História Digimon, The Digital Games(The Frozen Island) - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Digimon
Tags Digimon
Exibições 4
Palavras 1.676
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Tá aí mais um episódio :3

Capítulo 4 - A última chama


Gotsumon agora se encontrava caído no chão. Tyson voltou a ter seu rosto inexpressivo? Seria ele, realmente um tamer sem coração.

-Levante, Gotsumon. Foi apenas um golpe.- Tyson disse sério e seu digimon se levantou com um pouco de esforço.

-Então ainda quer lutar?- Saulo perguntou.- Que bom. Já falaram muito de você por essas redondezas. Queria saber do que é capaz.

-ROCK FIST!- O soco de Gotsumon impactou Tortomon, que foi para trás mas nada lhe aconteceu.

- Seu digimon é forte...- Saulo falou rindo.- Agora entendo porque você sobreviveu sozinho nessa região com um digimon de Nível Rookie. Mas isso acaba aqui. Tortomon.

- STRONG CARAPACE! - Tortomon arremessa os espinhos de sua carapaça na direção de Gotsumon, que pulou para desviar.

-ANGRY ROCK! - A pedra arremessada por Gotsumon atingiu um dos olhos de Tortomon que rugiu de dor.

-Não o subestime, Saulo! Gotsumon é de Nível Rookie mas é mais forte do que você imagina.- Datsuro gritou.- Não pareço ser o único amador por aqui não é?- Provocou.

-Isso é uma estratégia básica, Datsuro.- Saulo comentou.- Não percebe o que ele está tentando fazer? Tortomon é maior e, como consequência, mais forte. Sendo assim, ele está tentando me vencer pela agilidade. Você é um bom tamer, Tyson. Mas é previsível. Acontece que eu não sou...Acabe com ele, Tortomon!

-SPINNING ATACK!- Tortomon virou uma bola de espinhos, graças a sua carapaça, e começou a girar em direção ao Gotsumon.

-Essa agilidade...- Tyson pensou e nem conseguiu terminar seus pensamentos, Gotsumon já havia sido acertado.O digimon de pedra recebeu diversos golpes a ponto de quase não se aguentar em pé.

- Seu digimon não pode mais lutar, Tamer Coração de Pedra.DESISTA!

Tyson não queria desistir.Não agora.Não depois de conquistar o que conquistou. Era temido, era poderoso e agora, reconhecia o sentido da vida.

FLASHBACK

Tyson tinha 17 anos e sofria de depressão profunda. Filho de uma mãe solteira que ganhava a vida na Áustria através da prostituição. Não tinha a melhor vida do mundo, mas fazia de tudo para ajudá-la dentro de casa. Por vezes, ela se relacionou com outros homens, mas o final era sempre igual: uns tentavam matá-la, outros tentavam matar Tyson. Com o tempo, sua mãe foi adoecendo por algum motivo desconhecido. Ele tinha de cuidar da mãe com a ajuda da avó e tentava a todo custo ganhar algum dinheiro por aí.

Acabou conseguindo um emprego com seu professor de português.Ele gostava de escrever e por isso, trabalhou na revisão de livro em uma editora.O jogo, Digimon Online, era seu refúgio. O refúgio da vida que levava. Nele, passava hora batalhando com Gotsumon até o dia em que...

-Hoje foi um dia e tanto, Tyson!- Gotsumon exclamou.

-Sim, mas eu preciso deitar e dormir. Amanhã será um longo dia.

-Até mais, Tyson!- Gotsumon se despediu.

-Boa noite, Gotsumon. Se cuide!- Quando o garoto foi deslogar do jogo, não conseguiu. Nâo havia opção para deslogar.

-Algo errado?- Gotsumon perguntou.

-Eu não sei...

Alguns dias se passaram e uma frente fria se instalou no local.TUdo ficou congelado e Icemons selvagens e agressivos passaram a surgir por toda a ilha. Tyson cruzou o caminho de vários Tamers até que um lhe disse:

- Não há resposta para fugir desse jogo. Mas eu suponho que se é um jogo, trata-se de uma competição e só o mais forte sobrevive.

