História Diferente - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Sou Luna
Personagens Ámbar Benson, Personagens Originais, Sharon, Simón
Visualizações 100
Palavras 1.352
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Policial, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Álcool, Estupro, Linguagem Imprópria, Mutilação, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá meninas tudo bem com vocês? Espero que sim. Quero pedir perdão pela demora e avisar que estou entrando na reta final da história 😢, espero que gostem do capítulo, beijocas e até o próximo.
PS: quem lê minha outra fic, aviso desde já que continuarei ela quando terminar essa, obrigada pela compreensão!

Capítulo 17 - Traumas


Âmbar on

A notícia do casamento de Luna e Matteo pegou a todos de surpresa. Ficamos uns minutos encarando os dois e tomei a iniciativa de aplaudir, e logo todos se juntaram a mim. Os dois se abraçaram e depois vieram até onde estávamos. Abracei minha amiga e depois meu primo.

- Porque não me contou? Questionei Matteo quando o soltei.

- Era uma surpresa, além do mais você estava passando por muita coisa. Fechei os olhos com força e espantei os pensamentos que começaram a se formar.

- Obrigada por se preocupar comigo. Nos abraçamos novamente e senti lágrimas escorrendo por minha face, diferente das outras vezes essas eram de felicidade. Matteo depositou um beijo em minha testa e foi cumprimentar as outras pessoas. Senti Simón me abraçar pela cintura e beijar minha bochecha.

- Tá tudo bem amor? Balancei a cabeça que sim e ficamos ali apenas aproveitando o momento.

O open ainda não tinha terminado e a última dupla a se apresentar foram Gastón e Agustín, acho que todos assim como eu ficaram impressionados com a semelhança de ambos, eles cantaram I all of me do Jonh Legend e em seguida houve mas um pedido de namoro, essa noite realmente estava surpreendente e romântica. Nina aceitou e Gastón ficou tão feliz a abraçando que parecia uma criança quando ganha o presente que tanto pediu.

Estava sentada ao lado da minha mãe e com Lucca nos braços, ele dormia tranquilamente em meus braços.

- Acho melhor irmos, meu filhote já está dormindo.

- Âmbar. Ouvi Luna me chamar e virei para vê-la. - Nós vamos sair para comemorar o noivado e quero muito que venha. Olhei para Lucca em meus braços e fiquei triste em ter de dizer não aos meus amigos, quando abri a boca para responder minha mãe falou por mim.

- É claro que ela vai. Franzi o cenho. - Eu fico com meu neto, você precisa se divertir filha. Pisquei algumas vezes e abri um sorriso, era a primeira vez que ela iria ficar com o neto dela de verdade sem outras pessoas por perto somente eles dois.

- Sério? Perguntei ainda incrédula. Ela arqueou uma sobrancelha e deu um sorriso. - É claro que sim. Quando disse pra você que mudaria estava sendo sincera. Agora me dar aqui esse menino que eu já vou pra casa, o dia hoje foi puxado e diferentemente de vocês que são jovens preciso descansar.

- Obrigada mamãe. A abracei e entreguei Lucca a ela, logo em seguida os vi saindo do Roller, Luna parecia mais confusa ainda por causa da situação, ela abriu a boca diversas vezes para falar algo e não conseguiu.

- Também é estranho pra mim amiga. Falei pra ela e nos abraçamos.

*****************************************

Depois que Simón fechou o Roller fomos todos para uma boate.

Ao chegarmos lá Matteo nos direcionou para a área vip, o que ajudou a diminuir um pouco o som absurdamente alto.

- Estou tão feliz meninas, simplesmente não consigo parar de sorrir. Falou Luna depois de tomar o segundo drink da noite.

- Parabéns Luna. Falou Nina e depois suspirou triste.

- O que há Nina? Perguntei percebendo seu estado de ânimo diminuir.

- Vou ficar sem minha melhor amiga e minha treinadora, isso é deprimente. Lamentou e fez uma careta, logo depois virou seu drink na boca. Eu e Luna começamos a rir.

- Não se preocupe amiga, vão ser só dois anos na Itália e voltaremos logo.

- Vão ser longos anos. Nina se lamentou mas uma vez teatralmente com a mão encostada sobre a testa e depois sorriu, arrancando risadas de nós duas. Vi os rapazes se aproximando com uma garrafa de champanhe e rindo de alguma piada que Gastón contava, eu simplesmente não consegui tirar os olhos de Simón. Ele se aproximou e me deu um selinho, Matteo e Gastón se sentaram ao lado de suas namoradas e ficamos conversando e rindo. Havia tempo que não fazia isso e está sendo incrível.

