História Difficult love - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Jikook, Jimin Bottom, Jungkook Top, Mortes, Possesivo, Vmin
Visualizações 13
Palavras 1.066
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Lemon, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Primeira jikook !!!

Capítulo 1 - O começo de tudo


E mais uma vez eu estava nas ruas escuras de Seul a procura de sangue novo. A um ano prometi a mim mesmo que pararia de matar, mas oque posso fazer se eu sinto prazer em ver os corpos caindo no chão totalmente sem vida enquanto seu sangue escorre lentamente de seus corpos fazendo uma grande poça vermelha em volta deles.                                                                                                                                                               Ah, só de lembrar da sensação eu fico totalmente extasiado e louco para sentir de novo. Tudo começou em como descobri essa sensação pela primeira vez, eu tinha 15 anos e estava no primeiro ano do ensino médio. Como devem imaginar eu era aquele tipico garoto quieto e estranho que pulou uma série, um dia estava voltando pra casa quando um homem de roupas sujas e rasgadas parou na minha frente e tentou me assaltar, bom  ele tinha uma faca e com uma habilidade que nem eu sabia que tinha consegui retirar a lâmina das mãos dele, em seguida eu simplesmente tentei sair correndo mas o cara puxou o meu capuz e tentou me atacar, então totalmente assustado e cheio de adrenalina enfiei a lâmina um pouco abaixo de seu estômago, vendo o corpo cair de joelhos com os olhos arregalados. E ao invés de eu ter ficado horrorizado comigo mesmo eu me senti totalmente satisfeito e um sorriso enorme surgiu em meu rosto e continuei atacando o corpo sem vida naquela rua deserta.                                                                                                                       Cheguei em casa logo depois, como se nada tivesse acontecido, jantei com a minha mãe e fui dormir com  a imagem daquele cara cheio de sangue no meu pensamento. E desde então eu venho levando esse meu tipo de "hobby" mesmo se passando 6 anos desde o acontecido. Agora com 21 anos sou conhecido por ser o famoso Jeon Jungkook, um famoso advogado que ganha todas as suas causas, porem ninguém me conhece realmente, ninguém sabe do meu verdadeiro EU.                                                                                                                                                                      =======#=======                                                                                                           Depois de um dia cheio de processos papeladas e duas audiências finalmente eu estava indo em direção ao elevador para ir pra casa. Fiquei observando os números abaixarem até chegar na garagem, peguei meu carro e quando virei a esquina observei uma leve movimentação em um beco meio escuro, um garoto aparentemente mais novo que eu com cabelos rosa  chiclete estava com os olhos cheios de medo e lágrimas e envolta do rosado estavam três garotos aparentemente mais velhos e fortes que o baixinho. Pensei em deixa-los lá, afinal não era problema meu porem assim que ia ligar o carro novamente o meu olhar se encontrou com o do garoto que me olhou desesperado e implorando por ajuda. Alguma coisa mudou em mim e eu realmente senti pena dele, decidi ajudar aquela pobre "criança", sai de dentro do meu carro e caminhando até lá.                                                                                                                                                                    - Ei,ei, calma ai boneca. Vamos nos divertir um pouco.                                                                                                 Um dos garotos falou enquanto segurava o queixo do rosado.                                                                                            - Porque vocês não deixam esse garotinho em paz ?                                                                                                     Os garotos viravam na minha direção surpresos                                                                                                                      - Qual é moço, cuida da sua vida !                                                                                                                                         O outro garoto que  estava segurando os braços do rosado se intrometeu enquanto o terceiro vinha na minha direção. Rapidamente soquei o rosto do moleque, que caiu no chão enquanto os outros largavam o rosadinho que estava imóvel observando tudo e foram ajudar o amigo caído no chão.                                                        - Tá loko irmão ?!                                                                                                                                                                          - Olha essa conversa tá ótima mas eu realmente quero ir pra casa então dá pra vocês saírem logo ?                  Um dos garotos se levantou e ergueu a mão na intenção de revidar porem o outro o impediu e levantou o idiota que ainda estava no chão e saiu correndo.                                                                                                                            - Você tá bem garoto ?                                                                                                                                                           perguntei pro garotinho que estava sentado no chão.                                                                                                              - Estou sim !                                                                                                                                                                              ele respondeu baixinho ainda tremendo.                                                                                                                                    - Qual o seu nome ?                                                                                                                                                                    - Park Jimin, senhor.                                                                                                                                                                 estendi a mão para ajuda-lo a levantar e o observei um pouco.                                                                                          - Bom Park Jimin, acho melhor você ir embora e toma cuidado um pouco mais de cuidado, não vou estar aqui da próxima vez .                                                                                                                                                                            - S-sim senhor                                                                                                                                                                           Ele abaixou a cabeça e começou a sair do beco mas antes de sair completamente ele virou com o olhar brilhante e cheio de gratidão.                                                                                                                                                             - Obrigado ...                                                                                                                                                                                   - Jeon Jungkook                                                                                                                                                                           - Obrigado Jungkook !                                                                                                                                                             Sorriu e foi em uma direção qualquer.                                                                                                                                                                                      ==========*****==========                                                                                                    Já em casa estava tomando um banho relaxante e me preparando para dormir, estava tão cansado que não conseguiria ter a satisfação de ter sangue escorrendo de minhas mãos. Depois de jantar fui dormir tranquilamente, até sonhar com dois olhos castanhos e pequenos, lembrando muito os olhos de... Park Jimin         Depois desse sonho estranho não consegui mais dormir e fiquei na sacada observando as ruas desertas.  logo fui para o trabalho e novamente teve basicamente a mesma rotina de sempre a não ser pela audiência que foi cancelada, ocasionando assim  um expediente mais curto e comigo indo para casa mais cedo e de cabeça cheia.                                                                                                                                                                       Depois de um banho quente coloquei uma roupa escura comecei a afiar as minhas facas, afinal elas eram bem úteis. Derepente um calor começou a pelo meu corpo me fazendo começar a suar e a ficar desconfortável, revirando os olhos e sem paciência nenhuma peguei uma das facas e sai do meu apartamento ficando aliviado quando o vento gelado bateu contra o meu rosto quente. Observei algumas pessoas passarem por mim e outras desviarem o caminho indo em direção a um restaurante. Caminhei algumas ruas e encontrei um beco fechado, fui até lá  e me encostei em uma parede, esperando a minha próxima vítima. Cerca de 11 minutos depois uma garota que parecia ter uns 20 anos foi caminhando em meio a escuridão, o meu alvo perfeito.                                                                                                                                                     A puxei pelo braço e a prensei contra o meu próprio abdome tampando a sua boca, a fiz se ajoelhar no chão enquanto ela me observava com os olhos cheios de medo, tirei minha faca dos bolsos e passei sobre o seu pescoço fazendo um corte superficial.                                                                                                                                   - Quer dizer suas últimas palavras ?                                                                                                                                       A garota ia soltar um grito porem enfiei a faca em sua artéria fazendo a garota cair naquele chão sujo, porem escutei um grito fino vindo de alguns metros a frente. Levantei minha cabeça desfazendo o meu sorriso assim que me deparei com aqueles olhos castanhos, pequenos e agora assustados e confusos de Park Jimin.


Notas Finais


Até a próxima !


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...