História Diferentes personalidades... - Capítulo 4


Escrita por: ~ e ~Marceline019702

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Castiel, Lysandre
Tags Comedia, Tortura, Violencia
Exibições 22
Palavras 2.903
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Colegial, Comédia, Ecchi, Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, Yaoi
Avisos: Álcool, Estupro, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 4 - Floricultura. Gente chata! (Visão-Marceline)


Fanfic / Fanfiction Diferentes personalidades... - Capítulo 4 - Floricultura. Gente chata! (Visão-Marceline)

Marceline on:
Acordei com a porra do despertador tocando..mas que porra!!  Me levantei e fiquei olhando pela janela, esta frio, era pra mim dormir ate tarde mas a doida da minha irmã comprou a porra de uma floricultura! Desgraça!! 
Tomei um banho nao tao quente e fui me trocar, a gente vai direto para a escola entao tenho de levar roupas na minha bolsa.. Peguei uma calca preta, uma camiseta vermelha do Winged Skull, melhor banda! Uma jaqueta de couro e coloquei na bolsa, coloquei uma meia calca preta, um vestido um pouco curto preto com um decote médio, deixei meu cabelo solto por nao dar pra prender KJKjkjjk acho que vou pintar de vermelho...peguei minha bolsa e sai do meu quarto fui para a sala e..Cade a Kook?!!?!! 
Marceline: porra Kook cade voce?!!!
Nem me respondeu? Eita..esqueci meu skate! Voltei ao quarto, peguei meu skate e sai.. Kook estava na sala com uma roupa bem...estranha como sempre, ela encrenca comigo só porque gosta desse "estilo vitoriano"... Um vestido preto até o joelhos, mangá longa,  um detalhe esquesito com um laço na gola e babados na ponta do vestido, uma meia 3/4 preta e uma sapatilha preta e branca, uma bolsa um pouco grande no ombro, provavelmente com suas roupas para a escola..
Marceline: essas roupas de empregada de novo Kook??
Larissa: isso não é nada vitoriano Marcynha!
Marceline: aahhhh!! Comecou! Vamos indo! 
Saímos de casa e ela ficou com a chave, mesmo eu sabendo do seu histórico de perder as coisas! A floricultura não é tão longe por isso vamos a pé, pelo menos ela! Fiquei andando de skate devagar ao lado dela, comecei a ir mais rápido.
Larissa: ei! Me espera! >.<
Diminui a velocidade e olhei para ela e dei língua... Entramos em uma viela iluminada com uma placa escrita " floricultura " e uma seta, entramos e PUTA QUE PARIU! 
Era um jardim gigantesco, um caminho de pedras para uma casa de madeira média com janelas e uma porta, o jardim em volta era enorme, só era parado por um muro, não tinha teto, a luz da manhã cobria tudo, não tanto por estar nublado. Deve ter tantos tipos de flores aqui..
Marceline: uau...
Larissa: é! Haha..eu escolhi! É perfeito! Vamos entrar logo!
Ela saiu correndo até a casinha apenas a segui...entramos e tinha um balcão com uma daquelas caixas de por dinheiro, e logo atrás uma porta. Está tudo limpo, fomos até a portinha e entramos, tinham várias prateleiras com caixas, algumas tesouras, tudo! Sai dali e a deixei lá, olhei em baixo do balcão e tinham vários papéis organizados um ao lado do outro de várias cores, arames e uma tesourinha ... Kook voltou com dois aventais, um Preto e um branco.
Larissa: fique com o preto! Eu vou ficar no caixa e você vai pegar as flores pode ser?
Marceline: uhum...
Peguei o avental e dexei minha bolsa em baixo do balcão e fui para fora da casinha... O dia está lindo.... Amo dias nublados... Fique aqui fora muito tempo...entrei na casa e olhei um relógio de cuco ...já é 09:01 nossa.... Kook está debruçada no balcão..
Marceline: porra...tá mais vazio que meu coração...
Larissa: aahhhhhh por que não vem ninguém??
Marceline: vai saber.
Ficamos assim por muito tempo...olhei o relógio de novo e já é 10:52. Que porra!
???: a porra daquela diretora do karalho mandou a gente levar flores! E pra que!?
???: por favor acalme-se..
???: e por que me acordou tão cedo!? Pelo menos essa floricultura não é longe da nossa casa...
???: você está estressado irmão.. Acalme-se..
???: vamos logo comprar a porra dessas flores!
Olhei para a Kook e ela deu um sorrisinho... Ter que atender cliente chato de manhã! Sentei no balcão com dificuldade por eu ser tão pequena, fiquei de pernas cruzadas e braços cruzados, Kook posicionou sua cabeça sobre suas mãos com seus cotovelos no balcão. Fechei minha cara e vi um garoto de cabelos vermelhos, uma calça preta, uma camiseta branca do Metallica e uma blusa moletom preta e outro com uma calça preta jeans uma camiseta branca e um colete com botões e um lenço azul claro no pescoço, o cabelo platinado e com heterocromia.. Que legal.. Olhei para Kook e vi seu olhar para o platinado, seus olhos brilhavam..
