História Digimon Kizuna - Capítulo 43


Escrita por: ~

Postado
Categorias Digimon
Exibições 13
Palavras 1.800
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Fantasia, Magia, Universo Alternativo

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 43 - Minha vez


Fanfic / Fanfiction Digimon Kizuna - Capítulo 43 - Minha vez

Hana: Tô enjoada...

Plotmon: Vai já passar, tenho certeza!

 

A jornada dos digiescolhidos, continuava. Seguindo de jangada, pelo mar, as crianças e seus digimons iriam ao encontro, do segundo Kanzentai Elementar.

 

Akira: Mal veja a hora de chegarmos! Esse próximo Kanzentai já tá no papo!

Kenichi: Como pode ter tanta certeza?

Akira: Isso é fácil. É porque agora a gente tem ele!

 

Apontando para Ryota, Akira esboçou um sorriso. Ryota o ignorou.

 

Akira: Bem, não que isso signifique muita coisa, mas já é alguma ajuda.

Ryota: O que disse?!

Agumon: Amigão, não precisa brigar!

Dorumon: Ryota...

 

Enquanto Akira e Ryota discutiam, a mente de Kenichi estava em outro lugar. Impressionado com seus companheiros, Kenichi se sentia inferior por ainda não ter atingido a forma perfeita. Hackmon sentia sua angústia.

 

Hackmon: Qual o problema, Kenichi?

Kenichi: E-Eu?! Nada. Por que a pergunta?

Hackmon: Você está preocupado com alguma coisa. O que o aflige?

Kenichi: Para com isso, eu tô bem. Eu só estou pensando na nossa próxima batalha.

 

Hackmon continuou o observando. Kenichi ficou sem graça.

 

Hackmon: Quando quiser falar, eu estarei aqui.

Kenichi: Mas o quê...

 

Hackmon fechou os olhos, para descansar. Kenichi não conseguia mesmo enganá-lo.

 

Akira: Eu vou detonar na próxima. E assim, estarei mas perto de me tornar um verdadeiro heroi!

Ryota: Heroi?! Esse é o seu objetivo? Que tolice.

Akira: Ei, qual é a tua? Foi por isso que meu pai o trouxe aqui! Vou conseguir a qualquer custo.

Kenichi: E se... Eu também quisesse me tornar um heroi?!

 

Silêncio. Todos olharam para Kenichi. O garoto permanecia calado, enquanto recebia olhares sérios.

 

Akira: É claro, Ken! Com muito esforço, um dia, poderá me alcançar!

Kenichi: Um dia? Quem acha que eu sou? Um fracote? Sou tão bom quanto você, e posso ser ainda melhor!

Hana: Calma, garotos... Yamada-kun, já chega!

Akira: Foi mal, cara. Eu só estava brincando. Não foi essa a minha intenção.

 

Hackmon abriu seus olhos para assistir aquela discussão.

 

Kenichi: Eu já disse. Sou um digiescolhido como todos vocês, e também almejo me tornar poderoso. Depois que virei personagem deste jogo, buscarei com todas as forças!

Akira: É isso que eu gosto de ver! Mas, já deve saber que estou um passo à sua frente. Será que pode me acompanhar?

Kenichi: O quê?!

Akira: Não se engane, Kenichi. Somos amigos, lutamos juntos. Mas este é o meu grande objetivo. Estou dizendo isso desde o começo, e seria muita hipocrisia dizer que não me importo em ver você tentando me copiar.

Kenichi: Copiar?! Como ousa dizer isso?

 

Tensão. Ninguém se intromete, e os dois param de discutir. Kenichi estava visivelmente alterado, e furioso com Akira.

 

Hana: Acalmem-se! Tudo vai dar...

 

Antes que pudesse terminar sua frase; uma lança veio de baixo, e furou o barco deles.

 

Hana: ...certo!

Ryota: O que é isso?!

Akira: Estamos sob ataque! Protejam-se!

 

E estavam mesmo. Três Hangyomons, no fundo do mar, que estavam tentando afundar o barco dos Digiescolhidos.

 

Hangyomon 1: Vamos derrubá-los!

Hangyomon 2: Morrerão antes de chegar no nosso mestre!

Hangyomon 3: Calem a boca, e trabalhem!

 

Mirando no barco, os três atiraram.

 

Hangyomon: Strike Fishing!

 

Enquanto isso, a água já começava a jorrar em cima do barco deles.

 

Agumon: Ai, tá meio difícil de tirar!

Dorumon: Desse jeito somos presas fáceis ao nosso onimigo.

Akira: Droga, não tem nada que a gente possa fazer?

 

Ao dizer isso, outos três arpões atingem o barco. Porsorte, ninguém se fere.

 

Hana: Essa foi por pouco!

Plotmon: A água está subindo!

Ryota: E o barco já está coeçando a ficar instável.

