História Digimon Kizuna - Capítulo 54


Escrita por: ~

Postado
Categorias Digimon
Exibições 8
Palavras 1.741
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Fantasia, Magia, Universo Alternativo

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 54 - Duas vontades


Fanfic / Fanfiction Digimon Kizuna - Capítulo 54 - Duas vontades

HolyAngemon: Destruir Digiescolhidos...

 

Separados de Ryota, os três escolhidos remanescentes vão até o encontro de HolyAngemon. Surpreendidos por Yuji, eles descobrem que o garoto é maligno. Controlado por ele, o anjo perde a razão e ameaça uma luta. Como se não fosse o bastante, Mizuki aparece diante deles. Agora são dois contra três! Como Akira, Hana e Kenichi poderão lidar contra isso?

 

Akira: como ele pode? Um moleque daqueles...

Kenichi: Akira-san...

 

Vendo HolyAngemon corrompido pelas trevas, Akira mal conseguia manter o foco. A visão de Yuji o atrapalhava.

 

Mizuki: Você não está em condições de se preocupar com os outros.

Hana: Mizuki...

 

Já Hana estava mais preocupada com a garota. Ela já estava decidida que traria a garota de volta.

 

HolyAngemon: Morram!

Agumon: Akira!

 

HolyAngemon cansou de esperar e avançou contra Akira. O menino não esboçou nenhuma reação.

 

Akira: O que foi que fizeram com você? Eu não consigo acreditar. (pensando)

 

Enquanto a mente de Akira estava distante do momento, HolyAngemon estava prestes a golpeá-lo com a espada.

 

Hana: Yamada-kun!

HolyAngemon: EXCALIBUR!

 

E descendo a espada de energia de seu braço direito, HolyAngemon pretendia matá-lo.

 

HolyAngemon: Mas o quê...

Kenichi: Ei, se liga aí!

 

Colocando-se na frente de Akira, SaviorHackmon intercepta o ataque de HolyAngemon, com as lâminas vermelhas de seus braços.

 

Hana: Ken-kun...

HolyAngemon: Vou matar todos vocês!

 

HolyAngemon recua um pouco e vota a pensar com clareza.

 

Akira: Valeu, Kenichi.

Kenichi: Nós vamos conseguir. Todos juntos.

 

Kenichi olhou para Akira, e ele entende o recado. Não era hora para distrações e sim de agir!

 

Akira: Vamos nessa, Agumon!

Agumon: AGUMON CHOU SHINKAAAAAA FLAREMON!

 

Deixando de lado as inseguranças, Akira fica pronto para lutar. Para poder salvar HolyAngemon, ele precisaria de todo o seu esforço.

 

Mizuki: O que eu estou fazendo aqui, afinal?

???: Não seja idiota, garota.

 

Além de Mizuki e Tyilinmon, havia mais um inimigo no templo dos céus. O cão do purgatório, Cerberumon.

 

Cerberumon: Caso ele volte a ser quem era, você será indispensável. O mesmo vale para caso o derrotem. Essas são as ordens de Yuji-sama.

Tyilinmon: E você? Qual a sua utilidade?

Cerberumon: Eu devo garantir que vocês não façam nenhuma besteira desnecessária.

 

Mizuki baixa a cabeça com profunda tristeza. Ela perguntava-se a si mesma se o que estava fazendo era mesmo o certo.

 

HolyAngemon: FLYING SWORD!

 

Voando em alta velocidade, HolyAngemon estica sua espada para atacá-los.

 

Flaremon: Não vai dar não!

 

Segurando a lâmina com suas mãos nuas, Flaremon para o ataque, empregando toda a sua força.

 

SaviorHackmon: METEOR FLAME!

 

Enquanto Flaremon prendia a atenção dele, SaviorHackmon atirava bolas de fogo. Na rapidez de uma metrahadora, a força e a precisão dos ataques poderiam ser eficazes.

 

HolyAngemon: SHIELD COUNTER!

 

Utilizando o escudo de seu braço esquerdo, HolyAngemon evita ser atingido. Em seguida, voa seguindo SaviorHackmon.

 

Kenichi: Que luta fantástica! É demais!

Akira: Mas temos um probleminha por aqui...

 

Os dois olham para Hana, que cora de vergonha.

 

Plotmon: Hana...

Hana: O que tem eu?

Akira: O que diabos você tá fazendo?

Kenichi: Por que você não tá lutando com a gente?

 

E de repente, Hana ficou sem reação. Seus amigos a bombardeavam de repreensões, e ela não sabia ao certo o que deveriam fazer.

 

Plotmon: Deixem-a em paz!

Kenichi: Vem lutar!

Akira: Nós precisamos de você!

 

Mesmo com os amigos a chamando, isso não era o que Hana queria fazer. E mesmo pressionada, ela grita com suas forças.