- A senhorita aceita dançar comigo? Simón sussurrou no meu ouvido fazendo-me arrepiar, apenas assenti que sim. Nossos amigos nem notaram nossa ausência, estavam bem ocupados.

Fomos para a pista de dança onde tocava uma música eletrônica qualquer e começamos a nos mexer tentando acompanhar o ritmo da música o que nós fez rir muito.

- Vou pegar outra bebida. Simón me deu um selinho e se dirigiu ao bar, continuei dançando e curtindo a música. Senti dois braços me envolverem e quando virei me deparei com um rapaz alto, cabelos castanhos e grandes olhos verdes, parei de dançar na mesma hora e me desvencilhei de seus braços.

- Qual é gatinha? Vai dizer que não tá com vontade de dançar com o Harryzinho aqui? Ele apontou para si mesmo e piscou o olho.

Revirei os olhos e quando ia sair de lá Simón chegou e me deu um beijo de tirar o fôlego.

- UAU! Exclamei depois que nos separamos por falta de ar. O tal de Harry nos encarava com a boca aberta e um olhar questionador. Simón me beijou novamente, suas mãos envolveram minha cintura e nossas línguas travavam uma batalha ardente e necessitada, quando nos separamos o rapaz já não estava mais lá.

- Acho que ele entendeu o recado. Simón falou passando o polegar por minha bochecha.

- E que tal retornar para onde paramos? Perguntei pausadamente entre selinhos.

- Tem razão. Respondeu e voltamos a nos beijar.

Âmbar off

Simón on

Âmbar e eu decidimos ir embora antes dos nossos amigos. Depois de colocar aquele cara em seu devido lugar nós fomos embora.

- Amor você pode me deixar em casa e ficar comigo um pouquinho? Ela fez um biquinho que me fez derreter.

- Tudo bem. Mais e o Lucca? Perguntei.

- Vai ficar com minha mãe.

- Sério? Perguntei incrédulo.

- Ainda é estranho pra mim também. Rimos e ela começou a cantar a música que tocava no rádio, logo a acompanhei e fomos cantando até chegar na mansão.

***************************************

Entramos no quarto da Âmbar aos beijos, apertei a cintura dela e desci os beijos por seu pescoço, as mãos dela puxaram levemente meus cabelos e as minhas foram para suas costas. Ouvi ela suspirar quando dei um leve chupão em seu pescoço, foi então que senti as lágrimas dela molharem meu ombro, parei imediatamente. O corpo de Âmbar tremia devido os soluços provocados pelo choro. Naquele momento entendi que estávamos ultrapassando uma barreira ainda muito grande pra ela e o meu desejo era só abraça-la e protege-la de qualquer trauma ou qualquer lembrança ruim de tudo que aconteceu a ela no passado.

- Perdão amor. E-e-eu achei que conseguiria mas… disse com dificuldade, a abracei ainda mais forte.

- Shhh, não precisa ficar assim. Segurei seu lindo rosto entre minhas mãos e falei: - Eu te amo Âmbar e esperarei por você quanto tempo for necessário. Ela deu um leve sorriso e se aconchegou novamente em meus braços.

**************************************

Âmbar dormia tranquilamente em meus braços enquanto eu fazia carinho no braço dela. Estava quase dormindo quando ouvi Âmbar me chamar: - Simón eu te amo. Olhei para ela e vi que estava dormindo, dei um sorriso e beijei sua testa.

- Eu também te amo minha loira.

Acabei dormindo logo em seguida.

Simón off

Autora on

Um mês se passou depois daquela noite e Âmbar e Simón já tinham superado juntos muitas barreiras, Lucca estava mais que feliz por ver sua mãe e seu "pai" juntos. Sharon estava cada vez mais próxima de sua filha e de seu neto que se tornou seu pequeno companheiro. Luna e Matteo estavam a ver navios com os preparativos do casamento. Nina e Gastón viviam entre altos e baixos por causa do ciúmes do rapaz.

Autora off

Âmbar on

- Amor, obrigada. Agradeço a ele e vi uma confusão em seus olhos.

- Porque está me agradecendo? Perguntou arqueando a sobrancelha.

- Por me esperar, por me acolher e me amar. Ele deu um sorriso e beijou minha testa.

- Não precisa agradecer princesa. Eu tenho uma proposta para você.

- E o que seria? A curiosidade emanava em mim.

- Quero te convidar para jantar com minha família. Você já conhece minha mãe e irmã mas quero que elas te conheçam como minha namorada, futura esposa e mãe dos meus filhos. Não soube o que dizer apenas concordei e selamos os nossos lábios.


Notas Finais


😘😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...