História Digimon Game Online - DGO (Interativa) - Capítulo 43


Escrita por: ~

Postado
Categorias Digimon
Tags Personagens Originais
Visualizações 9
Palavras 2.150
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Escolar, Famí­lia, Ficção, Luta, Mistério, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência
Avisos: Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que gostem desse capítulo!!
Boa leitura!!

Capítulo 43 - Cap 37: O vampiro


Damian Pov

Shu e eu fomos investigar a GalaxyData, por isso ele me levou até onde está o castelo dessa digiteam. De acordo com o Shu, ele, Shiro e a Hina haviam vindo aqui a alguns dias atrás seguindo o Yami e descobriram onde essa digiteam se escondia, inclusive conseguiram eliminar um dos quinze integrantes da GalaxyData com a superdigievolução da Renamon. Seguindo pelo caminho, chegamos a subir uma montanha e a surpresa é que não havia nenhum castelo da GalaxyData como o Shu tinha me avisado.

- É isso? – Perguntei irónico, havia apenas uma grande cratera.

- Não! Deveria estar aqui! – Ficou pensativo. – Como será que eles saíram daqui? Pode perguntar a Hina ou ao Shiro, eles também vieram comigo.

- Calma, não estou duvidando de você, é só estranho. Não é possível que o castelo teria saído voando por aí. – Dei uma leve risada ao imaginar a cena.

- Droga.... Viemos atoa.

- O que faremos agora Damien? – Perguntou Strabimon.

- Na verdade não há o que fazer. – Bufei.

- Poderíamos investigar melhor. – Disse Patamon. – Pode ser que encontramos alguma pista de como o castelo sumiu.

- Patamon tem razão. – Dessa vez foi Flamemon. – Não vamos desperdiçar a viagem. Além disso qualquer informação sobre eles, vai ser boa. – Concordamos.

Descemos a enorme cratera, com cuidado, até chegarmos o mais fundo possível, começamos a olhar ao redor para tentar encontrar algo. Bem no centro parecia ter uma espécie de alavanca, bem pequena, se não fosse pelo Strabimon ter tropeçado nela não a notaríamos ali.

- Será que convém puxar? – Shu perguntou um pouco apreensivo.

- Por quê? Algum problema?

- Bom, o castelo da GalaxyData ficava bem aqui. Podemos estar anunciando que estamos entrando em algum lugar. – Acabei dando uma leve risada.

- Entrando onde exatamente? O fato é: A GalaxyData não está aqui, se estivessem com certeza não estariam se escondendo aqui em baixo, como o castelo teria entrado para debaixo da terra e deixado essa enorme cratera? – Shu acabou se rendendo. – Certo. – Puxei e de repente uma escadaria ao nosso lado se abriu. – Interessante.... Vamos.

- É sério isso? Qual o problema de vocês? “Olha só, uma passagem secreta no lugar que os vilões estavam, vamos entrar para ver? ”. Não se deve fazer isso... – Acabou me seguindo, mesmo após a reclamação.

Começamos a descer pela escada, Flamemon foi iluminando o caminho com suas chamas e finalmente os degraus acabaram, então seguimos pelo corredor até encontrarmos uma porta. Tentamos abri-la, mas parecia emperrada com alguma coisa, mas para nossa sorte conseguimos abri-la, não muito, porém o suficiente para conseguirmos entrar. Observamos o local, e parecia ter sido destruído por alguma coisa, estava cheio de escombros e rochas que pareciam ter caído do teto, algumas delas é que emperravam a porta.

- O que aconteceu aqui? – Shu perguntou surpreso. – Parecem ter explodido uma bomba aqui. – Disse enquanto olhava ao redor.

- Veja isso. – Patamon voou até a parede. – Tem escrituras estranhas aqui. – Limpou o local com poeira. – Não consigo traduzi-las.

- O que será que significa? – Flamemon parecia tentar ler também.

- É melhor se afastarem. – Ouvimos uma voz, mesmo olhando ao redor não conseguimos descobrir de onde vinha.

- Quem está aí? – Perguntei, aquela situação era desconfortável, meu pai criou o capacete para que eu conseguisse enxergar no DGO, mas estar naquela escuridão sem conseguir saber de onde vinha a voz, me assustava.

- Apenas um servo, porém um servo perigoso. – A voz maliciosa nos assustou.

- Shu, isso está me assustando. – Disse Patamon indo direto ao seu dono.

- Apenas crianças bisbilhotando no lugar errado?

- Damian, algo está se movendo em cima. – Olhamos para o local que o Flamemon apontou.

- Já podemos ver você. – Gritei, e o que é que estivesse lá, soltou uma leve risada.

- Mestre Malomyotismon vai gostar de oferendas, vou levar vocês até ele.

- Malomyotismon? – Shu parecia surpreso, assim como eu. – Um dos dez generais das trevas?

- MESTRE Malomyotismon. – Engoli seco. - Sinto vocês nervosos.

