História Different Feelings - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, JR, Mark, Personagens Originais, Youngjae, Yugyeom
Exibições 14
Palavras 2.387
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Ficção, Hentai
Avisos: Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 18 - Cap.17


Quando chegamos em casa Mark subiu para o seu quarto e eu fui para o meu, tomei um banho, mudei de roupa (1) e desci para a sala, Mark não estava lá, talvez tinha ido dormir, ligo a tv em qualquer canal e assisto o que estava passando.

Sou acordada por Mark, tinha dormido no sofá e nem tinha prestado atenção.

- Pequena, você vai no hospital comigo?

- Sim, só vou lá em cima por meu tênis e já venho - falo e ele assente. Subo para o quarto, coloco o tênis, lavo o rosto e desço logo após. Mark estava na cozinha junto com Jackson.

- Oi Jack - o comprimento.

- Fala baixinha, como você está?

- Bem, obrigada por perguntar, e você?

- Tô ótimo.

- Que bom - dou um sorriso para o mesmo - Mark eu tô pronta, já podemos ir?

- Sim, só vou lá escovar os dentes, pode indo para o carro com o Jackson, eu não demoro - ele fala e eu respondo com um "okay".

- Vamos baixinha - ele passa seu braço pelo meu ombro e eu passo o meu pela sua cintura.

- O que você tá fazendo?

- Ué, tô entrando no carro

- Nada disso, você vem na frente

- Mas e o Mark?

- Ele vai atrás ué - ele diz e eu concordo rindo e sentando no banco do passageiro. Mark não demora muito para aparecer e logo Jackson da partida no carro indo em direção ao hospital.


- Olá mamãe - falo chegando perto de sua cama, ela está desacordada o médico falou que iria ficar assim por um tempo, resumindo, ela está em coma - a senhora precisa acordar logo poxa, você não pode ficar assim, a gente tem muito o que viver ainda. Agora que me adotaram que eu finalmente tenho uma família - dou uma pausa limpando uma lágrima que caiu dos meus olhos - Você não podem morrer, de jeito nenhum, preciso de você comigo e com o Mark

- Pequena - Mark abre um pouco da porta, deixando visível somente a sua cabeça - Já está na hora, o tempo já esgotou - ele fala e eu concordo com a cabeça

- Tchau mamãe, amanhã eu volto - dou um beijo em sua cabeça e vou até Mark - Podemos ir - ele concorda e nós vamos para a sala de espera, encontrando Jackson sentado em um cadeira, assim que nos ve ele se levanta

- Já vamos?

- Sim - Mark responde - Não adianta ficar aqui, já visitamos os dois, não tem mais nada pra fazer - ele termina de falar e Jackson concorda

- Vocês estão muito desanimados gente, eu sei que vocês estão tristes pelo ocorrido mas poxa, eles tão bem, vão se recuperar eles são fortes, tenho certeza, olha só, vou levar vocês pra um lugar que eu tenho certeza que vão  gostar.

Logo após Jackson falar isso nós fomos para o carro. Ele estava nos levando para uma parte um pouco afastada de onde a gente morava, a paisagem era linda, árvores e poucos prédios.

Quando o carro parou percebi que estávamos em uma espécie de praia, a areia era bem branquinha, a água era de um tom verde misturado com azul, tinha algumas árvores e também algumas pedras espalhas, simplesmente lindo.

- Jackson, é lindo - falo saindo do carro encantada com a beleza do lugar

- É realmente muito bonito - Mark fala - Como descobriu esse lugar?

- Eu venho aqui com meus pais uma vez por ano, é um momento de paz que passamos juntos, para recarregar as energias e passar um tempo com o outro. Agora vamos um pouco no mar - ele me leva por uma mão enquanto a outra está levando o Mark

- Espera, eu não trouxe roupa - falo

- Não se preocupe com isso, vamos apenas nos divertir, é um momento para esquecer os problemas - Jackson fala e eu sorrio concordando, tiro meus sapatos e corro até eles que estavam um pouco na frente pulando nas costas de Mark.

Saio das costas dele no momento que ele pisa na água, é a segunda fez que venho a uma praia, no orfanato não saia-mos muito para fazer esse tipo de passeio. Sinto a água um pouco gelada tocar meus pés e sorrio novamente. Olho novamente tudo em minha volta, mas sou "interrompida" por Jackson que joga um pouco de água em mim.

- Ei - finjo irritação - por quê fez isso?

- Porque eu quis - ele sorri e eu jogo água nele - Você quer uma guerra? Okay - ele não deixa eu responder e novamente joga água em mim, e assim começamos uma guerra de água,       Mark também entrou na brincadeira. Eu não pensava em nada, somente jogava a água na direção deles.

