História Diga que me ama :Mesmo no Surpreendente - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Revelaçoes, Romance
Exibições 50
Palavras 2.006
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Saga
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


OIOI gente!! Tudo bem?
Aqui estou eu novamente hshsh

Pra quem já leu as outras histórias, Agradeço muito por estarem lendo essa ♡
E quem ainda não leu, fico muito agradecida por você estar dando Essa chance a Minha fic^-^

E claro, cada história Conta a historia individual de cada personagem. Essa é uma serie de cinco amigos cada um com sua história. Então se Você não leu as anteriores não terá problema algum..


Beijos e vi leitura

Capítulo 1 - UM


Caleb


- SEU CRETINO!!!  - A garota grita enquanto pega suas roupas pelo chão do quarto. 

Suspiro me sentando na poltrona enquanto a Katie... Keyte... Katniss.. Kátia... a foda se,  esqueci o nome dela. Mas eu sei que começa com "K"

Ela me manda um olhar fulminante e se que pudesse ela esmagaria o meu pau com minhas bolas 

Chega uma hora que isso já fica irritante. Essas garotas parecem ter algum problema,  antes de irmos pra cama sempre repito a mesma coisa " Vai ser só  sexo!  Você quer isso? " e elas assintem  felizes da vida. Claro!  A noite é  ótima,  sexo quente e duro. Uma ótima foda. Mas no outro dia... 

Grito femininos tirando minha paz de pós -foda. 

- Você é um imbecil!!!  Um idiota!!! -Ela grita e olho para minha xícara de café 

Eu concordo plenamente  com você baby. 

Sou o maior imbecil que já existiu! 

Ela acaba de pegar as coisas dela e depois de visti-las ainda me xingando e gritando comigo,  Mas logo ela vai embora. 

Vou tomar um banho pra tentar relaxar toda a tensão dessa manhã. E  coloco uma roupa bem básica,  estilo calça  jeans e uma camisa preta com um tênis marrom. Deixo meu cabelo que eu estou a um tempo  sem cortar secar natulramente. Ele já está quase no meu ombro mas nesse momento na ligo muito. Minha barba rala continua lá,  gosto dela assim. E bem,  nenhuma garota reclamou ainda.  

***


- Você realmente não tem nenhuma noção  do ridículo,  não é? - Becca vem atrás de mim assim que entro na sala onde tiramos as fotos pro Natal. 

-Bom dia irmãzinha - Digo passando por ela e indo montar o cenário pra tirar as fotos. 

-Bom dia?  Meu irmãozinho,  se você não percebeu, hoje a empresa está tendo tudo. Menos um" bom" dia!  - 

Levanto o meu olhar vendo Becca me fuzilando com o olhar. 

Hoje ela realmente está insuportável. 

-O que aconteceu? - Pergunto limpando a lente da minha câmera 

- Ah,  vamos ver. O fotógrafo que deveria estar cuidando pra tirar as fotos das modelos  na verdade está comendo elas. -O olhar dela é  tão acusatório. 

Assim me ofende

-Olha eu não tenho culpa se elas ficam atrás de mim,  Voce é  prova de que eu não tenho nada de especial. Na verdade eu sou um ogro mas elas adoram - Pisco pra ela e Becca faz uma cara de nojo enquanto cruza os braços. 

Minha irmã até é bonita. Do tipo que tem corpo, seu cabelo é  em um loiro bem claro e forte. Seus olhos são escuros e seus lábios são finos mas bem bonitos. Ela teria tudo pra  parecer ser uma patricinha no entanto ela não tem nada de patricinha. 

Becca me enche a paciência todos os meus malditos dias. 

Ela poderia ser a cópia fiel de uma irmã do mal. Só  que nesse caso eu sou o ovelha negra da família então não sei quem é  realmente pior. Eu ou ela. 

-Eu já estou cheia dessas garotas virem chorar comigo sobre você ter acabado com as esperanças delas... -  que?  Eu? Quando foi que eu dei esperanças a elas? - E  Eu ter que dizer que você é  um idiota que só  se importa com você - Ela cruza o braço novamente  e aquele olhar acusatório está lá novamente 

 - Você  não é  tão inconvincente - Falo andando até uma mesa e  abrindo e ligando a luz em direção a tela onde vamos tirar as fotos. 

A modelo entra na sala e manda um olhar de nojo para mim logo após empinado  seu rosto e passando direto pra tela com um ar de superioridade. Quase hostil. 

