História Diferente de suas expectativas - Capítulo 49


Escrita por: ~

Postado
Categorias Inuyasha
Exibições 96
Palavras 1.202
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ecchi, Famí­lia, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


desculpem os erros e boa leitura...

Capítulo 49 - Capitulo 50- Planos de vingança


Capitulo 50- Planos de vingança

Não sentia nada alem de fúria, seus olhos queimavam em raiva pura. Queria matar Kohaku, tinha certeza que ele era culpado pelo o sue acidente, pela morte de Jakotsu, por sua vida quase não ter voltado ao normal.

Sim, Sesshoumaru tinha essa plena convicção que Kohaku foi quem lhe atropelou. Ele viu nos olhos do garoto, sentiu o prazer de Kohaku de vê-lo indefeso. E com certeza, Sesshoumaru não deixaria aquilo barato.

Voltou furioso para casa, não cumprimentou ninguém, passou por todos que estavam  na sala e foi direto para o quarto, mancando e andando com a ajuda da bengala.

Izayoi – o que houve com ele?

Taisho – está furioso com algo.

Rin – eu vou ver o que ele tem – a jovem correu atrás do amado.

E assim que entrou no quarto, viu ele quebrando tudo, jogando as coisas no chão, sua bengala quebrada.

Rin – Sesshy?! – ela não entendia toda aquela raiva, antes parecia tudo bem – acalme-se.

Sesshoumaru – me deixa sozinho... – sentou-se na cama bagunçada, estava cansado e suas pernas doíam, anda não estava totalmente recuperado.

Rin – calma meu amor, está com dor? – se aproximou dele e começou a massagear suas pernas.

Sesshoumaru – eu estou bem... – a respiração estava pesada – vai ficar tudo bem.

Rin – o que aconteceu para você ficar furioso.

Sesshoumaru – descobrir quem fez isso comigo.

Rin – o quê? Quem foi? Temos que ir ate a policia – todos queria justiça.

Sesshoumaru – não... não vamos a policia.

Rin – mas por que Sesshoumaru?

Sesshoumaru – eu vou resolver isso com minhas próprias mãos.

Rin – do que está falando? Sesshoumaru, não vá fazer nenhuma besteira.

Sesshoumaru – eu preciso fazer isso Rin, por mim, por Jakotsu.

Rin – deixa isso com a policia.

Sesshoumaru – não seria tão divertido e nem me deixaria satisfeito.

Rin – você é doido.

Sesshoumaru – Rin, me escute, eu vou me vingar e depois será só nos dois. Vamos embora daqui e esquecer tudo, vamos viver uma nova vida.

Rin – eu não posso ficar aqui preocupada com você. Acabou de se recuperar, ainda está em tratamento. Por favor, esquece essa ideia idiota.

Sesshoumaru – eu vou ficar bem Rin. Só me deixa um pouco sozinho, preciso pensar.

Rin – eu não concordo com isso, mas tudo bem. Vou fingir que não sei de nada – respirou fundo – vou ate a casa de Kagome, ajudar ela com o quarto dos bebes.

Sesshoumaru – obrigado.

Rin – descanse um pouco... – e o beijou – ate depois – e saiu.

#-#

Kagome – estou me sentindo uma baleia... – sua barriga já estava bem grande – essa barriga está pesada.

Rin – está caixa tambem.... – carregando uma caixa de papelão – onde está Inuyasha que não está para ajudar?

Kagome – Sesshoumaru ligou para ele e logo depois ele saiu. Pensei que soubesse.

Rin – bem, ele deve ter ligado depois que sai.

Kagome – mas já estou deixou os armários e os berços prontos. Só falta decidir onde vamos colocar os brinquedos e arrumar as roupinhas.

Rin – é muita coisa, não acha que está exagerando? – vendo a quantidade enorme de brinquedos e roupas que as crianças já tinham.

Kagome – tenho que comprar tudo ao dobro e de cores diferentes – sorriu.

Rin – ta certo. então vamos começar.

#-#

Inuyasha – olá família... – chegava na casa de seus pais – tudo bem?

Izayoi – por que não avisou que vinha nos visitar? – abraçou o filho – tinha preparado algo bem gostoso para você comer.

Inuyasha – na verdade vim ver Sesshoumaru.

Taisho – Sesshoumaru? – olhou desconfiado.

Sesshoumaru – sim, meu pai, algum problema – andava ate a sala com dificuldade, se apoiando nas paredes.

Taisho – não, nenhum problema.

