História Different (BTS e Got7) - Capítulo 21


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, J-hope, Jimin, Jin, JR, Jungkook, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V, Youngjae, Yugyeom
Exibições 121
Palavras 1.805
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 21 - Capitulo Vinte e um


J-Hope Narrando


As coisas estão cada vez pior,Jungkook chegou em casa com um hematoma na boca,com certeza ums ,oco.
Nem perguntamos nada,sua cara nos dizia:ME DEIXEM EM PAZ!
Estamos reundos na sala,conversando sobre ele,essa agente e a central.
-eles nem tem pistas de nós.-diz Mariana
-vamos continuar de olho neles.-fala Jimin
-temos que matar essa garota.-diz Junior
-concordo,não me importo em ser preso,apenas acabar com ela me deixará feliz.-completa V
Isso nunca tinha acontecido com a gente,V esta concentrado em acabar com a Lia e isso chega a ser como uma necessidade para ele.
A investigação não anda e temos certeza que mais uma vez,o caso será arquivado e esquecido.Ganhamos muito dinheiro fazendo o que fazemos e isso é o que importa.


ENQUANTO ISSO...
JACKSON NARRANDO


Termina o dia e preparamos tudo para voltarmos para casa.Os garotos e eu já estamos na van,esperando as garotas.
-acha que Lia está muito ruim?-pergunta Bambam
-sim,mas vocês sabem que ela não demonstra.-responde Yugyeom
-ainde tenho vontade de matar esse cara.-diz JB
-vamos manter a calma e pensar bem,não podemos arriscar tudo.-fala Jin
-Jin tem razão,temos que ser espertos.-digo
As garotas chegam e mudamos de assunto.
-vamos?-pergunta Lia
-sim.-responde Jin
Chegamos em casa e cada um foi para um local.Já é noite e estamos muito cansados.
-vou para meu quarto.-diz Larissa-somos duas.-completa Lia
-boa noite amores,durmam bem.-fala Bambam
-obrigada,você tambem.-fala Lia
As garotas sobem eficamos na sala,largados no sofá.
-vou fazer o mesmo que as garotas e capotar.-fala Suga
-é melhor todos irmos dormir,amanhã tem trabalho e temos muito a fazer.-fala Jin
-ótimo,vamos dormir.-diz Jackson
Todos nos dirigimos para os quartos e em pouco tempo dormimos,estamos lutando para prosseguir com o caso,mas não conseguimos pistas e isso nos deixa frustrados.


ENQUANTO ISSO...NA MANHÃ SEGUINTE
JIMIN NARRANDO


O dia amanhece e termino de arrumar,estou com uma calça preta com um buraco nos joelhos,camisa branca largada e meu cabelo preto penteado.
Desço e vejo que os garotos ainda estão acordando.Apenas Youngjae,Jungkuuk,J-hope e Junior estavam na mesa.
-bom dia.-digo sentando ao lado deles
-bom dia.-todos dizem
-o que temos preparado para hoje?-pergunto
-vou falar com Lia.-diz Mariana
-o que irá dizer?-pergunta Junior
-que Jungkook é meu e se ela não se afastar,irá pagar muito caro.-ela diz seria
-cuidado,ela não é qualquer garota.-diz J-hope
-não importa,acabo com ela da mesma forma.
-V está tramando algo.-digo pensativo
-seja o que for,iremos saber mais cedo ou mais tarde.-fala Youngjae
Continuamos tomando cafe e conversando,aos poucos todos foram chegando e terminamos o cafe da manhã juntos,mesmo com cara de poucos amigos.


RAP MONSTER NARRANDO


Todos estão prontos e a caminho da central.Larissa e Yugyeom estão se dando bem,o namoro deles é discreto,mas sabemos que eles se amam muito.JB não tira os olhos da Lia,mas ela está seria,perdida em pensamentos.
Quando chegamos na central,saímos da van e ela fica por último.Digo aos outros que logo me junto á eles e me à proximo da Lia.
-como você está?-pergunto
-bem.-ela diz forçadamente
-eu te conheço,sei que não é verdade.-tá...mas vou ficar bem.
-eu tenho certeza que sim.-digo segurando em sua mão
Caminhamos em direção aos outros,entramos no elevador e cada um foi para sua sala.
Temos que continuar investigando o caso,já faz dias que estamos nisso e nada concreto foi analisado.Estamos lidando com assasinos profissionais e o que nos motiva a continuar investigando,são as familias das vitimas.


