História Different Summer - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Matthew Gray Gubler
Personagens Matthew Gray Gubler, Personagens Originais
Tags Amanda Seyfried, Dr Spencer Reid, Matthew Gray Gubler, Romance, Spencer Reid
Exibições 71
Palavras 1.396
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpa, de verdade, a demora par postar gente, tava um pouco sem cabeça para isso e eu quero o máximo dar uma boa história para vocês <3

Capítulo 16 - Hospital


Fanfic / Fanfiction Different Summer - Capítulo 16 - Hospital

A medida que os dias vão passando, eu e Sofia nos aproximamos mais. Ela definitivamente virou alguém em que eu confio e sempre tinhamos algo para conversar. Porém ao mesmo tempo, estavámos um pouco afastados, as vezes Luiza queria sair apenas nós dois, então acabava que ficavamos o dia inteiro longe da casa. Eu me divertia, claro, eu gosto muito dela, mas as vezes fazia falta ficar com o pessoal. 

- Spencer, vem cá - Penelope falou sussurando. Sorri curioso e segui o caminho com ela. Vi que estava Hotch, JJ, Rossi, Derek, Emily juntos falando algo como se fosse um segredo. Me viram e sorriram, abrindo um espaço para mim no círculo. 

- Então, garoto, a gente ta pensando em fazer uma surpresa para Cat, hoje é seu aniversário e a gente pensou em fazer uma festa surpresa pra ela. Luiza e a Gabi vão sair com ela durante o dia para distrai-la. Todos concordamos e começamos a planejar a organização. Sofia chegou e Derek a chamou para seu lado, ela também iria participar. Sorriu para mim e eu sorri de volta. Garcia me chamou atenção e continuou falando o que eu iria precisar fazer. 

- Vou colocar você com a Sofia para organizar o jardim e a área da piscina - sorri e Garcia percebeu. Ela me levantou e me levou até a área do jardim. - Spencer Reid, você tem algo escondendo de mim? - ela falou fingindo estar brigando. Ri, colocando as mãos no bolso, olhando para baixo. 

- Não sei do que você ta falando - falei convencido e fui entrando na casa. - Ela apenas passou por mim e fez um sinal de "estou de em olho em você". Ri mais ainda e apenas neguei com a cabeça. "Somos apenas bons amigos" pensei comigo mesmo. 

Quando volto para dentro da casa, Cat havia acordado já e todos estavam a abraçando e desejando um feliz aniversário. Fui até ela, que abriu um sorriso quando me viu e a abracei. Cat não era apenas minha chefe, mas também minha melhor amiga e sempre foi como uma mãe para mim. Minha mãe está internada por conta de sua esquizofrenia, e ela sempre foi uma das pessoas que esteve ao meu lado me apoiando em momentos bons e ruins. 

- Você é incrível Spencer, e ainda é o meu genro agora, ainda bem! - então todos riram e eu a abracei mais uma vez. 

- Vamos, mãe? - Lu chegou ao seu lado, toda arrumada como se fosse à um evento de moda. Vi que Sofia revirou os olhos e ri baixo. Cat se despediu de todos e assim que saiu de casa, todos começaram a ir para suas devidas tarefas. Derek ia ao supermercado com Rossi e Hotc, Garcia, Emily e JJ iam chamar os convidados e organizar as outras partes da casa. 

Vou até a área da piscina e encontro Sofia olhando para um armário ao lado do balcão. Fiquei a observando e é incrível como essa garota ainda me intriga. 

P.O.V. Sofia 

Argh, por que eu tinha que ser tão baixinha? Obrigada, mãe. As coisas para usar na churrasqueira estavam em uma parte muito alta do armário e não tinha uma escada ali. Comecei a ficar impaciente e resolvi tentar dar um jeito de subir pelo armário. Antes mesmo de eu tentar, uma voz rouca ecoa pelo local.

- Precisa de ajuda nisso? - ele se aproximou para o meu lado

- Ta insinuando que eu não consigo sozinha? - coloquei as mãos na cintura e fiquei o encarando.

- Só percebi que ta com dificuldades.. baixinha - quando ele falou isso, a raiva bateu e ao mesmo tempo eu achei fofo. Chacoalhei a cabeça para parar com esses pensamentos e semi cerrei os olhos. 

- Não quero sua ajuda - falei me virando para o armário pensando em como que eu iria conseguir sozinha. 