- EEEI - somos interrompidos por um grito - FINALMENTE, PENSEI QUE AS CRIANÇAS NUNCA IRIAM OUVIR - Bambam grita

- Por quê você interromperam? - pergunta Mark

- É, estão esperando o que para se juntar a nós? - falo sorrindo. Eu estava encharcada, Mark e Jackson não ficavam atrás, as roupas colavam neles o que me fez perder um pouco da atenção

- O convite né - Bambam fala correndo até a gente juntamente com os garotos

- Chris - vou pra perto dele o abraçando

- Como está pequena?

- Agora um pouco melhor - dou um sorriso para o mesmo

- Pera, onde a gente estava mesmo? - Jackson fala e coloca sua mão no queixo - Ah é, lembrei - ele termina de falar e joga água no Bambam

- Ah seu loiro oxigenado - Bambam fala fazendo todos rirem e joga água nele e assim começa novamente uma guerra de água, só que com todos ali.

Eu estava bem, me permiti esquecer um pouco dos problemas, esquecer que meus pais estavam no hospital e aproveitar o momento sem se preocupar com nada. Os meninos estão fazendo uma grande diferença em minha vida, já não consigo me imaginar longe deles, eles são especiais e é incrível ver como cada um se preocupa com o outro, somos uma grande família.

Ficamos um tempo dentro da água e depois saímos indo nos sentar em um quiosque que ficava ali perto.

- Estou com fome - Yongyeon fala - Vamos pedir alguma coisa para comer?

- Tudo bem - Jb responde e chama um garoto que estava limpando as mesas, ele aparentava ser somente um pouco mais velho que os meninos, era muito bonito. Fizemos os pedidos que não demorou muito para chegar, devoramos os lanches em alguns minutos com muita palhaçada dos meninos claro

- Mark - o chamo baixinho - Posso comprar um sorvete?

- Claro pequena, pega aqui o dinheiro

- Vai querer também?

- Não pequena obrigado, estou cheio

- Okay, obrigada - dou um beijo em seu rosto e vou para o balcão pedir o sorvete.

Nós ficamos um tempo ali conversando e logo voltamos para a praia nos sentando na areia para ver o por do sol.

- Isso é maravilhoso, preciso tirar uma foto - falo - Chris, será que você podia me emprestar seu celular?

- Claro pequena - ele me dá o celular e eu tiro a foto - Obrigada

- Agora uma da gente - ele estende o celular para nós dois, eu encosto minha cabeça em seu ombro e sorrio, ele encosta a sua na minha e tira a foto.

- Agora aqui vocês - Mark fala e tira a foto

- Pronto, já tiramos bastante fotos, agora já temos que ir, está ficando tarde - Jb fala e concordamos, então nos dirigimos aos carros.

- Meninos - chamo a atenção deles - Obrigada por hoje, de verdade, vocês me fizeram esquecer os problemas e me divertir como nunca, a mim a ao Mark né, tenho certeza que ele adorou também - falo e Mark concorda

- Bom, se vocês estão mais felizes, nem que seja só um pouco, nossa missão está feita - Jr fala e eu sorrio emocionada

- Eu amo vocês, obrigada por tudo que fizeram desde que cheguei aqui - falo com a voz embargada pelo choro 


- Não precisa agradecer Lena, não fizemos nada de mais - Youngjae fala

- Exatamente, e a gente também te ama - Bambam fala e me abraça, logo ele seguida todos nos abraçam também, formando uma grande roda.

- Ta vamos pra casa - Jackson fala entrando no carro, entramos logo depois dele e fomos em direção a nossas casas.

                  ~~~ × ~~~

- Acorda pequena, a gente tem que ir pra escola - sou acordada por Mark

- Escola? Mark, e o papai e a mamãe? - digo esfregando os olhos

- A gente vai a tarde ver eles, agora temos que ir para a escola, levanta para nós não chegarmos atrasados - ele fala e sai do quarto.

Me levanto, faço minhas higienes, coloco o uniforme da escola, arrumo meu cabelo e desço. Na cozinha Mark já tomava café

- Bom dia - dou um sorriso para ele

- Bom dia pequena - ele sorri de volta, tomo somente um café pois não tenho fome de manhã

- Vou escovar os dentes - falo quando termino

- Você não vai comer nada?

- Não - falo não dando tempo dele responder e subindo. Faço o que tinha que fazer e desço com a mochila nos ombros - Podemos ir?

- Claro - ele fala saímos.

