História Difficulties Overcome - Namjin - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Personagens Originais
Tags Jin, Namjin, Namjoon
Exibições 85
Palavras 1.455
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


boa leitura! ♡

Capítulo 2 - Chapter Two


P.O.V Namjoon

Cheguei na sala e ele dançava Baepsae, sua camisa estava soada, praticamente encharcada e eu nem demorei tanto assim... Ele estava mesmo dando tudo de si.
-Oi Jin! - eu disse, me aproximando e fazendo ele me olhar
-Ah, oi Nam! - ele disse parando de dançar, pausando a música e me abraçando
-Treinou bastante, pelo visto - eu disse me referindo ao suor e retribuindo o abraço
-Oh! Me desculpe... - falou já cabisbaixo e largando meus braços.
Eu acho que ele entendeu que eu estava com nojo de sua roupa... inocente 
-O que? Ah... volta aqui, bobo, você fica muito bonito com a camiseta assim, sabia? - eu disse sincero, a camiseta molhada marcava seu abdômen
-B-bom, vamos treinar? Você sabe... eu preciso
-NÓS precisamos, não é só você, lembre-se disso, e sim, vamos.
Eu coloquei Fire para tocar, e o ensaio começou, de Fire fomos para Dope, então Save Me... treinamos de tudo, e para ele não parecia suficiente. Eu já estava exausto, encostei na parede, suspirei e ele me olhou parando de dançar.
-O que foi? Você cansou, né? - ele disse se encostando ao meu lado, eu apenas assenti
-Pode ir para casa, eu vou continuar treinando aqui... ele disse apoiando uma de suas mãos em meus ombros
-Não, você vai comigo! - eu exclamei segurando sua mão que antes se encontrava no meu ombro 
-Mas Nam, eu preci- eu o interrompi
-Não, você treinou muito já, Jin... Desse jeito você vai desmaiar! - sua respiração era ofegante, seu olhos estavam cansados e ele aparentemente se encontrava zonzo... - Você comeu hoje? - eu perguntei, ele sempre come bastante, e eu não o vi comer hoje... 
-N-não - enguli seco e arregalei os olhos 
-Por que não? 
-Porque eu preciso perder peso, se meu físico melhorar, a minha potência vocal também melhora - abaixou a cabeça
-Mas você precisa comer Jin! Você ama comer, é parte de si! - me aproximei, acariciando sua mão que antes eu apenas segurava, ele corou com o gesto
-Eu não posso Nam... Eu não sou bom o suficiente, e você sabe disso, eu tenho que dar um jeito! - ele se exaltou um pouco, levantando o tom de voz, quando se deu conta, ele apenas apertou minha mão um pouco mais forte do que antes, e encostou sua cabeça e pescoço em meu ombro e peitoral, um dos pontos positivos de ser o mais alto é isso... rs (risos)
-Olha para mim... pedi, e ele olhou nos meus olhos - Quantas vezes eu terei de te dizer que você é perfeito? Seus olhos, seu corpo, sua boca, seu cabelo, seu sorriso... seu jeito de ser e agir... sua voz, sua dança... poxa, eu queria ter sua voz cantando para mim a noite e o dia inteiro! - eu me acalmei, suspirando - Por favor, pare de se rebaixar, você é perfeito, perfeito e perfeito! É especial baby... e eu te amo! Isso não é o bastante para você crer no seu potencial? - vi seus olhinhos brilharem
-M-muito obrigado Nam... e-eu não sei o que dizer, aish me sinto um tolo... Posso fazer uma coisa? - disse mudando a direção do seu olhar que se encontrava em meus olhos, agora para meus lábios
-Vá em frente - eu disse e soltei um risinho, ouvi ele gargalhar baixinho como resposta, e então, enfim selou nossos lábios.
Foi a sintonia perfeita, nossas línguas brigavam, ou quase dançavam, davamos diversos sorrisos entre os beijos, até que... 
-Hyungs? - Jungkook aparece na porta da sala de ensaio. Merda - D-desculpem... - abaixou a cabeça, mas não conseguiu conter uma risada
-Me separei do Jin rapidamente, ele corou e travou, então eu respondi
-Nós já vamos subir... - ele assentiu e foi, encarei Jin e o mesmo permanecia estático
-Só espero que ele não conte à ninguém... - eu disse chamando sua atenção 
-É... - disse direcionando seu olhar em mim
-Vamos vai, não adianta ficarmos parados aqui agora, e você precisa comer, Kim Seokjin! - ele assentiu e nós fomos.

