e o uso de álcool, mas, quando Helena Começou a usar drogas não pensou nisto, mas, pensou depois sobre como isto acabou com a sua vida e de todos a sua volta. 

Quando começou a usar drogas não pensou nas consequências dos seus atos do que isto poderia prejudicar a sua saúde. Só queria viajar no mundo mágico que as drogas proporcionam, porém, é um momento momentâneo e que quando acaba você só sabe se martirizar por conta do que ocorreu. Se culpando e informando em pensamentos que você conseguirá sair deste vício, mas, logo volta atrás e acha que necessita disto Para sobreviver. Helena acha que há muito preconceito quando se trata em uma pessoa viciada em drogas e álcool, mas, acha isto um pensamento tão primitivo quando você, descrimina uma pessoa apenas pela forma de viver a vida, invés, de ajudar a pessoa a mudar de vida para sair de qualquer tipo de vício que prejudique a vida. Helena planeja participar de palestra para saber mais sobre o assunto. O próximo projeto da Helena e escrever um livro de autobiográfica sobre o seu vício de drogas para se descobrir e ajudar pessoas que assim como ela são viciadas em drogas. Helena espera conseguir o emprego na editora, pois, assim terá pareceria e assim e possível que fique mais fácil para produzir o seu livro e para publicá-lo. 

Após Helena ter este pensamento escutou o seu celular tocando, mas, não sabia quem era, pois, era número desconhecido. Ao atender percebeu que era da editora e começou a ficar nervosa e a suar frio, mas, ficou sem palavras ao escutar o Senhor Santos informando sobre as pessoas que foram selecionadas para trabalhas na prestigiada Editora Santos. Quando Senhor Santos informou que Helena era uma das selecionadas para trabalhar na editora, ela não sabia o que falar. Ficou tão feliz e só queria saber de comemorar mais uma vitória em sua vida e queria saber qual eram os outros selecionados, mas, Senhor Santos, não queria passar informação, pois, queria fazer surpresa e queria que todos descobrissem quem era os selecionados no primeiro dia de trabalho. Helena nunca havia ficado tão ansiosa, foi informado que o emprego começaria amanhã, Helena, foi dormir muito feliz.

Helena acordou cedo para que pudesse preparar tudo para o primeiro dia de serviço. Estava tão ansiosa que rapidamente tomou café da manhã, pois, às 08:00 começará o seu expediente e não deseja de atrasar 

Após tomar café da manhã Helena pegou o transporte público para iniciar mais um dia em sua vida, mas, em um emprego que no futuro espera ver resultados significativos. Quando Helena chegou ao seu novo emprego, mas, ficou mais nervosa, pois, não sabia como reagiria neste novo emprego. Deseja se dar bem com todos os funcionários. Helena lembrou-se novamente do homem que a estava entrevistando e não soube explicar, mas, desejava saber mais sobre esta pessoa, que não deixa seus pensamentos, mas, como Helena e uma pessoa teimosa. Que havia fechado o seu coração para amar novamente, pois, tem medo do que possa acontecer e assim magoe mais e mais pessoas. Se isto acontecerá Helena não se perdoará.


Quando Helena entrou na empresa percebeu que não pararam de observá-la. Ficou um pouco desconcertada, mas, o que Helena não sabia e que estavam admirando a sua beleza, pois, é uma pessoa simples que não usa maquiagens para ficar bonita. Ao entrar se deparou com uma funcionária que provavelmente e a secretária. Helena começou um pequeno diálogo com a funcionária que ao ler o seu crachá descobriu que seu nome é Priscila.

- Com licença, meu nome e Helena. Venho aqui para a vaga de escritora. O Senhor Santos me ligou ontem informando que era para estar aqui às 08:00. Poderia avisá-lo que acabei de chegar, por gentileza? - Disse Helena com uma voz doce e educada.

- Sim, o Senhor Santos já deixou avisado que foram selecionados três pessoas para preencher as vagas de emprego de escritores. Peço que sente-se ali naquele banco que estamos apenas esperando as outras pessoas chegaram – Disse Priscila devolvendo a educação de Helena e sinalizando o local aonde poderia esperar para pegar instruções para que possa começar a trabalhar imediatamente.

Após esperar exatos 20 minutos o pessoal que iria ser colegas de trabalho de Helena chegam e para a sua surpresa era Eloisa e Samuel. Helena não poderia ter ficado mais feliz, pois, desejava voltar a amizade com Samuel e se tornar amiga de Eloisa, mas, percebeu que a mesma, não gostou de vê-la, pois, pela expressão e isto que queria demonstrar. Helena deseja estar errada e de Eloisa esta deste jeito, Helena lhe mostrará que deseja o seu bem e não deseja acabar com o seu namoro com Samuel. Deseja que ela seja feliz, mas, em primeiro lugar que Samuel esteja feliz com este namoro.