 

Hana: Me deixem escolher!

Akira: O quê?!

 

E enquanto todos estavam distraídos, HolyAngemon aparece de surpresa.

 

HolyAngemon: Agora vocês já eram!

Kenichi: Abaixem-se!

 

HolyAngemon aponta sua espada, mais uma vez, para eles. Todos se abaixam.

 

Flaremon: LION PUNCH!

 

Aparecendo de repente, Flaremon dá um poderoso soco no anjo negro. Queimando seu espírito, Flaremon incendeia seu corpo.

 

Akira: Ufa... Essa passou perto. Aonde estávamos? Maeda! Você não...

Kenichi: Essa não...

 

Hana baixa sua cabeça. Mas suas lágrimas eram visíveis.

 

Plotmon: Hana...

Hana: Eu já estou cheia de ser um fardo. Eu não aguento mais ser assim.

 

Desabafando tudo, Hana desiste de esconder seus sentimentos.

 

Hana: Eu tentava me fazer de forte. Mas a verdade é que... Sempre tive inveja de vocês...

Akira: Maeda...

 

SaviorHackmon: RAGE STREIT!

HolyAngemon: EXCALIBUR!

 

As lâminas de SaviorHackmon e HolyAngemon, cruzavam-se nos céus.

 

Hana: É verdade que eu não sou forte. Comparado a vocês, eu não sou muita coisa. Mas... tem algo que eu quero fazer. E sozinha.

Akira: Idiota!

 

Akira deu um grito, repreendendo a amiga.

 

Plotmon: Ei, o que vocês...

 

Em seguida, os dois abraçam a menina. Hana surpreende-se.

 

Kenichi: Sua boba! Por que não nos disse como se sentia. Escondeu isso da gente esse tempo todo?

Akira: Você não é fraca. Quem inventou uma asneira dessas? Você é a mais forte de todos nós.

 

E de repente, as lágrimas de Hana cessaram. Em seguida, a menina esboça um sorriso.

 

Hana ergue sua cabeça e enxuga o rosto ainda molhado. Seus amigos a apoiavam.

 

Kenichi: Eu sei que você consegue.

Akira: Vá pegá-la. Recupere o juízo dela.

 

Erguendo seu digivice, Hana evoluiu sua parceira.

 

Plotmon: PLOTMON SHINKAAAAA WITCHMON!

 

Eles sabiam que o alvo de Hana era Mizuki. E acreditavam cem por cento em seu potencial.

 

Flaremon: REFRESHING ROAR!

HolyAngemon: SHIELD COUNTER!

 

Dando um rugido super-sônico, Flaremon atacava. Mas o anjo bloqueava perfeitamente.

 

Cerberumon: Pois é, Mizuki. Pelo visto você encontrou alguma diversão.

Mizuki: Por que diz isso?

Cerberumon: Veja aquela garota. Ela não está lutando contra os outros.

 

Mizuki olha para Hana, e então as duas cruzam olhares. Carregando razões diferentes, garotas se enfrentariam.

 

Hana caminha lentamente em direção a Mizuki. Akira e Kenichi confiavam nela.

 

HolyAngemon: Hã? O que ela vai fazer?

 

Olhando para Hana, HolyAngemon a coloca na mira.

 

HolyAngemon: Você não vai a lugar algum!

Kenichi: Hana-san!

Akira: Maeda!

 

HolyAngemon chegava cada vez mais perto da garota. Flaremon e SaviorHackmon estavam longe e não conseguiriam impedir à tempo.

 

Witchmon: Hana, eu vou protegê-la!

Hana: Witchmon, não!

 

E antes do ataque do anjo atingir a bruxa, algo inesperado acontece.

 

HolyAngemon: Argh!

 

Tyilinmon toma a frente e dá uma chifrada em HolyAngemon. Ainda no ar, o anjo recua.

 

Mizuki: Não se intrometa. Ela é minha!

 

O olhar de Mizuki era tão macabro que até HolyAngemon se assustou.

 

Hana: Nossa... Ela sabe como ter presença. (pensando)

 

E novamente, Hana foca em Mizuki. Não havia como pará-la. Sua personalidade era forte, e ela iria até o final.

 

SaviorHackmon: Vamos nessa, Flaremon.

Flaremon: Certo!

 

Montado em SaviorHackmon, Flaremon o auxiliaria no combate aéreo.

 

Hana: Há quanto tempo, Mizuki.

Mizuki: Você realmente perdeu a noção do perigo.

 

Batalha de garotas! Hana e Mizuki se enfrentam pela primeira vez.

 

Mizuki: Cerberumon, nos tire daqui.

Cerberumon: Kufufu... Você quer mesmo esquentar as coisas, não é?

 

O olhar de Cerberumon muda e o lugar todo também começa a mudar. Hana e Mizuki são teletransportadas para outra dimensão.