Eu ja dormi com ela? 

Becca faz um som de desagrado

-Elas só  podem ser cegas - Ela diz baixo passando por mim para ajudar a modelo a ficar na melhor pose pra foto. 

Surdas e com falta de memória também. 


***

-Eu percebi que hoje você estava particularmente no seu próprio mundo- Becca diz quando estamos almoçando. 

Olho para minha garrafa de suco de laranja 

- Não,  só  estou cansado - Tento mudar de assunto. 

Sei muito bem aonde essa conversa vai  parar. E eu realmente não gostaria de ir Pra esse rumo. 

-Caleb, Eu sei que você está assim por causa dela. Agora me diz,  o que foi dessa vez? - Ela pergunta com aquelas sobrancelhas perfeitamente desenhadas arqueadas. 

Becca não gosta muito da Selena. Mesmo a Sel sendo um amor de pessoa,  carinhosa, gentil,  doce,  linda,  maravilhosa... 

Suspiro deixando o prato  de lado. Não vou conseguir comer mesmo. 

-Falta pouco pro aniversário dela. -Admito,  Becca me olha sem entender -Provavelmente  se ela não  estiver  ocupada,  o pessoal vai reunir todo mundo pra comemorar. E realmente não estou  nem um pouco afim de Ver ela. - 

Sei que isso pode ter soado de forma rude. Mas é  exatamente assim. 

Selena tem o poder de me desarmar por inteiro. É  frustrante você se preparar psicologicamente  durante semanas e até mesmo meses e depois tudo ir por água baixo com apenas um sorriso dela. 

Meu Deus!  É  completamente frustrante. 

- Você  sabe a minha opinião sobre isso - Ela diz antes de dar um gole em sua água 

- Eu só.. gostaria de poder controlar o que eu sinto -Falo me sentindo novamente a estaca zero. 

Ela me olha e vejo aquele olhar de pena. 


É  incrível que somente em ter o nome "Selena" as pessoas já mudam a forma de me olhar. De raiva ou até mesmo diversão tudo vira pena. 

É  uma porra. 

- Por que você não fala para ela?  Não acredito que seja tão ruim assim. De repente dá  certo - Ela diz dando de ombros 

Abro um sorriso fraco

-Imagine Becca,  o garoto que você viu a vida inteira como seu "amigo" e que você conhece a quinze anos,  vir agora do nada e dizer que sempre amou  você desde que tinham quinze anos. - Falo 

- Eu acharia que ele é  um idiota por nunca ter me falado - Ela me olha como se dissesse " fala logo pra ela "

-Exatamente. Eu não vou estragar a nossa amizade,  nem vou jogar toda essa merda em cima dela. Não quero que ela se sinta obrigada a corresponder o meu sentimento ou pior,  sentir pena de mim. Isso é  o cúmulo. - Digo me levantando 

-Então,  você realmente prefere deixar isso em silêncio. Até o dia da sua morte - Ela me olha irritada 

-Sim- Dou de ombros 

- Você sabe que isso vai acabar com você Caleb?  Você sabe que se continuar do jeito que está... Ela um dia vai se casar Caleb. Vai ter filhos e uma família. Você se sentiria bem entregando a mulher que ama pra um idiota qualquer se casar com ela?  - Becca pergunta me olhando atentamente 

Não. Eu não suportaria. 

Ver ela se casar,  amando outro homem. 

Tendo filhos do idiota. 

Fecho minhas mãos e tenho um momento respirando fundo tentando me acalmar. 

- Eu não posso mudar as escolhas  dela. - Digo isso mais para mim do que para Becca. 

A mesma me olha negando devagar 

-Um dia Caleb. Você terá  que contar a ela. -

Me levanto pegando minha mochila com meus matérias.  

- Não  se eu puder,  não  vou estragar a vida dela,  Becca. - 


***

Saio do banheiro com somente minha cueca no corpo. Graças a Deus não tenho nenhuma vizinha louca pra ficar me espionando. 

Mas se eu tivesse,  no ponto no qual estou sou da minha vida,  nem isso me faria reclamar. 

Ligo a TV e ando até a cozinha que fica de frente pra sala com um espaço pra ver perfeitamente a TV  na sala. Percebo que está passando algum programa de fofoca e aproveito pra fazer algo pra comer. 

Jogo várias frutas dentro do liquidicador e em vez de jogar  água,  Jogo quase metade de uma garrafa de vodca. Bato tudo e  Pego um copo o enchendo até não poder mais. 

