História Different - Jeon JungKook - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens BamBam, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bangtan Sonyeondan, Bts, Jeon Jungkook, Jimin, Jin, Jungkook, Kim Taehyung, Kook, Park Jimin, Seokjin, Suga
Visualizações 1.122
Palavras 2.526
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Ficção, Romance e Novela, Universo Alternativo, Visual Novel
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


ATENÇÃO! não vou ter tempo de postar amanhã e como eu sou um amorzim, vou adiantar hoje, mas é sério amanhã não tem Capítulo, se bem que hoje é quase amanhã kkkkk (nossa que bugue)

Capítulo 19 - Best mistake


Fanfic / Fanfiction Different - Jeon JungKook - Capítulo 19 - Best mistake

S/N – É né... Pois é... Eu quase que nunca transito por aqui.. assim... Então... – tava nervosa, não consiguia formular frases.


Senhora Jeon – Já sei! veio ver se ainda tem carambolas? Seu doce é muito bom sábia? Tá famoso. - Sério que ela gosta?


S/N – SIM, CARAMBOLAS, ISSO MESMO, AS BENDITAS CARAMBOLAS, AIAI AMOOO CARAMBOLAS – nossa foi por pouco – fico feliz que goste.


Senhora Jeon – É muito bom, aliás parabéns, Seun só sabe te elogiar, confio em você da mesma forma que ela, esperou nunca me decepcionar. – deixa ela saber que estou pegando o filhinho dela e que vou dormir debaixo do teto dela hoje, seria expulsa não só da Coréia como do universo.


S/N – Relaxa, pode confiar. – ria de nervoso. – agora tenho que ir, já está tarde, até amanhã e tenha uma boa noite.


Senhora Jeon – Você Também – Pode deixar, se vai ter algo que vou ter boa é essa noite.


Me virei e saí, passei por senhor Jae e enchi o saco dele um pouco por causa de sua boina engraçada, depois já estava na pracinha, estava com fones, ouvia “best mistake” dá Ariana Grande e uma parte descrevia tanto o que eu estava sentindo pelo Kook que sorri


🎶“Cause you're the best mistake I've ever made

But we hold on, hold on”🎶


Ele realmente era o melhor erro que já fiz e estava afim de continuar nesse erro, nem que seja escondido, pois eu me sentia bem como nunca me senti. Mimadinho safado que me conquistou, é acho que estou apaixonada, um perfil totalmente diferente de homem que me atrai, quem diria?!


Nem notei e seu carro parou em minha frente, ele não iria sair pra ninguém o ver, não resisti e sorri grande e fui até ele, abri a porta e ele estava lá, sorrindo como um coelhinho lindo, meu erro maravilhosamente lindo, fechei a porta e o beijei puxando sua nuca com força.


Kook – Nossa que delícia de recepção, tá inspirada amor? – sorria mais lindo ainda depois do beijo que lhe dei.


S/N – você me deixa assim


Kook- Caralho, olha, - mostrou o braço - arrepiei


S/N – Bobo - coloquei o cinto de segurança.


Kook- Bobo por você – nos beijamos novamente – vamos?


S/N – Sim, mas pra onde?


Kook – A gente vai em um parquinho, vou te comprar algodão doce, andar de roda gigante, acertar naquelas barracas de tiro ao alvo e te dar o prêmio...


S/N – Nossa que programa de casalzinho de filme de Hollywood


Kook- Exatamente, casalzinho apaixonadinho – me deu um beijinho. - me deu vontade de ser brega.


S/N - vamos ser bregas então - outro Beijinho.




***********************************





Chegamos no parquinho, perguntei se não teria chance de nos verem alí, ele negou, o bairro era de classe média baixa, Ninguém conhece ele lá, além de ser distante.


Fizemos tudo que ele falou, estava comendo o resto do meu algodão doce azul e ele um rosa, segurava um Minion de pelúcia que ele ganhou acertando uns patinhos de plástico kkkk, a gente brincava enquanto andava de mãos dadas.


Kook – Pena que a roda gigante está interditada.


S/N – Que bom, vai que ela quebra com a gente lá? Deus me livre


Kook- Eu te protegeria


S/N – Ata, o herói de Busan – ele me virou pra que rodasse como uma bailarina e abracei seu corpo e continuamos a andar.


