História Digimon amigos ou algo mais - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Digimon
Tags Digimon, Tai X Matt, Yaoi
Visualizações 29
Palavras 842
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Magia, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


desculpem a demora e espero que gostem boa leitura

Capítulo 4 - Capitulo quatro:Taichi em apuros


No dia seguinte nos noticiários ainda falavam do serial Kiler que estava acontecendo. Mas dado que era o dia dos namorados ninguém tava ligando muito para mortes, Tai fez dois pacotes de chocolates,mentira na verdade ele comprou um e fez o outro.Ele e péssimo cozinheiro tinha herdado isso da minha mãe.

Mas como ele tinha uma sorte muito grande teriam treino o dia inteiro, sim mesmo ganhando o campeonato ainda treinavam para o campeonato do ano que vem. Ficaram até tarde treinando.e quando saio já era quase 9:00 suspirou havia combinado de se encontrar com o Hibiki naquela noite,mas primeiro teria que passar na lanchonete da Yoli.para comprar algumas coisas que sua mãe pediu. Então não pode recusar. Quando estava saindo da lanchonete foi jogado contra a parede.

Tai:mas o que... quem e você ?

???:olha so se não e a mariquinha que o Hibiki chama de namorado

Tai:vocês conhecem o Hibiki?

???:e o Hibiki ta virando fluxo depois de namorar a Hanon resolveu dar uma chance para os gay

Tai:quem e Hanon ?

???:a quer dizer então que o nosso Hibiki não contou para você?

Tai:eu não sei do que esta falando mal te conheço me deixa ir embora.

???:e serio que você não percebeu? Hibiki estava te usando desde o inicio cara. Hibiki na verdade e....- ele sussurou a ultima parte para que apenas Tai ouve-se, e quando  o mesmo escutao aquelas palavras saindo da boca do maior não quis acreditar no mesmo.

Tai:de onde tirou essa loucura ele não....

???:por que não pensa um pouco?qual era a melhor maneira de se esconder da política? E claro fingindo ser um adolescente normal, gay que namorava um rapaz qualquer. Podia ser qualquer um, você foi  apenas o primeiro que apareceu em sua frente.

Tai:e mentira

???:Não não e – ele chamou o resto da gangue dele. E no meio dos caras que aparecera estava la ninguém menos que Hibiki

Tai:Mas o que...

Hibiki:você achou mesmo que eu gosta-se de garotos? Se liga eu tinha uma namorado antes de você saba? Mas ela me traio, e virou patê no meio da rua – sua risada maligna começou a realmente assustar Tai. Que tentava sair mas o cara que o segurava era bem mais forte do que ele

???:E não pense que seu fim será diferente, na verdade pode acontecer mas estará morto de qualquer jeito  -OK agora Tai estava literalmente apavorado, tentou escapar dos caras mas não conseguiu, tentou de todas as formas, então pensou em gritar, mas tamparam sua boca com fita adesiva, e o levaram para o que parecia ser um prédio abandonado.    

La o jogaram no chão como se fosse apenas um objeto

Hibiki:amarem ele  -E assim fizeram amaram ele no topo do telhado pendurado – vamos nos divertir um pouco com você.

 Tai:por favor não faz isso – ele implorou

Hibiki:você e muito ingênuo Taichi.

Aquela noite foi a pior de suas vidas, Tai estava jogado num beco.Provavelmente depois que os caras acabaram de o usar. E de torturá-lo.Ele estava cheio de cortes, e ainda sangrava muito, estava perdendo muito sangue,eles o haviam deixado ali para morrer. com as poucas forças que tinha conseguiu pegar seu celular que estava em seu bolso. Uma pessoa normal numa situação dessas ligaria para a policia ou para uma ambulâncias, mas não Tai, Taichi ligou para a única pessoa que ele pensou naquele momento 

Matt:Tai?tudo bem?

Tai:Matt! – sua voz saio fraca quase apagada

Matt:aconteceu alguma coisa?

Tai: eu acho que em uma situação como esta que eu estou as pessoas normais ligam para a ambulância ou para a policia, mas você deve me conhecer tempo o suficiente para saber que eu não sou normal. Sabe eu não sei se vou acordar vivo amanha, eu não sei se eu vou te ver de novo, eu não sei nada,eu so sei que eu tenho guardado um segredo de você por tanto tempo que me da até raiva de te contar isso aqui pelo telefone

Matt:que papo estranho e esse Tai? Onde você está? Por que deveria chamar a abulancia?o que ta acontecendo? –Matt estava desesperado e ficava cada vez mais quando via que a voz do amigo estava praticamente desaparecendo

Tai:Yamato eu te amo.Sim eu te amo, engraçado não ?eu te amo desde antes da nossa aventura com os digimons começar, mas so agora, que eu to numa situação critica como essa –ele solta um gemido de dor – eu consigo dizer essas três palavras que estavam pressas na minha garganta.Eu te amo, sempre te amei. Nossas aventuras juntos,nossas brigas , eu sempre brigava com você para tentar chamar sua  atenção, eu queria você do meu lado é e isso que eu tive, você sempre estava la para me ajudar, sempre esteve la quando eu caia para me levantar.Sempre esteve comigo,e quero te dizer uma ultima vez eu te amo...- Yamato estava em estado de choque ouvia a declaração de Tai atentamente

Matt:Tai, onde você ta?eu vou te buscar....por favor me diga tai – Matt já estava chorando, mas não ouviu mais ruídos a não ser os pingos da chuva.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...