- Isso é estranho. – Disse nervoso com a situação. – A GalaxyData estava localizada aqui, agora um dos dez generais das trevas manda seu servo para cá, como Kasai disse aquele dia, eles parecem estar relacionados de alguma maneira.

- Não se engane garoto. Aqueles jogadores idiotas estarem aqui antes é apenas uma mera coincidência. Infelizmente eles eram muitos e bem poderosos para somente eu enfrenta-los, tive que esperar que saíssem daqui.

- E como fizeram isso? – Strabimon perguntou.

- Voando. – Parece que mordi a língua. – O castelo tem um mecanismo para isso, consegui até mesmo ficar invisível. Eu também fiquei surpreso.

- Chega de conversa, o que faz aqui? – Perguntei.

- Não há problema contar a vocês, serão destruídos aqui. A esfera negra, vim a colocar no pedestal aqui.

- Outra esfera... Nós iremos destruí-la junto com você. – Ele soltou uma risada bem alta após a fala do Shu.

- Por favor garoto!

- Salamandra bebê. – Lançou uma pequena chama no digimon que se defendeu com facilidade, porém foi possível ver qual era. – Aquele é Myotismon! – Conseguimos identifica-lo, mesmo com a capa cobrindo todo o seu corpo e estando de cabeça para baixo. - Isso vai ser perigoso...

- Myotismon é um digimon perfeito... – Patamon parecia nervoso.

- Não iam me destruir? – Voltou a rir novamente. – Antes da luz do sol tenho que destruir vocês, então vamos começar. – Ele desceu abrindo sua capa dando a impressão de ser um morcego gigante.

- Strabimon digivolve para... Lobomon.

- Flamemon digivolve para... Agnimon.

- Patamon digivolve para... Angemon.

- Um digimon de fogo, um de luz e outro sagrado. Vamos ver como posso brincar com vocês.

- Mão do destino! – Ele conseguiu desviar, mas parecia ter sentido um pouco de dano do poder emanado. – Shu, Damian, tentem descobrir o que está escrito na parede. Nós vamos pará-lo aqui.

- Bem, eu não tenho ideia de como fazer isso Damian.

- Não se preocupe Shu, eu tenho o item para isso. – Sorri e abri um painel na minha frente e escolhi o item, rapidamente ele se materializou na minha mão. – É um escâner, vai nos ajudar nisso, porém leva um tempo. – Passei o escâner e ele estimou meia hora.

- Chicote sangrento. – Acertou os três digimons os derrubando no chão.

- Poderoso, mas não o suficiente. – Disse Agnimon correndo em direção ao inimigo. – Golpe salamandra. – Foi envolto por um tornado de fogo e finalizou com um chute, porém em vão, pois Myotismon conseguiu parar com uma das mãos.

- Sabre de luz! – Não conseguiu atingi-lo, mas foi suficiente para afastar seu aliado do digimon inimigo. – Não é bom nos mantermos próximos assim por um longo tempo, ele é poderoso. Angemon, seus poderes serão mais efetivos, use isso a nosso favor. – Angemon concordou.

- Mão do destino! – Conseguiu desviar novamente. Agnimon e Lobomon usaram as paredes para saltar de um lado para o outro subindo cada vez mais alto naquele salão.

Angemon começou uma luta corpo a corpo com Myotismon usando seu cajado, a intenção na verdade era o deixa-lo desprevenido para que meus digimons atacassem em conjunto, e parecia estar dando certo, toda a atenção de Myotismon estava voltada para Angemon. Enfim Angemon usou sua técnica mão do destino e com um salto Myotismon desviou, ele sabia que surtiria bastante efeito se fosse atingido.

- Agora! – Lobomon e Agnimon usaram o teto como impulso para se aproximarem mais rapidamente do Myotismon. – Sabre de luz.

- Golpe salamandra. – Usaram os golpes juntos e estavam se aproximando rapidamente do inimigo.

- Asa espantosa! – Myotismon abriu sua capa fazendo vários morcegos saírem e atacarem meus digimons que se desequilibraram e não conseguiram atingir seus ataques. – Chicote sangrento. – Completou atacando diretamente Angemon. – Vocês não são pareôs para mim. Desistam!

- Não. – Disse Angemon levantando. – Você quer acabar com esse lugar colocando o poder das trevas nele, eu não permitirei! – Angemon fala do mesmo jeito quando encontramos Devimon na floresta pacífica a alguns meses, foi quando ele digivolveu pela primeira vez.

- Angemon... – Shu parecia surpreso tanto quanto eu.

- Nós estamos com você Angemon. – Agnimon e Lobomon estavam se levantando com a mesma expressão.

- Shu! As primeiras palavras foram traduzidas! – Shu voltou a atenção para o escâner. – “Ao pôr do sol...”, Algo vai acontecer ao pôr do sol, Myotismon disse algo sobre isso.

- Estamos correndo contra o tempo.

- Já me cansei de vocês! Chicote sangrento. – O chicote enrolou Agnimon, em seguida o arremessou contra a parede.

