História Die for you (jikook) - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Jikook, Namjin, Vhope
Exibições 303
Palavras 948
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Lemon, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Many,many,many ah
Oi gente, como estão ? Eu To meio mal mas consegui terminar esse capítulo e isso é o que importa.
Tá bosta ? Tá bosta, mas fazer o que... Não queria deixar vocês sem capítulo hoje.
*vai haver vários erros pois não revisei*
Amo vocês
Boa leitura <3
Ponto de vista do Jeon

Capítulo 9 - Idiota


JUNGKOOK 

Ver Jimin indo embora e não poder fazer nada, foi a pior sensação da minha vida. Eu poderia ter impedido, mas fui fraco e deixei meu lado sentimental falar mais alto. 

 Logo após a partida de Jimin eu desabei no chão e Jin me ajudou a levantar e a me recompor, não estava mais no clima para comer e  muito menos para conversar, então me despedi de Jin e falei pra ele pedir desculpas ao nam hyung em meu nome.
Sai de lá o mais rápido possível e trilhei em direção a minha casa, mas no meio do caminho encontrei com yoongi hyung. 

— Kook, o que faz por aqui ? — disse vindo ao meu encontro 

— Eu estava na casa do Jimin hyung, mas aconteceu...— não consegui terminar e voltei a chorar.

— O que aconteceu kook ? Vem vamos pra minha casa — segurou meu pulso e guiou me até sua casa 

Yoongi sempre esteve comigo, ele é como um irmão mais velho para mim. Quando faço algo errado ele me protege e ao mesmo tempo me dá belas lições de moral. Eu amo o jeito do hyung de ser. 

— Toma, um pouco de água com açúcar para acalmar — ele me entregou o copo e eu virei tudo de uma vez, como se fosse a melhor bebida alcoólica do mundo.

—  É água cara, não vodka ou algo do tipo. Bebe de vagar e começa a me contar o que houve com o Jimin — falou com um tom de preocupação.

— Nos estávamos esperando o Nam hyung para comer uma pizza e conversar, mas não foi ele que apareceu e sim os pais do Jimin — falei suspirando ao lembrar da cena.

— Como ? Eles não levaram ele, levaram ? — Yoongi falou com a voz mais desesperada do que antes.

— Levaram — falei abaixando a cabeça.

— Você não impediu ? Me fala que sim — falou implorando com as mãos, coisa que isso fosse mudar algo. 

— Eu tentei mas foi em vão, os pais dele levaram dois seguranças para tirá-lo de lá, e eu não consegui fazer nada, foi horrível. Eu...— iria prosseguir mas Yoongi me interrompeu e me abraçou.

— Tudo bem kook, não foi culpa sua — disse enquanto fazia um leve carinho em minhas costas — você está muito pálido, vá tomar um banho que eu te empresto uma roupa. 

— Ok, obrigada hyung — sorrio e vou em direção ao banheiro. 

Yoongi me permitiu dormir em sua casa pois viu o estado em que eu me encontrava, e eu o agradeço por isso.

[...]

— Jeon eu vou pegar alguns livros no meu armário — yoongi falou enquanto ia em direção ao mesmo.

— Ok, estou indo para a sala — falei e ele apenas assentiu e eu  segui caminho até a mesma, mas Hyuna me puxou para a cantina.

— Oi Jeon, quanto tempo — falou dando um sorriso malicioso.

— Fala logo o que você quer, não estou com paciência hoje — falei revirando os olhos.

— Calma kookie-ah eu só queria "conversar", igual fazíamos antigamente — e novamente deu um de seus sorrisos maliciosos que me dão ânsia de vomito. 

— Eu não tenho nada para "conversar" — falei me retirando, mas o que eu não esperava era que ela iria me puxar e selar nossos lábios, formando um ósculos nojento e desengonçado. Que de imediato fora interrompido por mim ao ver quem nos assistia. 

Jimin

Eu corri o mais rápido que pude para alcançá-lo, mas parecia que 
a cada passo que  ele dava estava mais distante de mim e de meu coração, meu mundo caiu e tudo acabou. Não a mais motivos para viver, se o amor da minha vida não quer mais olhar na minha cara. Eu definitivamente sou um idiota, fracassado do caralho e qualquer outra palavra de baixo calão que possa me descrever. 

"E novamente eu perdi a confiança de Park Jimin".

— Seu idiota — Tae gritou para mim antes de correr atrás de Jimin. 

E ele tem razão. 

Sai daquela escola o mais rápido possível, sem me importar com as aulas que iria perder ou até mesmo pontos extras. Foda-se se minhas notas ficaram um lixo por causa disso, eu já sou o lixo em pessoa, não a nada que me deixe mais podre do que já sou. 

Minha casa já estava sobre minha visão, entrei correndo e fui direto para o meu quarto. Chorei até dizer chega, meu coração poderia explodir de tanta dor, meus olhos ardem e minha boca está seca. Meus pensamentos só se dirigiam a ele, tudo ao meu redor chamava por ele, um apontador me lembrava ele. 

" Eu corto meus pulsos para aliviar minha mente" 

Me lembrei da frase dita por Jimin e decide por a mesma em pratica.
O apontador estava desmontado e a lâmina sobre minha pele, um mísero corte e meus pulsos já estavam a sangrar, depois do primeiro corte eu não consegui me controlar. Agora eu entendo o que Jimin sente quando se corta e o que pensa. 

E nessa mesma hora decidi  esclarecer as coisas com ele, corri até sua casa antiga para pegar o endereço com Jin. 

[...]

Jin me disse que Jimin estava em seu quarto e que eu poderia vê-lo. Meu corpo gelou. 

Talvez no fundo eu ainda tinha a esperança que ele iria me perdoar. Que viveríamos felizes, somente desfrutando da presença e carinho um do outro. Talvez eu já soubesse que ele me amava mas não queria acreditar, pois era difícil enxergar o bem quando eu só via o mal. 
Talvez ele fosse a flor do meu jardim que não era vista pois estava a ponto de morrer, mas com um pouco de água ela reviveu e eu pude vê-la florescer novamente, e com meus cuidados cada dia ela está mais colorida e bela. 


Notas Finais


Tá uma bosta, eu sei.
Se quiserem me matar e esculachar nos comentários, vão em frente eu mereço.
Deve conter vários erros, não revisei nada e nem fiz nem capa.
Desculpa por esse recaída que eu dei.
Prometo que vou tentar melhorar
Não desistam de mim.
Amo vocês ❤️.
Deixe seu comentário.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...