Marceline: acorda garota!
Ela se assustou e me olhou.
???: licença...precisamos de flores!
Marceline/???: nao! Veio a uma floricultura para comprar pão!
Olhei o ruivo falsificado com a cara fechada e logo virei meu rosto rapidamente.
Larissa: perdoe-me senhor pela minha irmã, ela não gosta muito dessas coisas...
???: perdoe meu irmão ele está um pouco exaltado hoje... Aliás meu nome é Lysandre.
Larissa: o meu é Larissa nas me chame de Lari .encantada.. ( o tal Lysandre beija a mão dela) vejo que possui os modos corretos de se tratar uma dama..
Lysandre: eu tento senhorita..
Marceline/???: vamos acabar com essa palhaçada!?
Lysandre: Castiel!
Larissa: Marcynha!!
Marceline/Castiel: que!?
Larissa: depois conversamos! ( dei língua para ela) bem..essa é minha irmã Marceline! Bom...o que desejam?
Castiel: eu não sou frescurento como meu irmão por isso...Castiel! E quais as flores que a velha nos pediu pra comprar mesmo?
Lysandre: margaridas talvez? Ou foram rosas? Orquídeas? Aquelas roxas talvez? Por acaso sabe o nome senhorita?
Larissa: eu me esqueci.... 
Marceline/Castiel: violetas!
Lysandre/Larissa: exato!
Bufei e revirei os olhos..
Castiel: levaremos violetas! 
Larissa: Marcynha...poderia acompanha-los e pegar as flores?
Marceline: por que eu?
Larissa: por que é o seu trabalho irmazinha.. ( ela me deu um sorriso).
Marceline: taaaa!!! 
Pulei do balcão de braços cruzados e esperei na porta um dos muleques.
Lysandre: Castiel..poderia ir com a dama?
Castiel: por que eu?
Lysandre: apenas vá!
Ele saiu emburrado batendo os pés, olhei Kook que ainda sorria... Fui até o balcão novamente e peguei a tesourinha, sai e o ruivo falso me acompanhava... Andei até um canto só jardim e lá estavam as violetas...me abaixei e as cortei.
Marceline: ....quantas quer garoto!?
Castiel: 6! E não sou nenhum garoto pirralha!
Marceline: pirralha é o caralho!
Castiel: prefere pigmeu!?
Marceline: pigmeu é o seu pau!
Castiel: nunca viu para saber!
Marceline: ah cala a boca porra! Meu dia já está ruim!
Castiel: não sabe o meu!
Cortei a porra das flores e voltei ao balcão, os dois conversavam com muito animo.
Marceline: Kook tem como você arrumar logo essas flores!?
Larissa: acalme-se Marcynha! 
Marceline: que horas são?
Larissa: umas 11:26 ou menos..por aí...
Marceline: aaahhhhhh!!! Por que me acordou tão cedo porraaaaaaa!!!! Dattebane!!
Larissa: aahhh!! Está animada senhorita Marceline? Por qual motivo?
Eu tenho esse problema de fala..quando me exalto ou me animo falo dattebane e quando estou com vergonha dattebayo..
Marceline: e-eu não tenho motivos para me animar dattebayo...
Larissa: por que está com vergonha?
Marceline: ah chega! Arruma as flores e vamos logo! Anda temos que ir para a merda daquela escola!
Larissa: haha! Está exaltada hoje..
Marceline: claro!
Ela pegou um papel roxo embaixo do  balcão, um arame e a tesoura, cortou um pouco dos caules com muita delicadeza, enrolou no arame e colocou no papel.
Lysandre: quanto deu senhorita?
Marceline: a tabela de preços está no balcão Kook. 
Ela olhou.
Larissa: an...16,00 R$ 
Ele pagou as flores e a pegou.
Lysandre: a propósito...vão estudar em Sweer Amoris?
Larissa: sim! Começamos hoje! Acabamos de nos mudar!
Lysandre: nos também! Posso passar aqui para ir com vocês? Não me lembro bem o caminho, e creio que meu irmão também não.
Larissa: seria um prazer!
Lysandre: 12:00 em ponto estaremos aqui!
Larissa: perfeito!
Lysandre: até!
Larissa: até!
Eles saíram.
Marceline: otimo! Ter que ser baba de três pessoas...
Larissa: acalme-se Marcynha... Vá se arrumar, tem um banheiro nos fundos...
Marceline: tá bom...
Peguei minha bolsa e fui para a parte com ferramentas, tinha outra porta no fundo da sala, entrei e tinha um banheiro grande com um espelho enorme! Coloquei minha roupa, comecei a pentear meu cabelo, vou pintar a parte da nuca de vermelho...mas depois vejo isso... Terminei de pentear e sai. Em seguida a Kook entra no banheiro. Fui para o balcão e peguei meu skate, me sentei no balcão esperando ela. 
Logo ela saiu, estava com uma bota até um pouco abaixo dos joelhos toda detalhada com uma cor meio preta mdia cinza, uma meia calça com uma cor escura e uns desenhos estranhos, uma saia com três babados prera, uma camiseta un pouco transparente branca com manga longa meia esquisita e sua bolsinha branca doida no ombro.