Inuyasha – vou levar Sesshoumaru para comprar uma bengala nova, ele quebrou a dele.

Taisho – o que foi que aconteceu?

Sesshoumaru – nada demais. Vamos Inu.

Inuyasha – sim... – apoiou o irmão para ajuda-lo e os dois saíram juntos.

Izayoi – o que foi querido? Não pareceu contende em ver seus filhos saindo juntos.

Taisho – não foi nada. Só preocupado com Sesshoumaru, ele ainda não está recuperado.

Izayoi – ele está indo muito bem.

E na verdade, o pai não estava só preocupado com Sesshoumaru. ele amava seu filho, e queria seu bem. Mas desde que descobriu o segredo compartilhados entre os dois irmão, não via com bons olhos a união deles.

Tinha receio dá má influencia de Sesshoumaru sobre Inuyasha e do que os dois poderiam fazer juntos. não gostava nem de imaginar. Tudo que o pai queria era paz em sua família. Não queria problemas para Inuyasha, agora que ele estava casado e com seus filhos preste a nascer.

#-#

Kagome – como está voce e Sesshoumaru? – sentada em uma poltrona confortável, dobrava algumas peças de roupas dos filhos que estava esperando.

Rin – bem. Agora que ele está voltando andar, aquele complexo de inferioridade e depressão acabaram.

Kagome – e como está na cama? animado?

Rin – nem me fale amiga, Sesshoumaru agora não me dá descanso. É a noite inteira.

Kagome – voce tem sorte – disse um pouco desanimada.

Rin – o que foi? Alguma coisa te incomoda?

Kagome – é que desde que descobrir que estava grávida, eu e o Inu não fizemos mais nada. E com a gravidez complicada, com os gêmeos, Inu tem medo de tentar algo, não quer machucar os filhos.

Rin – oh amiga, isso logo vai passar. Logo seus filhos vão nascer e vocês vão voltar com tudo.

Kagome – eu tenho medo de Inuyasha não aguentar esperar tanto tempo e arrumar uma amante.

Rin – ele jamais faria isso.

Kagome – eu não sei. Ele sempre foi tão cheio de tesão.

Rin – mas ele te ama, e vai saber esperar.

Kagome – eu sei que ele sofre. As ereções matinais, horas dentro do banheiro, madrugadas vendo filmes eróticos.

Rin – é melhor isso do que outra mulher. Ele te ama e é antecioso com você. Inuyasha entendo o momento que estão passando.

#-#

Inuyasha – eu to subindo pelas paredes – depois de comparem a bengala para o irmão, agora os dois estavam almoçando juntos.

Sesshoumaru – é por isso que não quero ter filhos, eles sempre atrapalham as fodas.

Inuyasha – uma hora você vai ter que ter uma familia.

Sesshoumaru – não penso nisso no momento. só penso em transar, todos os dias.

Inuyasha – o velho Sesshoumaru de sempre.

Sesshoumaru – e voltei com tudo. Agora que minhas pernas voltaram a funcionar, meu amigo lá embaixo também.

Inuyasha – voce parecia nervoso no telefone, o que foi que aconteceu?

Sesshoumaru – descobrir quem causou o acidente.

Inuyasha – quem?

Sesshoumaru – kohaku.

Inuyasha – kohaku? Voce tem certeza?

Sesshoumaru – sim. Eu sei que foi ele, só não tenho como provar.

Inuyasha – eu não acredito nisso. E o que vai fazer?

Sesshoumaru – dar uma lição naquele moleque. Ele nunca mais vai se meter no meu caminho.

Inuyasha – quer ajuda?

Sesshoumaru – não, eu faço isso sozinho. Só preciso saber onde ele mora.

Inuyasha – ele passou uns dias com Sango, mas já voltou para o seu apartamento, te passo o endereço.

Sesshoumaru – mora sozinho?

Inuyasha – sim.

Sesshoumaru – perfeito.

Inuyasha – Sesshy, só não vai mata-lo.

Sesshoumaru – não, seria fácil demais. Eu quero ver ele sofrer.

Inuyasha – não sou a favor de violência, mas acho que voce está certo. o que ele fez foi terrível.

Sesshoumaru – e Inu, tem outra coisa que eu queria te falar.

Inuyasha – o que?

Sesshoumaru – eu e a Rin, vamos nos mudar para os Estados Unidos.

Inuyasha – voce vai me abandonar de novo?

Continua...


Notas Finais


bjs e ate.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...