- Vamos ajuda-lo Angemon. – Lobomon usou seu sabre de luz para cortar o chicote e Angemon com seu cajado acertou a barriga do Myotismon. – Sabre de luz. – Continuou o ataque atingindo Myotismon novamente e em seguida se afastando assim como Angemon. – Isso! Vamos continuar desse jeito. – Os outros dois concordaram.

- Vou destruir todos vocês! – Myotismon parecia furioso. – Asa espantosa! – Foi direto em Angemon, parecia querer distrai-lo. Enquanto Lobomon e Agnimon se preocupava com Angmeon, Myotismon aproveitou para socar e chuta-los respectivamente em direção ao teto. – Chicote sangrento. – Atingiu Angemon novamente o derrubando no chão fazendo o regredir a forma de Patamon.

- Patamon! – Shu gritou preocupado e correu para ajudar seu digimon.

- O humano quer defender seu digimon? Interessante. – Vi o medo nos olhos dele a cada passo que Myotismon dava.

- Se afaste! Sabre de luz.

- Golpe salamandra. – Myotismon olhou para os dois e conseguiu parar suas técnicas com facilidade os arremessando contra a parede.

- Vou me livrar de vocês primeiro! – Ele se aproximava lentamente, parecia querer fazer meus digimons sentirem medo, e parecia estar conseguindo.

- Ei! Vocês dois! – Gritei. – Não acredito que estão com medo desse digimon, ele é só um vampirinho tentando bancar o amedrontador. – Myotismon olhou para mim, consegui atrair a atenção dele. – O que foi? Perdeu alguma coisa? – Continuei o provocando, sabia que aquilo era perigoso, mas não deixaria ele destruir meus digimons.

- Vou matar você primeiro! – Simplesmente comecei a correr em direção a saída, mas ele foi veloz e fechou a porta entrando na minha frente. – Quem está tentando bancar o amedrontador? Repita novamente. – Vi o seu chicote vermelho na mão, mas antes dele usar meus dois digimons entraram na minha frente o segurando. – Me soltem seus vermes.

- Saia de perto Damian. – Lobomon tentava o segurar de todas as formas possíveis.

- Vamos te proteger Damian! – Agnimon estava da mesma forma.

- Não! Eu estou com vocês até o fim! – Ao final da minha fala minhas safiras e meu digivice reagiram um ao outro. – Finalmente é nossa vez!

- O que? – Myotismon disse surpreso ao ver meus digimons brilhando.

- Agnimon super digivolve para... – Uma calda e uma asa surgiram no digimon, sua aparência humanoide começou a tomar uma forma de besta, possuía garras nas mãos e nos pés avermelhados com uma espécie de armadura, um capacete branco surgiu e braceletes grandes e dourados apareceram em seus braços. – Burninggraymon!

- Lobomon super digivolve para... – Passou a possuir uma forma animal, como um lobo. Todo o seu corpo, antes azul, agora possuía uma cor branca, junto a isso duas asas douradas surgiram em suas costas assim como rodas em cada uma das patas. – Kendogarurumon!

- Incrível! – Disse surpreso ao ver meus digimons. – Acabem com ele.

- Impossível.... Eu estava quase lá. – Myotismon conseguiu se desprender dos meus digimons indo ao alto para se afastar.

- Isso não vai adiantar, nós podemos voar agora. – Ambos abriram suas asas seguindo Myotismon. – Laser solar. – Carregou uma grande quantidade de energia na boca e disparou contra o oponente o atingindo em cheio

- Tempestade de chamas. – Os braceletes do burninggraymon abriu ao meio mostrando dois canos de tiros, de lá começou a disparar vários tiros flamejantes. Ambos os ataques levaram Myotismon até o teto onde abriu um buraco o lançando para fora daquele lugar.

- Conseguiram! – O local começou a desmoronar e rapidamente meus digimons nos tiraram dali seguindo pelo buraco que o ataque dos dois fizeram. – Vocês foram incríveis!

- Droga.... Estava tão perto. – Myotismon estava no chão segurando a esfera negra nas mãos. – Mestre Malomyotismon não vai gostar disso. – Parecia sem forças.

- Destruam aquela esfera logo.

- Laser solar! – O ataque destruiu tanto a esfera quanto o digimon que a segurava. – Melhor assim.

- Conseguimos proteger a área pelo menos. – Disse Shu com Patamon desacordado nos seus braços. – O local foi todo destruído, mas se o item sagrado está protegido é melhor assim. Aliás o escâner completou a tradução? – Peguei meu item e olhei.

- Parece que sim. “Ao pôr do sol o pilar subirá e a luz irá se mostrar” Será que está se referindo ao item sagrando?

- É bem provável. – Respondeu. – De qualquer forma é melhor voltarmos. Infelizmente não descobrimos nada sobre a GalaxyData.

- O Myotismon disse que a saída deles aqui para que ele tomasse o local foi mera coincidência, porém eu não acredito nisso, como o Kasai disse, eles estão conectados de alguma forma.


Notas Finais


Espero que tenham gostado!
Dessa vez eu trouxe um vilão bem poderoso do Adventure!!
Cometem o que acharam!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...