História Dias de chuva - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Hanabi Hyuuga, Hinata Hyuuga, Naruto Uzumaki, Shion
Exibições 117
Palavras 955
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Festa, Hentai, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 14 - Mamãe te ama


Fanfic / Fanfiction Dias de chuva - Capítulo 14 - Mamãe te ama

 

Era dia de domingo e quase todos da mansão decidiram sair para passear, visitar parentes ou até mesmo viajar, ino e tenten foram visitar seus pais, jiraya teve que fazer uma viagem de negócios numa cidade vizinha, enfim os únicos que ficaram na "casa" foram umas cozinheiras e arrumadeiras que a morena não conhecia muito bem e o jardineiro que não tinha familha e vivia num pequeno quartinho nos fundos da mansão.

A azulada decidiu que não iria ficar sozinha de jeito nenhum, saiu da mansão logo pela manhã e seguiu caminho a floresta para casa de uma boa senhora que a mesma conheceu a algun tempo.a morena levou uma sexta com um bolo de laranja e uma limonada , a caminhada foi longa de mais ou menos uma hora, a azulada seguia seu caminho alegre e cantarolava uma canção qualquer, estava tão concentrada na canção que cantava que nem se deu conta que bul a seguia, mais bul logo se entregou ao pisar sem querer num pedaço de galho seco denunciando sua presença.

_ O que está fazendo aqui seu pestinha? hã? - Disse hinata assim que virou para o gatinho que se escondeu atraz de uma arvore. - Anda, venha aqui.

O gatinho saiu de traz da árvore meio envergonhado, mais assim que viu o doce sorriso da azulada correu e se jogou nos braços de sua dona.hinata caminhou um pouco mais e em menos de alguns minutos deparou-se com a pequena cabana da senhora.bateu três vezes e logo ouviu um "entre" .

_ Oi senhora Tsunabe, vim te ver. - Disse a morena com sua voz doce e tranquila.

_ Oi hinata,pensei que não viria mais me ver querida e por favor não me chame mais de senhora em? - Ralhou a mais velha.

_ Tudo bem senho... quer dizer Tsunabe. - Sorriu serena estendendo a sexta na direção da mulher. - Lhe trouxe um bolo e uma limona espero que goste.

_ Claro que vou gostar. - Sorriu de canto pegando o bolo e tirando um pedaço. - Vai querer um pedaço?

_ Não obrigado estou sem fome. - coçou a nuca envergonhada.

_ Esta se alimentando bem não é? - Arqueou a sonbrancelha fitando a mais nova.

_ Claro que sim.

_ E como está esse moleque aqui ? hã ? - Perguntou fazendo um leve carinho no ventre da morena.

_ Esta bem, ele já está com um mês e algumas semanas, não vejo a hora de te-lo em meus braços, de beijar, de abraçar e de cantar pra ele assim como minha fazia comigo e com hanabi. - Disse a morena com um enorme sorriso estampado em seu rosto.

_ Que bom que pensa assim, e... você tem notícias do pai do bebê? - Perguntou Tsunabe com o semblante preucupado.

Hinata suspirou e baixou a vista para o chão, naruto disse que logo voltaria e já fazia mais de um mês que o mesmo se foi.

_ Acho que ele logo voltará. - Disse quase que num sussurro desmontrando certa tristeza.

_ Não fique assim minha filha, vai ver que logo logo ele voltará, você vai ver. - Sorriu solidária.

Hinata sorriu forçado e abraçou Tsunabe, "logo logo" todos sempre diziam a mesma coisa, porém o loiro ainda não voltou e tinha quase certeza que não voltaria tão cedo.

_ Agora vamos que você irá me ajudar a fazer o almoço não é?

A morena riu da senhora e assentiu para a mesma.

[.......]

O loiro estava extremamente exausto, estava trabalhando que nem um condenado para resolver esse maldito problema, não via a hora de chegar logo em casa e matar a saudade de seu avô, e mesmo que lhe custasse admitir estava louco de saudades de sua morena, estava estressado e o único lugar onde poderia relaxar era nos braços de sua doce hinata. caminhava a passos apressados para o seu quarto.

_ Naruuuu? - O loiro seguiu a maldita voz que ele já conhecia, e pro seu total desespero viu shion que logo lhe puxou para um abraço.

_ O que você faz aqui? - Perguntou incrédulo sem retribuir o abraço da loira.

_ Isso é jeito de falar naru? - Falou manhosa e Naruto teve vontade de vomitar, odiava pessoas que  falavam igual bebê só pra chamar a atenção. - bom... eu vim com papai ele tinha que resolver umas coisas e.....

_ Tenho que ir, até mais shion. - Interronpeu naruto andando a passos apressados em direção ao seu quarto.

_ Se quiser eu posso te colocar pra dormir meu foguinho. - Sorriu para o loiro que apenas revirou os olhos e bufou baixo.

_ Arg. Não me chame assim, e não..não preciso que me coloque pra dormir. - Disse e logo saiu sem esperar qualquer resposta da loira.

Shion viu o loiro sair sem nem ao menos lhe desejar uma boa noite, cruzou os braços em protesto e fitou o nada.

_ Um dia você ainda vai ser meu naru, ah se vai. 

[......]

Hinata tinha acabado de chegar a mansão estava literalmente esgotada, já deveria ser por volta das 5:00, estava tão entretida comversando com Tsunabe que nem reparou na hora, mesmo estando tão cansada estava tambem muito feliz, Tsunabe lhe presentiou com algumas peças de bebê que ela mesmo tricotou, sapatinhos, macacãozinhos e algumas blusinhas de frio. Hinata olhava cada peça com um enorme sorriso no rosto. pegou cada roupinha e guardou numa caixa, e pegou mais uma caixinha que estava guardada no guarda-roupa e pegou um pequeno sapatinho de bebê que ela mesmo tricotou.

_ Esse aqui mamãe fez especialmente pra você meu neném. - Sussurrou hinata enquanto apertava o sapatinhos contra o próprio corpo. - 

_ Mamãe te ama...

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...