História Diário de uma Yandere - Capítulo 39


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Yandere Amor Morte
Exibições 43
Palavras 1.098
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência, Yaoi
Avisos: Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


OIE mais um capítulo pra vocês ^-^

Capítulo 39 - Family meeting


Fanfic / Fanfiction Diário de uma Yandere - Capítulo 39 - Family meeting

June

Os lábios do Kevin eram tão macios, eu nem me lembrava. As mãos dele quentes e aconchegantes. Enterrei minha mão em seus cabelos negros, sedosos. Ele me levantou e me segurou em seu colo, eu cruzei minhas pernas em sua cintura. Kevin desceu seus lábios até meu pescoço, ele dava leves mordidas ali me fazendo arrepiar.

- Kevin... Eu te amo – sussurrei em seu ouvido

Ele parou o que estava fazendo para me olhar, ele tinha um sorriso enorme no rosto.

- Eu sei... Eu também te amo – ele voltou a me beijar

Naquele momento nada importava, era apenas eu e Kevin. Não ligávamos pelo fato de estarmos nos beijando em um beco, nem ligávamos para o corpo ao lado. Tudo que importava era isso que estávamos tendo naquele momento maravilhoso.

- June, eu não consigo viver sem você – disse Kevin

- Vamos pra casa – digo – Eu nunca mais vou sair do seu lado

Kevin me colocou no chão. Pego meu casaco preto que tinha deixado no chão e o coloco, eu só estava o usando para esconder a roupa com sangue. Kevin estava me olhando de cima abaixo.

- O que foi? – perguntei

- Por que matou a garota da nossa turma? – ele me perguntou

- Bem... Por que... Ela na época em que namorávamos deu em cima de você – digo envergonhada

- Só por esse motivo? – ele tinha um sorriso sacana no rosto

- É... Mas ela não foi à única que matei hoje – digo

- Mesmo? – Kevin agora parecia surpreso – E todas as que você matou foi por minha causa?

- Foram

Kevin apenas esboça um sorriso bobo e esconde o corpo da menina atrás da enorme lata de lixo. E fomos de mãos dadas para casa, na verdade íamos até a casa onde os pais da Mary morreram pra eu pegar meus pertences e levar de volta pra casa de Kevin. Mas assim que chegamos demos de cara com Matt, ele tinha uma enorme ferida aberta em sua barriga.

Mary

Eu estava olhando Lissa brincar com Aiden, Derek estava afiando uma faca no meio da sala. Às vezes eu não entendo por que ele faz isso. Passei a mão na minha barriga, eu queria muito engravidar outra vez, mas acho que agora não era hora certa pra isso. Eu iria esperar esse furacão enorme que estava passando em nossas vidas pra propor novamente isso a Derek.

A noticia da morte dos meus pais me abalou, mas eu soube conter minhas emoções. Passei por tantas coisas esse ano que foi fácil de certa forma. Lissa era um amorzinho de menina, tudo bem que eu sou apenas dois anos mais velha que ela, mas, ela parece uma criança.

Toda vez que eu falo em June, Derek ficava um pouco nervoso e tentava mudar de assunto, e eu não entendo o por que. Eu acho que ele esta me escondendo algo, mas não quero saber o que é. Melhor deixar as coisas como estão e não piorá-las ainda mais.

Estávamos juntos na sala vendo TV quando Derek larga a faca que estava amolando e pega o celular que estava tocando. Paro de prestar a atenção em meus pensamentos para observá-lo e Lissa faz o mesmo.

- Ele está ai? – silencio – Ferido? Mas é muito grave? – Quem estava ferido? Eu me perguntava – Estamos indo – disse Derek por fim desligando o telefone

- Quem era? – perguntei aflita

- June. Matt esta ferido e ele precisa de nossa ajuda – Derek disse

Kevin

Matt estava bem, só era um corte. June estava dando pontos no corte dele nesse exato momento. Quem foi que o esfaqueou?

- Quem fez isso com você? – perguntei

Ele me olhou torto.

- Um assaltante... – ele hesitou por um momento

- Não foi um assaltante – digo

Ele me olhou nervosamente

*- Ora ora temos um xeroque rolmes aqui – Matt disse * ( Isso só aconteceu na minha mente perturbada de escritora )

- Quem fez isso com você Matt? – June perguntou

- O que? Não confia em mim? – ele perguntou

- Matt, me fala – June foi insistente

Matt então suspirou e começou a contar tudo, contou que trabalhava para a tia de June que estava querendo matá-la e Matt fornecia informações para ela. June ouvia tudo com atenção, a cara dela não estava muito boa.

- Então quer dizer que você mentiu pra mim? – June perguntou

- Não June... Eu... – June o interrompeu

- Você MENTIU PRA MIM! – June gritou

June estava com uma tesoura na mão e com essa tesoura enfiou na barriga de Matt onde estavam os pontos dele.

- AAAAAAAAAAAAAAAH – ele gritou de dor

Esbocei um sorriso.

- VOCÊ SABIA O TEMPO TODO, SABIA QUE ELA IA INVADIR A CASA DOS MEUS PAIS ADOTIVOS E MATÁ-LOS – ela cravou a tesoura mais fundo – Ela não te matou, mas eu vou – June disse

- JUNE NÃO... – ele gritou

Mas June já havia cravado a tesoura na jugular dele e estava fazendo os movimentos varias vezes fazendo jorrar sangue pra todo lado. Quando June terminou o seu rosto e roupas estavam mais sujos ainda.

Cheguei por trás dela e a abracei e comecei a dar beijinhos em sua bochecha.

- Ele mentiu... Ele mentiu – ela sussurrava

- Shiii... Calma amor – digo

Ouvimos a porta se abrir e logo nos viramos. Era Mary, Derek e Lissa que estava junto de Aiden.

- Quem o matou? – perguntou Lissa

- Eu – disse June se levantando

Aiden se soltou de Lissa e correu para o colo de June a enchendo de lambidas, e ela estava se esquivando para não pegar em sua boca.

- Ah garotão, também senti sua falta – ela acariciava as orelhas de Aiden e ele latia em retribuição – Lissa pegue um pote com biscoitos caninos na cozinha para mim – June disse

Lissa correu para pegar. Ouvimos alguém abrir a porta e bater palmas e logo depois fechá-la.

- Vejam só que cena linda...

Nos viramos para ver quem era. Era a mesma mulher que tentou me matar a facadas ontem. Ela tinha um enorme sorriso nos lábios, um sorriso psicopata.

- Parece que vou matar todo mundo de uma vez só – ela disse

- Tia Amanda? – disse June

- Em carne e osso querida... Vim aqui me vingar pela minha irmã

Aiden começou a rosnar e se desvencilhou dos braços de June pulando partindo pra cima de Amanda. Mas Amanda estava armada e logo sacou sua arma e atirou em Aiden que caiu agonizando no chão.

- Cachorro mal – ela disse e depois apontou a arma pra June – Pelo visto vamos ter uma longa conversa de família

 

 

 


Notas Finais


Pois é gente, a fic já esta para acabar. Pois é não haverá outra temporada ;-; espero que não fiquem chateadas

se gostaram comentem isso ajuda bastante ^-^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...