Akira: Kenichi, faça alguma coisa!

 

Ainda emburrado com Akira, Kenichi não demonstrou nenhuma expressão, mesmo naquela situação.

 

Hackmon: Pare com isso! Não vê que temos problemas sérios por aqui?

Kenichi: É... Tem razão.

 

Mas já era tarde pra fazer qualquer coisa. O único jeito era esperar o barco afundar.

 

Kenichi: Ainda não, droga!

 

Acreditando que sua vez nunca chegaria, Kenichi pôs para fora toda a sua frustração. Mas seu apelo foi ouvido.

 

???: Gostei dessa atitude!

 

Um garoto com óculos na cabeça. Quem era ele? Poderia ser? Acima deles, estava mais um dos heróis lendários, montado em cima de um dragão azul.

 

Kenichi: Uau! Que da hora!

Ryota: Quem é ele?

 

O vento soprava, o sol brilhava, e enaltecia a imagem do herói. Tomando um objeto na mão, ele o apontou para baixo.

 

???: Reload! Sagomon!

Akira: Xros Loader?!

 

Akira surpreendeu-se pois ele tinha o mesmo digivice de Taiki. Em seguida, um digimon foi materializado. Sagomon nadou para o fundo do mar.

 

Hana: Ele vai lutar com nossos inimigos?

Kenichi: Que demais! Não tenho dúvidas que esse herói lendário apareceu por mim.

 

Kenichi estava eufórico com aquela possibilidade. Akira havia conseguido tomar a atenção de todos os outros, mas talvez não funcionasse neste.

 

Hangyomon 1: Q-Quem é você?!

Hangyomon: Calma pessoal, não entrem em pânico!

 

Sagomon nadou e encontrou os Hangyomons. Para proteger os digiescolhidos, ele deveria os derrotar.

 

Hangyomon 3: Ele é só um, e nós somos 3 três. Vamos, ataquem!

 

Os Hangyomons foram em cima de Sagomon, que calmamente fechou os olhos para analsar a situação.

 

Hangyomon 1: Olha lá, pessoal. Ele já desistiu!

Hangyomon 2: Ele já era!

 

Abrindo os olhos, subitamente, Sagomon levantou sua arma. Dava-se então, seu contra-ataque.

 

Sagomon: Taki no Jin!

 

Apontando sua arma na direção dos Hangyomons, Sagomon criou uma corrente de vento, dentro da água, para afastá-los com uma carga poderosa.

 

Hangyomon 3: Aaaaaiiii!

 

Afastados pela corrente marítima, os Hangyomon ficaram tontos e longes de onde estavam. Ao abrirem novamente os olhos, perceberam que Sagomon havia sumido.

 

Hangyomon 1: Onde ele está?

 

Aparecendo de repente, pelas costas, Sagomon pretendia surpreendê-los.

 

Hangyomon 2: Não vai dar não, meu chapa! Strike Finishing!

 

Ao perceber Sagomon vindo por trás, Hangyomon contra-atacou com um tiro de arpão.

 

Hangyomon: N-Não pode ser!

 

Sagomon simplesmente segurou o arpão. Sua força física era enorme.

 

Sagomon: Agora já acabou. Getsugazan!

 

A uma velocidade incrível, Sagomon apunhalou os três com sua lâmina em forma de lua. Era o fim dos Hangyomons.

 

Kenichi: Será que ele está bem?!

Akira: Dá um tempo! Estamos falando de um dos heróis.

 

Nadando para a superfície, Sagomon saiu do fundo do mar. Apontando seu Xros Loader, o garoto no alto parecia satisfeito.

 

???: Sagomon, volte!

 

Sagomon retornou para o digivice, e o garoto misterioso desceu para cumprimentá-los.

 

???: Vocês estão bem?

Akira: Não acredito!

Kenichi: É outro herói lendário!!!

Ryota: Não gostei de você. Identifique-se.

 

Enquanto Akira e Ryota, discutiam mais uma vez; Kenichi admirava seu herói.

 

???: Prazer em conhecê-los! Meu nome é Akashi Tagiru.

Hana: Que gato!

 

O sol brilhava, e Kenichi não encontrava palavras para descrevê-lo. Era um verdadeiro salvador.

 

Plotmon: Eu não queria interromper o momento, mas... Estamos afundando!

Agumon: Ah, socorro! Nós vamos morrer!

Dorumon: Cale-se, idiota!

 

Realmente faltava muito pouco para todos irem por água abaixo, mas Tagiru sabia o que fazer.

 

Kenichi: Pode nos ajudar, Tagiru-san?

Tagiru: Mas é claro! Reload! Plesiomon!

 

Materializando o digimon na água, Tagiru trouxe Plesiomon, o digimon marinho. Certamente seria a nova ''embarcação'' dos garotos''

 

Akira: Rápido, não temos tempo! Subam todos depressa!