ENQUANTO ISSO...
LAI NARRANDO


Decidi não deixar me abater pelo que esta acontecendo comigo.Tenho muito mais coisas para me preocupar,sinto raiva do Jungkook,mas ao mesmo tempo,me lembro do momento que tivemos...e por mais que eu negue para mim mesma,sei que sinto algo por ele.
Não tive uma conversa seria com o Jungkuuk,tenho muito trabalho para fazer,mas assim que der,falarei sobre seu irmão e que me entreguei para ele.Sei que ela ficará com raiva de mim,mesmo eu não tenho culpa.
Estou em minha sala agora,analisando uns dados que tenos dos ultimos três casos.
-eles tem que ter alguma ligação,os mesmos assassinos não teriam os matado atoa.-penso
Vejo as imagens das câmeras de segurança,mas não tem nada gravado,faço uma analise mais profunda e vejo que um vírus foi colocado,fazendo com que qualquer um pudesse controlar as câmeras.
-foi assim que els conseguiram deixar o corpo aqui,sem ser vistos.-digo
Leio toda a ficha do Paulo e vejo que ele é dono de uma fabrica de remedios.Nesse mesmo instante,algo em minha mente me dizia para eu ir nessa fabrica.
-não temos nada de ilegal comprovado nessa fabrica,mas irei assim mesmo.-digo determinada
Saio de minha sala e vejo o Suga.Ele eme chama e me á proximo e converso com ele.
-vai comigo?
-óbvio,quando saímos?
-agora mesmo.-digo
Aviso a Larissa que iremos sair rapidamente e ela ficou de avisar aos rapazes.Suga e eu entramos num táxi e fomos até a fabrica de remedios.Batemos no portão e um segurança nos atendeu.
-somos agentes da CIAS,estamos investigando um caso e gostaríamos de falar com o representante da fabrica.-digo
-sinto muito,mas não se encontra.
-sabe se ele vai demorar?-pergunta Suga
-não sei,vocês querem o que?
-algo que não lhe interessa.-responde Suga
-exatamente.-digo
-então voltem outro dia,não posso ajudá-los.-ele diz fechando o portão em nossa cara
-que mal educado.-fala Suga
Dou uma rapida risada,pelo seu mode de falar e digo:
-vamos pedir uma autorização ao juiz,o mais tardar,depois de amanhã,estaremos aqui.
-ok.
Saímos do local e novamente entramos num táxi,o trânsito estava engarrafado e ficamos presos no táxi.
Já faz mais de trinta minutos que estamos no táxi,o trânsito não flui e a nossa paciência está acabando a cada segundo.
-Lia,veja,não é o garoto que falou dos irmãos gêmeos para você.-diz Suga apontando para a direção do garoto
Olho pela janela e confirmo para ele.O garoto estava conversando com um homem,alto,forte,branco e de boa aparência.
-o cara parece irritado.-comenta Suga
-sim e o groto também...
Vejo que a camisa do homem tinha o logo tipo da fabrica do Paulo e comentei com Suga.
Continuamos olhando discretamente para os dois conversando e vimos o exato momento em quê Jungkook chega e se junta a eles.
-qual dos dois gêmeos será?-ele pergunta
-é o "mau".-digo fazendo aspas com as mãos e reparando em seu pulso
Apesar de estarmos um pouvo afastados,tenho uma boa visão e consegui ver o sinal no pulso dele,além do mais,estou percebendo umas coisas nele,totalmente diferente do irmâo...por exemplo,o estilo.
-que estranho,eles conhecem um funcionario da fabrica.-comenta Suga
-pois é.-digo pensativo
-acabo de recordar,que esse outro garoto,ele esteve na central,procurando saber sobre como andava a investigação.-fala Suga
-sabe o nome dele?
Suga puxa pela memoria e consegue recordar o nome do garoto...
-V,o nome dele é esse.-ele diz
Fiquei olhando fixamente para Jungkook,meu coração esta dividido,sinto raiva por ele ter mentido,mas amor também,não acho que ele seria capaz de inventar tudo que vivemos e que ele demonstrou sentir naquela noite.
-ei,está aí?-diz Suga tocando em meu ombro
-oi...disse algo?
-no que estava pensando?
-nele...-digo olhando para Jungkook
-você gosta dele,não é?
-não sei,realmente não sei.
O trâmsito finalmente flui e o motorista acelera,em poucos minutos chegamos na central.Pagamos ao taxista e entramos no predio.
-vou marcar uma reunião com os outros.-fala Suga
-tá,vou fazer o pedido de busca e apreensão ao juiz.
Suga se afasta e quando fui pegar meu celular na bolsa,sinto uma pessoa caminhando lentamente em minha direção.Me viro rapidamente e vejo a agarota que me falou sobre os gêmeos.
-podemos conversar?
-estou trabalhando,do que se trata?
-Jungkook.-ela responde
-qual dos dois?
- o que você...você fez amor.-ela diz com um tom de voz amargo
Não sei o por quê,mas essa garota não me inspira confiança.Sou curiosa demais e aceitei conversar com ela,nunca tive medo de ninguém e essa não será a primeira vez.Fomos até uma lanchonete próxima da central e conversamos lá.