Larissa: já sei..." mais uma roupa de velha Kook"
Marceline: não...quero saber o que tem na bolsa.
Larissa: cookies...três pacotes..
Marceline: vai engordar desse jeito garota! 
Larissa: eu sei que você quer um.
Marceline: não quero não!
No mesmo instante minha barriga roncou...a velho....
Larissa: haha! Vamos! Pegue um..a gente come algo depois!
Marceline: tá..mas só por que estou com fome!
Ela retirou un pacote da bolsa e me deu um cookie..são otimos!
A gente acabou come do os três pacotes..
Marceline: nem quero mais comer nada...
Larissa: que bom .por que eu trouxe outro pacote reserva e ele é para a escola!
Marceline: meu Deus Kook! 
Lysandre: olá Garotas!
Eles chegaram, Lysandre estava com uma calça preta, uma bota preta, uma camiseta branca de manga longa, um colete de botões, um sobretudo de botões e um lenço verde no pescoço. O outro garoto estava..com uma roupa como a minha!?
Marceline: ei! Por que suas roupas são como as minhas!??!!
Castiel: eu que pergunto gnomo!
Marceline: idiota!
Castiel: gnomo!
Larissa: acalme-se Marcynha.. Por favor.  
Lysandre: Castiel!
Marceline: ah vamos logo porra!!
Lysandre: pegue seu skate Castiel.
Castiel: tá na mão!
Ele pegou seu skate e eh peguei o meu, saímos da floricultura. 
Lysandre: eu não sei o caminho ..nos mudamos a pouco tempo...
Larissa: nos também ...
Marceline: eu sei a droga do caminho!
Subi no skate e fui devagar na frente, o tomate vinha atras de mim de skate também é os outros andando. Acelerei e sai bem a frente deles.
Marceline: VAMOS LOGO! 
Eles estavam vindo correndo, Castiel estava ao meu lado. Olhei o outro lado da rua e...Alexandre? ( eu não falei mas eu gostei de um garoto. Alexandre...ele morreu....) 
Marceline: Alexandre?
Sai do skate e pisquei os olhos.  Ele desapareceu...eu tô ficando louca?
Larissa: Marcynha...você está pálida...o que foi??
Olhei para ela que me lançou um olhar de preocupação...
Marceline: eu vi...o...Alexandre....era ele.. Eu tô alucinando ...
Larissa: vamos precisar te levar ao psicólogo novamente...não quedo que fique triste como da última vez..
Marceline: eu não tomei os remédios hoje.......
Larissa: depois eu sou a esquecida...
Marceline: isso não importa! Vamos logo!
Saímos em direção a escola, eles apenas me seguiram...deve ser apenas alucinação minha... Chegamos na famosa Sweet Amoris! Era enorme! Vários alunos entrando na escola, nos entramos.. O sinal tocou..já? 
Marceline: pelas informações que nos deram pelo site temos que ir para a sala A.
Lysandre: nos deram a mesma informação!
Larissa: então vamos!
Entramos na sala. Todos nós olharam.. Idai? Nem ligo mesmo...
???: vocês são os novatos. Sou a professora Delanay! Estava esperando vocês, sou professora de química e vamos ao laboratório, lá vocês iram se apresentar.
Todos saíram da sala e foram no final do corredor, subimos umas escadas e entramos no laboratório e todos se sentaram em seus lugares em duplas.
Delanay: os quatro se apresentem um de cada vez.
Larissa: meu nome é Larissa. Não tenho que dar satisfações para os outros.
Lysandre: Bom, Meu nome é Lysandre espero me dar bem com todos...
Delanay: sentem-se juntos! E senhortia Larissa. Não se ache no direito de ser rude com as pessoas que nem conhece!
Eles se sentaram juntos, ao lado tem uma mesa na janela. Melhor ligar! E no fundo!.
Delanay: os dois! Se apresentem!
Castiel/Marceline: que chatice! 
Marceline: Marceline e...como minha irmã disse..eu não devo nada a ninguém.. So não me encham o saco tá? 
Castiel: Castiel...e...eu não tô nem aí pro que fazem, falam ou qualquer outra coisa então. Finge que eu não existo!
Delanay: parece que os novatos são um verdadeiro chatos! Sentem-se!
Me sentei e o Castiel ao meu lado.
A aula passou.  VEIA CHATA DA PORRA MANU. Aula chata do karai...estamos em aula vaga agora. A Kook foi para o jardim com aquele muleque.  Tinha uma porta no final do corredor do laboratório, entrei nela e tinha um terraço...que otimo.... E o tempo está nublado! Melhor ainda! 
Me sentei perto das grades e como estava com uns desenhos na bolsa tirei um do Winged Skull, uma caveira com duas assas e uma rosa na boca. Comecei a pintar a rosa... Acho que vou cantar algo enquanto pinto... I hate you I love you do Gnash! 
Marceline:
Feeling used
But I'm
Still missing you
And I can't
See the end of this
Just wanna feel your kiss
Against my lips
And now all this time
Is passing by
But I still can't seem to tell you why
It hurts me every time I see you
Realize how much I need you

