História Different Feelings - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, JR, Mark, Personagens Originais, Youngjae, Yugyeom
Exibições 23
Palavras 2.325
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Ficção, Hentai
Avisos: Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 17 - Cap. 16



Os meninos acabaram de sair daqui, já é noite e os mesmos alegaram que não podiam dormir aqui em casa pois tinham que ficar com seus pais. Esta chovendo e eu ainda estou no sofá com Mark ao meu lado terminando de assistir a um filme, quando de repente da um trovão e a luz apaga, no mesmo momento sinto algo ruim em meu peito, como se me avisasse que alguma coisa de ruim tinha acontecido, mas resolvi ignorar aquilo.

- Mark - falo esticando minha mão para tocar na dele, não gosto muito de escuro e chuva ao mesmo tempo, me trás lembranças muito ruins. Sou tirada de meu devaneio com Mark tocando minha mão

- Tô aqui pequena - ele intrelaça nossos dedos - Não precisa ficar com medo - outro trovão clareia a sala me fazendo gritar e pular no colo do Mark

- Mark, vamos dormir não quero ficar aqui - falo apertando meus braços em volta de seu pescoço e fechando os olhos

- Okay vamos - ele se levanta comigo ainda em seu colo e vai em direção ao meu quarto, ele abre a porta entra fecha e vai comigo até minha cama, se sentando na mesma - pronto pequena agora está segura, qualquer coisa é só me gritar okay?

- Não, não quero ficar aqui sozinha Mark, por favor não me deixa - falo pegando em seu braço para impedir que ele vá - por favor - digo começando a chorar

- Tudo bem pequena, não precisa chorar eu fico com você - ele fala passando a mão em minha cabeça.

Me afasto um pouco dele me deitando de um lado da cama, depois o puxo fazendo ele se deitar de frente para mim

- Você tem medo do escuro pequena? - ele fala segurando minha mão

- Um pouco, o escuro não me trás lembranças ruins

- Você quer me falar que lembranças são essas?

- Agora não, talvez outro dia eu te fale vamos deixar isso pra lá okay?

- Claro pequena - ele fala e nós ficamos alguns minutos em silêncio, que logo foram cortados pelo toque de seu celular, ele leu, digitou alguma coisa e olhou para mim

- O que foi?

- Yongyeon disse que a queda de luz foi por causa de um acidente que aconteceu próximo daqui

- Espero que estejam todos bem, e que a luz volte logo - falo para ele

          LENA POV'S OFF
    
                                  MARK POV'S ON

No momento em que Yongyeon me avisou do acidente senti um aperto no peito, como se me avisasse que alguma coisa de ruim iria acontecer. Sou cortado de meus pensamentos com meu celular tocando, olho no visor e era a mamãe atendo com minha mão livre, sem soltar a outra da Lena

- Alô? Mãe? Tá tudo bem?

- Alô, aqui não é a sua mãe, me chamo Kim Bom, olha eu sinto muito mas eu liguei para dizer que seus pais - ele da uma pausa - eles sofreram um acidente de carro agora pouco, estão sendo levados para o hospital do centro agora - ela termina de falar e eu não conseguia falar nada - Alô?

- O-okay, o-brigado por ligar, estou indo para o hospital agora - falo e desligo a chamada me levantando

- Mark o que ouve? - Lena me pergunta

- Lena, nossos pais sofreram um acidente, temos que ir ao hospital agora - eu falo  - pegue um casaco e vamos, vou ligar para o Jb para ver se ele pode nos levar lá - começo a ligar para Jb e ela fica parada na cama - vamos Lena, temos que ser rápidos - falo apressando ela.

MARK POV'S OFF
                   
                       LENA POV'S ON

Assim que Mark me dá a notícia do acidente eu fico estática, sem palavras, então era isso a coisa ruim que estava sentindo

- Vamos Lena, temos que ser rápidos - ele fala e eu me levanto, pego qualquer casaco e em seguida seguro na mão dele

- Estou pronta - falo e nós saímos do meu quarto indo em direção ao dele

- Preciso pegar algumas coisas - ele fala, fico aguardando ele que não demora para vim, em seguida descemos com um pouco de cuidado por ainda estar tudo escuro.

Do lado de fora Jb já nos esperava dentro do carro, entramos cumprimentamos ele e em seguida ele acelerou para o hospital.

- Com licença - Mark fala para a moça da recepção assim que entramos no hospital - meus paia sofreram um acidente e trouxeram eles para cá

- Qual o nome deles?