Saio de seu pensamento ao escutar que Priscila estava chamando o pessoal para realizar as devidas apresentações e mostrar como será o trabalho daqui pra frente e pegar as devidas instruções, mas, quando Helena entrou na sala do Senhor Santos ficou hipnotizada, pois, a pessoa presenta da sala era seu chefe, dona da empresa. Ficou hipnotizada também porque este homem e a pessoa que vem perturbando os seus pensamentos. Helena percebeu que Senhor Santos não parava de olhá-la, ela tentou disfarçar que não era com ela  e focou apenas no trabalho, pois, deseja dar o seu melhor.  Após este pequeno pensamento iniciou-se um diálogo entre os funcionários para que assim todos pudessem se conhecerem. 

- Estamos aqui para o primeiro dia de trabalho. Gostaria que vocês se apresentassem e conte-me o que mais gostam de fazer - Disse o Senhor Santos para os novos funcionários.

- Chamo-me Helena, tenho 21 anos. O que mais gosto de fazer e escrever. Gosto também de cantar e desenhar nas horas vagas. Adoro cuidar de animais e nos finais de semana ajudo a cuidar de animais maltratados e cuido também de um orfanato carente que minha mãe trabalha, pois, a minha mãe tem uma ONG - Disse Helena um pouco tímida, não, por ter problemas de timidez, mas, com ele lhe avaliando dos pés a cabeça e um pouco desconcertante. Logo após Helena informar o que mais gosta de fazer os outros funcionários se apresentaram.

- Me chamo Eloisa, tenho 24 anos. O que mais gosto de fazer se resume nas mesmas coisas que Helena. Mas, nas horas vagas gosto de cantar, pois, sinto que posso mudar o mundo a minha volta. Trabalho também em um local aonde cuidamos de pessoas com dependências químicas e ajudamos estas pessoas a se tratarem do vício de drogas e álcool - Quando Eloisa informou isto, Helena, sentiu ainda mais em seu coração que deve se tornar amiga de Eloisa, pois, tem certeza que a mesma, a ajudará a se cuidar dos seus vícios para não ter uma recaída.

Quando chegou a hora de Samuel se apresentar Helena ficou um pouco nervosa e não sabia como reagir.  Seu chefe percebendo o seu desconforto, orientou o mesmo, a se apresentar para que fosse possível apresentar o local de trabalho para os novos funcionários

- Me chamo Samuel Júnior, tenho 27 anos. Gosto de escrever como todo mundo desta sala. Gosto muito de cantar também, mas, não sou muito bom, é apenas um hobby. Nas minhas horas vagas também ajudo animais maltratados e trabalho também na ONG que ajuda um orfanato carente - Disse Samuel muito feliz, pois, conseguiu o emprego dos seus sonhos.

Após todos os funcionários realizarem a apresentação, chegou a hora da apresentação da empresa, para que, todos ficassem familiarizado como era a empresa e como ela funcionava. Senhor Santos mostrou a todos a sala de cada um e mostrou o trabalho que cada um faria e informou que precisa do apoio de todos para que este trabalho funcione.

Helena adorou seu novo emprego. Primeiro dia trabalho ela estava achando que seria um processo difícil. O que ela mais adorou foi o seu chefe, estava achando que iria esquecê-lo, mas, o que ela não sabia e que neste novo emprego ela abrirá novamente o coração para uma nova paixão e que será um amor avassalador que a fará ver o mundo de uma forma diferente e que se sentirá amada de uma forma que nunca foi. Helena fica feliz, pois, e apaixonada pelo que faz. 

Para ser bem-sucedido a primeira coisa a ser feita é se apaixonar pelo seu trabalho. Não adianta você trabalhar  em algo que não goste, pois, este serviço se tornará chato, monótono e estúpido e por consequência disto você acaba se tornando uma pessoa amargurada. Trabalhe em algo que goste e não deixe ninguém dizer que não é capaz. Sonhe alto, pois, lá de cima Deus está lhe guardando…
 


Notas Finais


Gente espero que tenham gostado do capitulo. Deem dicas do que eu posso mudar para melhorar ainda mais a fanfic. O que será que acontecerá com Helena daqui pela frente. Será que conseguirá superar totalmente o seu vício de drogas e será que conseguirá abrir o seu coração para um novo amor?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...