Kook – OLHA! – me puxou correndo – duas entradas por favor - falou pro moço e passamos a corrente, era quinta-feira o parque não estava tão cheio, muito menos alí... um carrossel bem lindão, cheio de luzes e com uma musiquinha fofa.


S/N – É lindo – ficamos de frente um pro outro com um cavalinho no meio


Kook- Você é mais – sorri recebendo um beijo dele – eu tô muito apaixonadinho mesmo, olha onde te trouxe.


S/N – Fofo – comecei andar contra o sentido que o carrossel girava sempre segurando entre as barras e Kook me perseguia, comecei a correr dele rindo pois ele tentava me alcançar e assim fez, me abraçou e beijou minha bochecha. Depois me ajudou a sentar em um cavalinho e ficou ao meu lado em pé.


Kook- amor, posso te perguntar algo?


S/N – Claro – lhe dei um selinho – sempre.


Kook- esse tempo todo no Brasil, você só tinha sua avó? E amigos?


S/N – tenho, tenho duas, mas elas não moram mais lá e inclusive todo ano vem aqui me visitar, já já você vai conhecer elas. Harumi e Keila. - ele me olhou engraçado.


Kook – Harumi eu consigo falar mas esse outro nome aí eu travo, ke-keiiil – gargalhei - KELAI..


S/N – KEILA, o nome dela é em português como o meu, por isso, mas depois você aprende, aprendeu o meu num minuto


Kook- Eu queira te pegar, tinha que aprender o nome do meu amor.


S/N - idiota... Elas estão no Japão estudando, ambas são descendentes de japoneses, lembram a mistura louca da Nay, olhinho levemente puxado bla bla bla


Kook- Elas vem quando?


S/N – Mês que vem, sinto muita falta delas por estar só e elas terem uma a outra, aí elas sempre vem me visitar, uma vez no ano com um amigo virtual que fizemos a tempos, éramos as loucas da Ásia e ele meio que ajudou a gente a conseguir as coisas pra tanto eu morar aqui e elas lá


Kook- amigo? – falou desconfiado.


S/N – já vai começar é?


Kook- Não não não – me beijou sorrindo e o carrossel parou – vamos? Já são 8 e meia, Omma já deve está no pilates. Depois falamos mais deles.


Pagamos meu urso e saímos pra casa. Eu ri muito quando me abaixei pra ninguém me ver no banco do fundo quando chegamos, ele até brigou pois fazia muito barulho rindo, me sentia num filme de espiã alí escondida. Estacionou e subimos em silêncio a sala.


Entramos no quarto, comemos no parque então não carece de janta.


S/N – Meu sonho deitar nessa cama, parece fofa – me joguei como uma Idiota, era divina mesmo, como imaginei – ISSO SIM É UMA CAMA MANOOO – ele ria, a pobre passando vergonha, eu mesma


Kook- você vai amar fazer outras coisas nela – me beijou deitando sobre mim.


S/N – Tô louca pra testar – mordi seu maxilar leve.


Kook – Vamos pro banho primeiro amor, vou te mostrar minha banheira – me fez levantar e fomos.


Enquanto a banheira enchia, ele se sentou na beira da mesma e eu em seu colo, nos beijavamos, era gostoso, meu coração acelerava, estava apaixonada mesmo, a água morna estava quase que no limite da banheira


S/N – Vamos? – me levantei e comecei tirar minha camisa e ele rio ficando de pé pra mim, sorria safado tirando sua blusa também, ficamos nus um de frente pro outro, ele me analisava safadamente e eu também assim o fazia, e pegou minha mão.. 


Kook- primeiro as damas – subi os degrais e entrei na banheira, ele veio depois e se sentou primeiro, depois sentei em seu colo de frente pro mesmo e novamente namoravamos.


S/N – O que tá acontecendo com a gente? – ria


Kook- O que? Eu tô amando essa vibe fofinha.


S/N – Tá é? – comecei rebolar em seu membro


Kook- depois eu que sou o tarado aaah, menina não faz isso.


S/N – Faço sim – comecei chupar seu pescoço alisando seu ABS – me come kookie.


Kook- Nossaaaa que direta, amei – apertou minha bunda e eu ri – senta amor.


Ele ajeiteu seu pau que já estava alterado eu sentei devagar, comecei cavalgar gostoso nele. Gemiamos baixinho entre o beijo, Kook começou me ensaboar com dificuldade


S/N – Tão grosso coelhinho aaaah


Kook- Você é tão safadinha comigo, isso me deixa mais louco. 