- Min Seo e Shi Woo  - ele fala e ela digital em seu computador 

- Vocês podem aguardar sentados, o médico já vai vim para dar noticias 


- Okay, obrigado - Mark solta um suspiro e nós fomos em direção às cadeiras.

Eu sentei no meio dos dois, estava de pijama e com frio, só espero que eles estejam bem. Depois de 20 minutos avistamos o médico vindo

- Com licença, vocês são parentes de Shi Woo e Min Seo? - ele fala e nós nos levantamos

- Sim, o que ouve, eles estão bem? - Mark o enche de pergunta

- Vocês são filhos deles? - ele aponta para nós três

- Não, só eu e ela - Mark aponta para mim

- Olha, a situação de seus pais não é boa, ele sofreram muito com o acidente, vamos precisar fazer uma cirurgia em ambos, mas acredito que eles vão se recuperar - ele fala dando um sorriso simpático

- Podemos ver eles? - pergunto com os olhos cheios de lágrimas

- No momento não, eles estão sendo preparados para a cirurgia, só depois, me desculpe - ele fala e eu concordo - bom agora tenho que ir, depois eu dou noticias - ele termina de falar e sai

- Pequena, vai para casa com Jb, dorme um pouco e amanhã você volta okay?

- Não, Mark eu quero ficar aqui com você, não vou sair daqui enquanto eles não estiverem bem - falo cruzando os braços

- Mas...

- Mas nada, por favor deixa eu ficar - imploro

- Tudo bem - ele da uma pausa e olha para Jb - se você quiser ir pode

- Claro que não irmão, vou esperar com vocês, só tenho que avisar minha mãe e os meninos que falaram que era para dar notícia - Jb fala e Mark e eu  concordamos então ele sai com o telefone no ouvido

- Mark eles vão ficar bem né?

- Vão pequena, vão sim - ele fala me puxando para o seu colo

- Você me promete? - pergunto com lágrimas caindo dos meus olhos e olhando nos olhos dele

- Prometo - ele seca minhas lágrimas e me abraça fazendo eu deitar minha cabeça em seu ombro - vai ficar tudo bem - ele diz fazendo carinho em minha cabeça. Fecho meus olhos aproveitando seu carinho, estava tão cansada que dormi ali mesmo, em seu colo.

Acordo com vozes falando, abro os olhos e em seguida os fecho devido a claridade, logo em seguida lembro que estava no hospital, olho para Mark e vejo que ele está dormindo encostado na parede, me levanto com cuidado de seu colo e olho para os lados, encontrando todos os meninos ali

- Lena - bambam fala vindo em minha direção e me abraçando - você está bem? Eu sinto muito

- Oi Bam - falo abraçando sua cintura - estou um pouco melhor - o solto - olá meninos - falo eles acenam para mim - Jb, o médico deu notícias?

- Sim, ele veio aqui de madrugada e disse que - ele da uma pausa - a cirurgia foi um sucesso, seus pais não estão 100%, mas não correm perigo - ele fala e eu abro um sorriso largo

- Que bom, o Mark já sabe?

- Sim, ele estava acordado na hora - ele da uma pausa - você está com fome?

- Um pouco - falo envergonhada e ele solta um riso

- Tudo bem, o Youngjae vai com você até a lanchonete para vice comer alguma coisa tudo bem? - ele pergunta e nós dois fazemos que sim - okay então - ele fala e em seguida saio com Youngjae ao meu lado

- Como você está meu anjo? - ele pergunta

- Ah, eu tô bem, bem melhor do que ontem, ainda mais com essa notícia de que eles estão bem - falo enquanto nós nos dirigíamos ao balcão da lanchonete. Escolho o que quero comer, e em seguida fomos sentar em uma mesa

- Fico mais aliviado que você está bem - ele fala sentando ao meu lado, o olho nos olhos - queria vim ontem mesmo para cá, mas combinamos que hoje seria melhor

- Eu fico muito feliz que vocês estejam aqui, ajuda bastante, a mim e ao Mark - falo sincera.

