História Difficult love - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Jikook, Jimin Bottom, Jungkook Top, Mortes, Possesivo, Vmin
Visualizações 5
Palavras 921
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Lemon, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


<3

Capítulo 2 - Reencontro


- Vo-você, espera...Jungkook ?!                                                                                                                                                 - Oi boneca !                                                                                                                                                                    larguei a faca no chão e me aproximei dele. Jimin começou a recuar o passo e tropeçou caindo no chão.                     - Jimin você não vai falar nada pra ninguém não é ?                                                                                                             Juntei minha faca e fui em sua direção, quando cheguei bem perto dele e me ajoelhei no chão.                               - Promete que não vai falar nada boneca ! Porquê eu posso muito bem acabar com você garotinho.                  - E-eu juro que não vou falar nada. Eu juro que sim, por favor.                                                                                        Me esforcei ora não rir do seu desespero mas rapidamente fiquei sério, eu não podia testemunhas. Segurei o adolescente pelos braços e o levantei jogando-o na parede. Quando levantei a faca e posicionei em seu abdômen olhando em seus olhos.                                                                                                                                             - Por-por favor !                                                                                                                                                                            Disse choroso segurando em meus ombos. E novamente me perdi naqueles olhos profundos e escuros tomados por um medo e desespero de morrer. Com a faca levantei um pouco o seu rostinho perfeito e alisei seu rosto com a lâmina afiada causando um pequeno corte em sua bochecha.                                                                - Para por favor, para ! Eu juro que não vou contar pra ninguém eu não vou fazer nada,  você pode me vigiar se quiser !                                                                                                                                                                                             Me senti realmente estranho, aquele garoto era diferente ele tinha uma aura tranquila e parecia ser uma pessoa muito inocente.                                                                                                                                                                       - Some daqui garoto ! Antes que eu me arrependa, e é melhor você não falar uma palavra do que viu aqui pra ninguém ou eu vou atras de você e o resto você pode imaginar.                                                                                        O garoto saiu correndo sem olhar pra trás enquanto eu observava o corpo sem vida daquela garota, peguei minhas coisa e joguei minhas luvas transparentes em uma lixeira perto da minha casa. Depois de um banho relaxante fui dormir satisfeito por ter completado uma missão mas ao mesmo tempo estranho por não ter conseguido matar aquele garotinho inocente.                                                                                                                        ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨===¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨===¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨===¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨===¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨===¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨===¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨===¨¨¨¨¨¨¨¨                                     Fome ! Eu estava faminto, parei perto de um restaurante que ficava perto de casa, já era umas dez da noite. Entrei no local e me sentei em uma das mesas peguei meu celular e fiquei resolvendo alguns assuntos, um garoto chegou na minha mesa me perguntando o meu pedido, era um garoto alto, magro, e BEM bonito e tinha um cartãozinho que dizia seu nome : Kim Taehyung. Fiz meu pedido e continuei no celular. 5 minutos depois meu prato chegou mas oque me surpreendeu foi a pessoa que estava trazendo o pedido.               - Isso já está ficando chato Park Jimin.                                                                                                                                Ele me olhou perplexo e deu um sorriso nervoso.                                                                                                                  - Se tá chato pra você imagina pra mim.                                                                                                                                  - Abusado !                                                                                                                                                                                 Disse sorrindo e começando a comer meu prato. Ele deu a volta e foi atender algumas mesas. Não deixei de reparar em como o seu avental rosa combinava com o seu cabelo e o deixava ainda mais fofo. Observei também que o outro garoto o encarava com um sorriso no rosto. Depois de comer fui em direção ao caixa pagar a conta, jimin foi correndo até la para fazer o seu trabalho.                                                                                            - Esta cumprindo a sua parte do trato boneca ?                                                                                                                  Ele me olhou com os olhos um pouco arregalados e olhou em direção contraria da minha fazendo com que eu percebesse um pequeno curativo em cima do corte que eu mesmo fiz.                                                                          - Sim, Jungkook eu não falei nada pra ninguém.                                                                                                                 - Bom garoto !                                                                                                                                                                            Peguei meu cartão de crédito e alisei seu curativo, dando um sorriso e recebendo um em troca, porem o sorriso deste era frio e sem emoção.                                                                                                                                             Voltei pra casa e tomei um banho, peguei minha faca e fui fazer a atividade mais divertida do dia.                      Cheguei em casa novamente com a faca suja, dessa vez o meu alvo foi um cara bêbado que estava andando por ai e o melhor de tudo é que desta vez não houve nenhuma testemunha. 

O fim de semana finalmente chegou, era sábado e eu estava sem fazer nada de interessante então decidi ir almoçar no restaurante da esquina, onde o meu mais novo "vigiado" trabalha.                                                         E mais uma vez taehyng veio me atender e ele mesmo me trouxe o pedido, reparei que ele me olhou estranho e logo foi pra cozinha. Pelo jeito o restaurante estava fechando pra hora de descanso dos funcionários. Terminei minha refeição e fui em direção a saída encontrando uma cena um tanto chocante. Taehyung estava segurando jimin pela cintura e o prensando na parede, os lábios deles estavam colados e eles se provavam com tanta fome que o rosado acabou gemendo enquanto o outro o puxava ainda mais contra o seu corpo. Olhando aquela cena ainda um pouco atordoado, sai de fininho e fui pra casa.                                    Depois de ver aquela cena extremamente ridícula fiquei pensando que eu estava a muito tempo na seca e definitivamente precisava de sexo, pra falar a verdade eu queria estar no lugar daquele garoto, jimin tinha tinha a dose certa de sensualidade e fofura com aqueles cabelos rosas, coxas fartas e a bunda com uma quantidade maravilhosa de carne, dentes brancos e aqueles olhos que expressam qualquer sentimento, sempre me lembro do seu olhar cheio de gratidão quando o salvei daqueles caras no beco escuro, eles eram tão sinceros e bonitos. talvez, só talvez eu esteja ficando um pouco obcecado por aquele garoto. E eu não vou medir esforços pra saber oque estou sentindo por um certo garoto rosado que por um acaso tem um namorado, bom, talvez não por muito tempo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...