Me jogo no sofá e percebo que o program de fofoca continua. Suspiro bebendo minha "vitamina",  estou perdido em meus pensamentos até que escuto algo que me faz acordar deles. 

 
" E agora parece que a estrela das passarelas  a americana Selena Trariwen está reatando o seu relacionamento com o Estrela agenciador das passarelas Josh Cardian. Segundo nossa fonte que é  bem próxima ao casal,  Selena não quer que a mídia saiba e nem Josh quer chamar atenção. Porém os pombinhos estão mais do que em alta com o retorno. Será que dessa vez teremos de volta o nosso casal?  Será que Joshena estará de volta?  " 

 QUE? 


Olho pro meu copo e sei que meu cérebro que está um pouco lento mas isso é  demais pra mim. 
Como assim?  

Nao demora muito e meu celular ja está tocando. 

Suspiro e atendo ja sabendo quem é

-Caleb?  Tudo bem com você? - A voz de Chlóe me faz revirar os olhos. 

-Se esta conferindo se eu ainda não afundei  em minha banheira de álcool  pode entrar em desespero que ela ainda está enchendo - Falo me jogando no sofá de novo

Um coma alcoólico agora não seria nada  mau. 

-Você  já viu a notícia?  Ah,  Eu odeio esses repórteres  fofoqueiros. Eu vi em um site mas fique tranquilo Max está gritando com Selena pelo telefone e ela jurou uma quinhentas vezes que não está com Josh,  aparentemente essa fonte nem existe. -

A  voz de Chlóe vem doce pelo celular e suspiro. 

Aparentemente. 

- Eu não tenho direito de ficar com raiva ou não. Se ela quer ficar ou não com o idiota do Cardian eu não tenho nada haver com isso. - Falo sentindo meu peito doer

- Você  é o que  mais tem haver com isso Caleb- A voz dela é  doce mas sinto a repreensão 

-Como está a Yasmin? - Pergunto realmente interessado e aproveitando pra mudar de assunto

Yasmin é  a filinha de Chlóe com Max. Ela é  linda,  tem somente alguns meses de Nascimento mas é  tão fofa e lidinha que conseguiu conquistar todos os marmanjos que tem como "tios" e entre eles eu. 

-Ah,  minha filha está cada dia mais inteligente. Ela está com saudade de você - 

Também  estou cheio de saudades daquela pequena. 


-Talvez eu consiga ir pra aí  antes do ano novo. - Falo 

Todo mundo combinou de esse ano se reunir pra  passarmos o ano novo juntos. Como na empresa ja estamos tirando as fotos de Natal com semanas de antecedência,  Talvez der para eu passar o Natal nos EUA com meus amigos. 

Depois que terminamos a escola cada um seguiu  sua vida. Mas sempre estamos em contanto,  os que se distanciaram mais foram eu e Selena. Eu vim pra Alemanha enquanto ela foi pra Itália. 

-Estou realemnte torcendo pra isso

Eu também. Sinto falta dos meus amigos 


-Hum... Caleb terei que desligar. - Sorrio. Pelo o que conheco Max,  ou ele está dando um ataque ou está agarrando ela. 

-Okay- Sorrio 

Assim que desligamos,  decido ir dormir mas meu corpo está muito cansado então prefiro ficar deitado aqui mesmo no sofá. 

Percebo que o programa de fofoca ainda está passando. 

Meu Deus!  Esse pessoal não se cansa?! 

Eu ja ia desligar quando mais uma vez a apresentadora fala uma coisa que chama minha atenção 

"Como vocês já devem saber,  nesse final de semana terá uma festa organizada pela revista de moda Klein's  no objetivo de arrecardar fundos para crianças  órfãs. E claro grandes celebridades irão encher o estado de Milão,  entre elas temos o ator John Jones,  Mel Heston,  a atriz Chris Likin,  tambem temos os modelos Iudi Jonhnson,  Lindsen Mestraul e o casal das passarelas Selena Trariwen e Josh Cardian. Parece que o final de semana vai bombar!! "


Fecho meus olhos apoiando meu braço por cima deles. 

Okay!  Não entre eu pânico. 

Não entre em pânico! 

Eu ja estou em pânico! PUTA merda! 

Ela está vindo. 

Selena está vindo  pra Alemanha. 

Pior!!  Ela está vindo pra Milão! 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...