Ele passa o polegar pela minha bochecha e se aproxima, mas somos interrompidos pela comida que chega, desvio o olhar dele e começo a comer. Estava com muita fome, então logo acabo, terminado com o café. Olho para Youngjae que estava me olhando desde que comecei a comer

- Tem alguma coisa no meu rosto? Eu tô tão feia assim? - ele solta uma risada

- Você tá linda, você é linda - ele fala  passando novamente seu polegar em minha bochecha e eu coro

- Eu tô horrível, não dormi direito, tô de pijama e... - sou interrompida pelos seus
lábios tocando nos meus, era um beijo carinhoso, sem pressa e com gosto de café, o puxo para mais perto colocando minhas mãos em seu pescoço, aprofundando mais o beijo, ele passa suas mãos em minha cintura nos colando ainda mais se é que era possível. Quando o ar se fez necessário paramos o beijo com selinhos

- A cada dia que passa, eu gosto mais de você - ele fala me olhando nos olhos

- Eu também - falo sorrindo e dando mais um selinho nele

- Que fofos, eu sabia que estava acontecendo alguma coisa entre vocês - alguém fala e eu rapidamente olho para cima, dando de cara com Bambam, me levanto rapidamente

- Bam, por favor não conta nada para ninguém

- Eu não vou, a  quanto tempo estão ficando?

- Uns quatro dias - Youngjae responde envergonhado

- Vocês combinam bastante, e olha só, que fique bem claro, eu shippo Jaelena - ele fala fazendo eu e Youngjae ficarmos confusos - Lena e Jae - ele fala revirando os olhos - e nós soltamos um "ah"

- Bom, vim aqui para avisar que nós estamos indo para casa, Jb, Mark e Lena precisam de um banho e descancar um pouco - ele fala e nós concordamos

- Tudo bem, vamos - falo dando um passo, mas sou interrompida por Youngjae que me dá um selinho antes

- Parem de ser tão fofos - Bambam fala nos fazendo rir

- Agora podemos ir - Youngjae fala e então nós finalmente fomos para fora do hospital, dando de cara com os meninos

- Oi Mark, você está bem? - pergunto indo para o seu lado o abraçando

- Tô sim pequena, e você?

- Também, vamos para casa você deve estar todo dolorido, eu sou pesada - falo e ele solta uma risada, entrando no carro seguido de mim

- Estou um um pouco de dor nas costas, mas não é por sua culpa pequena, fica tranquila, você não pesa muito - ele fala deitando sua cabeça em meu ombro, começo a fazer carinho em seus cabelos o fazendo cuchilar, em seguida Jb liga o carro seguindo em direção a nossa casa.
bios tocando nos meus, era um beijo carinhoso, sem pressa e com gosto de café, o puxo para mais perto colocando minhas mãos em seu pescoço, aprofundando mais o beijo, ele passa suas mãos em minha cintura nos colando ainda mais se é que era possível. Quando o ar se fez necessário paramos o beijo com selinhos

- A cada dia que passa, eu gosto mais de você - ele fala me olhando nos olhos

- Eu também - falo sorrindo e dando mais um selinho nele

- Que fofos, eu sabia que estava acontecendo alguma coisa entre vocês - alguém fala e eu rapidamente olho para cima, dando de cara com Bambam, me levanto rapidamente

- Bam, por favor não conta nada para ninguém

- Eu não vou, a  quanto tempo estão ficando?

- Uns quatro dias - Youngjae responde envergonhado

- Vocês combinam bastante, e olha só, que fique bem claro, eu shippo Jaelena - ele fala fazendo eu e Youngjae ficarmos confusos - Lena e Jae - ele fala revirando os olhos - e nós soltamos um "ah"

- Bom, vim aqui para avisar que nós estamos indo para casa, Jb, Mark e Lena precisam de um banho e descancar um pouco - ele fala e nós concordamos

- Tudo bem, vamos - falo dando um passo, mas sou interrompida por Youngjae que me dá um selinho antes

- Parem de ser tão fofos - Bambam fala nos fazendo rir

- Agora podemos ir - Youngjae fala e então nós finalmente fomos para fora do hospital, dando de cara com os meninos

- Oi Mark, você está bem? - pergunto indo para o seu lado o abraçando

- Tô sim pequena, e você?

- Também, vamos para casa você deve estar todo dolorido, eu sou pesada - falo e ele solta uma risada, entrando no carro seguido de mim

- Estou um um pouco de dor nas costas, mas não é por sua culpa pequena, fica tranquila, você não pesa muito - ele fala deitando sua cabeça em meu ombro, começo a fazer carinho em seus cabelos o fazendo cuchilar, em seguida Jb liga o carro seguindo em direção a nossa casa.

Notas Finais


HELLO AMOREES, voltei com mais um capítulo, espero que gostem, me desculpem os erros okay?
Até a próxima.

Eu te amo vocês 💙.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...