Desde então, passou a matar os digimon de todos os tamers que cruzou, sem nenhuma piedade.

-Tyson...- Gotsumon começou.- E se na verdade, toda vez que um digimon morre, o Tamer é transportado de volta para a Terra? Talvez assim, você possa voltar.

-Gotsumon...Nâo. É perigoso. É arriscado. E se eu for transportado parau m lugar pior? E sem você... bem, sem você, eu sou um humano fraco.

-Não diga besteiras, Tyson...

-Gotsumon, prometo lhe tornar forte e assim sobreviveremos até o final...

-Eu tenho medo...

-Gotsumon...

-Os Icemons... Se eu treinar demais, posso me tornar um deles...- Gotsumon começou a ter lágrimas em seus olhos.- Eu não quero ser um deles. Eu não quero te machucar...

FIM DO FLASHBACK

- É a sua última chance... você e seu digimon desistem?- Saulo perguntou ao garoto enquanto seu Tortomon piasava em cima de Gotsumon.

-Basta!- Tyson gritou.- Você querem que eu me junte a vocês? Eu vou...- O garoto começou a caminha em direção aos oponentes. Então era assim que a história do Tamer mais temido da região se acabava...

-Seu idiota...- Gotsumon começou.- Deixem o Tyson em paz.- Ele resistia e tentava se soltar de tortomon.

-A decisão é dele, Gotsumon. Encare os fatos...

-Ele está fazendo isso porque acredita que sem mim, ele é um humano frágil. Tyson, seu imbecil! Você não entende!- O digimon de pedra gritou.

-Gotsumon...

-Você me treinou, criou estratégias para que todos os dias, sobrevivêssemos com minhas habilidade. Acontece que você me mostrou que eu era mais capaz do que imaginava. Muito de mim, eu descobri graças a você. Você não é fraco sem mim! Eu sou fraco sem você!

Saulo começou a aplaudir.

-Que belo discurso. Mas isso não muda nada. Não estão em condições de contestar.- Quando Saulo estava terminando seu discurso, Tyson já estava a sua frente dando-lhe um soco na face.

-SOLTE O MEU DIGIMON - Tyson falou palavra por palavra como se mastigasse o ódio dentro de si. Seu Digivice brilhou.

-Não, Tyson... isso não!

-Você não vai ser um deles Gotsumon.

-Mas...

-Confie em mim!

Gotsumon começou a ser envolvido por uma luz e uma série de daods e códigos começaram a envolvê-lo. Era o momento mais esperado e, talvez, temido por alguns.

-GOTSUMON SHINKA...- Seu corpo começou a se transformar e o soldadinho de pedra foi se tornando uma fera pré-histórica com o corpo revestido por escamas de pedra super resistentes.- MONOCHROMON.

- Droga, estava tão próximo!- Datsuro exclamou.

-Seu Digimon evoluiu mas não significa que irei perder para você, Tamer coração de Pedra!

-Tyson, estou mais forte. Mas ainda preciso de você.- Tyson entendera o recado.

-ACABE COM ELE, TORTOMON!

-SPINNING ATACK!- O digimon tartaruga  girou em direção ao Monochromon.

-VOLCANO STRIKE!- Monochromon cospiu de sua boca uma rajada de fogo que atingiu ao Tortomon.Ambos ficaram em uma disputa de força: Será que ogolpe de Tortomon passaria as chamas ou seria interrompido?

-QUE PODER!- Datsuro ficou impressionado quando o golpe de Monochromon causou uma explosão, arremessando Tortomon para trás.

-Isso não acabou! - Saulo começava a perder a cabeça.- Levante, Tortomon!- O digimon levantou-se e arremessou mais uma vez os espinhos de sua carapaça na direção de Monochromon. Dessa vez, o digimon defendeu com a resistência de suas escamas de pedra.

-Monochromon, aguente por mais um tempo. Eu te direito o momento certo. - Tyson comentou.

O digimon dinossauro e o digimon tartaruga passaram mais u mtempo disputando força. Parecia uma briga de animais selvagens disputando por território.

