História Dias frios - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Deidara, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Jiraiya, Kakashi Hatake, Karin, Kiba Inuzuka, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Rock Lee, Sai, Sakura Haruno, Sasori, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Suigetsu Hozuki, Temari, TenTen Mitsashi, Tsunade Senju
Tags Amor, Anime, Colegial, Escolar, Ficção Adolecente, Incesto, Irmãos, Naruto, Romance, Sasusaku
Exibições 56
Palavras 548
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Incesto
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Avisos:
• tem incesto.
• Sasuke no prólogo tem 15 e nos outros capítulos 17, Sakura no prólogo tem 12 e nos outros capítulos tem 14.
• os capítulos geram de 500 a 2000 palavras em média.
• as letras em itálico são memórias, flashback ou pensamentos.

Capítulo 1 - Mais um dia frio.


Hoje estava frio como naquele dia.

- mais eu quero Sasuke!

- eu já disse que não!

- mais sasuke eu...

- nem adianta já disse que não vou te levar lá fora ta muito frio e a mamãe disse que não era para agente sair!

- mais eu to entediada sasuke! - franziu  a testa.

- e oque quer que eu faça? - perguntei também entediado e com um pouco de deboche.

- um chocolate quente! - falou batendo palma.

- ai rosada tem certeza? - disse com preguiça.

- por favor Sasu! - disse fazendo biquinho.

Me lembro de que eu nunca consegui resisti a ela.

- OK mais me espera aqui!

- sim senhor! - disse batendo continência, ela adorava fazer hora comigo.

Eu odeio dias frios, são tão depressivos, pelo menos para mim...

- ROSADA TÁ PRONTO. - gritei pegando o chocolate quente e indo em direção a cozinha.

Ela não respondeu então gritei mais um vez.

- ROSADA TÁ PRONTO! - coloquei o chocolate na mesa de centro e esperei sua resposta.

E nada

- SAKURA? - gritei pela segunda vez.

Eu já estava começando a ficar preocupado comecei a procurar pela casa gritando o seu nome, vejo algo se mexendo do lado de fora da casa, saiu correndo e quando chego ao jardim vejo uma cabeleira rosa deitada na neve.

- Sakura oque está fazendo ai? - perguntei um tanto irritado.

- Sasuke! - ela me pareceu surpresa.

- Sasuke eu... - a interrompi.

- não importa vamos para dentro antes que a Maria veja agente, você que que ela conte para mãe? - disse irritado.

- não...

- então vamos logo!

- ta bem. - disse desanimada.

Entramos, eu dei banho nela e pentiei o seu cabelo como sempre e depois liguei TV estava no noticiário e como eu queria implicar com ela me recusei a mudar para o desenho, mais logo me arrependi quando ouvi a notícia de que um avião havia desaparecido no oceano atlântico aumentei o volume e prestei atenção.

- hoje as 18:07 um avião desapareceu no oceano atlântico, estimasse que 32 passageiro estejam desaparecido incluindo a grande empresaria donas das impressas Uchiha, Mikoto Uchiha e seu sócio Fumaku Uchiha.

Meu mundo desabou nesse momento, eu só pensava em três coisas, como ia contar isso para a Sakura, quem ia ficar com agente afinal eu só tinha 13 anos e que eu nunca mais ia ver meus pais.

Esse foi o pior dia da minha vida, me lembro de quando a Sakura entrou na sala.

- Sasuke porque você tá chorando? - ela me olhava curiosa.

Eu tentava falar mas a voz não saia, eu só queria acorda daquele pesadelo.

- oque foi Sasuke, quer que eu ligue para a mamãe?

Aquela frase me parti no meio.

- a mamãe vai demorar mais um pouco... - eu precisava de tempo para pensar em um jeito menos doloroso.

- oque? Do que você tá falando Sasuke? Ela prometeu que não ia demorar!

- as vezes nós quebramos promessas. - sussurrei e abaixei a cabeça.

- se ela só vai demorar porque você tá chorando Sasuke? - perguntou.

- tem razão eu sou um bobo né?! - engoli o choro, limpei as lágrimas e forçei meu melhor sorriso, mas quando finalmente levantei minha cabeça seus olhos estavam estavam cheios de lagrimas.

- eles não vou voltar não é? Nunca mais!

Eu comecei a chorar denovo, bom foi ai que eu percebi que minha vida nunca mais ia ser a mesma.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...