- Deixa de ser teimosa, a gente tem que se ajudar, lembra? - ele falou me olhando sério. 

- Vai lá dentro então e pega uma escadinha - assentiu e entrou na casa. Óbvio que eu iria ainda tentar pegar sozinha, ele me provocou antes e me deu um desafio. 

Coloquei meu pé em uma parte da estante do armário e comecei a tentar subir. A última coisa que me lembro, é que enquanto segurava as coisas, me desequilibrei e só. 

P.O.V. Spencer

- Vocês sabem onde tem uma escadinha aqui? Sofia pediu pra eu pegar e... - então escutamos um barulho alto, como se várias coisas tivessem caido. "Droga, Sofia" penso enquanto corro até a área da piscina junto das garotas. Corro até Sofia, que estava no chão, com várias coisas em cima dela e que estava desacordada. 

- Me ajudem aqui! - grito para as meninas que estavam paradas sem saber o que fazer. Elas me ajudam a tirar as coisas de cima e a carregar Sofia que tinha machucado a cabeça. 

- Vou ligar para o Derek, vou ver se eles já compraram as coisas, assim eles podem vir para ajudar - Garcia falou enquanto discava no celular. 

- Você tinha realmente que dar uma de teimosa! -  falei nervoso, tentando parar o sangue que não parava de sair. O resto do pessoal estava vindo para cá e iam nos ajudar a leva-la para um hospital. As garotas teriam que ficar em casa com as crianças e para arrumar o resto da surpresa.  Meu coração estava a mil, eu queria poder leva-la logo, mas não tinha como. 

- A gente já pode indo, Reid - JJ falou. A mesma tinha acabado de sair de uma ligação com Derek que já estava estacionando na garagem da casa. Ela, Garcia e Emily me ajudaram a levar Sofia até o carro e então todos nos ajustamos. Eles tentavam me acalmar, porque viam como eu estava nervoso. Eu não deveria ter saido do lado dela, óbvio que ela tentaria subir sozinha. 

P.O.V. Sofia

Acordo com o som de uma máquina de hospital, uma luz branca forte e uma dor na minha cabeça. Olho para o lado e vejo Spencer segurando minha mão com uma expressão de nervoso. Assim que ele viu que abri os olhos, ele começou a chamar o médico, que veio até o quarto e começou a examinar a situação. 

- Ela parece estar bem, se vocês não tivessem trazido ela rápido, ela poderia ter sofrido uma grave hemorragia cerebral - "Vocês" ? logo, entra no quarto Derek e Hotch que estavam com uma feição preocupada. Sorri ao ver que eles estavam ali. 

- Nunca mais faça isso, ok? - Spencer me olhava e eu apenas assenti com a cabeça. Eu havia ganho alta, os meninos me ajudaram a me levantar e me levaram até o carro. Senti ao lado do Spencer que olhava para janela com um olhar perdido. 

- Spence.. - ele então me olhou sério e eu apenas resolvi ficar calada. Ele estava com raiva, afinal eu não escutei ele. Derek e Hotch me falaram que ele tinha ficado muito nervoso e preocupado, e por um lado, isso me deixa feliz. Porém, não queria ter causado isso. 

Chegando em casa, me ajudam a entrar em casa, e Emily, JJ e Garcia correm até mim fazendo várias perguntas. Sorrio e agradeço a preocupação delas. Me viro até a escada e quando ia subir, Spencer chega ao meu lado e segura minha mão. 

- Você dessa vez vai ter ajuda - ele fala com uma expressão séria e eu confirmo com a cabeça. Ele me carrega até meu quarto e liga o abajur. 

- Posso ficar no quarto da minha mãe, Spence, aqui é o seu quarto, não quero atrapalhar - ele apenas riu baixo e sentou ao meu lado, na beirada da cama. Sorri ao ver que ele finalmente tinha sorrido.

- Esse é o seu quarto e imagino que aqui deva ficar mais confortável para você, agora só descanse, ok? - ele falou indo até a porta.

- Mas eu tenho que ajudar  terminar de arrumar a festa, minha mãe já já chega e... - ele então me olhou sério.

- Você realmente vai querer discutir isso? Sofia, você acabou de sair do hospital por justamente ter sido teimosa, por favor - ele falou parecendo triste. Aquilo quebrou meu coração, então apenas assenti. Fechei meus olhos e resolvi cochilar um pouco. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...