Demoramos no banho, nada surpreendente né? Depois fomos pra cama e que cama, mas não, nada de safadezas a gente estava conversando, nos conhecendo melhor, sempre fazíamos isso, que é o que se espera de um quase casal, se conhecer.


S/N – você matou um irmão? Coitado. – ele ria – não ri, é triste.


Kook – eu tinha dez anos, a Omma da Nay me deu ele – era sobre um coelhinho de estimação que ganhou de aniversário – pensei que ele podia comer tudo – ele todo dia dava o resto dá comida pra ele.


S/N – comida comum faz mal para animais, Principalmente essas comidas complexas de ricos, tadinho.


Kook- paraaaa, eu Chorei horrores quando vi meu bichinho com a barriga cheia jogado no chão – fez um biquinho fofinho de tristeza


S/N – vem cá bebê – lhe abracei e lhe beijei lentamente, ele alisava meus cabelos e eu fazia carinho em seu braço subindo e descendo.


Kook- essa coisa de namorar é tão bom – ri baixinho.


S/N – namorar?


Kook – Sim, é o que estamos fazendo aqui juntinhos.


S/N – mas a gente namora Kook?


Kook- ainda não pedi, mas sim, namoramos. – sorrimos e nos beijamos.


S/N – então você quer me namorar – fazia essas perguntas só pra encher ele.


Kook- agora sim


S/N – antes não coelho?


Kook- antes queria você como meu novo brinquedinho, aquele dia que te vi no jardim pela primeira vez... Ai papai... – ri – eu já disse que canso de transar com a mesma mulher né? Yan era a garantia, a única, tipo que quando estava em casa e batia a vontade, comia ela – lhe Bati – aiiii, tô sendo sincero, eu enjoei, e te vi como minha nova oportunidade, já chega de Yan... Mas aí aquele vai e vem de provocações que fazia despertou algo e agora tô aqui grudadinho no meu amor – ele fala amor e eu sempre congelo.


S/N – Você é tão fofinho – ia lhe beijar mas ele impediu.


Kook – Namora comigo? Por favor, deixa eu te fazer feliz?


S/N – Biscoitinho... Você sabe que gosto de você, mas tu acha que tua família ia aprovar isso? Claro que não. – ele ficou triste – olha como eu estou aqui? Escondida – a carinha dele cortava meu coração – posso refazer o pedido? – assentiu tristinho – Namora comigo escondido de início? Depois a gente vê se o terreno é seguro e assume pro mundo

Kook- então você aceita namorar? Eu e você um casal oficial? Pois você está aceitando  o de início escondido e que depois a gente vai...– sorria e lhe cortei


S/N – Claro, EU QUERO SER SUA NAMORADA, quero você só pra mim - Nos beijamos felizes - e essa adrenalina de namorar escondido de início é boa, me lembra adolescência – rimos.


Kook- você me faz um bem inigualável coisinha latina – subiu em cima de mim – Minha Namorada.


S/N – sua namorada, sua primeira namorada – começou me beijar.


Kook- Precisamos comemorar amor... – massageava meus seios depois de jogar a coberta pra longe, beijou meu pescoço – huh? Que tal? – arfava e ele chegou com sua boca aos meus seios inchados mamando como um bebê – Quero transar com minha namorada pela primeira vez.


S/N – Aaah – Gemi sorrindo de olhos fechados – tá namorado.


Nós dois que estávamos deitadinhos aquecidos só de roupas íntimas, agora produzimos calor de novo.


Kook desceu mais sua boca e chupava toda a extensão de minha intimidade me fazendo delirar, o homem era ágil, mordiscava meu botãozinho molhado, zanzava com sua língua quente por ele, meu interior estava em festas com essa explosão de prazer, meus hormônios ligados a 220. Seu dedinho me penetrou gostoso num vai e vem insano.


Kook – Gostosa – parou de me chupar, com uma mão me socava voltando pra cima pra me beijar – tá gostoso amor?


S/N – Anhaan – não conseguia falar nada ele era rápido e eficaz – aaah


Kook- Gemi o nome do seu namoradinho delícia.


S/N – KOOKIEEEE... Aaaah – o moreno havia socado mais dois dedos.


Kook- meus dedos estão sendo apertadinhos amor... Acho que meu pau está com inveja.