                    ~~~ × ~~~


As aulas passaram rápido logo já estávamos no intervalo, me sento com os meninos ao lado de Youngjae e Jr. Os meninos conversavam animadamente entre si, eu nem estava prestando muita atenção até que sinto alguém me cutucando

- O que foi? - me viro para Youngjae

- Eu quero te levar para um lugar, vamos?

- Claro - repondo ele e nós levantamos

- Onde vão? - Jr pergunta

- A gente vai ali e já volta - Youngjae responde pegando minha mão e puxando.

Ele me leva para uma espécie de telhado da escola, dava de ver tudo de lá de cima.

- Que lindo - falo

- Muito, venho aqui sempre que quero ficar sozinho, acho que ninguém além de mim, e agora você sabe que existe esse lugar - ele termina de falar e eu sorrio

- Obrigada por confiar em mim - falo e ele me puxa para sentar, sento de frente para ele, um pouco afastados.

- Queria que a gente passasse mais tempo juntos, eu "sinto sua falta" - ele fala olhando dentro dos meus olhos e fazendo aspas

- Eu também Jae, mas eu pesso só mais um tempo, eu nunca senti isso antes, é tudo muito novo para mim entende? Tenho que me acostumar, e também, não sei o que os meninos vão pensar

- Tudo bem, eu espero o tempo que for possível só para ficar com você pequena - ele sorri e se aproxima dando início a um beijo calmo, carinhoso e doce. Nos separamos por falta de ar. O sinal toca

- Ah não - falo deitando minha cabeça em seu ombro - Não quero ir para a aula - falo com uma voz manhosa

- Então vamos ficar aqui - ele responde

- Sério? - levanto minha cabeça sorrindo

- Claro, quero ficar com você - ele me dá um selinho e eu sorrio

- Você é incrível sabia?

- Sim - ele fala sério - E você também é - ele sorri

- Que tal nós nos conhecermos melhor? Por que eu só sei que você é amigo do Mark e tem 18 anos - falo e ele concorda.

- Tudo bem, primeiro eu depois você - ele faz uma pausa olhando para mim e eu concordo - Eu nasci aqui mesmo, na Coréia do Sul, tenho 18 anos, moro com meus pais, amo escutar música e gosto de cantar, eu e os meninos até pensamos em ser trainee. Não tenho comida favorita, minha cor favorita é vermelho. Me considero uma pessoa alegre, amo demais os garotos e não consigo imaginar minha vida longe deles - ele termina e me olha

- Okay, acho que é minha vez - dou uma pausa - Nasci no Brasil, vim para a Coréia com 6 anos, não conheci minha mãe pois a mesma morreu no meu parto, eu vivia com meu pai até.. - sinto um nó em minha garganta - ele morrer, no orfanato daqui eu conheci Chris que me ajudou bastante, Chris é meu irmão e não consigo imaginar ele longe de mim, gosto de escrever, desenhar e escutar música. Não tenho comida favorita também, gosto de azul e acho que sou legal - termino sorriso

- Você é, e depois eu quero ver um desenho seu - ele fala - E também o que você escreve - ele me puxa me fazendo sentar em seu colo e abraça minha cintura, colocando sua cabeça na curva de meu pescoço, me fazendo arrepiar.

- Os desenhos sim, mas o que eu escrevo não - falo

- Por quê não? - ele faz bico

- Não é nada de mais, mas não gosto de mostrar

- Tudo bem - ele fala mas não desmancha o bico

- Para de fazer esse bico, senão vou ser obrigada a morder ele - falo e ele força mais o bico, então mordo sua boca de leve.

- Jae - falo assim que termino de morder sua boca

- Fala princesa - ele me olha

- Eu te amo - falo ficando vermelha e olhando em seus olhos

- Eu também te amo  - ele sorri e me dá um selinho - Muito mesmo - selo nossos lábios dando início a mais um beijo que é interrompido pelo sinal - Última aula, você quer descer? A gente podia ir tomar sorvete o que acha?

- Por mim tudo bem - sorrio e ele me dá um selinho e em seguida saio de seu colo. Ele pega em minha mão entrelaçando nossos dedos e me levando para fora.

Conseguimos passar pelo portão da escola ser vistos, na última aula eles abrem os portões mas o quarda não estava ali então foi facil passar.   


Notas Finais


HELLO AMOREES, mais um para vocês, espero que gostem, desculpem os erros.

(1) http://www.polyvore.com/m/set?.embedder=21103165&.svc=copypaste-and&id=212341690

* COMENTEM O QUE ESTÃO ACHANDO E FAVORITEM A FANFIC, ISSO ME AJUDA MUITO.

Até a próxima.
Eu te amo vocês 💙.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...