 

Todos subiram, e assim que a última pessoa saiu do barco; o mesmo afundou para as profundezas.

 

Hana: Ufa! Essa foi por pouco.

Tagiru: Foi mesmo, não é? Ainda bem que cheguei a tempo.

 

Tagiru era mais leve e descontraído, diferente dos outros líderes. O que chamou a atenção de Kenichi.

 

???: eu sou Gumdramon, o parceiro de Tagiru.

Plotmon: E um prazer!

Agumon: Haha, seu rabo é engraçado!

Gumdramon: O que disse?!

 

Agumon não escapou de uma martelada na cabeça.

 

Akira: É um prazer conhecê-lo, Tagiru. Eu sou Akira, o líder deste pessoal.

 

Kenichi ficou decepcionado. Desse jeito, Akira tomaria a atenção de mais um.

 

Ryota: Não me lembro de querê-lo, como nosso líder.

Akira: Dá um tempo, Ryota!

Tagiru: Então é você que quer ser o superstar, não é?

 

Silêncio. Akira não sabia responder aquela pergunta.

 

Kenichi: Ele quer dizer um super-astro. Ou seja, um herói como ele.

Akira: Ah, sim! Bem, obviamente, eu tenho toda a vontade de...

Tagiru: Ei, eu gostei de você! Qual é o seu nome?

 

Kenichi sentiu-se lisonjeado. Tagiru estava prestando atenção nele. Akira ficou tinindo de raiva.

 

Kenichi: Meu nome é Kenichi. E eu não sou ninguém. O verdadeiro herói é o Akira-san.

Tagiru: Não diga besteiras!

 

Os olhos de Kenichi brilharam. Tagiru olhou fixamente para ele.

 

Tagiru: Se você quer ser um superstar, deve almejar isso com todas as suas forças.

Kenichi: M-Mas eu...

Tagiru: Eu também era só um discípulo do meu mestre, Taiki-san.

Akira: O quê?!!

 

Todos se surpreenderam. Então, Tagiru e Taiki realmente se conheciam. Melhor que isso, Tagiru era um discípulo e se tornou um herói?! Para Kenichi, era algo muito bom para ser verdade.

 

Hana: O que quer dizer com isso, Tagiru-san?

Tagiru: Eu sempre admirei o Taiki-san. Ele era meu grande objetivo. Queria superá-lo a qualquer custo, e um dia, finalmente eu consegui.

Kenichi: Então quer dizer que... Eu também posso?

 

Tagiru deu um sorriso, e olhou para Kenichi.

 

Tagiru: Com toda a certeza!

 

Kenichi encheu-se de alegria. Não era mais um sonho, era real! Suas dúvidas sumiram. Sua insegurança caiu por terra. Tagiru foi o raio de sol, que iluminou seu canteiro escuro. Agora, ele se sentia mais do que motivado.

 

Akira: Ei, mas e eu? Nem pude falar direito!

Tagiru: Foi mal, cara. Parece que você tem um grande rival.

 

Abrindo um sorriso escancarado, Akra estava perdendo a paciência.

 

Akira: Ora, seu...

Agumon: Calma, amigo! Sua raiva pode me fazer digievoluir para as trevas!

Akira: Tem razão.

 

Hackmon olhou para Kenichi, e sentiu-se orgulhoso. O garoto estava feliz e confiante.

 

Kenichi: O que me diz? Quer se tornar um superstar junto comigo?

 

Estendendo a mão para seu digimon, Kenichi esperava pela resposta. Completamente satisfeito com a evolução do parceiro, Hackmon não poderia dizer outra.

 

Hackmon: Mas é claro!

 

Agora, a jornada de Kenichi para se tornar um herói estava mais curta.

 

Kenichi: Muito obrigado, Tagiru...

 

Quando virou as costas para agradecê-lo, Tagiru havia sumido.

 

Kenichi: Quê?! Pra onde ele foi?

Hana: Você não viu? Ele já foi embora.

Kenichi: M-Mas eu ainda queria...

Ryota: Ele disse que não queria atrapalhar o momento com seu parceiro.

Kenichi: Ah, não!

 

Decepcionado por não ter se despedido, Kenichi lamentou. Enquanto isso, Akira continuava emburrado.

 

Kenichi: Mas e o Plesiomon? Não era o digimon dele?

Dorumon: Na verdade, ele só o pegou emprestado. Plesiomon vai nos levar até o Pesadelo Profundo, e depois voltará para seu lar no oceano.

Plesiomon: É isso mesmo!

 

Isso mesmo. Eles não podem perder o foco. O próximo desafio é o Segundo Kanzentai Elementar. Que habita na ilha do Pesadelo Profundo.

 

Kenichi: Você vai ver, Tagiru-san. Não vou decepcioná-lo. Me tornarei um herói assim como você. (pensando)

 

E a viagem continua...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...