S/N – Me fode com ele Daddy.


Kook- Como que você quer bebê?


S/N – Bem fundo e forte Daddy – falava ofegante pois ele não parava de me masturbar.


Kook- você promete apertar ele todo Quando estiver todo socadinho dentro de ti? Huh?


S/N – todinhoaaaaah – gozei em sua mão, abri os olhos ele sorria satisfeito e eu respirava pesado.


Kook- Chupa amor... – colocou seus dedos em minha boca, segurei seu punho e chupei seus dedos com meu melzinho de olhos fechados – é bom né? Por isso o Daddy ama sua baby. Mas agora Daddy precisa saber se a baby vai cumprir o que prometeu, se vai apertar o pau dele com sua bocetinha gostosa.


S/N – eu prometo Daddy – ele se posicionou em minha frente me provocando enquanto pincelava seu membro grosso em meu clitóris, era tão gostoso mas queria ele dentro de mim logo – vai logo cachorrinho aaaah anda logo.


Kook- nossa que coisinha apressada – encaixou sua glande na minha entrada – assim amor? – entrou devagar me roubando um gemido arrastado e dele também.


S/N – Aaah isso é sacanagem – rio me beijando, ele deixou seu membro parado dentro de mim.


Kook – estou sentindo como você é apertadinha amor, calma.... Huuummm tão quentinha... Me responde namorada, você vai ser só minha mesmo né?


S/N – Eu já sou Kook, me possua logo caralho – ele rio com minha impaciência.


Kook – Vou amar esse namoro – me deu um selar e começou o vai e vem.


Seu membro latejava como sempre dentro de mim, era Divino, eu tenho o namorado mais gostoso desse mundo, é oficial, Ninguém supera ele. Nossos gemidos eram altos, sorte que sua casa era boa, toda forrada, se fossem paredes normais o bairro todo ouviria.


Ele amava maltratar meus seios enquanto me estocava, e eu o morder e o arranhar, Também apertava muito minha coxa e bunda e eu também assim fazia.


Meu namorado me pegou no colo e me colocou sentada em sua mesa de estudos empurrando tudo que havia ali no chão. Antes de voltar a me estocar nos beijamos bem molhado, quase que morrendo sem ar, língua com língua lábio com lábio, delícia de homem ele mesmo.


S/N – Estou enlouquecendo biscoitinho – sorri sem ar.


Kook- que bom, vamos ser loucos juntos.


S/N – Aaaaannnh – senti seu membro duro entrar e sair rápido, ele sempre acertava em cheio o meu ponto sensível, era incrível.


Suados e grudados gozamos juntinhos, ele tirou devagar seu membro de mim, eu não tenho forças pra mais, nem sei como andarei amanhã, saí da mesa e sentei no sofá, ele se apoiou com um braço na parede, sorriamos e respiravamos pesados


Notei que seu falo estava durinho ainda.


S/N – Vem bebê, deixa eu te chupar um pouquinho. – ele rio cheio de maldade e ficou de frente pra mim – vou terminar de saciar meu namoradinho agora – sorri.


Alisei seu pau todo, comecei ir bem rápido, tirando seus murmúrios gostosos, dei alguns beijinhos.


Kook- carinhosa com seu brinquedinho amor? – rio falho.


S/N – Sim, mas já chega né? - Engoli ele todo até não caber mais, chupei com gosto, ouvir seus gemidos grossos faziam meu corpo queimar, fui tão bem que ele nem precisou me ajudar com sua mão em minha cabeça, pelo contrário ele só alisava minhas madeixas.


Kook- perfeita, você... Aaaaah você é perfeita mulher.


Tava tão bom senti-lo pulsar ali, e então ele xingou gostoso após gozar e eu mamar tudo, era meu direito, seu leitinho era gostoso e quentinho.


Fiquei de pé lambendo minha boca satisfeita.


S/N – Você é muito bom Biscoitinho – Ele rio falho e nos beijamos lento garradinhos.


Kook- meu Deus, a cada transa que passa você se supera – se sentou na poltrona e me sentei em seu colo, trocando beijinhos.


S/N – É porque eu estou muito, muito apaixonada – seu olhinho brilhou, seu sorriso me preencheu – Muito apaixonada por você coelhinho – me beijou orgulhoso e apaixonado


Notas Finais


Eita tiro, até eu senti... LEIAM AS NOTAS INICIAIS


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...