I hate you I love you
I hate that I love you
Don't want to, but I can't put
Nobody else above you
I hate you I love you
I hate that I want you
You want her, you need her
And I'll never be her

I miss you when I can't sleep
Or right after coffee
Or right when I can't eat
I miss you in my front seat
Still got sand in my sweaters
From nights we don't remember
Do you miss me like I miss you?
Fucked around and got attached to you
Friends can break your heart too, and
I'm always tired but never of you
If I pulled a you on you, you wouldn't like that shit
I put this reel out, but you wouldn't bite that shit
I type a text but then I nevermind that shit
I got these feelings but you never mind that shit
Oh oh, keep it on the low
You're still in love with me but your friends don't know
If u wanted me you would just say so
And if I were you, I would never let me go


I hate you I love you
I hate that I love you
Don't want to, but I can't put
Nobody else above you
I hate you I love you
I hate that I want you
You want her, you need her
And I'll never be her

I don't mean no harm
I just miss you on my arm
Wedding bells were just alarms
Caution tape around my heart
You ever wonder what we could have been?
You said you wouldn't and you fucking did
Lie to me, lie with me, get your fucking fix
Now all my drinks and all my feelings are all fucking mixed
Always missing people that I shouldn't be missing
Sometimes you gotta burn some bridges just to create some distance
I know that I control my thoughts and I should stop reminiscing
But I learned from my dad that it's good to have feelings
When love and trust are gone
I guess this is moving on
Everyone I do right does me wrong
So every lonely night, I sing this song

I hate you I love you
I hate that I love you
Don't want to, but I can't put
Nobody else above you
I hate you I love you
I hate that I want you
You want her, you need her
And I'll never be her

All alone I watch you watch her
Like she's the only girl you've ever seen
You don't care you never did
You don't give a damn about me
Yeah all alone I watch you watch her
She's the only thing you've ever seen
That you are slowly killing me

I hate you I love you
I hate that I love you
Don't want to, but I can't put
Nobody else above you
I hate you I love you
I hate that I want you
You want her, you need her
And I'll never be her
 Castiel: canta bem em Tábua!
Marceline: o que você tá fazendo aqui tomate?!
Castiel: gosto de lugares assim...
Marceline: hm..
Castiel: por que se mudaram pra cá?
Marceline: nossos pais viajavam muito..aí nos emancipamos!
Castiel: eu e o Lysandre também!
Marceline: que louco!
Castiel: eh...vamos descer?
Concordei com a cabeça, peguei minhas coisas e descemos... Encontramos a Kook e o Lysandre no corredor quando escutamos os auto falantes.
Auto falante: olá alunos. Os alunos da professora Delanay que participaram da aula anterior ela quer dar um recado a vocês. 
Quero um trabalho com quatro pessoas, podem escolher seus companheiros, coloquem no trabalho. Quero um trabalho sobre A Constante de Planck pelo Efeito Fotoelétrico e E A descoberta da Aspirina. Vocês têm uma semana. 
Os alunos da aula da Delanay estão dispensados pela falta dos professores. Aproveitem a tarde!

Larissa: poderíamos fazer o trabalho juntos!
Lysandre: boa ideia!
Marceline: por mim.
Castiel: não faz diferença!
Larissa: me passe seu número, assim te ligo para marcamos de fazer o trabalho! 
Ela retirou seu bloco de notas e uma caneta da bolsa.
Lysandre: 9828-8273 (autora: não sei se o número existe).
Larissa: otimo! Agora temos que ir!
Lysandre: tchau!
Larissa: xauh!
Saímos .. Chegamos em casa e eu me joguei no sofá, Kook pegou o celular e ficou mexendo...na deve ter se apaixonado pelo platinado.. Acabei dormindo...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...