Chegamos lá, e pelo jeito o Jungkook não disse nada, estavam todos normais, bem, estavam agindo como sempre 
-Eu vou fazer a comida - Jin disse e se levantou, indo a cozinha.
Todos assentiram e eu chamei o maknae para conversar, os outros pareceram confusos mas eu não me importei.
-Ei, você não vai contar nada a ninguém, ok? - eu perguntei quando ja estávamos longe o bastante dos outros
-N-não, mas acho que vocês devem explicações não é? - ele sorriu ironicamente, puta que pariu, Jungkook.
-Foi apenas o calor do momento, agora eu ja vou indo, e não conte a ninguém! - deixei um beijo em sua testa e saí em direção a cozinha.
Isso de deixar beijo na testa dos membros eu fazia sempre, me sentia como um pai, rs (risos). 
Lá eu encontrei Jin cozinha algo, que sinceramente eu não sei o que é, ele estava tão concentrado no que fazia que nem percebeu minha presença.
Fui de fininho e o abracei por trás, envolvendo sua cintura e dando uma leve encoxada, ele deu um mini pulo de susto, mas se arrepiou assim que me viu.
-Que susto, Nam! - ele disse colocando a mão no peito, rindo, eu ri também 
-Precisa de ajuda? - disse ainda o abraçando
-Se você quiser me ajudar a cortar as cebolas... - ele disse meio tímido, ou receoso, não sei
-Claro! Onde estão? 
-Aqui! - ele aponta para uma tábua com uma faca e 2 cebolas cortadas ao meio, o soltei e fui em direção a tábua, peguei a faca e comecei o meu trabalho, ele voltou ao que estava fazendo
Eu acho que estou fazendo certo, ele não reclamou de nada até agora... 'puf, falei cedo demais! Em um dos cortes, um pedaço grande do alimento foi ao chão, antes que eu pudesse catar, Jin se virou vindo até mim, pelo menos tentou, ja que acabara de escorregar no pedaço derrubado, ele se apoiou em mim, eu envolvi suas costas com meus braços já que ele se apoiava em meus ombros.
O impedi de cair, mas aquela posição estava estranha, mais detalhadamente desajeitada.
Eu o coloquei no lugar e voltei ao meu, mas sem deixar de toca-lo ou tirar suas mãos de mim.
O aproximei mais, juntando nossos corpos, só que dessa vez, nos encaixando, direito e perfeitamente. Ele sorriu, e involuntariamente eu sorri também, finalmente quebrei aquela distância, o beijei. Calorosamente e necessitado, ele retribuiu num "piscar de olhos". 
Quando senti que ele estava confortável e totalmente entregue a mim, desci uma das minhas mãos até a sua bunda, apertando-a, passou de um simples aperto para uma "pegada desejada", ele argou com o ato e arranhou minhas costas, de um jeito que, se eu não estivesse com camiseta, ficaria a marca. Jin estava de costas para a porta, e eu de frente, não lembrava se ela estava aberta ou fechada. Quando o ar ousou em faltar, eu fui beijando seu pescoço, deixando selares por seu queixo, maxilar e toda região, aproveitei a brecha para abrir os olhos, me deparei com Jungkook passando pelo corredor, nos olhando e sorrindo maliciosamente, quando viu que eu o notei ali, saiu, rapidamente.
Da próxima vez tenho de me lembrar de fechar a porta.

{...}
em outra semana...

Durante uma entrevista, foi perguntado qual era o conceito previsto para nosso próximo álbum, eu respondi, era uma obrigação minha responder a esse tipo de pergunta, por causa da liderança, particularmente eu adoro isso.
-Bem, não podemos entrar em detalhes muito invasivos, mas irá ser algo fora da expectativa de muitos, acredito que quase todos! Iremos explorar o conceito Dark um pouco mais. - concluí, ele fez mais alguns comentários e ouve um intervalo.
A ordem das cadeiras estavam Jimin, Jungkook, Hobi, V, Yoongi, Jin e eu. Sinceramente eu amo quando a empresa não me separa do Jin, já que fazem isso sempre. 
Depois do comercial, foram feitos alguns comentários e brincadeiras, entre elas, citaram a dança. Disseram algo como "sobre as coreografias, todos acompanham tudo? Porquê bem... sabe, elas parecem bem difíceis para alguns de vocês..." e todos encararam Jin, riram. Ele riu também, mas eu vi que aquilo o machucou, ele forçava os olhos rapidamente, e ele só faz isso quando esta com fome, ou prestes a chorar, e nós havíamos acabado de comer.
Segurei sua mão ali mesmo, entrelaçando nossos dedos e apertando sua palma contra a minha, ele pareceu confuso mas logo se confortou e deitou levemente sua cabeça em meu ombro, sorri com o ato.
Eu sei que era público demais para agirmos assim, mas eu não ligava! 
Nada ali importava, além de seu sorriso. 


Notas Finais


Resolvi postar esses dois logo de uma vez, porquê eu realmente não sei quando postarei novamente!
obrigada por ler, até a próxima ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...