 

Usando sua técnica especial, ''Inferno Gate'', Cerberumon levou as duas ao inferno. Uma região totalmente sombria, tomada pelas forças do mal.

 

Hana: Eu não gosto desse lugar.

Mizuki: Ainda tem tempo para se render.

Hana: Também não quis dizer isso!

 

Mesmo que estivesse assustada, Hana deveria manter a calma. O medo não deveria fazer com que ela perdesse a concentração.

 

Witchmon: Hana, você está bem?

Hana: Sim, não se preocupe.

 

Hana deu mais alguns passos a frente. Mizuki não gostou.

 

Cerberumon: Aquela garota é bem ousada.

Mizuki: Haja o que houver, não quero que se intrometa nesta luta.

 

A expressão de Mizuki continuava séria.

 

Cerberumon: Humpf! Faça o que quiser.

 

Somente quando já estava bem próxima a Mizuki, é que Hana parou.

 

Hana: Por que está fazendo isso? Você não é uma digiescolhida assim como todos nós?

 

Mizuki baixou sua cabeça, e não respondeu.

 

Tyilinmon: Devo punir esta garota, Mizuki?

Witchmon: Não se atreva!

 

Já no alto, Witchmon preparava-se para atacar.

 

Witchmon: BALALUNA GALE!

 

Usando sua técnica especial, Witchmon lançou ventos cortantes em direção à Tyilinmon.

 

Mizuki: Patético.

Witchmon: O quê?!

 

Desviando-se de todos os ataques, a uma incrível velocidade, Tyilinmon escapa ileso.

 

Hana: Não é possível...

Tyilinmon: SOARING SWORD!

 

Perfurando a bruxa com seu chifre, Tyilinmon atacava sem piedade.

 

Hana: Witchmon!

 

A bruxa cai no chão, já inconsciente. Hana vai correndo socorrê-la.

 

Hana: Witchmon, acorde! Abra seus olhos!

Mizuki: Era só isso?

 

Olhando para Hana, Mizuki a desprezava como se fosse um animal.

 

Hana: Por que você faz isso? Por que? (gritando)

 

Hana se levanta, alterada. Ela encara Mizuki com os olhos em fúria.

 

Mizuki: Isso está além da sua compreensão.

Hana: Como é que é?

 

Hana estava chorando, mas era de raiva. Ela estava sofrendo, mas queria ser forte.

 

Hana: Então me conte! Diga-me por que está fazendo essas coisas!

Mizuki: O quê?!

 

Mizuki não estava entendendo. O que essa garota estava dizendo?

 

Hana: Seja qual for o seus motivos, quero que me conte! Eu quero ajudá-la!

Mizuki: Não é da sua conta! (gritando)

 

Agora era Mizuki quem estava alterada. Hana estava conseguindo fazer algo improvável.

 

Tyilimon: Mizuki, cuidado!

Cerberumon: Mas o quê...

 

Hana avançou contra ela, e segurou em seus ombros.

 

Hana: Olhe nos meus olhos, e conte-me. Quais são os seus problemas?

 

Olhando para Hana, Mizuki deixou lágrimas caírem. A garota que estava firme e forte, desestabilizou-se num instante.

 

Cerberumon: O que essa imbecil está fazendo? Mate-a!

 

Olho no olho. As garotas visam uma a outra. E eis que de repente...

 

Hana: O que é isso?

 

Ao ficar olhando nos olhos da garota, Hana penetrou em sua alma. As memórias de Mizuki estava visíveis.

 

Hana: Isso são... as lembranças de Mizuki?

 

Vagueando pelas memórias mais tristes e dolorosas, Hana descobriu o passado dela. Uma sensação fria tomou de conta da garota.

 

Hana: Ah, meu deus!

 

E do nada, Hana volta para a realidade.

 

Mizuki: O que foi que você fez?

 

Um olhar de ódio foi esculpido em seu rosto. Mizuki sabia que Hana tinha visto.

 

Hana: Eu... sei de tudo.

Mizuki: Você vai pagar por isso!

 

Hana começa a entender os sentimentos de Mizuki. Porém, ela não havia gostado disso.

 

Mizuki: Você não devia, Você não tinha o direito!

 

Mesmo com a alteração de Mizuki, Hana só conseguia sentir pena dela.

 

Tyilinmon: Mizuki!

Cerberumon: Não pode ser!

 

Sem mais nem menos, Hana abraça Mizuki. A orfã é surpreendida.

 

Hana: Você não precisa mais sofrer.

 

E com essas palavras, Mizuki desaba em lágrimas. Confortada no ombro de Hana, a menina expõe seus sentimentos mais sinceros.

 

Hana: Me deixe ser sua amiga.

 

Surpreendida pelo pedido, Mizuki não sabe o que dizer.

 

Mizuki: E-Eu...

 

Qual será a sua resposta?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...