ENQUANTO ISSO...
V NARRANDO


O chefe me ligou e pediu para irmos falar com nosso mensageiro da fabrica.Chamei Jungkook para irmos juntos e ele chegou atrasado.
Ficamos conversando em uma lanchonete,o trânsito estava parado e por isso Jungkook se atrasou.
Ele fica olhando para os lados,chegeui a perguntar o motivo,mas ele apenas dizia que sentia estar sendo observados.
Decidimos marcar o encontro em outro lugar,o mensageiro nos avisou que uns agentes da CIAS estiveram lá mais cedo,não fazemos a menor ideia do motivo dessa visita,mas vamos investigar.Temos sempre que estar um...dois...três passos á frente deles.


ENQUANTO ISSO...
JUNGKUUK NARRANDO


Os garotos saíram e fiquei sozinho em casa.Resolvi ligar para a Lia,ainda não tivemos uma conversa seria e isso me deixa preocupado.
Liguei varias vezes ,mas nada dela atender.Não faço ideia de onde os garotos foram e tenho que esperar pelo menos um deles chegar para eu sair.
-o que está acontecendo com nós dois.-digo pensando na Lia
Escutei um barulho vindo do porão e caminhei em sua direção.Os garotos nunca me deixaram entrar nele.
- o que será que tem lá em naxio?-digo curioso
A porta estava trancada,mas puxei pela memoria e lembrei que um dia vi J-hope guardando umas chaves num cofre,por sorte,sei a senha.
Entrei no escritorio e abri o cofre,voltei até a porta do poraõ e abri.Rapidamente entrei e me deparei com algo que jamais poderia imaginar.
-o que é isso...-digo assustado
Uma quantidade enorme de aramas,revólveres,escopetas,metralhadoras,dinamites e outras coisas que nem conheço,estavam no porão.
A ficha demorou de cair,não conseguia entender o motivo de tudo aquilo estar ali.
-tenho que sair daqui.-digo ainda assustado
Fechei tudo,guardei as chaves e me tranquei no meu quarto.
-o que vocês são?-me perguntava incredulo
Caminhava de um lado para o outro,quando alguem bate na porta do meu quarto.
-quem é?-pergunto nervoso
-junior,posso entrar?
Abro a porta e ele entra;
-por que esta tão nervoso?-ele pergunta
-por nada,impressão sua.
-ah,tá bom.
-posso perguntar uma coisa?
-diga.
-o que vocês guardam no porão?
Minha pergunta o deixou nervoso,por mais que ele tenta se disfarçar,consegui perceber.
-nada demais,umas coisas velhas.-ele responde
-hum,queria guardar umas coisas minhas lá,poderia me dar as chaves?
-sinto muito,mas já está cheio...vou para meu quarto,até mais.-ele diz indo embora rapidamente
Estou vivendo com bandidos,porque aquelas armas não são legalizadas.Tenho que descobrir o que eles fazem com elas e o pior...se são assassinos.


UMA SEMANA DEPOIS...
JIN NARRANDO


Já se passaram mais de uma semana que Lia ficou estranha,felizmente ela está bem melhor,na verdade ,está mais concentrada no trabalho.
Os garotos e eu voltamos a fabrica do Paulo,conseguimos o mandado de busca e apreensão,e levamos umas amostras dos remedios produzidos lá.Chegamos de surpresa e estamos aguardando o resultado das amostras retiradas do local.
Estamos na sala de reunioes agora,todos estamos bem preocupados com a Lia,ela está muito fria,mas além disso,ainda tem o caso que não conseguimos provas concretas ou pistas dos assassinos.
-aonde está larissa?-pergunta Bambam
-Lia e ela estão voltando para cá,tiveram que passar em um lugar primeiro.-responde Yugyeom
-elas foram aonde?-pergunta o chefe daqui
-conseguimos achar os bandidos que vendem armas no mundo do trafico,as garotas foram prendê-los,vamos nos juntar a elas.-explica Jackson

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...