-Achei! Agora é só esperar o momento certo.- Tyson pensou.Os Digimon se afastaram.

-STRONG CARAPACE!

-Agora!- Tyson gritou.

-HORN STRIKE!- Monochromon correu se esquivando dos chifres, dando uma investida e acertando Tortomon com seu chifre no lugar da carapaça onde ele havia atirando os espinhos perfurando-o.

-Eu sabia.- Tyson respondeu sério mas com um leve sorriso triunfante.- Tinha pouco tempo até que a carapaça de Tortomon regenerasse. Foi o momento que aproveitei pra passar por sua defesa.

-Não pode ser... Seu maldito!- Saulo gritou enquanto Tortomon se desfazia em vários dados e era absorvido por Monochromon.- Essa não.- Saulo sabia o que aconteceria agora. Seu corpo começara a sumir aos poucos.- Para onde eu vou?! Não! - O garoto começou a gritar enquanto seu corpo desaparecia.

-Acabou, Datsuro. Eu não vou me juntar a nenhum de vocês. Avise isso ao seu mestre.

-Eu não posso...- Datsuro cerrou os punhos.- Eu não vou!- Gritou.

FLASHBACK

-Kunemon!- Datsuro agarrou seu digimon ferido.- Seu monstro, como pode?

-Isso é um jogo...- Tyson falou com frieza.- Devemos absorver os dados dos outros digimons e ficar mais fortes.

-Não deixarei que faça isso com meu Kunemon!

-Não se preocupe, não farei. Seu Kunemon é fraco. Não seria muita vantagem absorver seus dados.Vamos embora Gotsumon.- Tyson e seu digimon de pedra sumiram em meio da floresta congelada.

Algum tempo depois....

-Você está aceita na Guilda Frozen Heart. Receberá um treino árduo para que possa se tornar forte o suficiente para não falhar nas missões. Se falhar, você e seu digimon estarão mortos.

Datsuro e Kunemon batalharam por dias e noite até Kunemon evoluir para Flymon e o treino continuar.

FIM DO FLASHBACK

-Eu treinei duro. Virei noites derrotando Icemons e procurando neles a fraqueza de sua defesa absoluta. Eu acreditei que dessa maneira poderia encontrar a fraqueza do seu digimon. Afinal, estava lutando contra sua forma evoluída. Mas você está sempre um passo a minha frente.- Datsuro começou a chorar.- Como eu ia adivinhar que Gotsumon evoluiria para um outro digimon?!- Gritou enquanto Tyson continuava em silêncio.- Eu aceitei entrar  na Guilda por poder e fiz de tudo para de superar, Tyson! Como consequência, não posso falhar em nenhuma missão!Isso inclui esta! Eu não vou perder pra você... Não vou!- Datsuro gritou

-DEADLY STING!

-VOLCANO STRIKE!

-Espera!- Tyson gritou mas já era tarde. Quando Flymon atacou, Monochromon contratacou para defender seu parceiro. As chamas queimaram os ferrões e explodiram em cima de Flymon, que se converteu em dados.

-Absorva-o...- Datsuro pediu.

-Mas...

-Absorva-o!- O garoto gritou em um último pedido de desespero. Tyson obedeceu. Monochromon absorvera os dados do digimon que um dia recusou matar.O corpo de Datsuro foi desaparecendo daquele mundo. Não se sabe para onde foi.

-Enfim ele não era uma pessoa ruim... Ele só queria meu respeito.

-Tyson...

-Obrigado, Monochromon. Sobrevivemos mais um dia...

-E sobreviveremos outros se continuarmos juntos.- O digimon respondeu e Tyson acariciou seu focinho. 

A noite já havia caído, era hora de se refugiar. Tyson agora estava mais forte do que nunca. Mas seria ele um aliado ou um inimigo para Kevin e os outros? E Kevin? O que teria acontecido assim que ele seguiu Leomon? Somente o tempo daria a resposta....


Notas Finais


Foi isso, galere. Ainda essa semana devo postar mais. Um beijo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...